27 de setembro de 2011

O aumento da nudez pública: grandes cidades patrocinando eventos topless

O aumento da nudez pública: grandes cidades patrocinando eventos topless

23 de setembro de 2011 (Notícias Pró-Família) — Em agosto de 2011, uma amiga de Asheville, Carolina do Norte, me ligou para falar de um evento topless para mulheres que havia sido realizado no centro de sua cidade. Asheville é uma cidade do oeste da Carolina do Norte construída nas montanhas Great Smoky. Essa cidade tem prazer em ser chamada de “San Francisco do Leste”, de modo que o lema oficial de sua cidade “De Qualquer Jeito que Você Quiser” não deveria surpreender ninguém.
O evento que levou à chamada telefônica foi o “Dia de Colocar os Peitos para Fora”, uma campanha mundial anual. Esses eventos são feitos em muitas cidades dos EUA e também no Canadá e França. O movimento foi fundado pelo líder religioso esotérico Rael, que se considera como líder da liberdade topless. Ele também acredita que aprendeu de alienígenas os segredos da vida.
Aproximadamente 30 mulheres topless se reuniram no centro de Asheville numa área para famílias, tipo um parque, com fontes, no domingo, 21 de agosto. Centenas de homens estavam olhando e gracejando dessas mulheres enquanto elas iam andando de modo pomposo ao redor da fonte. Esse show de decadência prosseguiu por horas.
A Delegacia de Polícia de Asheville estava presente, e nada fez. Eles disseram que enquanto não houvesse uma apresentação tipo strip-tease, eles não poderiam impedir o evento. Contudo, vendo o evento online, muitas mulheres parecem estar montando “apresentações”. A polícia de Asheville também ignorou a lei estadual da Carolina do Norte que descrevia, em seus estatutos, seios expostos como “prejudiciais aos menores de idade”. Com esse raciocínio, Asheville e outras cidades anfitriãs podem permitir que mulheres coloquem os seios para fora em público todos os dias?
Sinto-me entristecida pelos pais de crianças que tentam proteger seus filhos da pornografia, linguagem obscena, etc. — só para dar de cara com essas ações e imagens ampliadas numa saída de domingo de tarde num parque público.
Os turistas que visitam Asheville ficam pasmos quando suas famílias (e principalmente seus filhos) são expostas a essa atmosfera pornográfica. Nem as opulentas decorações do castelo (a Propriedade de Biltmore) de Asheville, nem a beleza das esfumaçadas Montanhas Blue Ridge podem substituir a inocência despojada das crianças por uma cidade que deu preferência a um ritual religioso estranho acima da decência.
Cidades americanas que participam dessa paródia são fortalezas esquerdistas e estão alistadas alfabeticamente: Austin, TX; Asheville, NC; Chicago, IL; Honolulu, HI; Los Angeles (área da Praia de Venice); Manchester, NH; Miami Beach, FL; Cidade de Nova Iorque, NY; Portland, OR; San Francisco, CA; e Washington, DC. As cidades canadenses são: Toronto e Vancouver. Paris, que não é conhecida por ser conservadora, tinha um evento agendado, mas a polícia prendeu as mulheres.
Estive presente num protesto do evento “Colocar os Peitos para Fora”, organizado por líderes cívicos passados Chad Nesbitt e Dr. Carl Mumpower. O protesto teve a participação de cidadãos comuns e pastores na semana depois do show de topless. Nesbitt e Mumpower fizeram queixas à Secretária de Assistência Social e ao gabinete do promotor geral da Carolina do Norte sobre o evento. O Dr. Mumpower, psicólogo clinico, foi obrigado por lei a denunciar às autoridades o abuso contra as crianças. Enquanto estou escrevendo, ninguém dessas agências agiu para proteger as crianças no futuro.
O movimento “Colocar os Peitos para Fora” enviou uma representante para nosso protesto. De novo, a polícia não prendeu a mulher. Contudo, eles prenderam uma exibicionista que veio fazer uma declaração e tirou sua saia e blusa. Fiquei horrorizada quando encontrei um grupo de igreja que veio assumir uma postura em favor da decência só para passar pela experiência de ver seu filho pré-adolescente exposto a seios nus e nudez total. Será que ele chegará a ver as mulheres da mesma forma de novo?
A pornografia em público parece estar sendo adotada por muitas cidades esquerdistas. Algumas das cidades patrocinaram outros eventos onde a nudez pública se tornou comum, inclusive paradas do orgulho gay e eventos de percurso nu de bicicleta. Todos esses eventos mostram uma tendência dessas cidades que, ao permitir a nudez pública, fizeram um compromisso com a indecência. Eles também indicam extrema indiferença às leis públicas e valores tradicionais.
A maioria das cidades anfitriãs desses eventos são os mais importantes destinos turísticos. Estados e cidades estão se atropelando para atrair dólares dos turistas. Já que a polícia ao que tudo indica não fiscalizará o cumprimento das leis de decência pública, os consumidores precisam usar suas escolhas do dólar do turista (junto com um ativismo) para enviar fortes mensagens ao governo e aos negócios.
Você gostaria de fazer uma diferença? Se você vive perto, ou planeja visitar uma dessas cidades acima, inicie uma campanha de petição para pressionar medidas por parte de autoridades públicas eleitas. Faça contato comigo em: wap_dm@hotmail.com, e eu lhe fornecerei uma petição de amostra, e planos de passos adicionais para tomar.
Juntos, tornaremos nosso mundo mais decente — uma cidade de cada vez.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
Artigo de Julio Severo: A teologia da nudez

Nenhum comentário :