24 de agosto de 2011

Escritor do jornal Daily Kos: Podíamos usar uma superpraga global para deter o crescimento da populacional


Escritor do jornal Daily Kos: Podíamos usar uma superpraga global para deter o crescimento da populacional

21 de agosto de 2011 (Notícias Pró-Família) — Um proeminente blog político esquerdista dos EUA está sob intensas críticas depois de publicar o sarcasmo de certo escritor de que o mundo precisa de “uma superpraga global” porque “já há gente maldita demais”. Num artigo de 10 de agosto, Jon Stafford, colaborador do jornal Daily Kos, descreveu-se como totalmente a favor do aborto, atraindo atenção imediata na blogosfera.
Embora Stafford tivesse dito que seus comentários são, em parte, “brincadeira”, ele disse também, “apesar disso, há algumas verdades no que eu falei, pois creio que o mundo está com uma população desenfreadamente excessiva e que precisamos adotar medidas como sociedade para reduzi-la. Tal afirmação sem dúvida alguma será encarada com acusações de crueldade, mas nós realmente poderíamos usar uma superpraga global. A Peste Negra pode ter sido horrível, mas sem ela nunca teria havido uma Renascença”.
Na mesma postagem do blog, Stafford declarou que acredita na legalização da maconha e do “casamento” homossexual e seu ateísmo radical. Só um dia antes, Stafford havia dito: “Rick Perry me assusta. Michele Bachmann também. Não porque são loucos (embora sejam), mas porque são carismáticos e loucos. Porque fazem uso de uma tendência de loucura que está fortemente impregnada neste país, um fanatismo cristão que é tão ameaçador quanto seu equivalente islâmico. E com o mesmo grau destrutivo”.
Comentando acerca do post de Stafford, Steven Mosher, presidente do Instituto de Pesquisa Populacional, disse: “O mundo não está nem de longe com uma população excessiva”.
“Qualquer homem que argumente que a Peste Negra, que dizimou a população da Europa durante cem anos, foi uma coisa boa, precisa de aconselhamento profissional”, disse Mosher. “Quando foi que defender o genocídio veio a ser considerado como ser ‘socialmente esquerdista’? Eu achava que a esquerda era oposta a tais coisas”.
“É evidente”, continuou Mosher, que Stafford “pode estar pensando que ao não identificar um grupo determinado para ser eliminado, ele escapa da acusação de genocídio, mas não penso dessa forma. A história das campanhas de controle populacional está repleta de exemplos do grupo majoritário étnico, religioso, de classe, etc., usando o aborto, a esterilização e a contracepção para reduzir os números do grupo minoritário. Por isso, em termos práticos, o controle populacional é genocídio”.
Em entrevista para LifeSiteNews, Judie Brown, presidente da Liga da Vida Americana, disse: “Numa questão prática que não tem nada a ver com os ateus declarados, a ‘explosão populacional’ não é de forma alguma um problema”.
“O problema real são governos corruptos empanturrados de dinheiro que é doado para o propósito específico de ajudar os pobres — dinheiro que nunca chega aos pobres”, disse Brown. “O problema real são as políticas que acabam se distorcendo. Dá para se resumir como egoísmo”.
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

3 comentários :

Anônimo disse...

Senhor Jon Stafford,não precisamos de uma super praga vulgo peste negra para decrescer a população mundial.
temos esquerdopatas feito você, cérebros sub-desenvolvidos que se dizem intelectuais.
acho que com a propagação de tipos imbecis feito você, em menos de uma geração o mundo já estará reduzido a uma, quantia miníma de cidadãos com discernimento e cultura.
com ajuda da ONU, união europeia governo esquerdista, petista brasileiro essas verdadeiras pragas estimuladoras de promiscuidades e de valores anti família, vão acabar com a população bem de pressa
essa é a meta da nova ordem mundial, diminuir a população primeiro em cérebro depois em quantidade física.
que Deus lhe abençoe Julio lamentável o que esse lixo desse escritor disse...

Ass: Ronie Peterson

Robson Lelles disse...

Boa ideia: podíamos usar uma praga paa acabar com escritores como esse!

Silvio Ricardo disse...

Já seria um começo para o que o próprio Stafford propõe que ele desse um tiro na própria cara. Teríamos mais sossego, com um lunático esquerdista a menos pregando loucuras. Mas duvido que o faria. O aborto e o controle populacional que esquerdistas pregam é somente para os outros, nunca para eles mesmos.