23 de setembro de 2011

PayPal coloca escritor cristão na lista negra

PayPal coloca escritor cristão na lista negra

Ativista da internet aconselha amigos a procurar outro jeito de sustentar seu ministério

Bob Unruh
© 2011 WND
“Relaxe”, diz o site do PayPal. “Envie pagamentos aos amigos e parentes em segundos com o PayPal”. Afinal, é o “jeito fácil de enviar dinheiro em segundos”. Não há necessidade de cheques, caixas eletrônicos, envelopes e selos; apenas clique no botão na tela de seu computador.
Você pode usar o PayPal — a menos, é claro, que você e seus amigos ensinem a perspectiva bíblica de que a homossexualidade não é aceitável para os cristãos e é pecado.
Daí, você recebe uma notificação da gigantesca empresa de transferência de dinheiro dizendo que você está sendo investigado. Outra notificação vem logo depois, dizendo que sua conta está sendo fechada e que o PayPal reterá o dinheiro por 180 dias, e então o devolverá a você. Mas você não mais tem acesso a esse dinheiro.
Essas são as situações complicadas que foram se alargando contra o ativista cristão Julio Severo, que posta artigos online em seu blog internacional Last Days Watchman, ensinando valores cristãos e alertando os leitores quanto às influências anticristãs.
Em seu caso, o PayPal, imediatamente após uma campanha online lançada por homossexuais exigindo que cristãos como Severo sejam impedidos de continuar usando o sistema do PayPal, enviou um e-mail anunciando uma “investigação”.
Então os executivos do PayPal despacharam um e-mail explicando que por causa de “restrições legais e regulatórias”, a empresa PayPal Private Limited “não pode processar pagamentos de doações para entidades de caridades e organizações sem fins lucrativos que não foram registradas; organizações/partidos políticos; instituições religiosas; levantadores de fundos para pessoas ou organizações, etc.…”
“Essa não é uma decisão que fazemos com pouco caso, e lamentamos profundamente qualquer inconveniência ou frustração que essa questão possa lhe causar”, escreveu “Sugar” do Departamento de Conformidade do PayPal.
“O saldo restante de sua conta será retido em sua conta do PayPal por 180 dias a partir da data em que sua conta foi limitada. Depois de 180 dias, você será notificado via e-mail com informações sobre como receber seus recursos financeiros que restam”.
A mensagem incluía um link para o [texto do] acordo do usuário da empresa que explicava que as transações não poderiam envolver nenhuma violação da lei, vendas de narcóticos ou “itens que promovem ódio, violência, intolerância racial, obscenidade, investimentos fraudulentos, fraude, fumo ilegal ou jogatina”.
A mensagem dizia que as doações para organizações filantrópicas precisam de “aprovação prévia”.
Contudo, nada dizia acerca de impedir amigos de enviar dinheiro a amigos.
“O PayPal diz que não permite o uso de seu serviço para atividades que promovem ódio, violência ou intolerância racial, mas sua ação contra minha conta foi incitada por uma campanha de ódio por parte de ativistas gays que queriam fechar minha conta”, Severo disse para WND. “Estou muito preocupado, pois o PayPal se prostrou aos militantes gays e sua campanha de ódio para que eu fosse excluído do PayPal”.
Ele explicou: “Uso o PayPal para pagar serviços essenciais para mim e minha família. E estamos numa situação muito limitada, pois estamos longe do Brasil por causa de perseguição gay e governamental. Nossos recursos são limitados. E agora sob pressão de meus perseguidores, o PayPal está garantindo que minhas opções para receber doações sejam ainda mais limitadas e difíceis.
“Milhões de indivíduos usam o PayPal para receber dinheiro. Por que não posso receber também?”
Ele disse que é um líder pró-família cristão.
“Não sou uma instituição beneficente. Sou apenas um cristão individual com esposa e quatro filhos pequenos”, disse ele. “Fico pensando se o PayPal fechará as contas dos militantes homossexuais que lançaram essa campanha de ódio”.
O PayPal se recusou a responder a pedidos, através de mensagens por e-mail e telefone, que WND fez ao PayPal pedindo explicações sobre o fechamento da conta de Severo. Um funcionário do PayPal que orientou WND que ele fosse identificado apenas como “porta-voz” disse para WND que a empresa adotará medidas de tolerância zero contra qualquer pessoas que o PayPal decidir que “incitou ódio, violência ou intolerância por causa da orientação sexual de uma pessoa”.
O porta-voz, que insistiu em que sua empresa reconhece os direitos de livre expressão, disse que não comentaria acerca de “nenhuma conta específica”.
