19 de agosto de 2011

Autoritarismo: Defensoria Pública de Ribeirão Preto ordena imediata retirada de outdoors bíblicos, ameaçando igreja com multa de R$ 10 mil

Autoritarismo: Defensoria Pública de Ribeirão Preto ordena imediata retirada de outdoors bíblicos, ameaçando igreja com multa de R$ 10 mil

Comentário de Julio Severo: Quando a parada gay de São Paulo fez exposição pública de santos católicos em situações homoeróticas, nenhuma autoridade do governo tomou providências. Agora, uma igreja é ameaçada por sustentar publicamente uma declaração da Bíblia que é de conhecimento universal e milenar. Qual vai ser a alegação? Que a Bíblia é “homofóbica”? A notícia a seguir é do jornal esquerdista Folha de S. Paulo:

Justiça manda retirar outdoor evangélico criticado por gays em SP

A Justiça de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo) determinou a retirada imediata da mensagem com citações evangélicas em um outdoor que gerou críticas pelo movimento gay da cidade.
Mensagem bíblica de outdoor está sob ameaça imediata de censura por parte de autoridades de Ribeirão Preto
A liminar foi concedida para ação civil pública movida pela Defensoria Pública de Ribeirão.
Segundo o defensor público Victor Hugo Albernaz, a decisão da 6ª Vara Cível de Ribeirão determina a imediata retirada, sob pena de multa de R$ 10 mil.
A obrigação de retirada foi dirigida à Casa de Oração, igreja evangélica autora das mensagens, e à Nobili Painéis, proprietária do outdoor.
Segundo Albernaz, até o início da noite desta sexta (19) a Nobili já havia sido notificada.
À Folha o pastor Antonio Hernandes Lopes disse que só se manifestará após ser notificado.
O outdoor colocado na última quarta-feira (17) trazia três citações bíblicas. Entre elas uma do livro de Levítico: "Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável...".
A outra, da Carta de São Paulo aos Romanos, diz que "até as mulheres trocam as relações naturais pelas que são contra a natureza. E também os homens deixam as relações naturais com as mulheres e se queimam de paixão uns pelos outros".
Divulgação: www.juliosevero.com

19 comentários :

Anônimo disse...

Os católicos devem processar entidades gays que usam as imagens sagradas em suas passeatas boiolescas! Eles se sentem soltos para zombar de quem querem porque ninguém os processa, os estãos os cristãos para processar o Jean Willis que diz que os cristãos são homofóbicos, ele generaliza, tem que provar que todos são homofóbicos, que se habilita a processar o bbb deputado? Quando eles virem uma reação vão pensar duas vezes antes de atacar!

ronie disse...

Pode tudo nessa algazarra menos criticar a orientação anti moral, cada vez mais insuperável e ainda pregam tolerância é mole
os camaradas, fazem a parada da falta de vergonha em SP exibindo santos católicos ao vexame total mas quando outros ousam fazer citações bíblicas defendendo, a verdade incutida em suas vidas pelo evangelho contidas nas sagradas escrituras, pronto 10 mil de multa e sei lá mais o que ? agora me diz sera que vão parar de expor santos católicos ao ridículo nas paradas das orgias imorais em SP cidade do inferno? com certeza não. e mais se eu fosse o pastor não tirava e ainda jogava na cara o direito dele se manifestar, quando esse pessoal vulgo habitantes de sodoma e gomorra, começam suas manifestações usam até trecho bíblico e bem fora de contexto para dissimular que devem ser amados e agraciados "Amaivos uns aos outros" ué ? o que o pastor fez ele apenas mencionou mais das palavras do próprio mestre amaivos uns aos outros mas o salario do pecado é a morte, e quem pratica tal ato perante Deus isso é abominação ponto final..

Tadashi disse...

Autoritarismo ???????

Justiça eu diria !!!! Aqui no INTERIOR PAULISTA.... A homofobia não tem vez ! vira o Interior !!!!

Anônimo disse...

O único interior que existe é o seu cérebro tadashi, e esta completamente vazio."homofobia" é seu passado, espero que o tal pastor não pare de dizer a verdade, e não tema em processar os canalhas, que entraram com essa ação para pessoas como você ainda terem chances de ouvirem a mensagem do envangelho, antes que venha o juízo e sua alma imortal se perca e pereça eternamente...

Paulo disse...

É bom a sociedade perceber quem são verdadeiramente os gays e o que eles pretendem: impedir todo tipo de opinião contrária à prática.

