12 de abril de 2011

Caio Fábio, Edir Macedo e o Atirador do Realengo

Caio Fábio, Edir Macedo e o Atirador do Realengo

A relação entre esses homens, o aborto e a Bíblia

Por Wilson Porte Jr.
O que você pensa de uma pessoa que se acha no direito de julgar se uma criança deve viver ou não?
Para esses três homens, a vida de certas crianças não significa nada. Seu direito e sua escolha pela vida, não importam de nada. O que me espanta é como dois pastores que nunca empunhariam uma arma nas mãos (creio eu), podem ser favoráveis a outro tipo de massacre infantil em nossa nação.
Na sexta-feira da semana passada (8 de abril de 2011), um amigo chamado Marcos Vasconcelos escreveu um artigo sobre “Os brasileirinhos abortados no Realengo”. Neste artigo, Marcos traça paralelos entre o crime praticado por Wellington Menezes de Oliveira (o atirador da escola no Realengo) e o crime praticado por milhares de brasileiros, diariamente, assassinando crianças que ainda vivem a vida intra-uterina. Ao primeiro, normalmente chamamos de assassinato. Ao segundo, normalmente damos o nome de aborto, ou, como insistem alguns, de “interrupção voluntária de gravidez”.
Além de Marcos, outros amigos têm escrito sobre o mesmo prisma, como fez Enézio de Almeida Filho, tratando da hipocrisia brasileira ao silenciar diante do massacre que acontece todos os dias quando milhares de crianças morrem abortadas.
Meu coração ainda chora quando lembro das palavras da aluna Jade Ramos (12 anos) que assistiu Wellington matando seus coleguinhas em plena sala de aula: “não atira em mim, não atira em mim, por favor, por favor moço”, após o que, ele atirava em suas cabeças.
Com toda sinceridade, sinto uma profunda tristeza pela concordância do Pr. Caio Fábio e do Bp. Edir Macedo com o aborto. Sim, embora pareça algo absurdo, esses senhores são aberta e publicamente favoráveis ao assassinato de crianças vivendo no útero. Não estou escrevendo sobre a vida e o caráter desses três homens, pois não os conheço (Caio, Edir e Wellington). Escrevo com base naquilo que eles têm feito e dito publicamente.

