8 de abril de 2011

Brasil sofre primeiro ataque terrorista de inspiração islâmica

Assassino que cometeu chacina no Rio era conhecido como “Bin Laden” e queria jogar avião contra Cristo Redentor no Rio

Julio Severo
O que foi que matou 12 crianças numa escola do Rio? Foi uma arma? Foi a violência? Foi o preconceito?
De acordo com o jornal Zero Hora, o autor da chacina, Wellington Menezes de Oliveira, tinha preferência pelo islamismo e era fascinado pelo ataque terrorista islâmico contra os EUA em 11 de setembro de 2001.
O sonho dele? Jogar um avião no Cristo Redentor.
Qual foi sua motivação principal para chacinar tantas meninas? Ele era homossexual e odiava mulheres? Embora ele tivesse no passado sido testemunha-de-jeová, religião herética não aceita por católicos e evangélicos, e a confusão religiosa fosse patente nele, é inegável, porém, a influência religiosa predominante que inspirava sua violência e sonhos de destruição por meio de um avião.
As testemunhas-de-jeová, por mais heréticas que sejam, não têm nenhum histórico de usar aviões para ataques terroristas contra prédios. Nenhum dos terroristas que atacaram os EUA há dez anos era dessa religião. Mas todos eles eram muçulmanos.
Wellington Menezes de Oliveira
O jornal O Globo também traz informações importantes da revista Veja:
Numa carta apreendida pela polícia na mochila de Wellington Menezes de Oliveira, logo após o massacre, o assassino escreveu que lia o Alcorão (o livro sagrado do islamismo) quatro horas por dia, segundo reportagem publicada neste sábado na revista “Veja”.
A revista teve acesso ainda a cópias de duas fichas de Wellington de renovação de matrícula no Colégio Estadual Madre Teresa de Calcutá, onde ele cursou o ensino médio. No documento de 2004, ele assinalava que sua religião era “Testemunha de Jeová”. No entanto, na ficha de 2006, o assassino mudou a resposta para “muçulmano”. Essas informações, descobertas no dia da carnificina, fizeram com que a Polícia Federal entrasse no caso para investigar o envolvimento com algum grupo terrorista.
O chacinador então estava sob inspiração islâmica desde 2006!
O próprio primo do chacinador afirmou que “ele se dizia fundamentalista muçulmano e treinava pilotar aviões, num jogo de computador.”
E o jornal Zero Hora confirma: “Por ter deixado uma longa barba crescer, alguns vizinhos o chamavam de Bin Laden”.
Evidentemente, os progressistas e outros marxistas taparão esse escândalo com outras explicações. Tudo, menos terrorismo islâmico.
E os pais e mães que estão sofrendo nunca mais poderão recuperar seus filhos queridos. Não porque simplesmente a escola estava sem proteção, mas porque o Brasil está entregue a uma covarde ideologia politicamente correta, que ordena a saída das escolas de Deus e seus valores e introduz uma tolerância que traz homossexualismo, em nome da diversidade sexual; islamismo, em nome da diversidade religiosa; e bruxaria africana, em nome da diversidade cultural.
Tira-se Deus, e entra todo tipo de ideologia de tolerância para o mal. Entra o próprio demônio.
Nos EUA, depois que se proibiram orações e leitura da Bíblia nas escolas, essas instituições se tornaram palcos de chacinas, um show macabro que parece que nunca mais vai acabar.
O Brasil acabou de entrar no show macabro, com a ajuda de um homem inspirado pelo terrorismo islâmico.
Como deter as chacinas? Colocando policiais nas escolas? E quando surgir o problema de um policial fanático islâmico atacando as escolas? Aí recorreremos ao quê?
O que o Brasil precisa é buscar a Deus. O Brasil precisar chutar a doutrinação homossexual para fora das salas de aula. O Brasil precisa chutar a doutrinação de prostituição para fora das escolas. E precisa enxotar a bruxaria também.
O maior símbolo do Rio de Janeiro é o Cristo Redentor, que é odiado pelo diabo. Talvez fosse por isso que o terrorista islâmico brasileiro o quisesse destruir.
Convidemos o Cristo Redentor — não o de pedra, mas o Vivo — para entrar em nossas escolas. Ele é a nossa única esperança e proteção.
Atualizado em 10 de abril de 2011, às 14h45min.

52 comentários :

Carlos Henrique disse...

Oi Júlio: não creio que ele fosse um muçulmano, mas certamente ele selecionou elementos do islamismo para dar significado às crises e mágoas dele. A ação foi mais inspirada no modelo islâmico do que no modelo de mass murder ocorrente nas escolas americanas. A referência dele a Jesus no final da frase esvazia a afirmativa de que ele era muçulmano. Ou não? Como vermos isso?