E a pastorada que já vai se articulando para apoiar candidatos em 2012, favoráveis ao avanço da agenda gay, o que eles tem a dizer sobre isto?

No Rio isto já vai se configurando.

Laurindo Neto disse...

Julio, fiz um vídeo sobre o aborto no qual cito seu blog. http://www.youtube.com/watch?v=qbpFcZ26D-w

Abraços

Anônimo disse...

Julio ! Você está forá do Brasil e por isto,talvez, nem saiba da tremenda agitação no país. Por causa do barbáro assassinato da juíza Patrícia Accioli. Morta com 21 tiros.
Veja a noticia:http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI5304516-EI5030,00-DisqueDenuncia+recebe+ligacoes+sobre+assassinato+de+juiza.html

E já descobrirão outro plano para matar outro juíz. E existem. Hoje no Brasil mais de 80 juízes ameaçados de morte.
Existem uma polêmica que a juíza morta pediu proteção especial ao seu superior. E este negou proteção especial a Juíza.

Com o crime se agigantando tanto,que se atreve a ameaçar e até matar juízes.

O Governo e muita gente no país está super preocupada em combater a homofobia. Se o Governo,o Judiciário, o STF, OAB, se preocupasse tanto em combater o Crime quanto está tal de "HOMOFOBIA`. Juízes,promotores,delegados,advogados não es´tariam com suas cabeças ameaçadas pelos criminosos. Enfrentão estas desgraças por seus próprios erros.

Nil Soares

Anônimo disse...

Julio! Enquanto a Justiça em São Paulo age de maneira extrema. Ameaçam multar uma igreja evangélica em 10 mil reais,caso não retirem os "outdoors" com as mensagens biblicas que condenam o homossexualísmo.

Em Minas Gerais, um borracheiro matou sua mulher, uma cabeleira,no salão onde trabalhava.
http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=180047,OTE

"' O crime, registrado pelas câmeras de segurança instaladas pela própria Islaine, que temia o ex-companheiro, provavelmente será uma vaga lembrança para a maioria das pessoas daqui a cinco anos quando o borracheiro estará vivendo livremente. ""

A familia da cabelereira está muito decepcionada. Visto que o assassino pode estar nas ruas em 5 anos. O assassino teve a petulancia de dizer que "matou por amor". A vitima estava o traindo,acusa.

Comparando os casos de MG e SP. Vemos a generosidade da justiça em Minas Gerais e a face dura,injusta e vingativa desta mesma Justiça em São Paulo.

Julio ! Tiramos uma lição destes fatos. A justiça pode ser branda com os criminosos,malfeitores,vagabundos.
Mas ! Ela é muito dura e implacável com "os inimigos ideiológicos" do regime socialista que domina o Brasil.

Visto que a aceitação do homossexualísmo(assim como a legalização do aborto,combate ao preconceito,multiculturalísmo,liberdade sexual,apoio a religiões pagãs,apoi ao islamismo,etc) é politica do Estado Socialista.

Quem vai contra esses valores do Estado Socialista se torna "inimigo ideiológico" deste Estado Socialista.
E deve ser punido com muito mais rigor do que criminosos,arruaceiros,vagabundos em geral.

Os socialistas tem a politica de ocupar todos os postos-chaves das nações. Seja os Poderes Executivo,Legislativo,Judiciário,Além das Universidades,Mídia,Sindicatos,Justiça,Organizações da Sociedade, o meio cultural,artistico,intelectual,ciêntifico e outros.
Em todas as aréas hoje no Brasil vamos encontrar gente deles.

Se recorre uma aréa tem gente deles,na outra também.

E não existe organização forte e poderosa,hoje no Brasil contra o poder deles.
Por isto as igrejas evangélicas perdem feio nas suas demandas contra os Gays,religiões africanas,etc.

Nil Soares

Anônimo disse...

Julio ! No Brasil se fala em "HOMOFOBIA", mas por aqui anda esquecido que existia a "ISLAMOFOBIA". Lá na europa onde se tem muitos imigrantes e uma população islâmica muito grande. Que tem trazido muitos problemas aos países europeus. Os criticos do Islamismo podem ser condenados por "islamofobia".
Veja uma matéria excelente do escritor iraniano Ali Sina sobre a "ISLAMOFOBIA".
http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.faithfreedom.org/Author/Sina.htm&ei=c98cTvjxJqS00AHusujNBw&sa=X&oi=translate&ct=result&resnum=3&ved=0CD0Q7gEwAg&prev=/search%3Fq%3DAli%2BSina%26hl%3Dpt-BR%26biw%3D1024%26bih%3D614%26prmd%3Divnsb

Penso que no Brasil não vai demorar muito para o Governo brasileiro lançar uma campanha contra a "Islamofobia".