Mas outros não tiveram hesitação de expressar sua opinião. Don Hank, que dirige o site Laigle’s Forum, disse: “Isso é guerra… o PayPal é agora o inimigo oficial do Cristianismo tradicional”.
“Olha só, gente”, continuou ele, “esse negócio de ser registrado… é tapeação. Registrado? Com quem? Julio não está nos EUA e não precisa se registrar no país em que está localizado”.
“Julio realmente precisa de sua ajuda agora. Se quiser doar, me informe e poderei resolver os detalhes de como enviar doações a ele. (Moneygram e Western Union são provavelmente opções boas, até decidirem também se juntar ao Anticristo!)”
Ele disse que há cristãos que dirão: “Vamos orar, mas não vamos fazer nada para ajudar”.
“Eu não sou assim. Não consigo fazer isso. Não farei isso. Creio que isso é contrário à Palavra de Deus. É como esta parábola: se um filho pedir peixe ao seu pai, ele lhe dará uma pedra?… Meu método é: Ore com todas as forças, lute com todas as forças, faça doações com tudo o que puder”, disse ele.
Minutos depois que Severo confirmou a ação do PayPal, seus apoiadores estavam circulando uma de muitas discussões sobre meios alternativos ao PayPal para enviar e receber pagamentos.
E um advogado da Europa disse que a atitude do PayPal foi uma demonstração escandalosa de discriminação baseada em convicções.
Numa nota concisa para o PayPal, o advogado austríaco Inge Boening disse para empresa: “Estou profundamente chocado com a decisão impensada e precipitada de se prostrar aos grupos de ódio heterofóbicos, o que é totalmente cruel. Esse caso pois tem de ser considerado como uma continuação da história de perseguição às pessoas religiosas em geral e, junto com os judeus, os cristãos em particular. Em tal situação de cruel arrastão conduzido por grupos de ódio contra pessoas religiosas, a meta do PayPal deveria ter sido uma postura clara e inconfundível contra a perseguição”, disse Boening.
“Essa poderia ter sido a grande chance para o PayPal mostrar ao mundo que, como um fornecedor mundial de pagamentos num mundo diverso, vocês se mantêm neutros no que se refere ao conteúdo das expressões da liberdade de discurso exercida por qualquer um de seus clientes, estabelecendo um precedente que a ação política deveria ter como centro o debate baseado em fatos, não no bullying e tentativas de destruir economicamente o oponente político.
“Contudo, ao demonstrar, contra a liberdade de expressão, servilismo diante dos grupos gays de pressão política, vocês perderam esta oportunidade de frisar a neutralidade. De agora em diante você serão considerados principalmente como um instrumento de supressão da liberdade, em vez de meramente como um fornecedor de serviços de pagamento”.
Boening escreveu que seus próximos passos são claros; se ele não receber confirmação de que o PayPal reverteu sua decisão, ele cancelará sua conta “e incentivará outros a fazerem o mesmo”.
Quando WND noticiou apenas dois dias atrás sobre a “investigação” que foi provocada por uma campanha online de “ódio” contra uma lista de organizações cristãs, foi comentado que a entidade Americanos pela Verdade acerca da Homossexualidade, de Peter LaBarbera, também recebeu uma notificação de investigação do PayPal. Seu ministério, assim como o de Severo, é assumidamente cristão, e ambos lidam diretamente com a perspectiva bíblica da homossexualidade.
Na época, uma campanha do site AllOut.org estava energicamente incitando intolerância aos cristãos e estava exigindo que o PayPal parasse de permitir que eles tivessem acesso aos serviços do PayPal.
A campanha online criticou “extremistas anti-LGBT” que estavam usando o PayPal para levantar dinheiro para “suas causas perigosas”.
A campanha coloca como centro do alvo Severo e LaBarbera, bem como Abiding Truth Ministries, New Generation Ministries, Noua Dreapta da Romênia, Truth in Action Ministries, Dove World Outreach, Igreja Batista Palavra da Fé, Instituto de Pesquisa de Família e a Sociedade Americana para a Defesa da Família Tradicional.
Pelo menos uma dessas organizações, Truth in Action (Verdade em Ação), disse que a campanha do AllOut tinha falhas sérias desde o começo, pois AllOut nunca teve nenhum relacionamento de negócios com o PayPal.
AllOut alega que esses grupos promovem “ódio”.
Mas Severo insistiu em que exatamente o oposto é a verdade.
“Quero que vocês saibam que nós cristãos amamos os homossexuais, mas discordamos de seus estilos de vida imorais”, dele disse ao PayPal.
Severo disse que AllOut está também em atividade no Facebook, Twitter e por meio de e-mails para pressionar o PayPal a censurar suas convicções religiosas.
LaBarbera disse para WND que sua organização ainda não recebeu notificações subsequentes do PayPal. Mas ele disse que estava muito ciente da campanha “de ódio aos cristãos” que estava sendo fomentada online para aplicar pressão no PayPal.
