27 de junho de 2011

Sou homoafetivo

Sou homoafetivo

Julio Severo
Confesso: sou homoafetivo.
O queixo dos ativistas gays que monitoram meu blog cai de pasmo, soltando gritos histéricos de alegria. Sem demora, eles fazem contato com a ABGLT e a imprensa gay, que rapidamente estampam a manchete: “Exclusivo: Julio Severo confessa que é homoafetivo!”
Não fique espantado: Você também é homoafetivo! Aliás, não conheço ninguém que não seja.
O espanto que alguns sentem é porque desconhecem o sentido da palavra “homoafetivo” e porque só a veem sendo usada na defesa de homens que fazem sexo com homens, como se homoafetividade e homoerotismo fossem sinônimos.
Contudo, homoafetividade não tem nada a ver com relações sexuais, conforme me apontou o Pr. Eguinaldo Hélio de Souza, do Vale da Bênção. A palavra “homoafetivo”, embora seja uma expressão criada modernamente, não tem ligação com o ato sexual dos homossexuais. Tem ligação parcial com a língua grega, onde a palavra grega “homos” significa “igual”. Junte “homos” com afetivo, e temos “homoafetivo”, que literalmente significa “afeição” ou “afeto” pelo igual.
Nesse sentido literal, todo pai que tem afeição pelo filho é “homoafetivo”. Toda mãe que tem afeição pela filha é “homoafetiva”. Daí, sou homoafetivo porque tenho afeição e afeto pelos meus filhos do sexo masculino, que são meus iguais, pois são do mesmo sexo que eu.
Mesmo que você não seja casado, provavelmente você também tem afeição e afeto por amigos que têm o mesmo sexo que o seu. Daí, você também é homoafetivo!
“Homoafetividade” nada tem a ver com o órgão sexual masculino enfiado no orifício de outro homem. Homoafetividade, ou afeição entre iguais, é a relação saudável de afeição entre pais e filhos e mães e filhas, e também a afeição e afetividade entre um homem e seus amigos do sexo masculino, e a afeição e afetividade entre uma mulher e suas amigas do sexo feminino.
Homoafetividade leva a profundas amizades. Na Bíblia, vemos homoafetividade entre Davi e Jonatas, entre Jesus e seus apóstolos, etc. Contudo, homoerotividade (ou homoerotismo) é desejos sensuais e eróticos canalizados para pessoas do mesmo sexo. A homoerotividade leva diretamente ao sexo homossexual. A confusão existente é devido aos esforços dos ativistas gays de homossexualizarem as palavras conforme seus próprios caprichos.
Recentemente, um jovem me escreveu dizendo que era homossexual. Eu perguntei: “Por que você diz isso?”
Rapaz: “Porque sinto afeição por um amigo”.
Julio Severo: “Quem lhe disse que você é homossexual?”
Rapaz: “A televisão diz que se você sente afeição por outro homem…”
Julio Severo: “Você já teve relações com outro homem?”
Rapaz: “Não”.
Julio Severo: “Meu caro, você não é homossexual! Afeição ou amizade por uma pessoa do mesmo sexo não transforma ninguém em homossexual. Só é homossexual quem pratica o ato. Da mesma forma, só é ladrão quem pratica roubo. Ninguém nasce ladrão, adúltero, etc.”
Meu questionamento foi suficiente para despertar uma luz de esperança numa cabeça onde a desorientação havia sido plantada.
E mesmo que ele sentisse homoerotismo, isso é tentação, e não o transforma automaticamente em homossexual, assim como pensamentos de roubo não transformam automaticamente um indivíduo em ladrão. Mas é claro que em ambos os casos é necessário lidar com os maus pensamentos, repudiando-os, antes que se transformem em ações, pois são apenas a ações que transformam o individuo em ladrão, homossexual, pedófilo, estuprador, etc.
Portanto, se lhe perguntarem, “você é homoerótico?”, responda: “Claro que não!” Mas se lhe perguntarem, “você é homoafetivo?”, diga sem nenhum constrangimento: sim, tenho afeição pelos meus iguais. Tenho afeição pelos meus filhos e amigos do sexo masculino.
Só por causa da violência que o movimento ideológico homossexual vem cometendo contra a língua portuguesa deixaremos de ter amigos do nosso sexo? Deixaremos de ter afeição por eles e por nossos filhos que têm o nosso sexo? Nós homens teremos de ter medo de amizades profundas com outros homens só por causa dos estupros linguísticos do movimento homossexual?
Homens viciados em sexo com homens não são homoafetivos, mas homoeróticos, porque o negócio deles não é afeição nem afetividade, mas exclusivamente sensualidade e vício.
No que depender do sentido etimológico da palavra, sempre seremos homoafetivos. Mas homoerotismo é outra história, e envolve imoralidade entre pessoas do mesmo sexo. Ninguém quer ser conhecido como “homoerótico”, que evoca diretamente a ideia de sexo entre iguais, um comportamento tão repugnante que os próprios ativistas gays preferem chamar sua relação sexual de “homoafetividade”, em vez de “homoerotismo”.
Já que o termo “homoerótico” é pesado, eles preferem “homoafetivo”, fazendo com que seu erotismo e vício peguem carona na palavra “afetividade”, como se a inocente afeição de uma mãe por sua filha envolvesse práticas de sexo lésbico! Se isso não é estupro violento da razão, então o que é?
Na verdade, o movimento ideológico homossexual não tem medo nenhum de estuprar o sentido de nada, desde o significado etimológico das palavras até a conduta animal.
