29 de maio de 2011

Kit gay estará nas escolas até fim do ano

Kit gay estará nas escolas até fim do ano

PSDB e PT estão fazendo jogo com a doutrinação homossexual de nossas crianças?

Julio Severo
Com as pressões dos católicos e evangélicos no Congresso Nacional por causa do infame kit gay, Dilma Rousseff disse o que todos queriam ouvir: “Não aceito propaganda de opções sexuais”.
Fernando Haddad, ministro da Educação
Embora muitos tivessem interpretado tal declaração como “recuo”, o ministro da Educação viu de outra forma. De acordo com a revista Veja: “O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou que o controverso kit anti-homofobia será reformulado e enviado a professores da rede pública de ensino até o fim deste ano”.
Dilma manda e ministro desobedece? Claro que não.
O ministro não faria nada para desafiar sua chefe, pois há razões mais que suficientes para demiti-lo. A TV Record, em reportagem recente, noticiou o escândalo envolvendo os milhões que o MEC deu para a ABGLT, a maior organização homossexual do Brasil, para a elaboração do kit gay. Quando o assunto é doutrinar NOSSOS filhos no homossexualismo, o governo não vê nada de imoral e antiético, inclusive entregar a tarefa aos próprios militantes gays.
Outra ONG contemplada pela bondade do MEC foi a ECOS, que anos atrás publicava para os alunos de escola de São Paulo o boletim “Transa Legal”. A proposta, é evidente, não tinha nada a ver com “Casamento Legal”. ECOS, como ONG inspirada e financiada por organizações americanas de desconstrução ética e sexual, valoriza o sexo livre.
Em sua missão de doutrinar as nossas crianças nas maravilhas do sexo livre, ECOS se depara com todo tipo de “generosidade”. Se seus integrantes precisam participar de seminários e treinamentos nacionais e internacionais, o currículo de ECOS mostra que as empresas aéreas dão de bandeja caras passagens para os profissionais do sexo para nossos filhos.
Para quem acha que só a esquerda do PT está danificando o Brasil, ECOS sempre agiu em São Paulo que, em grande parte, é quintal do PSDB.
A esquerda do PSDB tem tanto interesse na danificação sexual das crianças do Brasil quanto a esquerda do PT.
Com a encenação de recuo de Dilma no episódio do kit gay, o Diversidade Tucana, a ala homossexual do PSDB, está solicitando ao Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) que tome providências, junto ao Ministério Público Federal (MPF), quanto à suspensão do kit gay. O Diversidade Tucana, se alinhando com os interesses de seus colegas petistas homossexualistas, defende “a importância do material e da abordagem educativa”.

Na verdade, só estão fazendo jogo, pois quando o ministro da Educação disse que “o controverso kit anti-homofobia será reformulado e enviado a professores da rede pública de ensino até o fim deste ano”, ele não prometeu a ninguém que o kit modificado estará melhor do que a versão atual. Pelo contrário, poderá estar muito pior.
No que se refere às crianças nas escolas, a esquerda, seja do PT ou do PSDB, não confia nos pais e não abre mão de seu “direito” de doutrinar os alunos de escola.
Então por que os pais deveriam abrir mão de seu legítimo direito de educar seus filhos? Por que eles deveriam entregar a educação de seus filhos nas mãos do PT e PSDB?

13 comentários :

Veri disse...

Acho que é inevitável que esse kit seja enviado pelo MEC. Mas o fato é que eu, como professora, nunca mostrarei aos meus alunos, ficará em um canto, jogado, como tantos outros materiais inúteis que o MEC manda para as escolas. Se fizerem um "KIT VALORES" ou "KIT RESPEITE SUA PROFESSORA", aí, sim, esses eu mostrarei.
Vamos fazer o máximo pra não formarem nas crianças um senso comum conivente com o pecado.

Continuo te seguindo sempre! Nos mantenha sempre informados!

@verefreitas

Silvio Ricardo disse...

Reformulado ou não, esse lixo pornográfico tem quer ser QUEIMADO!

Está na hora dos brasileiros decentes RADICALIZAREM.

Está na hora de chutar o traseiro dessa Dilma Rousseff!

Está na hora de desafiá-los!

Anônimo disse...

Jean Wyllys Chama evangélicos de fundamentalistas por se opor a PL 122 :


http://www.youtube.com/watch?v=K-Y7EHhHz5M&feature=youtu.be

DOUGLAS disse...

