10 de outubro de 2011

Ativistas gays fazem pressão para que empresas parem de ajudar financeiramente organizações de caridade pró-família

Ativistas gays fazem pressão para que empresas parem de ajudar financeiramente organizações de caridade pró-família

2 de setembro de 2011 (Notícias Pró-Família) — Grandes empresas americanas que haviam oferecido aos consumidores a possibilidade de doar parte de suas compras para entidades religiosas de caridade estão agora sob pressão dos ativistas gays para pararem de ajudar financeiramente toda entidade de caridade que apoie o casamento tradicional.
Os ativistas estão fazendo mira na entidade de caridade Charitable Give Back Group (CGBG), conhecida no passado como Rede de Valores Cristãos, uma rede de compras online que apoia organizações cristãs pró-família como o Conselho de Pesquisa da Família e Focus on the Family.
O site da organização fornece links para os varejistas que doarem uma percentagem das compras feitas por meio desses links para uma entidade de caridade participante que o consumidor escolher.
Embora o CGBG continue a receber apoio de grandes varejistas como Walmart e Target, algumas empresas se afastaram do CGBG depois que petições postadas por ativistas gays nos sites Change.org e Allout.org coletaram milhares de assinaturas.
Um recente comunicado à imprensa de Change.org diz que a Apple removeu sua loja do iTunes do site do CGBG depois que uma petição postada no site Change.org pelo estudante Ben Crowther, da Universidade Western Washington, recebeu 22.000 assinaturas.
A declaração diz que várias outras empresas, inclusive REI, Macy’s, Delta Airlines, BBC America e Wells Fargo, também cortaram suas conexões com o CGBG devido a outras petições do Change.org.
Muitas das petições se referem a organizações como Focus on the Family e Conselho de Pesquisa da Família como “grupos de ódio”, uma alegação baseada em parte no fato de que elas foram assim rotuladas pelo [esquerdista] Centro Legal de Pobreza do Sul (CLPS).
O CLPS classificou o Conselho de Pesquisa da Família como grupo de ódio no ano passado por causa de sua oposição aos projetos de lei a favor do homossexualismo, uma medida que foi criticada numa carta aberta por John Boehner, presidente da Câmara dos Deputados dos EUA; pelo ex-governador Mike Huckabee; pelo governador Tim Pawlenty, pelo ex-Procurador Geral de Justiça dos EUA Ken Cuccinelli; e pelos candidatos presidenciáveis Michele Bachmann e Rick Santorum. A carta foi publicada no site Politico e no jornal The Washington Examiner
John Higgins, presidente do CGBG, disse ao WorldNetDaily que embora 350 importantes varejistas inicialmente tivessem abandonado o CGBG devido às pressões criadas pelos ativistas gays, 250 delas voltaram a apoiar o CGBG.
“Logo que esses varejistas parceiros conheceram os fatos, muitos deles perceberam que haviam sido enganados”, disse ele. “Em muitos casos, um executivo jovem teve a reação automática de terminar o relacionamento com o CGBG, e logo que um gerente mais importante ouviu a verdade, o varejista voltou a atuar online conosco”.
O site AllOut, um espaço para discussões públicas de ativistas homossexuais, está agora patrocinando uma petição para pressionar as empresas a ficarem longe do CGBG.
A Liga Católica, que está sendo alvo no Change.org, chamou o site do AllOut de “força anticristã” numa declaração recentemente divulgada.
“Os promotores radicais do casamento gay levaram a guerra cultural para o mercado. Rejeitando a diversidade e a tolerância, esses ativistas declararam uma guerra econômica contra qualquer organização que adote a compreensão judaico-cristã do casamento”, disse Bill Donohue, presidente da Liga Católica.
Artigos relacionados sobre as campanhas da AllOut contra os cristãos:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
Artigos relacionados no Blog Julio Severo sobre a campanha de AllOut contra os cristãos:

4 comentários :

Guilherme disse...

É impressionante a campanha de eterna vitimização da cambada gayzista. O mundo ideal deles é o mesmo dos comunistas - Coréia do Norte, alguém? - onde a mínima demonstração de contrariedade à sua agenda deve ser esmagada impiedosamente.

A ainda se fazem de santinhos... Coitados daqueles que são enganados com essa palhaçada de politicamente correto. Isso é um câncer que beira o absurdo, que deveria ser extirpado imediatamente para não corroer outras áreas.

E, pra finalizar, isso mostra a "tolerância" dos intolerantes...

ELISEU disse...

O que esses homossexuais estão pensando? Pensam que conseguirão calar a voz dos servos de Deus? Pensam que vamos nos curvar diante das exigências deles? NUNCA!

Nós (eu, o irmão Júlio Severo e os demais cristãos) NUNCA nos renderemos aos ataques dos homossexuais. Sempre continuaremos a denunciar e combater o pecado do homossexualismo (os homossexuais gostando ou não)! Obedecemos ao que diz a Palavra de Deus:

"Importa antes obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29)

De uma coisa eu tenho plena e absoluta certeza: Jesus virá um dia para julgar a todos. Ele mesmo garantiu:

"Não seles as palavras da profecia deste livro, pois o tempo está próximo. Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, que se suje ainda mais; e quem for justo, procure se manter justo; e quem é santo, continue a se santificar. Eis que Eu venho sem demora, e tenho Comigo o Meu galardão para dar a cada um segundo a sua obra. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, o Primeiro e o Derradeiro. Bem–aventurados aqueles que lavam as suas vestes no sangue do Cordeiro, para que possam ter direito à árvore da vida e entrem na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os idólatras, os homicidas, os que se prostituem, e todo aquele que ama e pratica a mentira. Eu, Jesus, enviei o Meu anjo para vos testificar estas coisas nas igrejas; Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã" (Apocalipse 22:10–16).

