28 de maio de 2011

Depois de indignação pública, presidenta Dilma cancela kit de doutrinação homossexual nas escolas

Depois de indignação pública, presidenta Dilma cancela kit de doutrinação homossexual nas escolas

BRASIL, 27 de maio de 2011 (Notícias Pró-Família) — Dilma Rousseff, a presidenta do Brasil, concordou em eliminar um kit muito explícito aprovado pela ONU designado para convencer crianças e adolescentes a aceitar a conduta homossexual e o transexualismo, depois de ameaças de legisladores protestantes e católicos de bloquear novas legislações em protesto.
O “kit anti-homofobia”, que é parte do programa “Escola Sem Homofobia” patrocinado pelo Ministério da Educação do Brasil, incluía vídeos mostrando o desenho de um menino tendo fantasias de sexo com um homem, adolescentes que entram em relacionamentos homossexuais, e um estudante “transexual” que chama a si mesmo de “Bianca”.
No vídeo original, o personagem “Bianca”, conforme mostram reportagens, se excita sexualmente ao ver outro estudante do sexo masculino urinando no banheiro, embora essa cena pelo visto tenha sido removida depois, junto com outra imagem mostrando duas meninas se beijando nos lábios. O kit também supria os estudantes com jogos, brinquedos e letras de músicas, tudo com o objetivo de normalizar a homossexualidade e outros desvios sexuais. Apesar de modificações pequenas feitas nos materiais, eles continuam provocando indignação de pais e ativistas pró-família.
Sob pressão em massa de uma campanha de internet de alto nível e de legisladores, Rousseff capitulou, e a imprensa mostrou que um dos aliados dela no Congresso disse que ela viu o kit como “horroroso” e “o fim do mundo”.
“Não concordo com o kit, porque não acho que faça defesa de práticas não-homofóbicas”, Rousseff disse publicamente. “Não assisti aos vídeos. Mas vi um pedaço de um deles na televisão e não concordo com ele”.
“Não podemos interferir na vida privada das pessoas”, Rousseff continuou. “Não haverá autorização para esse tipo de política de defesa de A, B, C ou D. Agora o governo pode sim fazer uma educação de que é necessário respeitar a diferença e que você não pode exercer práticas violentas aqueles que são diferentes de você”.
Antes de se retratar dos materiais, o governo havia se gabado da aprovação que o kit havia recebido do programa da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), que havia julgado os vídeos como “apropriados” para o público alvo, que de acordo com as reportagens é alcançar crianças desde 11 anos de idade.
“O material do projeto Escola sem Homofobia está adequado às faixas etárias e de desenvolvimento afetivo-cognitivo a que se destina”, a UNESCO escreveu, de acordo com um site do governo brasileiro.
O cancelamento do kit, que provocou polêmica no Brasil durante mais da metade do ano, fez manchetes no país todo. Revelações de que o governo gastou mais de dois milhões de reais de dinheiro público no kit só jogaram mais gasolina no fogo.
A remoção do kit representa outro golpe importante contra as velhas polícias públicas anti-família e anti-vida do governo socialista.
O Partido dos Trabalhadores do Brasil, liderado pelos populares presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, a sucessora que ele mesmo escolheu, defende sistematicamente a descriminalização do aborto e políticas que punirão aqueles que expressarem críticas à homossexualidade. Contudo, Rousseff viu suas aspirações presidenciais ameaçadas no ano passado quando grupos pró-família destacaram o histórico do partido dela em questões da vida humana e família, forçando-a a assinar um acordo para promover a agenda de seu partido.
As pesquisas de opinião pública, bem como as pesquisas dos congressistas, indicam um fortalecimento das posições pró-vida e pró-família entre os eleitores brasileiros.
Embora Rousseff tenha tido o cuidado de indicar que rejeitou o kit, a ministra para as políticas das mulheres do governo dela assumiu uma posição mais provocadora.
“O programa de enfrentamento à homofobia é um programa definitivo. Ele não sofrerá retrocessos. O governo da presidenta Dilma [Rousseff] é pautado pela questão de direitos, a presidenta tem demonstrado isso em todos os seus gestos”, disse a ministra-chefe Iriny Lopes.
Fernando Haddad, ministro da educação de Rousseff, prometeu trazer de volta novos materiais para as escolas numa questão de meses, depois de maiores consultas com “especialistas”. O kit, conforme as reportagens, será reformulado pelas mesmas organizações de militantes homossexuais que criaram o atual kit.
Julio Severo, um dos ativistas pró-família mais influentes do Brasil, está alertando que o governo continuará a avançar a agenda homossexual, e exorta os católicos e evangélicos a continuar lutando.
“Quer Dilma tenha recuado ou não, as lideranças católicas e evangélicas não deveriam recuar”, escreve Severo, acrescentando que “Além do mais, é preciso desmascarar e combater a campanha que, em nome do combate à ‘homofobia’, está combatendo a maioria cristã do Brasil e os pais e as mães que querem proteger seus filhos de todo tipo de assédio imoral”.
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
Artigos relacionados no Blog Julio Severo:

8 comentários :

RICARDO disse...