Quando o governo decidiu suspender a distribuição do "kit gay" e chamar o pessoal da ABGLT para uma reunião, ficou mais do claro o conchavo existente entre ambos.

Desse Congresso Nacional sujo, a gente pode esperar tudo (menos qualquer coisa boa). Alías, todos os partidos políticos são suspeitos, ou melhor, a política brasileira em geral (independente de partido) é toda podre.

É por isso que a Palavra de Deus diz com todas as letras: "Seja Deus verdadeiro e todo homem (principalmente político) mentiroso (Romanos 3:4, o parêntese é meu).

TEMOS QUE CONTINUAR A NOSSA MOBILIZAÇÃO! ESSE KIT GAY TEM QUE SER DESTRUÍDO, JOGADO NO LIXO! NÃO PODEMOS ACEITAR PASSIVAMENTE O GOVERNO E OS ATIVISTAS GAYS PROMOVEREM LIVREMENTE ENSINO E A PRÁTICA DO HOMOSSEXUALISMO EXPLÍCITO PARA AS NOSSAS CRIANÇAS!

É HORA DE REAGIR! VAMOS NOS MOBILIZAR! VAMOS NOS UNIR PARA COMBATERMOS ESSA IMORALIDADE QUE QUEREM NOS IMPOR!

NÃO AO KIT GAY! NÃO AO HOMOSSEXUALISMO!

Anônimo disse...

Eu gostaria de "tentar" responder ao leitor Paulo Teixeira,porque só agora depois de quase 5 messes da denuncia do deputado Jair Bolsonaro (denunciou o kit-gay em 12-2010). A bancada evangélica resolveu se pronunciar. O problema é que a bancada evangélica é " também esquerdista"'. Ou seja é ideologicamente e politicamente esquerdista, assim como os politicos "seculares" do PT,PSDB,PSTU,Partido Comunista, e demais partidos. Será que se o deputado Jair Bolsonaro fosse um politico esquerdista ,ele teria tanta indignação,zelo,rigor,garra,bravura e coragem para desmascarar e denunciar o Kit-gay.

Aí ! Está a diferença ,Jair Bolsonaro denuncia e combate com vontade as coisas podres do governo esquerdista. Enquanto a bancada evangélica e "esquerdista" (por incrível que pareça esta palavra está certa),age com má vontade e contráriada. Não teêm disposição para condenar as MALDADES de um governo em que estão na base aliada. E só o fazem quando as circunstancias os forçam. Muito diferente do Deputado Jair Bolsonaro, que se pudesse derrubava no chão , o DEPRAVADO governo esquerdista. Bolsonaro já declarou ser direitista. Colhemos as consequências de votarmos em esquerdistas. Onde está agora a popularidade de Lula e Dilma!!

Paulo Teixeira disse...

Este kit gay tem que ser PROIBIDO realmente. O que foi feito foi uma postergação do assunto, com o fim de se ganhar mais tempo e afastar mais um problema da porta do Planalto, haja vista o caso Palocci que atormenta o governo.

Uma questão precisa ser esclarecida:

-A denúncia do kit gay foi feita em dez/2010 pelo deputado Jair Bolsonaro, por que somente agora (5 meses) depois, justamente na eclosão do caso Palocci, a Rede Record e a 'bancada evangélica' decidiram metralhar o infame kit?

Estariam eles à espera de um escândalo para barganharem seus interesses, uma vez que havia reclames de políticos que não estavam conseguindo espaços nas agendas de ministros deste governo, dentre eles o 'inacessível' Palocci?

A carniça (escândalo) está exposto e os abutres (politiqueiros) logo apareceram.

No Jornal da Record, por exemplo, à noite, ao fazer a matéria sobre a ordem para se suspender o tal kit, a emissora enalteceu o Partido PRB (composto por maioria de deputados da IUD), entrevistando somente deputados federais do partido, dando a entender ao telespectador que foi a força do PRB que impediu o tal kit gay.

Parece que o kit gay e o caso Palocci foi o momento exato para uma demonstração de força política.

"Onde estiver o cadáver, aí se ajuntarão os abutres", disse Jesus (Mateus 24.28)

Julio Severo disse...