A questão parece contradizer algumas das próprias declarações da política do PayPal, as quais incentivam as pessoas a oferecer doações para iniciativas benevolentes:
“Use o PayPal em transações para possibilitar que pessoas iniciem um negócio e tenham um trabalho para sair da pobreza. Seu investimento fará uma diferença na vida dos pobres do mundo que trabalham. É um jeito inteligente de fazer o bem no mundo. E com o PayPal, você poderá também fazer contribuições para sua favorita organização sem fins lucrativos doando dinheiro usando sua conta do PayPal”.
A empresa também diz que o PayPal “é o jeito mais rápido de enviar dinheiro aos amigos e família. E se você usa apenas seu banco ou saldo do PayPal, é grátis”.
Além disso, o PayPal afirma que “não existe apenas para o propósito de fazer compras”.
“Use o PayPal para enviar dinheiro via e-mail (ou até mesmo pelo telefone celular) para praticamente todo mundo em 190 mercados e 24 moedas internacionais — tudo o que você precisa é do endereço de e-mail deles. É perfeito para prestações, pagar a babá ou enviar dinheiro como um presente”.
A empresa até oferece várias ferramentas para “prontamente criar mercados de levantamento de fundos que fazem uso do conselho de muitos especialistas para identificar projetos que valham a pena… O PayPal cuida do fluxo de dinheiro nos bastidores”.
Um usuário do PayPal que fez contato com a empresa acerca de sua medida de recusar serviço a Severo foi repelido.
“Niamh” do PayPal escreveu: “Obrigado por fazer contato com o PayPal com relação à medida do PayPal impedindo um cliente de usar nosso serviço. Examinei sua conta e e-mail e posso confirmar que devido à [nossa Política] de Proteção de Dados, não posso fazer comentários acerca de uma conta de terceiro”.
LifeSiteNews já criou uma petição online em apoio aos sites e ministérios cristãos que diz: “Protesto contra o ataque de organizações homossexuais contra os ativistas cristãos Julio Severo, Americans for Truth About Homosexuality (AFTAH) e Tradição, Família e Propriedade (TFP). Incentivo o PayPal a defender o direito de organizações pró-família de usar seu serviço e a rejeitar ataques contra a fé cristã e outras religiões que defendem a moralidade sexual e os valores da família”.
De acordo com LaBarbera, a questão é que os ativistas homossexuais não mais estão dispostos a meramente prosseguir seu próprio estilo de vida; eles agora estão exigindo que sejam totalmente silenciadas as pessoas que têm perspectivas bíblicas das quais eles discordam.
“Eles querem dominação ainda que isso signifique caluniar pessoas pró-família como ‘odiadoras’ e destruir nossas liberdades religiosas que tanto amamos”, disse ele.
Em reportagem anterior, WND mostrou quando Severo relatou que seu site estivera sob monitoração do Ministério de Segurança Nacional dos EUA.
WND também noticiou quando uma série similar de ataques foi produzida contra ministérios e grupos online que discutem o perigo do islamismo.
De acordo com as reportagens, o PayPal eliminou várias contas por causa de preocupações com mensagem desses sites expondo a verdade sobre o islamismo, então restaurou-os um curto tempo mais tarde.
Pamela Geller, ativista, escritora e blogueiro popular do Atlas Shrugs, que também ajudou a fundar a Iniciativa de Defesa da Liberdade e Detenham a Islamização dos Estados Unidos, relatou que recebeu cartas intimidatórias do PayPal que afirmavam que os sites “promovem ódio” e “intolerância racial”.
De acordo com Geller, o PayPal lhe enviou cartas explicando que os sites haviam violado as normas da empresa, que proíbem o uso do PayPal para itens que “promovem ódio, violência, intolerância racial ou exploração financeira de um crime”.
A fim de se submeter às normas, Geller relatou, ela foi obrigada a remover o PayPal como opção de pagamento de seus sites, bem como referências à empresa, seu logotipo e características de compra.
Mais tarde, ela relatou que um executivo da empresa PayPal telefonou e explicou que a decisão foi um erro e que os serviços financeiros para os sites dela podiam ser reiniciados.
WND também noticiou quando a organização Charitable Give Back Group, que no passado era conhecida como Rede de Valores Cristãos, disse que ativistas estavam fazendo uma campanha online para coletar assinaturas e assustar clientes por causa da mensagem cristã.
Versão em inglês deste artigo reproduzida no blog inglês de Julio Severo: PayPal blacklists Christian writer
Versão em espanhol deste artigo: PayPal coloca escritor cristiano en lista negra
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Fonte: WND

