26 de setembro de 2011

Facebook, Google e sites de mídia social energicamente censuram conteúdos cristãos

Facebook, Google e sites de mídia social energicamente censuram conteúdos cristãos

MANASSAS, VA, EUA, 21 de setembro de 2011 (Notícias Pró-Família) — Um novo estudo revelou que o Google e outros grandes sites de mídia social como Facebook de forma enérgica estão censurando as opiniões cristãs e conservadoras.
O relatório, conduzido pela Mídia Religiosa Nacional (MRN) e pelo Centro Americano de Lei e Justiça, examinou as políticas e práticas de várias grandes plataformas de comunicação da “nova mídia” interativa de internet e provedores de serviço de internet, inclusive a Apple e sua Loja de Aplicativos iTunes, Facebook, Google e outros.
O estudo revelou que algumas empresas de tecnologia da nova mídia estão de forma descarada banindo conteúdo cristão, e que todos os sites de mídia social, exceto o Twitter, têm políticas de liberdade de expressão que são mais restritivas do que os direitos de livre expressão garantidos na Constituição dos EUA.
De acordo com o estudo, sete grandes sites de mídia social baniram “expressões de ódio”, um termo que os autores do estudo apontam que “é muitas vezes aplicado na cultura para reprimir comunicadores cristãos”.
Os autores do estudo também revelaram que algumas das empresas de mídia reagem de forma favorável às exigências de grupos de pressão que pedem que as opiniões conservadoras ou cristãs sejam censuradas.
O estudo nota que quando estabeleceu novas normas para seu “Google para Uso Sem Fins Lucrativos” em março de 2011, o Google recusou colocar na lista “igrejas e outros grupos religiosos” que consideram “a religião ou orientação sexual em práticas de contratação”. As igrejas cristãs que solicitaram o software completo das ferramentas do Google produzidas para uso sem fins lucrativos foram rejeitadas.
Em outra ocasião o mais potente programa de busca do mundo inicialmente proibiu o Instituto Cristão Britânico de comprar espaço para um anúncio sobre aborto. O mecanismo de busca só permitiu o anúncio depois que o Instituto Cristão Britânico processou o Google.
Por duas vezes, a Apple removeu, de sua Loja de Aplicativos do iTunes, aplicativos que continham conteúdo cristão, documentou o estudo. Em ambos os exemplos, a Apple confessou que esses aplicativos tiveram acesso negado porque a Apple considerou as opiniões cristãs expressas nesses aplicativos como “ofensivas”.
“Dos 425.000 aplicativos disponíveis no iPhone da Apple, os únicos censurados pela Apple por expressarem opiniões normalmente legais foram aplicativos com conteúdo cristão”, comenta o estudo.
Por sua parte, o Facebook vem de forma pública fazendo parceria com ativistas homossexuais para “erradicar comentários anti-homossexualismo em sua plataforma”, revelou o relatório. “Tudo isso indica que conteúdos cristãos que critiquem a homossexualidade, o casamento de mesmo sexo ou práticas semelhantes estarão em risco de sofrer censura [por parte do Facebook]”, diz o estudo. Aliás, em alguns casos tais conteúdos já foram removidos pelo site de rede social.
Myspace, outro site de rede social semelhante, mas menos popular do que o Facebook, também tem uma política de banir conteúdo “homofóbico”.
A organização pró-vida Live Action tem enfrentando muitos casos de censura da nova mídia. Numa conversa com LifeSiteNews sobre o estudo da MRN, David Schmidt, diretor de meios de comunicação de Live Action, recordou uma ameaça de censura vinda do YouTube no começo deste ano.
“Fomos ameaçados no começo deste ano”, disse ele. “Depois que nosso advogado enviou uma carta ao YouTube, eles não removeram nossos vídeos. Felizmente, eles foram considerados como vídeos que ‘merecem ser publicados’, uma política padrão para todos os usuários”.
Schmidt disse que a maioria dos vídeos de Live Action foram rejeitados pelos Vídeos Promovidos pelo YouTube por causa “de alguma questão de conteúdo”.
Os autores do estudo da MRN apontam para o fato de que as atitudes das empresas da nova mídia para com os conteúdos cristãos são importantes, pois atualmente “algumas das gigantescas empresas da ‘nova mídia’ são os guardiões das novas plataformas de comunicação com base na internet”.
“Há um perigo real e presente de que essas empresas possam, e em alguns exemplos realmente tenham, feito o compromisso de censurar opiniões como consequência de seu controle exclusivo dessas tecnologias”.
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
Artigos relacionados no Blog Julio Severo:

6 comentários :

Felipe(soldado de cristo) disse...

É um absurdo essa perseguição aos cristãos. O próprio Mestre disse que encontraríamos perseguições, termos que confiar em Deus!

Anônimo disse...

Julio Severo,

Não se intimide. Em tempos muito mais desprovidos de recursos e tecnologia em relação aos de hoje, tais quais foram os 100 primeiros anos do cristianismo e vários séculos depois, o Evangelho tentou ser detido e ninguém jamais conseguiu.

Não serão os esquerdistas e seus acólitos, a internet, o Google, o Facebook ou os administradores desses sites que farão a verdade desaparecer.