Principalmente se as igrejas ensinarem nos seus templos o que é o "ISLAMISMO". Mostrando a verdade sobre a religião do Falso Profeta Maomé.

Aí! Veremos gente sendo condenada por Islamofobia.
Na Aústria tem lei que proibi falar que Maomé foi pedófilo.

Acorda povo Cristão. È muito vergonhosa nossa falta de Sabedoria para enfrentar as ameaças á Igreja nestes dias.

No Brasil. Os crentes evangélicos encaram as coisas de uma maneira estupidamente simplista.
Não sabem o quanto é complexa a situação.

Nil Soares.

Anônimo disse...

Recado implícito do movimento gay: a sociedade deve ser tolerante com a diversidade, mas segundo o NOSSO conceito de tolerância e o NOSSO conceito de diversidade. Somente toleramos a NOSSA forma de definir esses termos.

João Batista disse...

A Palavra de Deus diz: Ele usará de todas as seduções do mal com aqueles que se perdem, por não terem cultivado o amor à verdade que os teria podido salvar.
Por isso, Deus lhes enviará um poder que os enganará e os induzirá a acreditar no erro.
Desse modo, serão julgados e condenados todos os que não deram crédito à verdade, mas consentiram no mal. (II Tess 2, 10-12)
Jesus Cristo diz: Entretanto, Jesus exclamou em voz alta: Aquele que crê em mim, crê não em mim, mas naquele que me enviou;
e aquele que me vê, vê aquele que me enviou.
Eu vim como luz ao mundo; assim, todo aquele que crer em mim não ficará nas trevas.
Se alguém ouve as minhas palavras e não as guarda, eu não o condenarei, porque não vim para condenar o mundo, mas para salvá-lo.
Quem me despreza e não recebe as minhas palavras, tem quem o julgue; a palavra que anunciei julgá-lo-á no último dia. (Jo 12, 44-48)

Anônimo disse...

É absurdo exigir retirada ou multar. Como você disse, se o gays podem achincalhar nossos Santos e pregar a 'guerra' porque os católicos ou evangélicos ou qualquer religião não pode se manifestar?
Não tenho nada contra gays (não aprovo o outdoor) mas entendo este outdoor como uma resposta às inúmeras provocações que a comunidade gay vem fazendo a qualquer pessoa, grupo, etc... contrário a eles. Exigir Respeito às suas opções sexuais é uma coisa! Achar que apenas os homossexuais tem direitos ou não tem deveres, é outra!

Professor disse...

Saudações

Uma prova da intolerância gay, e do abuso das autoridades que só falam em legislação quando lhes convém.

Injustiça? sim! porque não houve crime.Autoritarismo? sim! porque liberdade religiosa e da expressão do pensamento, sem agredir a outrem, é garatia fundamental,e a cosntituição não abre brechas para exceções.
Se gays sentem-se ofendidos, é pela sua prórpia maneira degenerada de viver.

Podem encontrar "brechas" para essa aberração jurídica, mesmo quando a mesma é impossível de existir, mas não podem fazer o mesmo com a Justiça Divina:

"Mas ao ímpio Deus diz: Que direito você tem de recitar as minhas leis ou de ficar repetindo a minha aliança?

Visto que odeias a correção, e lanças as minhas palavras para detrás de ti.

Estas coisas tens feito, e eu me calei; pensavas que era tal como tu, mas eu te argüirei, e as porei por ordem diante dos teus olhos;"

Salmos 50 verso 16-21.

Mas esse povo não entende que cristão é uma raça de couro duro!
somos diplomados na escola do Senhor, e tiramos 10 na aula de perseguição por amor de Jesus!

Pode retirar outdoors,tentar multar, rasgar a constituição, passar por vítima de homofobia,usar leis injustas,caluniar, difamar...
isso para a Igeja do Senhor é fichinha comparado com as perseguições sofridas pelos cristãos e apóstolos da Igreja primitiva, e é o mesmo que ocorre com cristãos e missionários hoje em alguns lugares.