Diz um ditado popular que "a união faz a força". A força do povo cristão unido juntamente com a força dos ativistas pró-família, tendo ainda a divulgação via Internet de toda a manobra do governo, conseguiu (pelo menos por enquanto) impedir que o tal "kit gay" fosse distribuído nas escolas. Foi, de certa forma, uma vitória do povo de Deus.

Mesmo assim, não podemos nos descuidar. Não podemos achar que o governo e os homossexuais vão engolir calados essa derrota momentânea que tiveram. Com certeza, eles tentarão voltar com força máxima. Portanto, temos que continuar atentos cada vez mais! Se mesmo antes disso já era preciso vigiar, agora é que a vigilância precisa ser redobrada!

Em suma: ganhamos somente uma batalha, mas ainda não ganhamos a guerra! Portanto, nada de oba-oba antes da hora! Ninguém se iluda pensando que o governo e os homossexuais vão deixar isso barato: com certeza eles estão desejosos por uma desforra!

Tenho plena e absoluta certeza de que o governo e os homossexuais estão tramando algo por trás dos bastidores (é bom estarmos de olhos bem abertos)! Se isso não fosse verdade, por que a Secretaria Geral da Presidência da República chamou o pessoal da ABGLT para uma reunião na terça-feira (31/05) após a suspensão da distribuição do kit gay? Não é muita coincidência fazer essa reunião logo depois da derrota que tiveram?

A pressão deve continuar. A verdadeira bancada cristã do Congresso Nacional (a dos verdadeiros servos de Deus, não dos que se dizem ser cristãos e apoiam o governo) deve fazer a sua parte. E o povo também tem que se mobilizar contra toda essa sujeira que o governo e os homossexuais querem nos impor à força!

No primeiro dia do mês que vem (junho), haverá um protesto em Brasília contra o PLC 122. Vamos todos estar lá juntos para manifestar a nossa indignação contra essa sujeira que querem nos empurrar goela abaixo! É hora de agirmos já! Não podemos ficar de braços cruzados! A luta pelas famílias continuará, custe o que custar (e a todo e qualquer preço)!

- NÃO AO PLC 122!
- NÃO AO KIT GAY!
- NÃO AO HOMOSSEXUALISMO!

O BRASIL É DO SENHOR JESUS!

Rafael disse...

Que Deus esteja em Brasilia dia 1/06, guardando e protegendo os cristãos e os pró-familias de uma ameaça violenta vinda por parte do governo e homossexuais para barrar a manifestação!
Não querendo comparar essa manifestação anti plc122 com a da marcha da maconha em São Paulo, mais assistimos nos jornais como a força policial foi usada com rigor e excessivamente contra um numero pequeno de manifestantes, espero que o governo do PT honre sua história pela luta à democracia do Brasil, e permita tal manifestação sem violência por parte deles...

Deus abençoe o dia 01/06 e todos os manifestantes... vamos mostrar ao governo que a maioria não está calada!

Carlos Carvalho disse...

Concordo inteiramente com o que o Ricardo comentou. Tivemos uma vitória temporária e não devemos baixar a guarda, porque a militância gayzista não se dará por vencida tão facilmente. Eu acredito fielmente que todas essas coisas que estão acontecendo é para o cumprimento da Palavra de Deus, e tenho plena consciência que de uma forma ou de outra essas leis infames um dia entrarão em vigor. Um exemplo disso, é a decisão absurda do Supremo Tribunal Federal de considerar uma união homossexual como unidade familiar. Porém como cristãos e cidadãos, temos que nos organizar e mostrar para esse movimento anticristão que não vamos aceitar atos ou leis que limitam os nossos direitos e nossa liberdade religiosa. Eu já estou desiludido com grande parte dos nossos políticos. Na última eleição por exemplo, no segundo turno eu não votei em nenhum candidato para a presidência da república por acreditar que as duas opções naquele momento estavam comprometidas com a agenda da elite globalista. Portanto, não nos enganemos, eles não desistirão dos seus objetivos e usarão de todo o seu poder econômico e influência para varrer da face da terra tudo aquilo que é contrário a essa filosofia hedonista pregada por essa raça de ateus libertinos.



