14 de julho de 2011

Igreja evangélica obtém vitória contra grupo gay anarquista

Igreja evangélica obtém vitória contra grupo gay anarquista

Lansing, Michigan, EUA, 13 de julho de 2011 (Notícias Pró-Família) — O Tribunal Federal Regional de Michigan concedeu vitória a uma igreja evangélica em Lansing, Michigan, depois que ela entrou com uma ação contra um grupo gay que se proclama como “anarquista”, chamado Bash Back!, por causa de sua manifestação e desordem num culto de domingo.
Membros do Bash Back! numa foto de seu site
De acordo com o blog de Bash Back!, em 9 de novembro de 2008, 30 membros da organização provocaram desordem durante o culto de domingo, que estava bem cheio, na Igreja Monte Esperança.
“Ao meio dia, um pequeno grupo de pessoas vestidas de rosa e preto, equipadas com um megafone, bandeiras negras, placas de protesto e uma cruz invertida rosa começou a fazer uma manifestação do lado de fora da igreja”, escreveram eles. “O grupo estava extremamente barulhento e selvagemente ofensivo”.
Depois que o grupo enganou e atraiu os funcionários de segurança para fora da igreja, uns 15 membros da organização que já haviam se infiltrado na congregação se prepararam para ação.
“Um grupo se levantou, se declarou bichas e começou a gritar alto. Ao ouvir a desordem e os gritos, outros grupos semelhantes entraram em ação. Uma equipe que estava escondida debaixo dos bancos na galeria exclusiva estendeu uma bandeira e abriu as cortinas para revelar as palavras ‘É NORMAL SER GAY! BASH BACK!’ Outro grupo atirou mil panfletos para a congregação inteira. O alarme contra incêndio foi acionado. Os homossexuais começaram a fazer encenações na frente do pastor. E dentro de uma questão de minutos, todos haviam se esquivado dos guardas e escapado”.
De acordo com a organização Right Michigan, os manifestantes também jogaram camisinhas, brilho, confete e panos rosa.
A Igreja Monte Esperança entrou com uma ação judicial em março de 2009 com a assistência do Fundo de Defesa Aliança (FDA). A igreja alegou que as ações do grupo constituíam “atos de obstrução física e intimidação” e “violação de propriedade”.
Numa entrevista para LifeSiteNews.com (LSN), Dale Schowengerdt, do FDA, disse: “As pessoas deveriam ter o direito de ir para a igreja sem medo de serem atacadas. Nesse caso, o grupo Bash Back! estava vandalizando e provocando desordens durante os cultos em igrejas nos EUA. A Igreja Monte Esperança entrou com ação para dar um basta nisso”.
A tutela inibitória contra Bash Back!, decretado em 11 de julho de 2011, declara que eles estão proibidos de atrapalhar cultos religiosos em qualquer parte dos Estados Unidos, e eles não podem conduzir um protesto nem destruir propriedade “nas áreas particulares de qualquer local de adoração nos Estados Unidos”.
“Essa tutela inibitória é uma penalidade dura: uma multa de 10 mil dólares se fizerem isso de novo em qualquer lugar do país. Por isso, esse mandado protege todas as igrejas do país. É uma pena dura e uma aviso severo dos tribunais”, disse Schowengerdt do FDA para LSN.
“Se Bash Back! ou qualquer outro grupo está pensando em adotar semelhante ação contra as igrejas, seria melhor pensarem muito nisso porque sem demora entraremos com ações para deter isso”.
“O povo deste país tem o direito de ir para a igreja em paz. Esse é um direito constitucional e fortemente protegido pela lei federal”.
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

2 comentários :

Abbey disse...

Aqui no Brasil, se acontecer isto em uma igreja é bem capaz de nao acontecer nada com o grupo que provocar este insulto.

Primeiro, pq muitos lideres religiosos estao tao contaminados com a politica que nao ousariam se manifestar de forma contraria aos interesses dos homossexuais processando-os e correr assim o risco de perder votos.

Segundo, pq os legisladores do nosso país estão se lixando para preservar os direitos do povo, deixaram bem claro isto ao passar por cima da nossa Carta Magna e da maioria dos brasileiros que consultados por plebicito se aceitariam casamento entre homossexuais, responderam um enorme "NAO".

Ainda que juízes zelosos decidissem condenar os anarquistas, hoje eu tenho sérias dúvidas se aqui no Brasil eles realmente seriam condenados em ultima instancia.

Esta é a nova ordem mundial, colocar de cabeça para baixo todos os pilares que sustentaram a velha ordem, invertendo assim todos os valores. Onde já se viu tamanha ousadia dentro de uma igreja?? Nao ha quem duvide, é o fim! Deus nao se deixa escarnecer, Ele está permitindo estas coisas acontecerem, mas ái dos que causam estas perplexidades ou se calam perante elas...

Anônimo disse...

Aqui no Brasil é o contrário: Grupos gays radicais agridem e depredam e fica por isso mesmo. vejam os outdoors que o pastor Silas Malafaia pagou para colocar no RJ, e um grupo extremista gay de Niterói pixou e vandalizou com os mesmos.

Infelizmente muitos gays brasileiros vivem como vítimas vestem uma máscara de mansidão para não mostrarem a face da hipocrisia.