Para concluir:

"Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?

Como está escrito: Por amor de ti enfrentamos a morte todos os dias; somos considerados como ovelhas destinadas ao matadouro.

Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio Daquele que nos amou."

Romanos capítulo 8 verso 36 em diante.

A Paz do senhor Jesus Cristo esteja com todos os irmãos e irmãs.

Anônimo disse...

Quando é para atender os vários cidadãos q nas defensorias aparecem para resolver problemas dos mais diversos, é uma lenga-lenga. Isso sem contar q os trabalhos por eles exercidos são em geral de péssima qualidade.
Como é para atender a gayzada e tá mto na moda esses gayzistas, as (oto)ridades surgem q do nada.

Se eu fizer o mesmo q esse Pastor ñ retiro a mensagem e recorreria até mesmo aos Tribunais Internacionais.

Alô Constituição Federal. Alô Direitos Humanos... vcs ñ existem so para defender viadagem, não...

Daniel disse...

Cabe recurso, o STF decidiu no infame julgamendo da Marcha da Maconha que o que importa é o direiro de se manifestar.

Logo, falar o que pensa sobre qualquer coisa, não é crime!

ELISEU disse...

Apesar de não atacarmos física ou verbalmente os homossexuais, somos constantemente atacados por eles simplesmente por não aceitarmos o que eles fazem. Para que todos daqui tenham uma idéia do ódio que os homossexuais têm dos cristãos, o deputado Jean Wyllys (que também é homossexual) censurou um cidadão (Carlos Vendramini) pelo Twitter simplesmente porque o mesmo se manifestou contra o PLC 122, o "kit gay" e o homossexualismo. E o próprio Jean Wyllys ainda teve o despeito de dizer que os cristãos são homofóbicos, preconceituosos, e que iria tomar providências contra os seus "inimigos" (não só os cristãos como também todos os que são contra o homossexualismo).

Eu pergunto: a liberdade de expressão vale só para os homossexuais? E para os cristãos e para as pessoas que são contra o homossexualismo, não pode haver liberdade de expressão? Quer dizer, eu não vou poder protestar contra uma coisa que é biblicamente imoral? Que justiça é essa de 2 pesos e 2 medidas (tudo para os homossexuais, e nada para os cristãos e para os que são contra o homossexualismo)? Por acaso os homossexuais são tão especiais (ou tão privilegiados) para só eles terem todo e qualquer tipo de direito?

Caso os homossexuais estejam esquecidos, faço questão de relembrar a eles o que está escrito na nossa Constituição Federal. Leiamos:

- Artigo 5º, inciso IV:

"É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato"

Eu sou livre para dizer o que eu quero. E eu aproveito a minha liberdade para dizer aos homossexuais com todas as letras: SOU CONTRA O HOMOSSEXUALISMO E CONTRA O PLC 122 OU QUALQUER OUTRA LEI A FAVOR DELES! Sinto muito se os homossexuais se sentiram ofendidos, mas eu penso assim (eles aceitem se quiserem)! Eles podem até me chamar de homofóbico, mas eu não estou nem aí para o ódio que eles terão de mim! Minha opinião é esta: sou contra o homossexualismo (e ponto final)!

- Artigo 5º, inciso VI:

"É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias"

Ninguém pode me obrigar a deixar de crer em Deus e na Sua Palavra. Eu creio e obedeço ao que Ele me ordena. Se os homossexuais não quiserem aceitar a minha opinião (ou não quiserem aceitar o que a Bíblia diz sobre o homossexualismo), é um direito que eles têm. Porém, me obrigar a mudar de opinião só porque eles querem que eu ache certo uma coisa que é biblicamente errada, isso eu NUNCA vou fazer. Não vou mudar meu ponto de vista para agradar a ninguém (principalmente os homossexuais). Eu obedeço ao que a Bíblia diz: "Importa antes obedecer a Deus do que aos homens" (Atos 5:29)

Se eu tiver que ser preso ou morrer pela verdade da Palavra de Deus, eu aceito com muito prazer a prisão ou a morte (até porque eu confio no Deus em quem eu creio). Eu adoto comigo o mesmo lema dos antigos mártires da fé cristã: "Antes morrer do que pecar". Não tenho nenhum medo de ser preso ou de morrer, porque o Senhor Jesus, na Sua Palavra, garante aos Seus servos: "Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2:10)

Já preguei o evangelho para muitos homossexuais. Muitos chegaram a rir da minha cara, me chamaram de homofóbico (e de outros nomes feios que eu nem vou citar aqui, por questão de educação), enfim, me insultaram de tudo quanto é jeito.

