13 de agosto de 2011

Califórnia considera dar vacina de DST Gardasil para meninas de 12 anos sem consentimento dos pais


Califórnia considera dar vacina de DST Gardasil para meninas de 12 anos sem consentimento dos pais

WASHINGTON, DC, EUA, 12 de agosto de 2011 (Notícias Pró-Família) — A Assembleia Legislativa da Califórnia está agora avançando um projeto de lei que removerá notificações para crianças de 12 anos para cima para receber a perigosa vacina de DST Gardasil.
A Liga da Vida Americana relata que cada tratamento da vacina Gardasil contra o HPV tem um custo médio de mais de 360 dólares, uma quantia que seria arcada pelos cidadãos que pagam impostos.
Gardasil, a vacina anti-HPV mais popular, revelou-se provocar perigosos efeitos colaterais e até doze mortes somente nos Estados Unidos.
A Califórnia tentou, mas falhou em 2007, numa medida para obrigar vacinações de HPV para todas as meninas que estavam entrando no ginásio.
A Dra. Diane Harper, ex-pesquisadora principal da polêmica vacina, disse para a TV CBS em 2009 que sérios efeitos colaterais poderiam demonstrar ser mais perigosos do que o HPV que a droga foi planejada para impedir, e que “meninas novas e seus pais deveriam receber avisos mais completos antes de receberem a vacina”.
“Os riscos médicos conhecidos e a polêmica demonstram a verdadeira natureza desse projeto de lei: Extremistas sexuais em assuntos políticos da Califórnia acreditam que meninos e meninas de 12 anos são animais sexuais que não têm nenhuma necessidade ou capacidade de controlar sua própria conduta”, disse Paul E. Rondeau, diretor de comunicações para Liga da Vida Americana.
“A premissa é que as crianças terão e precisam ter sexo independente do que os pais acreditam que seja melhor para seus próprios filhos e filhas”.
As audiências sobre o projeto de lei AB499 começarão a acontecer em 15 de agosto. Se aprovado, a grande expectativa é que Jerry Brown, o governador da Califórnia, sancionará a medida.
“As políticas centradas em questões sexuais não têm nada a ver com a saúde das crianças e famílias: os revolucionários sexuais engordam suas carreiras, indústrias farmacêuticas das tão chamadas prevenções e curas sexuais como a Merck engordam seu mercado e distribuidores como a [abortista] Federação de Planejamento Familiar engordam seus lucros”, disse Rondeau.
A Liga da Vida Americana está enviando um alerta para todos os seus eleitores da Califórnia, e exortando seus 115 sócios nacionais a apoiar a derrota do AB499.
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

Nenhum comentário :