Prezado anônimo, o próprio Dep. Jair Bolsonaro tem posições fortemente esquerdistas, no que se refere ao controle populacional. E ele não é nenhum defensor legítimo da família, tendo já se divorciado três vezes. Ele tem ALGUMAS posições conservadores, e isso é bom. Mas ele tem outras posições que não são nada conservadoras.

paulo_sergio disse...

paulo sergio

Sou contra qualquer tipo de violên cia,mas penso que o Brasil está em vias de uma gerra civil sem precedente.Estão mexendo com fogo e não perceberam.É uma pena que tudo tenha que caminhar nesse sentindo.espero que Deus ilumine a cabeça desses parlamentares e se encontre uma saída que não divida o país.

Pedro H. T. Siqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Obrigado ! Julio por esclarecer para mim essas posições esquerdistas do deputado Jair Bolsonaro. Desconhecidas por mim e pelo Brasil em geral. Mas ! Há de concordar comigo enquanto o povo votar em canditatos esquerdistas em detrimento de canditatos conservadores. Estas questões de homossexualísmo,PL 122, kit-gay e outras só se agravarão. Pois a Ideologia esquerdista apoia estas coisas. Certa vez , o ano passado durante o período das eleições,você disse: A solução de nossos problemas com homossexualísmo e aborto estava num legimo MOvimento Conservador.

O bom disto tudo,se, se pode dizer isto, é que essa situação dificíl nos faz lembrar o quando o Conservadorísmo estava certo.

Deixou com você a pagina do ""PDC-Partido dos Conservadores"'no Orkut. Observação: O Partido dos Conservadores só existe na página do Orkut. Mas ! Se alguém quiser aderir será bem vindo.

Paulo Teixeira disse...

Ao prezado Anônimo gostaria de informar que nem todo parlamentar da bancada evangélica que está se lixando para estas questões tão angustiantes, são da ala esquerdista.

A exemplo disto, temos aqui no Rio um deputado federal evangélico da direita (pelo menos sempre foi) e que tem uma potente emissora em FM evangélica na mão dele e NUNCA informou aos ouvintes sobre a existência e o perigo do PL 122, quando este tramitava na Câmara, NUNCA promoveu um debate sobre este tal PL e nem sobre o KIT GAY.

Até mesmo agora, sendo da oposição, sequer bate forte em algum projeto maldito relacionado ao PNDH/3. Aliás, bateu forte no PNDH/3 no ano passado (2010) quando estava em campanha à reeleição.

Ou seja, a disposição e a garra que um parlamentar evangélico tem quando quer se reeleger não é a mesma quando está com o poder na mão.

O povo cristão, por ser alienado politicamente, engole esses candidatos e os tem como 'homens de Deus para defender a Igreja do Senhor'.

Abç

DIÁCONO RAIMUNDO (Igreja do Evangelho Quadrangular) disse...

O Paulo Teixeira falou algo que merece a nossa reflexão:

"A disposição e a garra que um parlamentar evangélico tem quando quer se reeleger não é a mesma quando está com o poder na mão"

Paulo, você falou uma coisa muito certa: qualquer político (seja de que partido for, ou da crença que tiver) só está preocupado única e exclusivamente com o poder.

Eu diria mais: qualquer político só se preocupa com os interesses próprios (e não do povo que o elegeu).

No caso desse deputado evangélico direitista (se é que ele é realmente isso) que você citou, ele está sendo omisso! Ele tem condições de protestar e fazer algo contra a sujeira que o governo quer nos impor. Mas esse mesmo deputado simplesmente não age, não faz nada, não toma uma atitude firme! Como confiar em alguém que se diz servo de Deus e não se empenha com vontade em combater o mal?

Talvez este mesmo deputado esteja esquecido do que a Bíblia diz sobre os cristãos omissos: "Aquele, pois, que sabe fazer o bem (ou seja, aquele que sabe que deve sempre combater o mal) e não o faz (ou seja, se omite, tolera o erro, se acovarda com medo de perder suas mordomias, ou de ser perseguido ou preso), comete pecado (Tiago 4:17, os parênteses são meus).

Eu também concordo com o Douglas quando ele disse que todo político é mentiroso. E o texto bíblico que ele citou (Romanos 3:4) resume tudo.

Para este mesmo deputado que está se omitindo no combate ao mal, Jesus dá uma advertência muito séria (espero que ele leia o que eu vou colocar aqui):

"Nem todo aquele que diz: Senhor! Senhor! entrará no Reino dos Céus, mas somente aquele que faz a vontade de Meu Pai que está nos Céus. Muitos (inclusive este deputado que está sendo omisso) Me dirão naquele dia: Senhor, não profetizamos em Teu nome? E não expulsamos demônios em Teu nome? E não fizemos obras grandiosas em Teu nome? Porém, Eu vos direi: Nunca vos conheci. Apartai-vos de Mim, vós (deputados que se dizem ser Meus servos, mas que toleram a imoralidade e não dizem nem fazem nada contra ela) que praticais a iniqüidade" (Mateus 7:21-23, os parênteses são meus).