Pr. Caio Fábio

Caio Fábio, pastor muito conhecido (e seguido) em nosso país, é a favor do aborto. Há dois documentos na internet onde ele se manifesta apoiando sua prática.
Em seu site pessoal, há uma seção onde pessoas enviam cartas para que Caio às responda publicamente. Em uma dessas cartas, uma mulher fica sabendo que está grávida de uma menininha de 13 semanas, e que a mesma é portadora da Síndrome de Down. Diante dessa notícia, o casal fica profundamente triste e procura um psicólogo “cristão” que os aconselha a abortar a criança, uma vez que o nascimento da mesma traria muita tristeza, tanto aos pais “quanto para o neném”, palavras dos pais.
Diante desse conselho (do inferno, no meu ponto de vista), esse casal procura um pastor pedindo conselhos bíblicos para sua decisão. E escrevem para o Pr. Caio Fábio. O que, talvez, não esperavam (não sei), é que o Pr. Caio não acrescentaria nem tiraria um til ou uma vírgula do que o psicólogo lhes aconselhou.
Mesmo sabendo que a criança já tinha 13 semanas de vida, que era uma menina, leia o que Caio respondeu ao casal:
“Sobre sua questão, se é pecado ou não, digo-lhe, com minha consciência limpa diante de Deus, que se eu estivesse em situação semelhante, com todas as dores desta vida, ainda assim aceitaria a sugestão do psicólogo e cristão. ... Creio também no Deus que vê o coração, e que não julga como julga o homem, e que sabe com que coração vocês tiveram que fazer isto. Pecado, meu irmão, é ter filhos sem amor, é deixa-los crescer sem afeto, é não educa-los na justiça e na misericórdia, e, sobretudo, é chamá-los à existência sem que se tenha a disposição em amor quanto a cuidar deles ... Pecado não é abortar a criança que nasceria sem meios de viver a vida com independência, sendo que tal decisão foi objeto de dor e tristeza (Deus vê) por parte dos pais. Não! Pecado é gerar filhos que existem como abortos vivos no chão da Terra. Quanto ao mais, meu querido amigo, cuide bem de sua esposinha, encha-a de amor e carinho, e, tão logo quanto seja possível, busquem juntos ter um outro filho.”
Caio Fábio aqui: http://www.caiofabio.net/conteudo.asp?codigo=01851 (acessado em 11 de abril de 2011)
Bebê de 13 semanas de gestação
Entenderam o conselho de Caio? Pecado não é abortar, mas ter filhos sem amor! Logo, se o filho em seu ventre não trará alegria a você, o aborte. Simples assim. Se você não terá a disposição de amar seu filho, é melhor matá-lo (ou, para ficar mais bonitinho, “abortá-lo”). Seja sincero com você mesmo e busque, acima de tudo, a sua felicidade — este é o conselho de Caio, e não da Bíblia! Veja aqui como é uma menina com 13 semanas de vida, e que Caio aconselhou os pais a matar. Leia um excelente comentário sobre isso neste excelente artigo de Norma Braga.
No YouTube, Caio Fábio é questionado por seguidores quanto ao aborto. O que seu questionador aparentemente espera é que ele contradiga o que Edir Macedo havia dito quanto à prática do aborto. Mas não. No vídeo, Caio apenas diz que “aborto é um assunto pessoal”, ou seja, cada um, em sua própria família, deve decidir segundo sua própria consciência se devem abortar ou não, e que ninguém deve julgar a decisão do outro. Neste vídeo, Caio não usa um texto bíblico para responder a pergunta. O que se ouve é um discurso cheio de uma aparente intelectualidade recheada com tons de espiritualidade. Mas sem Bíblia. Aliás, pra quê Bíblia para um senhor que se assenta na varanda de sua casa para gravar videozinhos falando mal de tanta gente, batendo a mão na cadeira e desafiando “qualquer teólogo a vir discutir comigo”, quando, na verdade, ele só grita e diz tudo isso pra seus questionadores e seguidores que gravam suas declarações para, depois, soltar o veneno internet afora.
Bebês abortados
Mas, talvez você diria, ele fala de Deus, ele fala do caminho da graça, ele fala do Nome, ele isso e ele aqui. Muito bem! E por outro lado, diz o que diz aí acima. Sabe do que eu chamo isso? “LÍNGUA DE SERPENTE”. Sai da mesma boca, mas tem uma ponta voltada para um lado e outra para outro lado. Eu lhe digo: cuidado com serpentes! Com elas não se brincam.
Para mim, tal conselho do Pr. Caio é veneno que vem de serpente, e, por isso, eu grito bem alto a todos quantos amo: FUJAM DESSA SERPENTE, OU SERÃO MORDIDOS E MORRERÃO.

Bispo Edir Macedo

Em um vídeo ao qual você pode assistir clicando aqui, Macedo diz que “adora falar sobre aborto e planejamento familiar”. Ele diz que gosta do assunto pelo fato dele trazer alegria e paz para muitas família. Eu duvido. 
Macedo diz que o aborto é uma forma de manter a qualidade de vida em uma família. “Poucos filhos, poucos problemas”, diz Macedo. Para Macedo, as meninas pobres têm tido muitos filhos, e sem nenhuma estrutura. Daí, justifica que o melhor para todos é o aborto. Veja o que ele diz:
“Eu pergunto o que é melhor: um aborto ou uma criança mendigando e vivendo em um lixão? O que é melhor? Eu sou a favor do aborto sim, com toda a fé do meu coração. E se estou pecando, eu cometo este pecado consciente disso, porque é uma questão de inteligência, de razão... Lá em Nova Iorque, depois que legalizaram o aborto, a criminalidade diminuiu, assustadoramente. Por quê? Porque deixou de nascer criança revoltada. Por que uma criança revoltada é uma arma contra nós, contra a sociedade. Sou a favor do aborto, sou a favor do planejamento familiar.”
Edir Macedo aqui: http://www.youtube.com/watch?v=w1ebd-w2eR8 (acessado em 11 de abril de 2011)
Percebe a semelhança entre Macedo e Caio Fábio? Para ambos, o importante é a sua felicidade! E não a da menininha de 13 semanas que está no ventre daquela mãe. Você tem direitos! Vai lá e aborte! O importante é agir segundo o seu coração, o importante é ser sincero, é ser inteligente, e não ligue para o que os outros vão dizer de você.
Lamento Edir, lamento Caio. Lamento por vocês. Como cristão, sinto vergonha alheia de vocês. E gostaria, sinceramente, que Deus lhes ajudasse a entender a beleza desses versos bíblicos:
“Antes do seu nascimento, quando você ainda estava na barriga da sua mãe, eu o escolhi e separei para que você fosse um profeta para as nações” (Jeremias 1:5)
“... cobriste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia. E quão preciosos me são, ó Deus, os teus pensamentos! Quão grandes são as somas deles!” (Salmo 139:13-17)
“Quando ouvi você me cumprimentar, a criança ficou alegre e se mexeu dentro da minha barriga.” (Lucas 1:44)
Sabe qual a diferença entre a vida daqueles adolescentes mortos no Realengo e a das crianças abortadas diariamente? Nenhuma. Todos são seres humanos, vivos, querendo viver, escolhendo pela vida. Mas são crianças indefesas nas mãos de homens com poder para decidir se vão ou não tirar a vida das mesmas. Em ambos os casos, as crianças não tiveram nenhuma condição de vencer os “adultos” que os quiseram mortos. 
Se puder, veja o vídeo abaixo sobre a história de Gianna Jessen, sobrevivente de um aborto.