No reino animal, animais em neurose praticam o comportamento homossexual, que é então usado pelos militantes gays como exemplo de que há homossexualismo entre os animais, buscando então forçar a sociedade a normalizá-lo entre os seres humanos.
Pois bem, há canibalismo entre os animais. Quem vai levantar a bandeira da normalização disso entre os seres humanos?
No reino animal, há também animais que fazem sexo com um animal gerado deles. Quem vai levantar a bandeira da normalização do sexo entre pai e filhos na sociedade humana?
Não, não apareceu nenhum movimento, até onde eu saiba, com a pretensão de legalizar o canibalismo ou sexo entre pais e filhos, mas há grupos homossexuais buscando legalizar as relações sexuais entre homens e meninos.
Contudo, não é só a língua e os exemplos do reino animal que o movimento ideológico homossexual estupra. Nem o arco-íris escapa da violência deles.
O arco-íris foi criado por Deus para nos ajudar a lembrar da graça de Deus que salvou Noé e sua família de um mundo que havia sido condenado à destruição por seus pecados. Mas hoje esse poderoso símbolo divino é usado pelo movimento ideológico homossexual para doutrinar a sociedade a respeitar e reverenciar os atos homossexuais como se fossem tão naturais quanto o sexo normal.
O sexo homossexual é realmente natural?
A sociedade humana da antiguidade também via seus pecados como naturais. Para lidar com a dureza deles, Deus decidiu o castigo deles e permitiu o Dilúvio, que destruiu toda a civilização daquele tempo. Os únicos que Deus salvou foram Noé e sua esposa, juntamente com seus filhos e esposas.
Se Noé fosse homossexual, não teria tido filhos, e a história humana teria se encerrado na sua morte.
A diferença entre ato homossexual e o ato conjugal é que só a relação normal entre marido e esposa é vital para a sobrevivência humana. Um Noé com esposa e filhos com esposas foram suficientes para povoar a terra com muitas outras famílias, crianças, tradições e culturas — tudo originando-se do ato conjugal normal.
Com o homossexualismo, a extinção engole a sobrevivência e a vida. Meninos se tornam meros objetivos de prazer homossexual. E a vida perde o sentido. O homossexualismo engole, turva, mutila, aleija, corrompe e destrói famílias, crianças, tradições e culturas.
Relação conjugal produz bebês. Produz vida. Relação homossexual produz… doenças, vícios, fixação no orifício do traseiro e em seu conteúdo. Enfim, produz podridão.
Com o homossexualismo predominando, é desnecessário um Dilúvio para destruir a terra. Em uma geração a extinção é certa.
Portanto, repudio os estupros que o movimento ideológico homossexual comete contra tudo e todos. Por mais que eles mintam, pervertam e desfigurem as palavras, sou homoafetivo, porque tenho afeição e afetividade por meus filhos e amigos do meu sexo.
E carrego a bandeira do arco-íris, que pertence a Deus e é símbolo do Deus que resgatou Noé do Dilúvio e hoje nos resgata dos pecados, inclusive do homossexualismo, através de Jesus Cristo. Depois do Dilúvio, a Bíblia conta o que aconteceu:
“Deus abençoou Noé e os seus filhos, dizendo o seguinte: — Tenham muitos filhos, e que os seus descendentes se espalhem por toda a terra. Eu acertarei as contas com cada ser humano e com cada animal que matar alguém. O ser humano foi criado parecido com Deus, e por isso quem matar uma pessoa será morto por outra. — Tenham muitos filhos, e que os descendentes de vocês se espalhem por toda a terra. Deus também disse a Noé e aos seus filhos: — Agora vou fazer a minha aliança com vocês, e com os seus descendentes, e com todos os animais que saíram da barca e que estão com vocês, isto é, as aves, os animais domésticos e os animais selvagens, sim, todos os animais do mundo. Eu faço a seguinte aliança com vocês: prometo que nunca mais os seres vivos serão destruídos por um dilúvio. E nunca mais haverá outro dilúvio para destruir a terra. Como sinal desta aliança que estou fazendo para sempre com vocês e com todos os animais, vou colocar o meu arco nas nuvens. O arco-íris será o sinal da aliança que estou fazendo com o mundo. Quando eu cobrir de nuvens o céu e aparecer o arco-íris, então eu me lembrarei da aliança que fiz com vocês e com todos os animais. E assim não haverá outro dilúvio para destruir todos os seres vivos. Quando o arco-íris aparecer nas nuvens, eu o verei e me lembrarei da aliança que fiz para sempre com todos os seres vivos que há no mundo. O arco-íris é o sinal da aliança que estou fazendo com todos os seres vivos que vivem na terra.” (Gênesis 9:1,5-17 BLH)
O uso do arco-íris para glorificar o sexo homossexual é um estupro violento de um sinal da graça de Deus, depois que o Dilúvio destruiu um mundo onde homens e mulheres não queriam parar de pecar.
O arco-íris não foi criado pelo movimento homossexual nem foi criado para homens que estão determinados a não sair do pecado homossexual.
O arco-íris é um lembrete poderoso do pecado que destrói e do Deus que salva do pecado e da destruição.