Assim como Jesus expulsou os cambistas do templo (João 2:14-16), nós também deveríamos expulsar os falsos políticos evangélicos do poder (como este que o Paulo mencionou).

Eu mesmo vou fazer minha parte (não vou ficar à espera da boa vontade de nenhum político). Estarei pessoalmente em Brasília para protestar contra essa sujeira do governo e dos homossexuais. E no que depender de mim, o PLC 122 e o Kit Gay serão destruídos!

NÃO AO PLC 122! NÃO AO KIT GAY! NÃO AO HOMOSSEXUALISMO!

O BRASIL É DO SENHOR JESUS CRISTO!

Anônimo disse...

razões para que o kit gay não deva ser aprovado:

1-Passa por cima da educação sobre questões sexuais que a família pode querer colocar(se a criança chegar na escola discordando da aula, os pais serão acusados de homofobia)

2-Vai contra a liberdade religiosa.Se o Estado é laico, isso não significa que seja ateu, pois ateísmo é uma determinada posição religiosa.

3-Incentiva a homossexualidade em crianças.Algumas pessoas podem retrucar dizendo que diziam a mesma coisa de educação sexual e de outras influências da mídia, mas veja o que coloca o jornal online o Patifúndio:

http://opatifundio.com/site/?p=2294

Nele ele coloca que depois do sucesso do "É o tchan" e outros grupos da época,de 10 grávidas, 2 tinham idade entre 10 e 19 anos.Se uma música é capaz de influenciar tanto uma população imagina um sistema de educação global voltado para as crianças?

4-Ignora a liberdade do indivíduo em decidir se quer continuar homossexual ou não.Essa liberdade se desfaz, por que se o indivíduo escolher não ser e buscar isso, vai ser taxado de enrustido, homofóbico, e vão dizer que é impossível.Só que não existe nenhuma evidência de ser impossível, embora existam algumas de ser possível.

5- Esse é um passo intermediário para o movimento homossexualista, que visa, no fim das contas como qualquer movimento pró-minoria, garantir benefícios aos seus membros.

6-Movimento gay tem a mesma lógica nazista.Compare os fatos:

-O movimento nazista não se marcou pela perseguição de minorias, mas pelo fato de idolatrar uma minoria, a Raça Ariana.Entenda que minoria não implica que aquela parte da população seja menor do que a metade, tanto que o termo minoria é empregado a mulheres, mesmo essas sendo "maioria" no mundo como um todo e em algumas parte do mundo

-O Movimento gay persegue todos aqueles que são contra o homossexualismo, inclusive tenta instituir, socialmente, a homossexualidade como uma questão genética, muito embora nunca se chegou perto de provar que seja genético.

-O movimento gay promove a idolatria a homossexualidade, na medida que taxa de homofóbicos aqueles que discordam e Promove coisas como kit-gay, Lei da homolatria, dia do orgulho Gay(Se a condição é genética ou não se pode fazer escolha sobre, então por que se orgulha disso?)

-O movimento gay se diz pró igualdade de gênero, mas se coloca como LGBT excluindo a Heterossexualidade de sua sigla.Por que eles não se denominam Associação pela igualdade de genero, ao invés de se colocar como defensoras de minorias? As minorias precisam ser defendias? Até quando?Por que se for para sempre,em algum momento vai ocorrer idolatria dessas minorias.Também não se pronuciam em relação a outros atos sexuais AINDA.

-Perseguem públicamente religiões, demonizando-as, depois se fazem de vítimas quando são contra-atacados.Na no nazismo se perseguiu todas as religiões e buscou-se instituir uma religião em torno de Hitler, misturando elementos da mitologia nórdica antiga,

-O homossexualismo tem uma máquina de propaganda similar a potÊncia da propaganda nazista.Em diversas partes da mídia, existem gays utilizando humor e notíciários, para instituir o ódio a quem discorda de suas posições.


Sintam-se livres para propagar o que eu escrevi aqui, inclusive o autor do blog.Espero que possa contribuir ao esclarescimento de algumas questões.