Temos que saber a hora certa para orar, e sabermos a hora certa para agir.
Que Deus abençoe e revista com as coisas do céu o irmão Júlio Severo por ter esse entendimento.

Silvio Ricardo disse...

Vocês estão vendo meus amigos, é da ONU que vêm a ordem para promover esse tipo de material pornográfico nas escolas do mundo inteiro, sob a fachada de "material educativo".

É da ONU que vem a ordem para aprovar legislações como o PL 122, que quer impor sobre uma maioria um comportamento imoral e nocivo como a homossexualidade.

O filósofo Olavo de Carvalho disse certa vez no seu programa True Outspeak que os crimes de pedofilia praticados por altos funcionários da ONU são uma realidade pouco conhecida da maioria das pessoas.

Me digam então porque vocês continuam patrocinando o projeto "Criança Esperança" da UNICEF?

Silvio Ricardo disse...

Prestem bem atenção !!!!!!!

O governo APARENTEMENTE recuou.

Mas...

Fernando Haddad, que acompanhou toda a elaboração do kit gay, já disse que não vai mudar nada!

Iriny Lopes disse que "O programa de enfrentamento à homofobia é um programa DEFINITIVO. Ele NÃO SOFRERÁ RETROCESSOS".

Gilberto Carvalho afirma que "a campanha do governo federal de combate à “homofobia” prosseguirá normalmente nas escolas", e que "a decisão da Dilma não é um “recuo” nas políticas de combate à “homofobia”.

A Secretaria-Geral da Presidência da República fez um convite especial para Toni Reis, chefe da ABGLT. Toni Reis, confiante que está na vitória da militância gay, afirmou: "Tudo na política dá para reverter".

Junte as peças. É simples! Estão tentando amaciar os evangélicos, católicos e demais brasileiros que se opõem a tudo isso, para aplicarem o golpe.

Só um ingênuo não vê o complô que existe entre militância gay, governo federal e PT.

Se vacilarmos, essa víbora dará o seu golpe mortal!

RAÇA DE VÍBORAS!!!

Anônimo disse...

Os chamados "especialistas", atuais queridinhos da imprensa, que o MEC e Governo federal (PT) consultam são sempre os próprios ativistas gays.

Estão achando que sou otário!

Anônimo disse...

Parabéns pela iniciativa RICARDO.Espero que divulguem essa passeata para o máximo de pessoas que conhecerem.Espero também que as pessoas estejam dispostas a lutar pelo seus direitos à liberdade de expressão, liberdade de opinião e liberdade Religiosa.

Não se pode cair num conformismo de acreditar que essas leis vão ser inevitavelmente aprovadas!A aprovação ou não delas depende da atuação de todos as pessoas que estão contra e a favor.

Se voces acreditam numa ressureição de cristo, É mais do dever voces lutarem pela liberdade religiosa, pois Cristo retorna em seus corações.

abraços

PRESBÍTERO VALDOMIRO disse...

O Ricardo está de parabéns pela sua iniciativa em divulgar este importante alerta. Como ele mesmo disse na sua colocação, não podemos achar que o governo e os homossexuais vão engolir calados essa derrota momentânea que tiveram.

O governo e os homossexuais não vão desistir enquanto seus desejos (a distribuição do kit anti-homofobia e a aprovação do PLC 122) não forem atendidos. A nossa mobilização não pode parar! Contra esse governo e os homossexuais a nossa vigilância tem que ser permanente (24 horas por dia)!

No dia 01/06 (próxima quarta-feira), haverá uma passeata em Brasília contra o PLC 122. A hora da nossa união é agora! Vamos estar lá juntos para fazermos o nosso protesto!

Moro longe de Brasília (sou de Recife). Mesmo assim, garanto que estarei pessoalmente lá. Faço questão de estar presente em Brasília para participar desse protesto juntamente com minha família (minha esposa e meus 2 filhos) e os irmãos da igreja onde eu congrego. Vamos juntos fazer parte dessa força pela defesa das nossas famílias, da moral e dos princípios bíblicos!

O POVO UNIDO JAMAIS SERÁ VENCIDO! É HORA DE PROTESTARMOS PESSOALMENTE CONTRA TODA ESSA SUJEIRA DO GOVERNO!

CRISTÃOS DE TODO O BRASIL (E DE TODAS AS DENOMINAÇÕES), VAMOS NOS UNIR! VAMOS COMBATER ESSA IMORALIDADE QUE QUEREM NOS IMPOR!

O BRASIL PERTENCE AO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO, REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES PARA TODO O SEMPRE!