Julio Severo disse...

Prezado Carlos

O nome "Jesus" está presente no Corão islâmico, mas apenas como um profeta.

Demetrius Farias - Blog do Darth Metrius disse...

Mas isso seria suficiente para listarmos o tal assassino como um muçulmano radical?
Não seira ele apenas uma pessoa com tendêcias suicidas, com graves problemas emocionais e psicológicos, que acabou se utilizando da religião como meio de expressar a sua loucura?

Por outro lado, um terrorista poderia mascarar a sua ação, adotando uma postura cristã.

Mas como pensar algo agora a respeito deste que, no momento, está abraçado ao diabo no inferno, se ele não tinha antecedentes criminais e se somente agora se investiga a sua vida pessoal?

Só sei de uma coisa. A VEJA traz uma matéria de capa muito interessante sobre células terroristas da Al Qaida no Brasil.

Wagner disse...

Julio,

E a loucura toda coincidiu justamente com a publicação semanal de Veja
falando sobre terroristas islâmicos no Brasil!!!

Você acha que esse moleque não leu a revista?

beto disse...

Paz Julio!!

Será que o número de mulheres mortas não seria porque ele era homoxussual , a mídia disse que ele possuia (hiv), mas em outra parte da carta ele fala que era virgem.Ou como disse na própria carta que ele deixou,que as meninas zombavam dele quando e estudou naquela escola?

Julio Severo disse...

Sim, Beto. É possível que ele fosse homossexual. Recordo que Yasser Arafat, terrorista islâmico, tinha problemas homossexuais e morreu de AIDS. Veja: http://juliosevero.blogspot.com/2007/07/lder-mximo-do-terrorismo-contra-israel.html

Anônimo disse...

A carta que o criminoso deixou, antes do crime; está bem escrita, com português claro e quase preciso. Expõe um viés místico-religioso mto próximo à confissão islâmica. Ao confrontar sua assinatura ao final da carta (um garrancho) e o conteúdo, não evidencia que tenha sido escrito pelo assassino fundamentalista.
Há evidências que houve comparsas.
Este artigo levanta suspeitas no mínimo para serem investigadas.
Com a palavra a PF.

Anônimo disse...

As entidades islâmicas de imediato divulgaram notas, dizendo que o cidadão não é muçulmano.

E os que jogaram os aviões nas Torres Gêmeas, nos EUA?

E Bin Laden?

E o pessoal do Talibã?

E o pessoal do Hamas?

E o pessoal Hezbolah?

E aqueles que explodem bombas na Chechênia?

Anônimo disse...

Diante das matérias publicas pela Revista Veja, no último fim de semana, e recente ocorrência, resta saber se as autoridades brasileiras (MJ, MPF, PF, ABIN) tomarão algumas providências e levarão as investigações até as últimas consequências.

Guilherme disse...

Infelizmente, esse será o destino do mundo se a islamização for em frente... Pessoas com problemas psicológicos como esse cara, ao invés de serem tratados no amor e acolhimento de Jesus, serão educados para serem os próximos terroristas contra os "infiéis" (apenas todos que não são muçulmanos...).

Chamelly Sobreira disse...

A paz, Julio.

Que situação macabra essa aqui no Rio. E a dor dessas famílias? O que essas crianças tinham a ver com as loucuras, pela carta com evidências islâmicas, desse homem? Até quando será derramado o sangue de inocentes?

E essa senhora ministra dos direitos humanos, Maria do Rosário? Quem é ela para falar de crianças inocentes que perderam suas vidas? Se a própria ministra é umas das principais ativistas em favor do aborto no Brasil. Que choro falso é esse?

Só a misericórdia do Pai nessa Nação.

O Brasil precisa se voltar para Deus, o Sangue de Jesus nos dá vida, nos dá perdão, para todos os nossos pecados. Misericórdia Senhor!

Anônimo disse...

Concordo com a opinião do Chamelly Sobreira sobre a Ministra dos Direitos Humanos que chorou e falou de crianças inocentes que perderam as vidas.

Até a Presidente Dilma chorou.

E os inocentes que perdem a vida nos abortos? Elas não choram também?

Claro que não! Elas defendem o ABORTO.


É tudo teatro. A hipocrisia reina.

"O Mascate" disse...

Maluco é maluco e ponto final.
Usar essa de terrorismo islamico é tapar o sol com a peneira.
O cara era doido de pedra e foi bombardeado na sua esquizofrênia por tudo que é propaganda terrorista do planeta. Enfim ele encontrou algo que identificasse sua loucura e criou essa fantasia de muçulmano fundamentalista para justificar seu crime.
Não foi ataque terrorista, foi só a fantasia desse idiota que virou realidade.
POr ano no Brasil morrem 50 mil pessoas pela violência. Esse absurdo da escoal de Realengo chocou por ter sido da forma que foi, pois se essas mesmas 12 crianças tivessem morrido por balas perdidas ao longo de um ano a comoção não seria a mesma.
Precisamos parar com a hipocrisia no Brasil e passar5 a cuidar melhor de nossas crianças.