Divulgação: www.juliosevero.com
Caio Fábio ataca Julio Severo

10 comentários :

Portal Cristão News disse...

No fundo...lá no fundinho do coração de alguns homens que dizem que são "homens de Deus" há uma centelha que diz:eu sei,eu me disfarço de anjo de Luz

O KOIOTE disse...

Apesar de não gostar do linguajar usado por Cáio Fabio em seus vídeos, ele sempre falou coisas legais.
Confesso que estou EXTREMAMENTE desapontado com ele.
Com o Edir Macedo (me recuso a chamá-lo de bispo)nem digo nada pois não espero nada de bom vindo dele.
Dois desgraçados (destituídos de graça) que precisam se arrepender!
Um abraço, e força Júlio!

http://covildokoiote.blogspot.com

Anônimo disse...

A pior mentira, não é a mentira pura, mas aquela quem vem misturada com a verdade.É como misturar algumas pitadas de veneno em creme de chantili.Quem irá perceber? Assim ele se torna mortal, mas continua suave e atraente, mortalmente sedutor!

A verdade se não pura de nada vale.

BLOG DINIZ K-9 disse...

Parabéns pelo abençoado blog. Visite o Blog Diniz K-9.
http://dinizk9.blogspot.com/

Ricardo Mamedes disse...

Julio,

Há muito tempo eu venho observando à distância o Caio Fábio, e cada vez mais concordo com você. Admira-me que tantos cristãos neste país não enxerguem a verdadeira face do homem e o "venerem" - eu, por meu turno, venero somente ao Deus triúno.

O Caio e sua verborragia apenas me cansam. O outro, travestido de Cristão, o tal bispo, esse me enoja. Quanto ao terceiro, é apenas um louco que plantou a sua loucura no seio de tantas famílias ao ceifar a vida de crianças indefesas. Oremos para que Deus console essas famílias...

Confesso que ainda não conhecia essa face funesta do Caio Fábio sobre o aborto. A cara dele ficou mais feia. Mais feia do que a de "Dorian Grey" em seu famoso retrato (Oscar Wilde).

Ricardo.

José Roberto disse...

Quem sabe uma campanha para desarmar os que defendem a matança de criancinhas indefesas resolveria o problema.

Parabéns pela excelente analogia!

Guilherme disse...

Pecado não é abortar a criança que nasceria sem meios de viver a vida com independência, sendo que tal decisão foi objeto de dor e tristeza (Deus vê) por parte dos pais. Não! Pecado é gerar filhos que existem como abortos vivos no chão da Terra.

Então o canalha diz que pessoas com síndrome de Down são como abortos vivos no chão da Terra? E que é perfeitamente lícito assassiná-los?
Por que esse canalha está à solta?
Julio, você não conhece alguma associação de pessoas com síndrome de Down, ou de pais de pessoas assim para alertá-los das idéias assassinas que estão sendo veículadas por esse verme?

vagner disse...

Quem dira caio Fábio o dono da verdade, que chama seus desafetos de "bundão". As máscaras estam caindo, quem diria! Já o Macedo nem me espanto isso não é crente e nem cristão, só gosta de dinheiro. Vai arder no fogo do inferno. E quanto ao terceiro e último infeliz, esse já foi tarde, maldito,covarde e endemoniado está onde merece.

pretinha disse...

Idolatria é pecado. Ignorancia voluntária e pecado. Muitos idolatraram Caio Fabio e tomaram a decisão de ignorar quem ele realmente é.

Anônimo disse...

Minha alma gema e desfaleçe...não consigo nem manifestar... que Deus nos console nos tempos finais em ver tanta mostruosidade.