22 de julho de 2011

Obama apoia projeto de lei que reconhece “casamento” gay em nível federal

Obama apoia projeto de lei que reconhece “casamento” gay em nível federal

WASHINGTON, D.C., EUA, 21 de julho de 2011 (Notícias Pró-Família) — O presidente Obama entusiasticamente apoiou uma nova lei para estabelecer reconhecimento nacional do “casamento” homossexual, que os legisladores consideraram numa audiência de comissão do Senado ontem.
Obama sauda apoiadores em evento gay na Casa Branca em 2009
A “Lei de Respeito ao Casamento” eliminará a Lei de Defesa do Casamento e estabelecerá benefícios conjugais federais para parceiros homossexuais com certidões de casamentos emitidas pelo Estado.
“O presidente Obama tem o orgulho de apoiar a Lei de Respeito ao Casamento, que foi introduzida pela senadora Dianne Feinstein e pelo congressista Jerrold Nadler”, dizia uma declaração da Casa Branca na terça-feira. “Essa lei sustentará o princípio de que o governo federal não deve negar às duplas gays e lésbicas os mesmos direitos e proteções legais quanto os casais normais. Há muito tempo o presidente vem pedindo uma lei para derrubar a tão chamada Lei de Defensa de Casamento (LDC), que continua a ter um impacto real na vida de pessoas reais — nossas famílias, amigos e vizinhos”.
Testemunhas na audiência de quarta-feira da Comissão Judiciária do Senado incluíam várias duplas homossexuais que se queixaram da falta de benefícios governamentais federais em igualdade com os casais casados.
Legisladores conservadores tais como o deputado federal Steve King e o senador Charles Grassley, ambos republicanos de Iowa, disseram que ampliar o “casamento” para incluir uniões homossexuais pavimentará o caminho para a poligamia legalizada e o incesto.
O deputado federal George Lewis, do Partido Democrático, reagiu comparando a definição tradicional do casamento com a segregação racial e afirmou que o governo deveria “incentivar as pessoas a amar, não odiar”, disse o jornal San Francisco Gate em sua reportagem.
Se aprovado, o projeto de lei marcaria o fim dos anos de trabalho dos ativistas gays para derrubar a lei de 1996 que consagrou a união de homem e mulher como o único casamento reconhecido pelo governo dos EUA.
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
Artigos relacionados no Blog Julio Severo:

Um comentário :

Cabral disse...

Lamentável este Obam, torço que venha logo as eleições americanas, pois este mal tem de ser derrotado.
Um elemento que chamou lula de é o cara, só pode ser apostolo do mau