ANTONIO disse...

JULIO
GRAÇA E PAZ...

QUE REVELAÇÃO IMPORTANTE...

POR ISSO ESTAMOS VENDO E OUVINDO UM PUDOR E UM GRANDE CUIDADO DA IMPRENSA E DA MÍDIA AO DIVULGAREM AS MENSAGENS DO ASSASSINO DAS CRIANÇAS COM PALAVRAS ''RELIGIOSAS'', DE NÃO A CORRELACIONAR COM OS PRINCÍPIOS DA RELIGIÃO QUE ESSE RAPAZ ESTAVA SEGUINDO...

AH! SE ELE FÔSSE MEMBRO DE IGREJA ''EVANGÉLICA'', ''ESSES CRENTES ALIENADOS OU FANÁTICOS'', OU NA LÍNGUA POLITICAMENTE CORRETA, ESSES ''FUNDAMENTALISTAS BÍBLICOS'', COMO DEVERIAM ESTAR ATUANDO A IMPRENSA... IMAGINE A TV GLOBO ???? ALIÁS A EXPRESSÃO QUE ESTÃO USANDO É QUE TRATA-SE DE UM ''FUNDAMENTALISTA RELIGIOSO''....

ESPECIALISTAS, PSIQUIATRAS, ADVOGADOS, APRESENTADORES DE TV... TODOS TENTAM EXPLICAR O QUE LEVOU O RAPAZ A COMETER ESSA CRUELDADE... NÓS SABEMOS... A AUSÊNCIA DE TEMOR AO DEUS CRIADOR DE TODAS AS COISAS...


JÁ DIVULGUEI SEU E-MAIL A TODOS ...

A GRAÇA E A PAZ EM JESUS.

TEU IRMÃO EM CRISTO

ANTONIO

Tiagão disse...

Pessoal ate concodo com o "Anonimo" que diz que a carta não foi escrita por ele, os temos que ele usa sao de quem leem algum tipo de livro religioso. "Expõe um viés místico-religioso" Acho que deve ser investigado...

Rogerio Franco disse...

Meus parabéns Julio por essa mensagem...
Aqueles que tentarem te calar e por conta disso não abrirem os olhos para a realidade, lá na frente terão que amargamente declarar: Ele tinha nos avisado...
Deus continue te abençoando...

Anônimo disse...

Se o assassino tivesse ligações claras com o protestantismo, a imprensa brasileira não ia, de forma alguma, tratar o assunto 'pisando em ovos', como está fazendo, em relação a islamismo.

Percebe-se que a imprensa brasleira 'esculacha' com tudo o que se relaciona ao cristianimo. Não perdoa nada. Joga no ventilador mesmo.

Quando um religioso cristão comete um deslize, grave, médio ou pequeno, a imprensa faz questão de dizer a religião que ele professa (as diversas vertentes do cristianimo) e sequer procura saber se a liderança da religião ou da congregação divulgou alguma nota de repúdio aação daquele fiel.

No caso do Islã, a imprensa, de imediato, divulgou as notas que as entidades muçulmanas fizeram, negando que o talWelligton tinha ligações com alguma entidade islâmica.

A diferença de tratamento, por parte da imprensa, mostra que o cristianismo no Brasil, principalmente os protestantes, sofre preconceito por parte de mídia, sem exceção.

Resta saber se eles procuram agradar o Islã,por temor ou tremor.

Luís Afonso disse...

Elementos da bomba humana:

- se era homossexual, o ato foi uma "purificação".
- Cita Jesus por que era ex-testemunha de Jeová, há muitos ex-tj que viraram islâmicos. Como Jesus é um profeta no Islã, encontrou uma "porta de entrada".
- A carta imita em tudo a carta de Mahomed Atta, do atentado 11 setembro.

Enfim, pode não ser um islâmico "puro sangue" mas o modus operandi...
Outra coisa: Um conhecido dizia que ele teria abandonado as TJ e convertido ao islamismo.

Sim, é maluco.
Mas cada maluco precise de uma motivação.
Raskolnikov tinha o socialismo revolucionário como justificativa aos seus atos.
A Jihad não passa de uma politização grotesca.
Há muito se escreve sobre os links do comunistas e os radicais islâmicos...
(Unholly Alliance)
abs

Chamelly Sobreira disse...

