14 de abril de 2011

“Loucura total”: Bolívia propõe tratado da ONU para reconhecer “direitos” da Mãe Terra

“Loucura total”: Bolívia propõe tratado da ONU para reconhecer “direitos” da Mãe Terra

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS, 13 de abril de 2011 (Notícias Pró-Família) — Se a Organização das Nações Unidas concordar com a versão preliminar de um tratado que será apresentada pela Bolívia no fim deste mês, a “Mãe Terra” — inclusive insetos e árvores — receberão os mesmos direitos que têm os seres humanos, um plano que um proeminente especialista conservador em bioética classificou como “loucura total”.
O tratado consagrará para a “Mãe Terra” os direitos à vida, água e ar puro, e o direito de ser livre de poluição.
No começo deste ano, a Bolívia promulgou a Lei dos Direitos da Mãe Terra no país, chamando os recursos da terra de “bênçãos” com seus próprios direitos.
Agora, a Bolívia tem a intenção de pressionar para que a ONU aprove uma medida semelhante, reconhecendo a terra como uma entidade viva que os seres humanos têm tentado “dominar e explorar” ao ponto de o “bem-estar e a existência de muitos seres” estarem sob ameaça.
O tratado global reconhecerá que os seres humanos têm causado “grave destruição… que é repugnante para as muitas religiões, tradições místicas e culturas indígenas para as quais a Mãe Terra é sagrada”.
“A Mãe Terra tem o direito de existir, de persistir e de continuar os ciclos, estruturas, funções e processos vitais que sustentam todos os seres humanos”, o proposto tratado declara.
“O tratado além disso estabelecerá um Ministério da Mãe Terra, dando à terra um ombudsman para escutar os ativistas e outros que expressarem as queixas da natureza.
O debate da ONU sobre o tratado começará em 20 de abril, imediatamente antes do “Dia Internacional da Mãe Terra”.
“Se quiser ter equilíbrio, e acha que as únicas [entidades] que têm direitos são os seres humanos ou as empresas, então como é que você pode alcançar o equilíbrio?” Pablo Salon, embaixador da Bolívia na ONU, disse para o Postmedia News.
“Mas se você reconhece que a natureza também tem direitos, e [se você fornece] formas legais para proteger e preservar esses direitos, então você pode alcançar o equilíbrio”.
A Bolívia, disse Salon, está buscando “harmonia” com a natureza. Contudo, a nova lei pode sinalizar leis mais duras para as companhias de mineração e outras empresas de destaque em todo o país.
“Não estamos dizendo, por exemplo, que você não pode comer carne porque você sabe que você está indo contra os direitos de uma vaca”, disse ele. “Mas quando a atividade humana se desenvolve em certa escala que você [faz com que] espécies desapareçam, então você está realmente alterando os ciclos vitais da natureza ou da Mãe Terra. É claro que você precisa de uma mina para extrair ferro ou zinco, mas há limites”.
No entanto, Wesley Smith, destacado especialista conservador em bioética e que há muito avisa que há um movimento entre os extremistas ambientalistas para reconhecer “direitos” para a natureza, criticou fortemente o plano como “loucura total”.
“Não consigo imaginar melhor modo de subverter a excepcionalidade humana e destruir a prosperidade humana do que dar para a ‘natureza’ ‘direitos’ iguais juntamente com os seres humanos”, disse ele. “E lembre-se, possuir direitos envolve a condição de ser uma pessoa… a missão desse tratado é dar a condição de pessoa para a natureza e para a terra”.
“Ao eliminar a excepcionalidade humana, nós também destruiremos a base dos direitos humanos”, disse ele.
“Quando menciono os ‘direitos da natureza’ em palestras, as pessoas ainda riem e mostram incredulidade. É hora de pararmos de pensar que ‘essas coisas jamais acontecerão’. Esses ativistas têm muita seriedade no que querem fazer. E se eles conseguirem o que querem, os seres humanos sofrerão prejuízos imensos”.
A promoção de uma preocupação ambiental não é algo novo na Bolívia. Depois da eleição do primeiro presidente indígena da América Latina, o presidente boliviano Evo Morales, o país distribuiu panfletos na ONU em 2008 apresentando os 10 “mandamentos” para “salvar o planeta”, começando com o fim do “capitalismo”.
Os países que atualmente apoiam a iniciativa incluem o Equador, que tem algumas leis ambientais, embora não tão fortes como na Bolívia, Nicarágua, Venezuela, São Vicente e Granadinas, Antigua e Barbuda.
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
Artigos relacionados no Blog Julio Severo:

10 comentários :

Chamelly Sobreira disse...

