27 de julho de 2011

Incrível: cinco milhões assinam petição para que o aborto propositado seja declarado ilegal na Colômbia — mais de 10% da população

Incrível: cinco milhões assinam petição para que o aborto propositado seja declarado ilegal na Colômbia — mais de 10% da população

26 de julho de 2011 (Notícias Pró-Família) — Ativistas pró-vida da Colômbia, liderados pelo Partido Conservador do país, dizem que agora coletaram cinco milhões de assinaturas para sua petição que pede uma emenda constitucional proibindo todos os abortos.
Jovens colombianos protestando contra a legalização do aborto
Os números foram noticiados ontem no jornal El Espectador da Colômbia, e atribuídos ao líder do Partido Conservador, José Darío Salazar.
“Essas assinaturas mostram com clareza que a população é contra o aborto”, disse Salazar, um tema que o senador repetiu em toda a sua campanha para tornar novamente crime o procedimento mortal.
Se a contagem estiver exata, indica que mais de dez por cento da população do país assinou a petição a favor da emenda, que declara: “A vida na Colômbia é inviolável, e terá a mesma proteção desde a fertilização até a morte natural”.
Embora a Constituição já declare que o direito à vida é “inviolável”, o Tribunal Constitucional eliminou as penalidades criminais para os abortos propositados em casos de estupro e incesto em 2006, depois de anos de pressões vindas de órgãos da Organização das Nações Unidas e outros grupos pró-aborto. O governo começou então a ordenar que os hospitais os realizassem, e impôs pelo menos uma multa contra um hospital católico que recusou fazê-los.
Conforme uma recente reportagem de LifeSiteNews, a iniciativa teve apoio de membros de outros partidos políticos e numerosos líderes religiosos, que ajudaram na campanha de petição, inclusive católicos, protestantes, judeus e muçulmanos.
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

2 comentários :

Anônimo disse...

O mais interessante é que o Jornal El Espectador é de esquerda!

André

Anônimo disse...

A ONU, dominada por iluminattis esquerdistas, preferem impor a aceitação do aborto às nações, mesmo que suas populações sejam contrárias a essa cultura da morte e a favor da vida.

A luta contra os esquerdopatas (escravos do diabo) não é somente terrena, mas também espiritual.