Para quem não quer acreditar na suposta ligação islâmica do rapaz que assassinou essas crianças, aqui vai uma matéria do R7 com uma comparação ente as cartas do Wellington com o do terrorista que atirou um avião sobre o World Trade Center, em setembro de 2001, que ambos escreveram e deixaram essas cartas antes de se suicidarem.

http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/noticias/veja-as-cartas-de-wellington-e-do-terrorista-do-11-de-setembro-20110407.html

Leiam com atenção. Acordem para o que está acontecendo.

FERROMODELISMO disse...

Vish! Se Yasser Arafat era homossexual, vejo que no meio dos esquerdistas só há gente deturpada do espírito porque estão longe de Deus. Quem está com Deus faz coisas bonitas porque são coisas bem feitas, quem está fora de Deus, pode até não ver, mas está fazendo a destruição ao gosto do diabo.

Quando a pessoa não consegue ver ou enxergar referências de belezas e nas coisas contidas sequencialmente, essas pessoas só conseguem se sentir felizes fazendo extremos de maldade, porque para elas as únicas referências são de terror e quanto pior eles fizerem terror, mais no topo sentirão, mas ainda insatisfeitos porque a destruição não complementa ninguém, a não ser a lista de pecados.

Bem que digo, revolução é a destruição da ordem natural das coisas postas por Deus.

FERROMODELISMO disse...

Acabei de ler a carta do monstro... ele se faz de bonzinho e até de vítima puritana que tem dó dos animaizinhos, oh, que farsante sem vergonha! Mas ele não disse porque fosse fazer aquilo... contra aquelas crianças que... valiam menos do que cachorros de rua? E as crianças que podiam gritar "não atiram em mim", tinham mais defesa naquele momento do que cachorros? Ele criou uma nuvem de "tenham pena de mim" mas não explicou a razão. A razão é justamente o que treinou-o e equipou-o para fazer tal coisa. Vão descobrir muitas coisas em computador se é que ele tinha um. Se tinha, então o computador dirá muita coisa.

Hoje eu disse a um amigo americano... o que estamos vivendo é uma fase de revelação dos pensamentos dos maus sobre nós. Eles cansaram de esperar e estão se rebelando por ainda não conseguirem destruir o mundo.

Eu não consigo imaginar o grau de malevolência desse tipo de monstros!

Abraão Isvi disse...

É parece que ele se "inspirou" no islamismo, mas no fim isso não importa, todos sabemos que O Caminho a Verdade e a Vida é Jesus Cristo! Que DEUS tenha misericórdia de nosso país, para q não sucumba a essa insanidade que parece querer se instalar aqui.

Anônimo disse...

Melhor coisa que já li até agora.

Victor Kroeger disse...

Por favor: Muita calma com este tipo de acusação!

FERROMODELISMO disse...

Como não importa sendo o que ele se inspirou causou tanta desgraça. Você não sente arrependido por dizer isso? Seria a mesma coisa eu dizer: "se ele se inspirou numa ceita que prega e ensina a matar cristãos em massa, isso não importa, o que importa é saber que Deus é o caminho." Mas a ceita que o criminoso seguia não ensinava isso.

Cristão que sabe mas não trabalha, é omisso, e omissão é mentira e atitude de não fazer impedir o mal.

Mais uma vez eu digo, esse sujeito quis posar de bonzinho ao dizer que era dar a casa dele para os "cachorrinhos", mas não disse porque fora matar as crianças... Porque essa razão é o que o incitou, o treinou e deu as armas e a munição pra ele fazer essa afronta à Comunidade Cristã Brasileira.

Tô certu? O tô erradu?

FERROMODELISMO disse...

(texto corrigido)

Como não importa sendo em que ele se inspirou causou tanta desgraça. Você não sente arrependido por dizer isso? Seria a mesma coisa eu dizer: "se ele se inspirou numa seita que prega e ensina a matar cristãos em massa, isso não importa, o que importa é saber que Deus é o caminho." Mas a seita que o criminoso seguia não ensinava isso.

Cristão que sabe mas não trabalha, é omisso, e omissão é mentira e atitude de não fazer impedir o mal.

Mais uma vez eu digo, esse sujeito quis posar de bonzinho ao dizer que era dar a casa dele para os "cachorrinhos", mas não disse porque fora matar as crianças... Porque essa razão é o que o incitou, o treinou e deu as armas e a munição pra ele fazer essa afronta à Comunidade Cristã Brasileira.

Tô certu? O tô erradu?

Anônimo disse...

Ora sr. Victor Krueger, que acusações? Nenhum dos comentários até agora afirmaram que o criminoso tem de fato ligações com o terror islâmico. Leia com atenção! O que há são grandes suspeitas. E eu tbm tenho a minha. E porque não? Na Europa e EUA os muçulmanos já são um grandioso problema. E por quê? Porque cultivou-se uma política de tolerância com essa gente, enquanto eles mesmo não deram a mínima pra isso. Resultado: Word Trad Center, Metro de Londres, Espanha, Rússia, etc.
Se for comprovado realmente a ligação com o islamismo, é melhor que as autoridades ajam rápido, do contrário até mesmo o sr. não terá mais a tão grata e democrática liberdade.