25 comentários :

Anônimo disse...

Esses gays são estúpidos. So sabem maquinar o mal. São maudosos e cheios de perversidades. Até o indioma e a gramática querem perverter para satisfazerem suas luxúrias.
Não irão longe.
O diabo é assim mesmo: se traveste até em anjo de luz para se passar por alguém que não é.
A vitória é, e será da igreja fiel às Escrituras Sagradas.
Nós venceremos até mesmo a guerra cultural.
Confiem em Deus!

Abs aos irmãos em Cristo.

servo fiel disse...

Pois é Julio, estão querendo mudar a realidade das coisas. Confesso que não sou contra qualquer opção que o ser humano venha a ter, agora incentivar outros a seguirem estas opçoes, é no minimo cruel.

Orlando disse...

PRECISO,PRECISO JULIO!
LOUVADO SEJA O CRIADOR DA HOMO AFETIVIDADE E DO ARCO-ÍRIZ!

E MAIS UMA VEZ IMAGINO A CARA DA GAYZADA VENDO SUAS IRRACIONALIDADES SEREM EXPOSTAS DE FORMA TÃO CLARA!

SÓ POSSO GLORIFICAR - ALELUIAS!

ABRAÇOS A TODOS
SOUTEOLOGICO.BLOGSPOT.COM

O KOIOTE disse...

Q susto Julião! rsrsrsr
Mas é verdade.. além do mais a igreja 'Deus é amor' usa o arco-íris como simbolo muito antes deste movimento infame usar!

Fidelis Paixao disse...

Isso mesmo, Julio Severo. Falei sobre esse tema no Congresso de Jovens da nossa igreja no final de maio deste ano. Precisamos resgatar esses conceitos que são bíblicos e que o mundo está distorcendo e usando para justificar o pecado e a estupidez humana. Homoafetivo, sim. Homoerotico, não.

Mirian disse...

A cada dia que passa mai amo esse blog. julio você é a voz de Deus no meio dos homens, fala aquelo que poucos tem coragem de falar.

PARABENS.

Continue assim, irmão. Muitos "crentes" me envergon ham, mas você me faz sentir orgulho.

AMO VOCÊ, EM CRISTO JESUS.

Ps: sou homoafetiva, pois amo a minha mão, minha cunhada, minhas tias, minhas amigas, etc...

Anônimo disse...

Tinha colocado o texto no lugar errado!

Antes de mais nada parabenizo por esse belíssimo( e verdadeiro que é o mais importante) texto que voce apresenta.Ele deveria ser divulgado o máximo possível, para todos entenderem as diferenças entre erotismo, afetividade e sexualidade.