18 comentários :

Anônimo disse...

Enquanto eu lia a série de livros "Deixados para trás", ficava pensando que era quase impossível a humanidade ser tapeada pelo anticristo da forma que era mostrada nos livros...
Hoje penso diferente... A população e as empresas já cumprem de boa vontade e com orgulho as vontades da besta MESMO ANTES DELA SURGIR... Imagina o que será depois que o filho do diabo estiver governando a Terra...
A cada dia que passa, a cada segundo, a cada vez que respiro, estou mais convencido que a única esperança da humanidade é mesmo Jesus Cristo, filho de Deus... O ser humano é corrupto demais para governar o que quer que seja...

sds

Sandro

Guilherme disse...

Eu creio firmemente que essa campanha gayzista surtiu o efeito contrário: mostrou a verdadeira face de ódio e intolerância e ajudou a mostrar mais o trabalho do Júlio Severo e do LaBarbera. E ajudou também a mostrar a situação do Júlio, perseguido por ser cristão e mostrar quem realmente odeia e persegue quem.

Júlio, há algum outro meio de fazer doação para você? Pode ser pela sua conta do Itaú?

Julio Severo disse...

Você está certo, Guilherme! Para toda ação, há uma contra-reação. Sim, a conta do Itaú está funcionando.

Emerson disse...

Vamos fazer um boicote contra a PayPal e digitar #boicotepaypal no Twitter.

Fabiano disse...

Eu só gostaria de saber que força estranha tem esta raça, que consegue fazer a cabeça de muitos.
Não é possível que não haja mais bom censo no ser humano, que se deixa manipular por esta ditadura gayzista.
Esta tal parada gay de SP é frequentada pela maioria de usuários de drogas e por prostitutas, e os pais ainda levam seus filhos para "apreciar" esta barbaridade... As crianças inocentes ficam a mercê de sexo ao vivo, de homens e mulheres promíscuos. Isto é uma decadência do ser humano.
Força, Julio.
Fabiano.

charlesmuller disse...

Opa... temos aqui um caso de tentativa de negar a liberdade de expressão. Ou seja, censura. E uma forma baixa de censura, fazendo com que o Sr. Severo não receba doações de quem, por sua própria vontade, usaria o PayPal para isto.
Não é o PayPal que fez o mesmo jogo de censura contra Assange, para evitar que o Wikileaks publicasse documentos comprometedores contra o governo dos EUA? Não é o PayPal que apesar de sua "postura" contra intolerância que continua prestando serviços para a Ku Klux Klan?
Já assinei a petição profamilyfreedom.net e recomendo a quem defenda a liberdade de expressão, independente de concordar com os textos do Sr. Severo também assinem. Censura em tempos de Internet é muito retrocesso.

carloshenrique disse...

Só sei dizer que com essa o movimento gayzista se mostra verdadeiramente nazista, e com isso mostram o que realmente são: gayzistas nazistas, tiranos, ditadoriais, amantes de si mesmos, sem afeto natural, caluniadores, difamadores, sem amor para com os bons, desobedientes, ingratos, profanos, desleais, falsificadores, mentirosos, não cessando de blasfemar contra autoridades e lideranças religiosas e o fim dos tais será no lago de fogo e enxofre, o qual é a segunda morte.
Força Júlio Severo. Deus está contigo e te dará naquele glorioso dia a coroa da vida eterna.