Eduardo Araújo disse...

Por falar em suspeitas ...

Não ficaria nada surpreendido se se o assassino tivesse sido um homossexual. Claro, esse detalhe jamais seria divulgado por essa mídia nojenta, vendida ao governo esquerdista, gayzista e anti-cristã até à medula.

Josias Baraúna, Jr. disse...

Júlio,
a orientação muçulmana não me parece decisiva, visto não haver articulação política para fazer tal evento, apenas como muçulmano. Porém, se levarmos em consideração o treinamento e o equipamento do atirador (quem fez ele e deu a ele?), a impossibilidade da perícia considerar queima de arquivo pela "sentença" do Governador (Governador este que ama o poder e chutou o Ex-Governador de todas as formas para permanecer no poder) e, finalmente, o fato de um banho de sangue infantil é tudo que os adeptos da injusta socialmente Campanha do Desarmamento, só me levam a crer que vimos um espetáculo de terror proporcionado por aqueles que crêem que "o fim justifica os meios".
Obs.: Sou solidário a Júlio Severo e a Jair Bolsonaro!

Julio Severo disse...

Olá, Josias! Não acredito numa ligação dele com grupos terroristas islâmicos, mas apenas inspiração islâmica. Ele era louco? Claro que sim, porém não só ele, mas também Bin Laden e todos os terroristas islâmicos têm esse perfil. E não nos esqueçamos de que mesmo no caso do World Trade Center, apesar das evidências inconfundíveis de terrorismo de orientção islâmica, a imprensa liberal age com extremo cuidado, mencionando terrorismo, mas nunca islamismo.

Abraão Isvi disse...

Amado FERROMODELISMO, vc não entendeu oq eu quis dizer. Eu quis dizer que não importa, pois o Islamismo não é o propósito de DEUS, e temos que ser claros para as pessoas que a religião não salva, pois o único caminho é Jesus, não sei se vc entendeu meu sentimento com relação a isso. Não tenho sido omisso, e isso me rendeu boas discussões e acusações de "ódio", mas ainda assim não tenho deixado de falar que o único caminho a seguir é Jesus, que o islamismo é uma pregação de demônios, assim como a umbanda, espiritismo, budismo, xintoísmo entre outras.

Anônimo disse...

Hoje de manhã nos deparamos com duas notícias. O site UOL declara: “Carta do atirador é moralizante, denota fanatismo e ligação com seitas, dizem analistas”, na outra notícia publicada pelo site IG temos: “Menino religioso foi o único a ter a clemência de atirador”. No site de noticias UOL vemos uma frase interessante do Padre Valeriano dos Santos Costa no tópico chamado de "Terminologia cristã, mas com jeito de seita" que foi: “Costa diz ainda que não acredita que os conceitos usados pelo atirador guardem semelhança com os ensinamentos pentecostais e evangélicos. “O tom é outro. São outras terminologias. O texto do assassino tem características próprias”, afirma.

Veja só onde estamos querendo chegar: depois de afirmações “homofóbicas" e raciais que movimentaram as notícias desta semana atribuídas a dois Deputados Bolsonaro e Marco Feliciano que tem posicionamentos cristãos, inclusive com Bolsonaro sendo católico, e Feliciano Pastor Evangélico, vejo tais notícias com um pouco de cautela.Não que defendamos nenhum dos dois por tais afirmações, pelo contrário.

Dessas afirmações fomos nós os Cristãos bombardeados!

O padre responde: “não acredito que os conceitos usados pelo atirador guardem semelhança com os ensinamentos pentecostais e evangélicos”. O que foi perguntado para este Padre?Se esse assassino era evangélico? Será que estão querendo já culpar os pentecostais evangélicos que são chamados e acusados “ao léo”de fanáticos, de praticantes de seitas, de religiosos?Se você der uma “espiadinha” pelos "googles" da vida já verá frases tais como: O Atirador do Rio era evangélico, espírita, budista, macumbeiro ou ateu?

Lhes pergunto: podem estar se perguntando e até afirmando por ai: “Se o menino era evangélico e orando pediu para não morrer, seu "parceiro evangélico" não teria o poupado”?Podem ou não?
Vigiemos e oremos, pois o "inimigo" é astuto, ninguém se pergunta se foi ele (o matador) ou o próprio satanás que escreveu a carta tendenciosa?Falam já que ele era Cristão?Vigiemos!
Jamais um Cristão verdadeiro mataria um cidadão, pois Jesus ensina tudo ao contrário, o perdão das ofensas e o amor aos inimigos é a máxima do cristianismo.Vigiemos!
Não seremos uma "ovelha espiatória!