Loucura total mesmo!

Mãe Terra? Que palhaçada é esta?

''A Bolívia, disse Salon, está buscando “harmonia” com a natureza''
Que papo de maconheiro desse tal de Salon.

Então vamos extinguir a raça humana do planeta Terra (não mãe Terra), porque a natureza é extremamente prejudicada. Esse povo, cada uma...

Já leram?

''Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra. Gn. 1:28 ''

Pois é, Deus Pai criou o homem para que ele dominasse a Terra, não o contrário. E que sejamos dominados e cheios dEle somente, não da ''mãe Terra'' = ''demônio terra'', nem natureza.

O homem como sempre, invertendo os valores de Deus............

Solange Frota disse...

Sandice desse indio cocaleiro, sindicalista, ignorante e filho da ****. Para tudo se tem limite, menos para a maldade e burrice.

Renato disse...

Quero ver se vão deixar praticar um "aborto terapêutico" num lhama, ou outro bicho qualquer!

Anônimo disse...

Proteja a fauna e a flora da natureza boliviana: a mãe terra onde é plantada a "mãe coca e pai pó"!

Paulo César Cândido

Silvio Ricardo disse...

A ONU leva a sério essas imbecilidades. Se já existe um “Dia Internacional da Mãe Terra” (para que eu não sei, nem me interesso de saber), então essa porcaria de tratado idiota será aprovado.

Aliás, minha mãe de verdade não se chama Terra. Mãe Terra é a vaca da tua mãe, Evo Morales.

Klauss disse...

Direitos da Mãe-Terra?

Hummmm, certo, e se a "Mãe-Terra" resolver se voltar contra os direitos humanos e resolver por mais um Tsunami, Terremoto, ou até uma chuva de granizo como a que deu por aqui, a recíproca é a mesma?

Alguém será que vai entrar com uma ação indenizatória contra a "Mãe-Terra"?

Bem, vindo da Bolívia, isso deve ser coisa daquele índio louco cocaleiro Imoralez... Alguém interne esse pessoal logo!!!

André von Kugland disse...

Chamar a Terra de demônio, como alguns desses comentaristas aqui fazem, é gnosticismo.

Luiz Andrade disse...

É a progressão de políticas que na verdade já estão sendo implementadas.
Por exemplo, aqui em Curitiba, graças a uma ação do Petistério Público, cães de rua não podem mais ser recolhidos, e os cidadãos são obrigados a conviver com esses vetores de diversas doenças em espaços como terminais de ônibus, parques e praças, onde a área destinada as crianças vira banheiro dos animais, que têm direitos iguais às pessoas.

marcelo victor disse...

E ainda tem gente que fala mal da ìndia por adorar bestas feras da terra (pelo jeito Curitiba tornou-se a ìndia da América Latina)...o homem só não adora a DEUS, todo o resto é passível da adoração humana (pedras, estátuas, bichos, outros homens, plantas...).
Aliás a política brasileira está repleta de animais de várias espécies: são vários porcos, abutres, lobos, aves de rapina...tem até burros e animais típicos do nordeste.

Anônimo disse...

OLHA SE JA NÃO BASTASSE O BRASIL TER SEUS LOUCOS CRIADORES DE LEIS QUE AO INVES DE RESULTAREM EM RESULTADO POSITIVO TEM SIDO ENTRAVE PARA TODASAS ATIVIDADES ALEM DE QUE EXTORQUE DINHEIRO ATRAVES DE MULTAS; VEM MAIS LOUCOS COM SEUS DELIRIOS ELES QUE TORNEM EM PRATICAS SUAS IDEIAS DANDO EXEMPLOS: DEIXE DE USAR QUALQUER TECNOLOGIA INCLUSIVE AS MILITARES DEIXEM DE USAR TALHERES, LOUÇAS E TUDO O QUE PRODUZ POLUIÇÃO E TA RESOLVIDO O PROBLEMA DA CABEÇA DESTA PESSOA.