Se a internet lhe recusar, recuse a internet e passe a usar outros meios para propagar a mensagem que Deus lhe deu, nem que seja com um megafone em praça pública. Não abra mão da verdade, não ceda em prol dos poderosos deste mundo (porém, fracos diante do Deus que você serve!). Você é um vencedor e Deus está com você, irmão!

Um abraço!

Anônimo disse...

Julio não sei se vc lembra daquele filme cristão sobre o arrebatamento chamado o "JULGAMENTO", onde os cristãos eram chamados de "RANCOROSOS", vejo que aquele filme tem caráter profético, dizer que mensagens cristãs tem “expressões de ódio” é propaganda para nos fazer passar por odiosos, nos pregamos o evangelho do amor de Deus e somos odiosos por isso? Se na bíblia Deus deixa claro que abomina homossexualismo que culpa nos temos? Manda os gays reclamarem com Deus é a opinião dele! A sociedade está se afundando de forma tão terrível no pecado que falar de Deus por ele ser Santo ofende os nobres miseráveis pecadores ególatras, é como acender uma luz muito forte nos olhos de quem está numa escuridão profunda dói né! Vi tanto filme de arrebatamento e perseguição e achei que aquilo ia acontecer em 2080 não agora, pelo menos a perseguição no que tange o assunto. O que me choca é o sono da igreja e da maioria dos lideres, onde estão os guardiões dos cristianismo? Os pastores, que vergonha, raça de víboras como disse Cristo no passado. Julio os cristãos devem procurar alternativas, rede sociais cristãs, rede de postagens de vídeo cristãs, temos que nos unir e fortalecer nosso povo, em quanto ainda somos milhões temos que fortalecer o cristianismo, parabéns homem de Deus pelas denuncias vamos nos unir, ainda tenho fé de uma reação do vaticano que ainda é uma potência, no passado critiquei as cruzadas católicas, sei que muito injustiça foi feita ali mais o mundo só não caiu na anarquia graças a igreja católica, quem diria que um dia um protestante reformado como eu reconheceria isso, mas é hora de esquecer as diferenças e nos unir contra o exercito das trevas! Um grande abraço valente Severo!

Theodoro Leão - Gladiador Protestante

Obs: ...O que não tem espada, venda a sua capa e compre-a. Lucas 22.36

Perseguição é crime, legitima defesa é direito!

Anônimo disse...

É hora de os cristãos começarem a fazer suas empresas, nos mesmos ramos, que Youtube, Facebook e PayPal etc.

Anônimo disse...

Temos nossos blogs, mas não sabemos até quando essa liberdade sera nossa, então melhor nos precaver, em algum outro sistema, ou sei lá.
para criar uma mídia social só nossa, teríamos que investir num espaço só nosso e arcar com manutenção entre outras coisas, mas com as campanhas miseráveis por parte dos petistas em áreas criticas como inclusão social da internet, e cerceamento de liberdade cibernética, sob o falso pretexto de proteção do meio de comunicação, acho que estamos mais aptos a uma ditadura total do único meio não manipulado do governo.
mas fiquemos alerta irmãos, se houver como fazer ou investir em algo diferente para divulgarmos a verdade em Cristo, então o faremos

abraço Julio, que Deus lhe abenço

Ronie Peterson

Trindade disse...

oI jÚLIO;
Tem um comentário que informa que é hora de Cristão se voluntariarem e criarem empresas similares às que submetem à pressão dos politicamente corretos, eu concordo, mas digo e nossas TVs e Rádios de Cristãos? Já existem mas estão submetidas aos padrões do politicamente corretos, um exemplo é a rádio Boas Novas da Assembléia de Deus em Porto Velho que abre grandes espaços para a prefeitura que é governada por um esquerdista, a TV Record, etc.
Eu creio que o que falta é coragem para os Cristãos se imporem, pois há perseguições no mundo todo, por exemplo veja o que nos informa o site da Missão Portas Abertas: http://www.portasabertas.org.br/ore/default.asp#Hoje
Pedem oração por Cristãos perseguidos na Colômbia, imaginem voces?
E o Júlio Severo? Esse jovem pai de família que se expoe por amor de Cristo? Sua esposa e filho(a)s estão sofrendo SÓ por serem esposa e filho(as) de um Profeta dos nossos dias. Se o Júlio Severo largasse tudo e voltasse ao Brasil, ele responderia a um processo na justiça, certamente não seria condenado a grande pena, pois a acusação que pesa sobre ele é mínima (até ja prescreveu?), pagaria cestas básicas e entraria na rotina de nós Cristãos acomodados, e sem falar que o Júlio Severo é escritor, tradutor, ou seja homem letrado, estaria morando em uma bela casa, carro do ano na garagem, bom salário, enfim seria melhor do que muito de nós, mas optou por atender AO CHAMADO DO NOBRE MESTRE JESUS, E ISSO LHE SERA IMPUTADO POR JUSTIÇA, na eternidade, mas aqui ele só esta sofrendo.
Enfim irmão orem pela IGREJA QUE SOFRE E CHORA LÁGRIMAS POR AMOR AOS PECADORES E CONTRIBUAM COM O JÚLIO SEVERO PELO ITAÚ.