Paulo César Cândido

Anônimo disse...

Ao sr. Victor Kroeger:

Ninguém aqui, em seus comentários, acusou o assassino de pertencer à religião qualquer.

O que comenta-se é a possibilidade de que ele tenha se inspirado em atos cometidos por terroristas que pertenciam a determinada religião.

De um sujeito que ficou fascinado pelo 11 de setembro pode-se esperar o quê?,

A diferença é que nos EUA, os fanáticos jogaram o avião nas Torres Gêmeas. Aqui, o débil queria jogar o avião, não em um prédio da Avenida Rio Branco (centro financeiro do Rio), mas num símbolo de uma religião cristã.

No dia 25/07/2005 o grupo terrorista, supostamente responsável pelos ataques terroristas de Londres, divulgou o seguinte comunicado:

"Depois de Londres, será a vez de Roma". ( Texto em inglês no link a seguir: http://cuttingedge.org/news_updates/nz1941.htm )

Para a Al-Qaeda, "o Vaticano é um centro mundial de heresia".

Percebam todos que o símbolo católico, o Cristo Redentor, era alvo de Wellington, e não um prédio ou outro alvo qualquer.

Anônimo disse...

O site "Rafik Responde ao Islam" comenta os detalhes da carta deixada por Wellington, o assassino de Realengo.

O autor do texto indica um site islâmico (em inglês) que fala em detalhes sobre o ritual a ser realizado no corpo de um muçulmano, logo após sua morte.

Não há dúvidas nenhuma que o assassino aprendeu muitas coisas oriundas do Islã.

Se a polícia fizer um trabalho sério, poderá desvendar muita coisa. Mas ...

O site é este: http://www.rafikresponde.com/

Anônimo disse...

Olha esta blogueiro: O site da Globo bancando o 'politicamente idiota' postando 'games' violentos, incluindo cenas de um ataque aéreo contra a estátua do Cristo Redentor. Tudo aos moldes do gosto islâmico e desse monstro aloprado de Realengo/RJ.

http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI224743-17770,00-RELEMBRE+GAMES+FAMOSOS+QUE+JA+USARAM+O+BRASIL+COMO+CENARIO.html

Anônimo disse...

Paulo César,

Acho que a citação à Jesus foi diabólica. Com certeza vão colocar (já estão colocando) a culpa nos cristãos. Vão dizer que ser religioso leva a maluquice.

Note: muçulmanos acreditam que Jesus virá nos fins dos, quando os fiéis muçulmanos ressuscitarão. A diferença está no título 'Cristo'. As pessoas estão focadas no que ele disse, mas ignoram o que ele não disse... A carta não fala em 'Jesus Cristo', mas apenas 'Jesus', exatamente como os muçulmanos acreditam, apenas um homem, um profeta...

Mas sendo um país cristão, a citação ficou extremamente ambígua, especialmente porque, infelizmente, os brasileiros não são muito astutos, e não vão notar esses detalhes...

Esse menino era diabolicamente genial. Ele queria atacar o Cristo Redentor? Escolheu um alvo melhor: os próprios cristãos, que agora, graças a essa carta, serão associados a um fanatismo que é, na verdade, o que nós nos opomos. Nem os líderes religiosos, como você apontou, estão entendendo o que aconteceu.

Thiago Santos de Moraes disse...

MoraesPuro sensacionalismo. Ele era tão influenciado pelo Islã quanto pelos ataques semelhantes em outros países, ou seja, nada era determinante, tratava-se de um doido.

VILLAS BOAS disse...

SE ERA DOIDO,FANÁTICO ISTO NÃO IMPORTA AGORA. ESTE NAMORO DO BRASIL COM ATIVISTA E EXTREMISTA ISLÂMICOS VAI CUSTAR CARO AO BRASIL. A REPORTAGEM DE CAPA DA REVISTA VEJA SOBRE ATIVISTAS ISLÂMICOS INSTALADOS NO BRASIL É DE SE PREOCUPAR. O GOVERNO BRASILEIRO ESTÁ BRINCANDO COM FOGO. RELACIONAR UM FATO COM O OUTRO É PERTURBADOR, MAS COM AS PROXIMIDADES DA COPA DO MUNDO E JOGOS OLÍMPICOS,DEVERIAM AS AUTORIDADES BRASILEIRAS ACORDAR,OU NÃO SE TEVE EXEMPLOS DE COMO EXTREMISTAS AGEM. O OUTRO LADO DA MOEDA TAMBÉM É RELEVANTE. SE ESTE PSICOPATA APRESENTOU PROBLEMAS AINDA NA ESCOLA, E NÃO FOI TRATADO, A CULPA É OU NÃO DO GOVERNO?
ONDE ESTÁ OS PSIQUIATRAS, PSICÓLOGOS QUE CERTAMENTE EVITARIAM A CHACINA TRATANDO O DOENTE. COMO DISSE O GOVERNO ESTÁ BRINCANDO COM FOGO.