PROF PAULO SANTOS disse...

ESTÁ DECIDIDO, O PAYPAL NÃO QUER O DINHEIRO DOS CRISTÃOS QUE DÃO MUITO LUCRO A ELES. QUE SEJA LANCEMOS UMA CAMPANHA ENTRE OS CRISTÃOS PARA NÃO USAREM ESTE SERVIÇO. GARANTO QUE EXISTEM OUTROS MEIOS DE ENVIO DE DINHEIRO QUE SE INTERESSARÃO PELAS CONTAS DOS CRISTÃOS, POR EXEMPLO:
https://www.xoom.com/sendmoneynow/home?languageCode=pt

"Política sem medo" disse...

Caro Fabiano, nao e forca estranha nao, e a forca de Sata. Desde que Jesus voltou ao Paraiso depois de ressucitado esses seres maus iniciaram uma guerra no ceu que foi vencida por Jesus e seus anjos em 1914. Sendo assim esse anjos maus foram expulsos de la e vieram para a terra, evidentemente usando corpos humanos. A Biblia predisse: "Ai da terra...porque desceu a vos o Diabo, tendo grande ira, sabendo que ele tem um curto periodo" - (Apocalipse) 12:7,9,12. Ao final desse curto periodo Deus aprisionara Satanaz e passara o comando da terra a Jesus e seus anjos para que as pessoas nao sofram a influencia de Sata ate o dia da Ressurreicao de todos. Terminada essa fase aqueles considerados bons por Deus ficarao no Paraiso Terrestre como Deus havia criado para Adao e Eva e viverao para sempre, sem dor, sem mortes, sem velhice. Aqueles considerados maus por Deus nao ressucitarao mais e estarao mortos para sempre. Ao final desse julgamento final o demonio sera destruido e viveremos para sempre sem esses demonios que certamente tem povoado nossas vidas evidentemente nos corpos desses ativistas gays, nos corpos dos responsaveis pelo Pay Pal, Ahamadinejad, lula da silva, Chaves, Fidel, Evo e tantos outros que passam por nos a cada minuto. Que Deus ilimine a todos nos, mas suas palavras terao que ser cumpridas. Forca e fe ao Julio Severo.

leilanio disse...

Isso era só uma questão de tempo, outros irão passa pela mesma situação. Pesquisem sobre Peter Thiel, co-fundador do Paypal, que é gay, o sujeito está envolvido com a causa gay até o osso. Já fez generosas doações para o American Foundation for Equal Rights e GOProud.

Fato curioso: pesquisem "Peter Thiel gay"

Anônimo disse...

O Leilanio,tem razão deveríamos denunciar o Paypal por isso,porque diz não fornecer serviços para instituições de caridade,e sem fins lucrativos.
se o proprietário do paypal realmente é gaye contribui para causa gazysta, precisa ser denunciado o quanto antes,e processado maciçamente.
já que contribui para causa gayzistas,vai saber se não contribuir para grupos pró pedofilia( o que da no mesmo)ou para grupos pró aborto ?? vamos descobrir e mover uma ação contra esses canalhas..

Ronie Peterson

Cristiano disse...

Quais são os donos dessa empresa safada enfiada às tantas com eBay e Google?

Essas facilidades de internet são feitas apenas para monitorar as pessoas.

Um dia existirá uma internet alternativa.

Anônimo disse...

Como o Leilanio está certo!... Eis o motivo da má vontade do PayPal com os anti-homossexualismo:
Google: "Peter Thiel: A Gay Libertarian Billionaire on How to Fix the Country".

Silvio disse...

Os conservadores têm toda condição de criar um serviço de pagamentos e transferência pela internet próprios, sem ter que depender de sites simpatizantes da agenda gay.

Peço que qualquer cristão e conservador que utilize o PayPal passe a boicotá-lo imediatamente!

Anônimo disse...