Nota-se que a confusão desses campos, inicia com Freud.Ele, apesar de valorizar a importância das leis da sociedade e da religião para formar pessoas mais saudáveis, também fez questão de fundamentar sua teoria com base no erotismo, sexualidade e afetividade.Ele , assim como o movimento psicanalítico, usou esses termos como perfeitamente intercambiáveis, inclusive, antes da segunda guerra mundial considerava-os como as forças que direcionavam o ser humano.Agora, note, para ele o ser humano no início da vida seria um POLIMORFO PERVERSO, ou seja, seria alguém que sentiria prazer,erotismo ou afetividade com qualquer atividade.Daí a teoria que a criança se sente erotizada em diversas partes do seu corpo ao longo do desenvolvimento(Percebam como isso abre as portas para a Pedofilia e homossexualismo ao mesmo tempo!)

Depois seguiu-se o movimento Hippie, que com se lema Paz e amor, até hoje é lembrado com um Grande movimento, porém, o que se viu depois de 68 não foi nada agradável.Por Paz entenda-se o fim da guerra do Vietnãm, postura louvável, a princípio, mas existe claro, algo de perverso pois associa uma postura louvável com outra Diabólica.A parte do lema que quer significar Amor, é o "Amor livre", é novamente a confusão entre sexo e amor, iniciada por Freud.Ora, suruba nada tem a ver com amor, embora, já se sabe de programas que relatam a vida de casais que fazem suruba (com o nome enfeitado de menáge), tentando fazer parecer que são um casal ótimo e que as surubas até melhoraram a vida do casal.Outros programas do tipo são uns que querem fazer pensar que a prostituta é boa moça e que só está ganhando seu "dinheiro suado", inclusive, apontam que essas mulheres seriam mais corajosas que o normal.

Tenho cada vez mais reparado em certas relações entre a esquerda, o movimento anti-religioso e esses movimentos homossexuais.

O movimento comunista é anti-religioso(o que é um pouco diferente de ser ateu, pois o ateu não tem necessariamente ódio com os religiosos, a princípio), é de esquerda(Lembremos que a esquerda é sempre associada com o diabo) e apoia esses movimentos pró-minorias, justamente, para dividir a nação, é a estratégia de dividir para conquistar.Fique de olho, enquanto eles estão fazendo esse auê, eles podem estar avançando com outras coisas igualmente perigosas.

De qualquer maneira, se a lei for aprovada ou não, eles ganham dividindo a nação ou ganhando apoio de mais uma minoria que vai advogar em sua causa.

Os homossexuais, e não o movimento homossexual, estão sendo massa de manobra e nem percebem!

Anônimo disse...

Julio companheiro vc me deu um susto quando comecei ler essa matéria rsrs, ainda bem que vc esclareceu rs, pois do jeito que está a apostasia cristã rs, ver a Lanna Holder abrir uma igreja lésbica e Gondim virando herói gay na mix e agora dizendo que Jesus não vai voltar mais, que é só alegórica e motivacional as passagens que se referem a volta de cristo fiquei chocada ontem e hoje quando li só o começo dessa matéria confesso que tomei um susto rs, Julio parabéns pela matéria e pelo bom humor rs!

Cleide

Rafael disse...

Julio, pensei que ia começar a escrever pro Genizah... hauahua... misericórdia... mais que excelente texto... temos que tomar de volta, das mãos do inimigo, os símbolos das alianças do Deus altíssimo que nos pertence... uma vez ouvi de um jovem gay, que não sabe nem o que está fazendo na terra, que a igreja Deus é Amor apoia os gays, poi o simbolo era um Arco-Iris... MISERICÓRDIA... como a palavra de Deus diz que a se conhecermos a verdade, ela nos libertará, no mesmo modo, o fato de as pessoas não quererem a verdade, elas vivem presas... Deus abençoe Julio... e a recompensa desses sodomitas já sabemos, ou aceitam a verdade e se convertem, ou serão destruídos com fogo, segundo as escrituras...

Deus abençoe...

noni disse...

Júlio eu vibreeeeeeeeeeei com este texto, glória a Deeeeeeeeeeeeus!
Solta o verbo mesmo Julio. Voce pode!
E olha não me assustei com o início pois já conhecia o significado da palavra.
grande abraço

SILVIO RICARDO disse...

PARABÉNS!

Anônimo disse...