Euclides disse...

Olá Júlio, o caso é de tristeza pelas vidas perdidas. Conforme tenho falado, pediram a Deus que saisse dos espaços públicos, Ele ouviu. Exigiram que os espaços públicos ficassem 'livres' de quaisquer símbolos religiosos; Deus ouviu. Impediram professores de orar antes das aulas, pois Deus é um mito de foro íntimo; Deus calou-se. Em seguida, usaram da Palavra Dele para embasar uma teologia satânica que faz o indivíduo pregar o marxismo ao invés de o evangelho genuíno.
Querem mais? Deus ausente (em termos) e Sua palavra deturpada? Pois terão mais. Terão tanto que se postarão de joelhos clamando por perdão e implorando que Deus volte aos lugares de onde saiu. Não era o que queriam? Receberam. Ainda falta a colheita do cem por um.

A mídia está abafando o máximo que pode do caso e as manchetes pararam de pipocar logo no dia seguinte à tragédia. Seria medo do islamismo? Pode ser. Afinal, a mídia tem medo de bicho-papão porque não tem mais firmeza na verdade. O pensamento dessa gente aceita duas coisas antagônicas como se não fossem. Ao menor susto, não sabem para onde correr.

Escrevi algo parecido ao seu texto em meu blog sem saber o que você tinha escrito.
http://vamospalavrear.blogspot.com

Abração fraterno!

Patricia Medeiros disse...

Em março de 2009 um outro louco inspirado no ataque terrorista de 11/07 roubou um avião e o atirou sobre um shopping center aki na minha cidade, Goiânia, graças a Deus o avião caiu no pátio e morreu apenas o maluco e infelizmente sua filhinha de apenas 5 anos, vejam a noticia no link abaixo:
http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,homem-rouba-aviao-e-cai-sobre-shopping-em-goiania,337978,0.htm

paulo silveira disse...

gostaria que aprofundasse: 1- a questão de ser wellington gay ou não e o ódio a mulheres. Como fica movimento gay nisso? 2- exploração do caso e da menina JADE pela globo. 3- que o rapaz era da ADA, amigos de amigos (do comando vermelho), surgiu este comentário de leve no orkut. 4- o blá blá blá de psicólogo e especialistas entrevistado e consolando vítimas, mas nada de padre, rabino ou pastor.
p.s. copiei no meu site este artigo.

maciel disse...

muito se fala que o rapaz era maluco,esquizofrenico, ou outra coisa parecida . Fato é o mal esta em nossos corações creio que somente se submetendo a DEUS é que poderemos subjulgar o mau que habita em nós assim como no tempo de NERO que queimo ROMA e culpou os cristão pelo episodio talvez tente de alguma maneira induzir as pessoas que o tal rapaz tenha uma ligação religiosa e o assasinato das criança logo essa notícia caira no esquecimento que nós cristão sejamos mais presente pois a nossa transformação de vida em JESUS venha mudar tanta maldade que vemos neste DIAS

ketinunkantim disse...

O espírito do herói move o homem.
Matando-se em nome de sacrifício o ser em desespero alucinado acaba deixando para os outros a tarefa de descobrir além das causas, as consequências de tão inconsequentes atos.
O Brasil ... se não percebeu ainda ... já vive dias de primeiro mundo.
Infelizmente.

David disse...

Temos de nos lembrar de que na escatologia islâmica, “o profeta Isa” (Jesus) nos “tempos finais” voltará para julgar os vivos e os mortos. Portanto, o maníaco islâmico que matou essas crianças no Brasil estava repetidno uma profecia islâmica, e não necessariamente indicando algum tipo de convicção cristã, ou “confusão mental”, como alguns jornais brasileiros estão argumentando.

Roger disse...

Julio,
Como sempre, meu irmão em Cristo, você tem discernimento cristão apuradissimo! São poucas as pessoas que conseguem ver a distancia que seus olhos espirituais contemplam. Quando ouvi pela primeira vez sobre o massacre (no mesmo dia em que ele aconteceu) a Rádio BandNews mostrou um policial afirmando que se tratava de "um ataque terrorista de um fanático mussulmano". Em menos de 2 horas, a notícia mudou completamente para "assassino maluco mental ataca escola!" Até aí tudo bem, pois alguém pode pegar informações erroneas e corrigi-las depois. O chato foi ver como cada reportagem que chegava tentava justificar ou encobrir a verdade dita na primeira vez.
Há duas possibilidades nesse crime ediondo: a de que o sujeito era maluco de pedra ou não tão maluco assim. Analisemos a mais obvia primeiro.