Se eu tiver que ser preso ou morrer pela verdade da Palavra de Deus, eu aceito com muito prazer a prisão ou a morte (até porque eu confio no Deus em quem eu creio). Eu adoto comigo o mesmo lema dos antigos mártires da fé cristã: "Antes morrer do que pecar". Não tenho nenhum medo de ser preso ou de morrer, porque o Senhor Jesus, na Sua Palavra, garantiu aos Seus servos: "Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2:10)

Já preguei o evangelho para muitos homossexuais. Mas, como quase sempre acontece na maioria das vezes, eles não me deram ouvidos. Muitos chegaram a rir da minha cara, me chamaram de homofóbico (e de outros nomes feios que eu nem vou citar aqui, por questão de educação), enfim, me insultaram de tudo quanto é jeito.

Só sei de uma coisa: estou com a minha consciência tranqüila. Cumpri a minha obrigação. Se os homossexuais não quiserem se arrepender, é problema deles. No dia do juízo final, eu quero ver se algum deles vai ter coragem de dizer a Jesus as mesmas coisas que me disseram! Aí vamos ver quem é realmente corajoso para encarar Jesus face a face!

Se os homossexuais quiserem ver para crer, depois não vai ter desculpa de falta de aviso!

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Não é de agora que o irmão Júlio Severo vem, através deste abençoado blog, alertando a todos sobre os perigos e as ameaças do movimento homossexual. Só que, infelizmente, parece que a ficha ainda não caiu para muitos cristãos, ou melhor, parece que muitos ainda não se conscientizaram disso.

Como se não bastasse a censura na Internet às opiniões dos cristãos e das pessoas que são contra o homossexualismo, agora vem aí mais outra jogada do governo (é bom estarmos alertas): já se fala, no meio político, em fazer a revisão da nossa Constituição! Não duvido de que tem muito político pró–homossexualismo bastante interessado nisso!

Isso eu pude confirmar pessoalmente ao assistir a uma reportagem do programa "Bom dia Brasil" (apresentado às 07:30 pela Globo). O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, disse que o seu partido (o PSD, que foi criado recentemente) vai ser um dos primeiros a se empenhar no sentido de fazer essa mesma revisão.

E tem mais: já se fala que poderá haver uma nova Assembléia Nacional Constituinte em 2014. Em outras palavras: essa revisão constitucional poderá ser feita em ano de Copa do Mundo! Com certeza isso é uma estratégia já preparada para pegar todo mundo de surpresa. Nada mais óbvio: enquanto o povo está distraído com os jogos da Seleção Brasileira, os políticos pró–homossexualismo aproveitam e fazem uma Constituição totalmente a favor dos homossexuais!

Eu pergunto: o que a bancada evangélica do Congresso Nacional tem realmente feito a favor do povo de Deus? Será que eles estão cegos, surdos e mudos em relação às manobras dos homossexuais (e de seus comparsas)? Ou estão sendo cúmplices disso?

Será que, depois deste alerta, muitos cristãos ainda vão continuar dormindo? Será que muitos só vão despertar quando não tiver mais jeito? Pecar por omissão, quando se deveria protestar, transforma homens de bem em covardes. É como disse o apóstolo Tiago:

"Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado" (Tiago 4:17)

Em outras palavras: aquele que sabe que deve combater com firmeza o pecado, mas não toma uma atitude (ou seja, se omite, fica com medo de ser perseguido, preso, ou de perder suas mordomias), é cúmplice do pecado, ou melhor, é tão ou mais culpado quanto o próprio pecador (e é culpado diante de Deus)!

Eu diria mais: pior do que ser um cristão fraco (sem forças) é ser covarde (desistir de lutar). Se um cristão luta por um ideal que acredita, ele tem que ir até o fim (não importam as adversidades que irá enfrentar). É como diz a Bíblia:

"O justo viverá pela sua fé, e, se ele retroceder, a minha alma não se alegra nele. Nós, porém, não somos daqueles que se retiram para a condenação, mas dos que acreditam para a preservação da alma" (Hebreus 10:38–39).

Igreja brasileira, está na hora de acordar! Pastores, líderes, pregadores, está na hora de sair do seu comodismo e ir à luta! Não podemos mais ficar de braços cruzados, esperando somente a boa vontade dos políticos da bancada evangélica! Ninguém pense que a resposta virá do Céu se cada um não fizer a sua parte! É hora de agir já!

Se não tomarmos uma atitude agora (e não protestarmos de maneira firme e forte contra as manobras dos homossexuais e de seus comparsas), depois poderá ser tarde demais!

Que estas palavras sirvam de alerta para muitos cristãos que ainda estão acomodados!

"PARA QUE O MAL VENÇA, BASTA QUE OS HOMENS DE BEM NÃO FAÇAM NADA"

Idevam disse...

Os Militantes Gays São Intolerântis e cheios de Ódio por todos que não concordam com seus estilos de vida eles não sabem conviver com as diferenças de ideias São Antidemocraticos e Anticristãos não toleram a divergência.