Parabéns Julio pelo artigo.
Essa Lanna Holder esteve aqui em São Mateus(ES) pregando e todos admiraram sua pregação pelo comentário que ouvi e a mesma pessoa me conta que ela criou essa igreja herética e que agora é casada com outra mulher.
Temos que ficar atentos ao convidar um pregador ao vir em nossas igrejas.
É bom que conheça o histórico da pessoa primeiramente, se não passa vexame.
Paz em Cristo

Guilherme Ferreira disse...

Vocês podem prestar atenção neste detalhe: o arco-íris dos adeptos do homoerotismo NÃO é o mesmo arco-íris da Bíblia.

No arco que Deus mostrou a Moisés havia 7 cores (6=homem, 1=Deus, 6+1=7=perfeição).

Já no arco da bandeira lgbt, são apenas 6 cores (6=homem, só que excluiu-se conscientemente a união com Deus).

Tadeu Montenegro disse...

Parabéns, meu caro Júlio!
Gostei do teu texto.
Também sou homoafetivo e amo meu filho e meus amigos, muitos dos quais tenho como verdadeiros irmãos.
Que o DEUS ETERNO te abençoe ricamente, e continue te inspirando e fortalecendo nessa batalha espiritual.

Sandra M disse...

Amei o texto.

Nadir disse...

Querido Júlio, Parabéns pela coragem e esclarecimento.

Devemos clarear a cabeça das pessoas, pois a confusão dá brecha para o errado se impor.

Deus te abençoe e vou repassar o seu texto para todos meus contatos. Também sou homoafetiva, assim como sou filha do mesmo Deus, criador do homem e mulher.
Um abraço fraterno.

Blog Hobby Trem disse...

Até isso os de satanás perveteram: O SIGNIFICADO DO ARCO-ÍRIS... Eles roubaram o significado para propagá-lo como a aliança a satanás, deixando até as crianças com vergonha de gostar do real símbolo da aliança da humanidade com Deus... "ou se usa o símbolo para simbolizar o estupro coletivo ou terá vergonha de vê-lo", fazendo assim mais um apagar na mente das pessoas em relação às coisas criadas por Deus para dar referência à Sua Aliança com os povos da Terra.

Temos de começar a protestar e processar esses desgraçados que além de fazer isso, estão a perverter as imagens de mártires santificados de Cristo como São Sebastião.

O estupro é satânico e o gozo de satanás é a humanidade se estuprando pensando que está no auge da vida. NINGUÉM VÊ ISSO!!!

Anônimo disse...

BELO TEXTO, CONCORDO COM TUDO.

Anônimo disse...

Muito bom o texto, mas não aconselho ninguém a dizer que é homoafetivo, pois o sentido dessa palavra já está deturpado e não tem mais volta. E o que mais existe, é gente mal informada que iria tratar como gay (denegrir a imgagem), o hetero que se dissesse homoafetivo. Aí danou-se!!... Além disso, seria uma "bela" propaganda para o homossexualismo, já que a palavra passou a pertencer a ele.

Cristão disse...

Julio agora entendi o que acontecia com Davi e Jonatas filho de Saul. Que os homossexuais dizem que havia uma relação homossexual entre Jonatas e Davi.

Fernando Gasparini disse...

Por que é que você só autoriza a publicação de posts favoráveis à sua opinião?Você acha isso uma postura democrática! O que você tem a dizer dos eunucos que nascem assim do ventre da mãe, aos quais se referiu Jesus? Qual palavra Jesus proferiu contra os homossexuais? Quem vai para o inferno é quem condena os veados... esses é que vão queimar no fogo do inferno!!!

Julio Severo disse...

Fernando, sua utilização do termo "eunuco" está equivocada. Para entender corretamente, leia a seção "Homossexual: eunuco por amor ao Reino de Deus?" neste link: http://juliosevero.blogspot.com/2004/06/o-homossexualismo-igual-aos-outros.html

Anônimo disse...

Julio, voce pös uma pedra gigantesca em cima da questão.. Por causa de um entendimento errado, e os homossexuais entendem tudo errado, pela logica deles e modificam a linguistica portuguesa ao seu bel prazer.. Agora posso dizer a todos tambem que sou Homoafetivo mas antes de tudo sou Heteroerotico.. Continue firme e forte nessa luta irmão..

Guilherme Ferreira disse...

Ops! Escrevi "Moisés", mas na verdade eu queria dizer "Noé" (sobre o arco-íris).

Tiago Lopes disse...

Júlio, hás-de reparar que até o arco de Deus foi adulterado por essa organização do diabo, até mesmo o arco deles é anti-natural: só tem 6 cores...