Só sei de uma coisa: estou com a minha consciência tranqüila. Cumpri a minha obrigação. Se os homossexuais não quiserem se arrepender, é problema deles. No dia do juízo final, eu quero ver se algum deles vai ter coragem de dizer a Jesus as mesmas coisas que eles me disseram! Aí vamos ver quem é realmente corajoso para encarar Jesus face a face!

Se os homossexuais quiserem pagar pra ver, depois eles não digam que não foram avisados!

Professor disse...

Saudações Eliseu e Júlio

Muito bem colocado, pois não podemos obrigar as pessoas a fazer o que não querem, e também devemos cumprir o mandamento do Senhor:


"E se em qualquer cidade vos não receberem, saindo vós dali, sacudi o pó dos vossos pés, em testemunho contra eles."


Lucas - Cap. 9: Vers. 5

A Paz do Senhor Jesus Cristo.

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

Quando os homossexuais e seus comparsas promovem a abominável, pecaminosa e imoral "Parada Gay" em qualquer lugar do Brasil (seja em São Paulo ou em qualquer outra cidade), ninguém diz nem faz nada contra. Nessas horas, não aparece nenhuma autoridade para protestar ou impedir a divulgação dessa bandalheira em público.

Mas quando um cristão faz uma pregação em público contra o homossexualismo, ou quando uma igreja expõe qualquer mensagem ou texto bíblico em público contra o homossexualismo (como no caso do outdoor em Ribeirão Preto), os homossexuais imediatamente reagem: "Homofobia!" E a justiça (ou injustiça?), prontamente, entra em ação para punir, com o rigor da lei, todos os que forem "preconceituosos"!

Sinceramente, eu me decepcionei de vez com essa justiça do nosso país. Ao invés de defenderem a moral e os bons costumes, as autoridades preferem atender aos ditames e aos caprichos do movimento homossexual. Mas há uma razão muito simples para isso: essas mesmas autoridades foram escolhidas por Lula e Dilma, isto é, prevalece o corporativismo (defesa dos interesses de quem os empregou).

O Ministério Público Federal (MPF) deveria trocar de nome: teria que se chamar MPH (Ministério Pró–Homossexualismo), porque só age a favor dos homossexuais.

Um dia, os homossexuais, seus defensores e patrocinadores estarão diante de Jesus para serem julgados. E o que eles dirão neste dia?

De uma coisa eu tenho plena e absoluta certeza: Jesus voltará um dia para julgar a todos. Ele mesmo garantiu:

"Não seles as palavras da profecia deste livro, pois o tempo está próximo. Quem é injusto, faça injustiça ainda; e quem está sujo, que se suje ainda mais; e quem for justo, procure se manter justo; e quem é santo, continue a se santificar. Eis que Eu venho sem demora, e tenho Comigo o Meu galardão para dar a cada um segundo a sua obra. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim, o Primeiro e o Derradeiro. Bem–aventurados aqueles que lavam as suas vestes no sangue do Cordeiro, para que possam ter direito à árvore da vida e entrem na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os idólatras, os homicidas, os que se prostituem, e todo aquele que ama e pratica a mentira. Eu, Jesus, enviei o Meu anjo para vos testificar estas coisas nas igrejas; Eu sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã" (Apocalipse 22:10–16)

Da mesma forma que o Eliseu, eu também já preguei o evangelho para muitos homossexuais. Mas, como quase sempre acontece na maioria das vezes, eles não me deram ouvidos. Eu fiz a minha parte. Se eles não querem se converter, é problema deles. No dia do juízo final, será cada um por si diante de Deus na hora de prestar contas. É como alertou o apóstolo Paulo:

"Cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus" (Romanos 14:12)

Se os homossexuais e seus comparsas quiserem ver para crer, depois não vai ter desculpa de falta de aviso!

PAULO PERDIGAO disse...

ABSURDO ! ESTOU COMPLETAMENTE INDIGNADO COM ESSA DECISAO DESSE JUIZ Q DEVE SER GAY TBM,ASSIM COMO ESSE DEFENSOR PUBLICO QUE SOLICITOU ESSE ABSURDO. OS EVANGELICOS TBM SAO MINORIA ! E SAO DISCRIMINADOS TBM !!