28 de abril de 2011

Pastor sofre perseguição por ajudar mãe e filha a escaparem da insanidade estatal pró-homossexualismo

Pastor sofre perseguição por ajudar mãe e filha a escaparem da insanidade estatal pró-homossexualismo

Julio Severo
O Pr. Timothy David Miller, de 34 anos, teve de pagar fiança de 25 mil dólares para aguardar seu julgamento em liberdade. O crime dele? Ele ajudou Lisa Miller e sua filha de 9 anos a fugir dos Estados Unidos. Com a colaboração de vários contatos missionários, o Pr. Timothy pôde garantir a segura saída de mãe e filha para um país da América Central. Se for condenado, o pastor irá para a cadeia.
Lisa Miller e sua filha Isabella
O caso de Lisa Miller coloca em destaque como o poder estatal está agora a serviço do movimento gay e contra a família.
Anos atrás, Lisa se “casou” com a lésbica Janet Jenkins, tendo uma filha por inseminação artificial. Jenkins não teve nenhuma participação biológica, enquanto Miller foi a real mãe da menina.
Contudo, depois de anos de brigas e um relacionamento tempestuoso, Lisa aceita Jesus e resolve deixar o “casamento”. Janet, furiosa, exige a custódia da menina. A mãe tenta uma apaziguação, deixando, por pressão de um tribunal, a lésbica ficar com a menina durante um dia por semana. A menina voltava das visitas com vontade de se matar, contando como era obrigada a tomar banho nua com a lésbica.
Ao rejeitar enviar a filha para outras visitas, Lisa foi intimada a entregar a criança em custódia total para sua ex-parceira lésbica. Sob essa ameaça, Lisa se escondeu e o Pr. Timothy David Miller e outros missionários criaram uma rede para possibilitar a espetacular fuga dos Estados Unidos.
Entretanto, muito diferente de Lisa Miller, que conta apenas com a ajuda de alguns cristãos de bom coração, Janet Jenkins tem o apoio de poderosos grupos homossexuais, que contam com um favor formidável do governo dos Estados Unidos.
Com a pressão de grupos homossexuais e esquerdistas, o FBI, que é a polícia federal dos EUA, foi acionado. Agora, uma mãe e sua filha estão sendo brutalmente caçadas por um Estado a serviço da ideologia gay. O caso da menina está sendo oficialmente tratado pelo governo dos EUA como sequestro, colocando a própria mãe como criminosa, enquanto a imprensa está colocando a lésbica no pedestal.
Será que a polícia federal americana está tão ociosa, sem nenhum terrorista ou outro perigoso criminoso para caçar, que lhe sobre tanto tempo para ir atrás de uma mãe e sua menina?
Nesse cenário digno de uma Alemanha nazista ou União Soviética, a mãe verdadeira ficará atrás das grades e o Estado entregará a menina diretamente nos braços da lésbica.
Na Alemanha nazista, os judeus eram caçados por um brutal e injusto sistema estatal, mas uns poucos cristãos, arriscando o próprio pescoço, ousavam esconder e proteger judeus.
O comportamento do Pr. Timothy David Miller, que faz parte da tradição cristã de ajudar os oprimidos contra os opressores, se enquadra agora como conduta criminal para um Estado a serviço dos caprichos de militantes obcecados com a sodomia.
Anos atrás, ser cristão era só uma questão de abrir a boca e mencionar. Ser cristão agora, cada vez mais, será motivo de prisão, se tivermos a intenção de praticar o verdadeiro Cristianismo, que defende e esconde os oprimidos, mesmo quando os opressores rugem e ameaçam com todo o poder que têm.

9 comentários :

Guilherme disse...

Aonde esse mundo está indo... A mãe BIOLÓGICA de uma criança tem que entregá-la à sua EX-PARCEIRA. A criança relata abusos dessa ex-parceira (como ser obrigada a tomar banho com ela) e a polícia trata a MÃE como a verdadeira criminosa por pensar exclusivamente na segurança e bem-estar da menina.

E depois ainda vem os grupos gays querendo falar de igualdade. Que tal eles se igualarem a nós, cristãos, nos seus valores e princípios, ao invés de quererem que o mundo se dobre aos joelhos deles?

Sinceramente, o final dos dias está cada vez mais próximo.

Guilherme Arruda disse...

Terrível... separar uma criança de sua mãe E com apoio da Lei... é a própria barbárie!!!!!!!!!!!!

