10 de julho de 2011

Igreja Presbiteriana dos EUA permite oficialmente pastores gays

Igreja Presbiteriana dos EUA permite oficialmente pastores gays

Jack Jenkins
(RNS) Os presbiterianos que apoiam a agenda gay estão preparando os templos neste domingo (10 de julho) para celebrar a aprovação de uma nova política eclesiástica que permite que pastores gays atuem abertamente pela primeira vez na história da denominação.
Pastor presbiteriano gay e seu amente na igreja
Com a nova política da Igreja Presbiteriana dos EUA se tornando oficial neste dia, várias igrejas de tendência esquerdista “marcarão o momento com orações e regozijo” em seus cultos de domingo, de acordo com um comunicado de imprensa divulgado pela organização presbiteriana Light Presbyterians, que defende a agenda gay na denominação.
“A Igreja Presbiteriana está entrando numa nova era de igualdade neste domingo”, disse Michael Adee, diretor executivo da organização. “É um momento histórico. Leva-nos de volta aos padrões de ordenação, onde o foco é a fé e o caráter, não a condição conjugal ou a orientação sexual do pastor”.
A nova política elimina toda linguagem da constituição da denominação que tinha impedido os homossexuais de trabalharem como pastores, presbíteros e diáconos, permitindo que cada presbitério — ou órgão governante regional — decida quais padrões sexuais colocar com relação à ordenação.
A resolução, que havia falhado em diferentes formas em anos recentes, precisou da aprovação da Assembleia Geral da Igreja Presbiteriana dos EUA e dos presbitérios; 97 dos 173 presbitérios da denominação votaram a favor da aprovação da nova política.
Mas apesar das celebrações deste domingo, a ordenação de pastores gays permanece uma questão controvertida dentro da denominação.
“Ao aprovar essa política, a denominação eliminou de sua constituição todos os padrões de conduta sexual”, disse o Rev. Parker T. Williamson, editor emérito da publicação conservadora The Layman (O Leigo), que ativamente se opôs à mudança. “As Escrituras deixam claro que há padrões relativos à nossa conduta sexual… mas esta denominação decidiu que não existe nenhum padrão”.
Traduzido por: www.juliosevero.com
Sobre a revista Ultimato, cujo fundador e dono é presbiteriano:
Igrejas presbiterianas dos EUA e Europa sucumbindo diante do movimento homossexual:

9 comentários :

Jeferson de Guarujá disse...

Isso é abominação na Casa do Senhor!

Guilherme disse...

Joga-se fora o que Deus abomina e veementemente condena e coloca-se no púlpito o que agrada ao homem.

Realmente as palavras do Apocalipse estão se confirmando.

Anônimo disse...

Satanás travestido de gayzistas está destruindo igrejas. Mas não são as igrejas verdadeiras, pois estas resistirão e vencerão esses abomináveis.
Cristãos verdadeiros, não se deixem enganar pelo diabo, pois ele sempre viveu na mentira e ilude os fracos e covardes.

"OS PORTÕES DO INFERNO NÃO PREVALECERÃO CONTRA A IGREJA"
JESUS CRISTO

Anônimo disse...

"A resolução, que havia falhado em diferentes formas em anos recentes, precisou da aprovação da Assembleia Geral da Igreja Presbiteriana dos EUA e dos presbitérios; 97 dos 173 presbitérios da denominação votaram a favor da aprovação da nova política."


"97 dos 173 presbitérios da denominação votaram a favor da aprovação da nova política."

Júlio, a situação é grave!

Renato

Felipe(soldado de cristo) disse...

Bom como Puritano presbiteriano, quero dizer que PCUSA( que é esse denominação)foi tomada por liberais... nos EUA tem 4 igrejas presbiterianas esse dai ( que é liberal) a PCA(presbyterian church of american) ela conservadora, porém alguns membros são mais moderados( ela é um pouco mais conservadora que a igreja presbiteriana do Brasil). EPC( evangelical presbyterian church) e a OPC( ortodoxy presbiterian church) essas últimas sim são igrejas realemnte reformadas principalmente a OPC que é puritanismo puro!

Daniel Felipe disse...

Não é à toa que a PCUSA é a que mais perde membros nos EUA.
Dei uma olhada rápida no site da Evagelical Presbyterian Church e achei

"the conviction of the Evangelical Presbyterian Church is that 1) HOMOSEXALITY IS A SIN; and 2) God forgives repentant sinners."


http://www.epc.org/about-the-epc/position-papers/homosexuality/

Anônimo disse...

Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,
2 Tessalonicenses 2:3

Marcos Venicius disse...

Por isso que São Paulo nos fala da unidade "todos nós... somos baptizados num só Espírito para constituirmos um só corpo". Infelizmente a Reforma Protestante está colhendo os seus frutos,aqui em Fortaleza onde moro tem uma Igreja para Gays e Simpatizantes.Fato lamentável.

Anônimo disse...

Meu lado By Profeta Jonas (tento sufoca-lo, mas... Sacomé né?)= Apoiado! Que continuem em suas abominações!
(Oh, dó!)

Meu lado euzinha= Que bom saber que a Palavra de DEUS se cumpre em tudo, nos mínimos detalhes!

Tito 1:16= "Confessam que conhecem a DEUS, mas negam-no com suas obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra.
e
2Timótio 4:3= "Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas tendo comichões nos ouvidos amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;".

Este tempo chegou.
DEUS fiel. Sempre.