Quem persegue quem? Um cristão quando discorda do homossexualismo ele faz isso no campo das ideias, não tira dos um gays seus empregos por discordarem deles, não tira seus recursos financeiros(Com os quais as pessoas vivem), não tira sua liberdade de discordar de volta e nem seu direito de ir e vir. Mas se um gay discorda de um cristão eles tiram o emprego do cristão, tiram os recursos financeiros dos cristãos, não permitem sua liberdade de expressão, e ainda querem tirar sua liberdade total os mandando para cadeia através de leis, quem está perseguindo quem? Os gays estão perseguindo os cristãos! Os gays estão com campanha de ódio contra os cristãos, pois não estão discordando no campo da ideias, mas estão discordando com violência prejudicial a quem discorda, E O PAYPAL ESTÁ CEGO DESSA CAMPANHA DE ÓDIO GAY CONTRA CRISTÃOS, PROCESSE O PAYPAL JULIO, ELES ESTÃO QUEBRANDO AS PRÓPRIAS REGRAS E COMETENDO DISCRIMINAÇÃO RELIGIOSA! Julio escreva uma matéria sobre cristãos que estão perdendo empregos, indo presos, perdendo recursos financeiros(seu caso e de outros), faça uma matéria grande para divulgarmos no facebook nas redes sociais, e em todos os meios de comunicação, Julio escreva use seu dom para continuar defendendo o cristianismo, vamos mostrar ao mundo a INTOLERÂNCIA E O ÓDIO GAY, escreva que divulgarei em minha empresa, a amigos a denominações a quem tenho acesso, ESCREVA, ESCREVA SEVERO, USE A PENA CONTRA A ESPADA GAY! Estamos com vc Julio contra toda horda do mal, seja gayzista ou genizariana, os filhos das trevas não prevaleceram, pois DEUS É POR NÓS! Paz Julio!

Theodoro Leão

Appio disse...

Julio, eu o acompanho a alguns anos, indico leio e me oriento em muitas das suas opinioes, mas participo pouco escrevendo, mas o assunto aqui descutido, doeu em mim, pois sou cristão e sou contra o homosexualismo, ou seja, a qualquer momento eu posso também sofre retalhações em qualquer entidade, por isso escrivi para o PAYPAL e eles me responderam:

Estimado Bonieque Appio,

Le agradecemos que se haya puesto en contacto con nosotros para informar
de una posible violación de la Política de uso aceptable.

Revisaremos el sitio(s) Web y/o las subastas mencionadas así como las
posibles cuentas PayPal vinculadas y tomaremos las medidas que sean
necesarias.

Esperamos que entienda que, debido a los derechos de protección de
datos, no podremos proporcionar detalles acerca del resultado de esta
revisión o de sus posibles consecuencias. Por esta razón, le aseguramos,
igualmente, que mantendremos la confidencialidad de su información.

Gracias por la información y colaboración proporcionadas.

Puede consultar nuestra Política de uso aceptable en:
https://cms.paypal.com/es/cgi-bin/?cmd=_render-content&content_ID=ua/AcceptableUse_full&locale.x=es_ES

Para obtener más detalles acerca de nuestra Política de uso aceptable,
puede acudir a la sección de ayuda de Contactar desde aquí:
https://www.paypal.com/es/cgi-bin/helpweb?cmd=_help

De nuevo, le agradecemos su colaboración. En caso de tener cualquier
duda, le recomendamos que se ponga en contacto con nosotros escribiendo
a euaup@paypal.es.

Atentamente,
Madonna
PayPal, Brand Risk Management
--------------------------------------------------
Copyright © ####-#### PayPal. Todos los derechos reservados.
Consejo al consumidor: PayPal Pte. Ltd., titular del instrumento de
prepago de PayPal, no requiere la aprobación de las autoridades
monetarias de Singapur. Aconsejamos a nuestros clientes leer nuestros
Términos y condiciones con atención.

Las respuestas a este correo electrónico no se supervisan. Por favor
envíenos cualquier pregunta o duda que pueda tener a euaup@paypal.es.

Original Message Follows:
------------------------
Form Message
customer subject:
legacy
customer message:
>Topic: 'Informar fraude/proibir uso'
>Sub Topic: 'Perguntas sobre negócios de alto risco/uso proibido'
>message: 'Paz e graça!
>Gostaria que ficasem sabendo o meu profundo descontentamento que a
atitude heteromofobica de vocês, ao bloquearem a conta do Julio Severo,
isso foi ridiculo e como critica construtiva, lhes aconselho a reverem
conceitos, e terem mais respeito com seus clientes, indepedente de sua
religião.
>Obrigado pela atenção.'

Wesley Cunha disse...

"Em defesa de Julio Severo": http://cadacampus.blogspot.com/2011/09/em-defesa-de-julio-severo.html

Anônimo disse...

Júlio! Hackearam o Site da campanha pro-familia! para pressionar o paypal!