13 de outubro de 2011

Autoridades suecas ameaçam abolir completamente os direitos dos pais de menino que recebia educação escolar em casa

Autoridades suecas ameaçam abolir completamente os direitos dos pais de menino que recebia educação escolar em casa

ESTOCOLMO, Suécia, 12 de outubro de 2011 (Notícias Pró-Família) — Autoridades suecas que se apoderaram de um menino de sete anos de sua família porque seus pais haviam escolhido lhe dar educação escolar em casa estão ameaçando os pais com a perda permanente de seu filho e a completa abolição de seus direitos como pais.
Domenic Johansson
A polícia sueca sequestrou Domenic Johansson, filho de Christer e Annie Johansson, em junho de 2009, tomando-o de um avião com destino para a Índia, a pátria de Annie. O principal motivo para o sequestro foi que Domenic recebia educação escolar em casa. Desde então, as autoridades não dão praticamente nenhuma permissão para a família inteira de Domenic ter contato algum com seu filho.
Domenic, que hoje tem 9 anos, está sendo mantido em orfanato por mais de dois anos.
Em junho de 2010, a Associação de Defesa Legal da Educação Escolar em Casa (ADLEEC) e o Fundo de Defesa Aliança (FDA) entraram com uma solicitação conjunta em favor da família Johansson no Tribunal Europeu de Direitos Humanos (TEDH) e vêm trabalhando para apoiar a família desde que Domenic foi raptado.
“O Supremo Tribunal dos Estados Unidos classificou a abolição dos direitos dos pais equivalente à pena de morte”, declarou Michael Donnelly, diretor de relações internacionais da Associação de Defesa Legal da Educação Escolar em Casa.
“O governo não deveria raptar e aprisionar crianças simplesmente porque ele não gosta da educação escolar em casa. Só isso já é horrível o suficiente. Mas agora o Estado está indo muito mais longe ao tentar tirar os pais completamente do caminho”, disse Roger Kiska, assessor legal do FDA. “Não dá para se tolerar isso. Faremos tudo que estiver ao nosso alcance para ajudar a reunir esta família”.
Tanto o FDA quanto a ADLEEC estão neste momento pedindo que o público escreva cartas às autoridades e embaixadas suecas para tentar renovar atenção ao caso da família e encorajar as autoridades suecas a libertar Domenic e devolvê-lo à sua família.
Primeiro-ministro da Suécia Fredrik Reinfeldt
Endereço de correspondência: Rosenbad 4, SE-103 33 Stockholm
Tel: +46 8 405 10 00
Email via website here.
Embaixada da Suécia no Brasil
SES, Avenida das Nações, Qd 807, Lt 29
70419-900, Brasília – DF
Tel:+55-61-3442 52 00
Tel emergência:+55- 61-8127 42 69
Fax:+55-61-3443 11 87
Embaixada da Suécia em Portugal
Rua Miguel Lupi 12-2°-Dto
1249-077 Lisboa
Telefone:+351-213 942 260
Fax:+351-213 942 261
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

Um comentário :

Anônimo disse...

Já mandei minha intimação Julio (Email) para a embaixada Sueca, espero que eles pelo menos leiam meu apelo. que Deus tenha misericórdia, a família hoje em dia está sendo demolida literalmente, que Deus tenha misericórdia do povo Cristão, e da família dos Incautos incrédulos, para que através disso vejam que esse é o mistério, da injustiça da qual paulo mencionou que já estava instaurado, para que eles possam vir a ser do Senhor Jesus Cristo.

abraço Julio

Ronie Peterson