CristPolit disse...

Lamentável essa perseguição gayzista também nos EUA, país fundado nos valores cristãos.

E o Brasil segue o mesmo descaminho.

Freddy disse...

Sinceramente falando, estes gays agem desta forma invasiva e destrutiva porque vocês nao agem como os islâmicos, eles nao dao à outra face. Cristaos sao covardes e dao a outra face, isto realmente me revolta. Deveriam ter agido contra esta sapatona denunciando por pedofilia. Todos os gays sao pedófilos. E o que rola muito entre os cristaos é a guerra de egos. Isto coloca abaixo toda e qualquer tentativa de vencer este mal. Deixem de ser covardes e VAO PARA AS RUAS, ANTES QUE ISTO DESTRUA A NOSSA SOCIEDADE!!

BRUNO FELIX DE CASTRO disse...

A DITADURA GAY VEM A CADA DIA TOMANDO ESPAÇO,AMORDAÇANDO,OPRIMINDO E HUMILHANDO A TODOS QUE PENSAM DIFERENTE DELES.SE AGORA ESTA ASSIM,IMAGINE DAQUI A 5,10,15...ANOS.ENQUANTO ISSO A DEMOCRACIA E PASSIVIDADE HETERO VAI SE ANULANDO E SE OMITINDO.O QUE ME ASSUSTA NAO É A TIRANIA DOS GAYS,E SIM O SILENCIO DOS OUTROS SEGUIMENTOS DA SOCIEDADE.

Anônimo disse...

Homosexualismo sempre existiu, porém, era muito reservado. A inquisição católica quase que acabava com a lenha do planeta terra queimando estes "hereges" e não conseguiu eliminar este comportamento. Todos somos filhos de Deus !!! É o que se fala desde um passado remoto. O que temos hoje !? Não é o homosexualismo, mas sim, a depravação sendo colocada em em primeiro plano.
Temos uma sociedade,autoridades e não se enganem, religiosos também, defendendo este comportamento em público. A inversão de valores morais está se agigantando no Nosso Pais, de forma tal, que o cidadão que critica a imoralidade ou o crime organizado, será condenado à desgraça pelo tribunal imoral "constituido" por depravados e corruptos que têm apenas a arrogância de bater com um porrete na mesa e falarem "Me respeitem !!! ".

Anônimo disse...

FALTA MUITO POUCO PARA ISSO ACONTECER POR AQUI FORMALMENTE E COM AVAL DO JUDICIÁRIO PORQUE NA OBSCURIDADE JÁ ACONTECE. BASTA VER COMO SE COMPORTA O JUDICIÁRIO DO PARANÁ PRA MUITA COISA, NEM O CONSELHO NACIONAL DA JUSTIÇA ESTÁ DANDO JEITO E PONDO O TREM NOS TRILHOS?!!!

Bruna Nunes disse...

Não vos conformeis com este mundo mas transformai-vos !,a nossa tarefa aki é se inconformar e fazer a diferença, nunca negar AquEle que nos enviou.

Elinaldo disse...

Não vai demorar essa vergonhosa atitude, com apoio legal, chegar ao Brasil. Nosso País, através de governantes materialistas e anticristãos, "adora" imitar o que há de pior, em termos morais, em outros países. Agora, com o apoio da "histórica" decisão do STF, que considera "ENTIDADE FAMILIAR", a união entre homem/homem ou mulher/mulher, a DITADURA GAY terá pleno apoio oficial no País. Não tardará, vermos pastores presos; patrões na cadeia; professores presos; advogados cristãos defenestrados; juízes que querem cumprir a Constituição (que define família como Pai, Mãe e Fihos), perderem suas credenciais, cassadas pelo Supremo! No caso em apreço, uma mãe é caçada como criminosa, enquanto uma lésbica, que abusa de uma criança, é apoiada pela "Lei". O império das trevas está avançando. Mas é por "pouco tempo". O diabo sabe que seu fim está próximo. Seus agenjtes, no Judiciário, no Legislativo e no Executivo, estão agindo com celeridade. É o desespero das "hostes espirituais da maldade", como diz Paulo. Com permissão de Deus, estas coisas estão acontecendo. Para Juízo e condenação dos que a aprovam. Sodoma, Gomorra, Brasil. A iniquidade já tem campo para sua implantação. Apressando o Apocalipse.