1- O assassino entra na escola pede para fazer uma palestra e esta munido de duas pistolas .38 e bastante munição. Se ele realmente é louco e pensava apenas em se suicidar matando gente, por que ele deletou o número de identificação da única arma que poderia liga-lo aos vendedores (ou fornecedores) da mesma?
2- A policia foi até a casa do assassino e o computador e outros eletrodomesticos - que eram a única pista que poderia informar mais sobre o passado sombrio e as idéias desse homem - foram totalmente incinerados. Que maluco iria apagar todas as pistas sobre seu passado? Morto não tem nada a temer, então quem é que ele está encobrindo?

Se ele até era maluco mas não tanto assim:
1- Quem o estava ajudando?
2- Para quem conhece um pouco sobre Jihad e sacrifícios humanos em nome de Allah, a pureza descrita na carta do assassino parece muito mais do que coincidencia, e agora, com mais esse relato de que o mesmo tinha esse desejo de pilotar revelado QUEM GARANTE QUE NÃO HAVERÁ MAIS OUTROS ATAQUES DESSE TIPO?
3- Não há nenhuma foto mostrando como o assassino estava mas sim uma foto antiga dele, que esconde a grande barba pela qual ele era conhecido pelo apelido de "Bin Laden". Mais uma vez parem para pensar. O sujeito não falava com ninguém, só era barbudo. Quantos sujeitos que a gente ve na rua que possuem barbas merecem a classificação de "Bin Laden"? Algo mais do que a barba o destacava como tal. O que será?

É claro que todas essas informações devem ser muito bem encobertas pois isso poderia gerar pânico coletivo (e ninguém mais precisa saber sobre isto, POIS SE ALGO MAIS ACONTECER APENAS OS QUE SE PREPARAM IRÃO RESISTIR E/OU SE DEFENDER) Afinal de contas, esse tipo de situação NUNCA acontece no Brasil! Como disse o proféta Oseias "O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento."

Rafik Responde ao Isla disse...

Sera que ninguem ser perguntou, o quanto o ISLAMISMO esta lutando diante da IMPRESA para abafar esta noticia e para que o ISLAM nao seja implicado nisso?

ACORDEM...
Rafik

Samir disse...

Caro Julio

Poderia me dar mais esclarecimentos sobre essa visão sobre a "heresia" das TJ(Testemunhas de Jeová)? Com seu comentário fiquei muito confuso.

Sou Cristão e confio somente em Deus, e procuro seguir a Bíblia, não a doutrina de instituições humanas, sejam elas quais forem.
Porém, gosto de assistir as reuniões dos TJs as vezes (hj fui na comemoração da Páscoa), e embora o passado deles seja duvidoso, até o momento não encontrei nada "herege" lá dentro, muito pelo contrário, o que encontrei foram pessoas dedicadas a entender e a praticar a vontade de Deus. Enquanto que em todas as igrejas evangélicas em que fui as orações pediam bençãos materiais (IURD) ou cura de doenças e problemas (demais), ali com as TJs sempre ouço orações pedindo orientação para entender a Bíblia.
Na Católica, nunca ouvi orações. Só rezas que parecem algum tipo de cerimônia, mas nunca entendi isso direito.

Não sou entusiasta das TJs, acho eles bem preconceituosos e entediantes, mas simpatizo mais com eles do que a maioria dos católicos que usam o adesivo "Nas mãos de Deus" e xingam sua mãe após te fecharem no trânsito.

Agora, o que seria "heresia" por parte deles?

Espero que possa me ajudar, e que Deus lhe abençoe para continuar esse ótimo trabalho que vem promovendo.

Julio Severo disse...

Olá, Samir! As testemunhas-de-jeová negam a divindade de Jesus Cristo. Aliás, negam até a divindade do Espírito Santo. Os cristãos podem ter suas divergências, mas no fundamental tem de haver concordância. A primeiríssima concordância é que CREMOS EM DEUS PAIS, DEUS FILHO E DEUS ESPIRITO SANTO. Se não cremos que Jesus é Deus, então não temos nenhuma esperança de salvação. As testemunhas-de-jeová podem até ter um bom comportamento moral, mas o que estamos tratando aqui, conforme seu pedido, é a questão espiritual. Não dá para chamar de cristão quem nega a divindade de Jesus Cristo.

Samir Saad disse...

Hum...se não for pedir muito, gostaria de um pouco mais de esclarecimento. O pessoal do estudo bíblico que participo na faculdade deu a entender que Deus, Jesus e o Espirito Santo são uma só consciência. Sinceramente para mim é dificil entender isso, uma vez que não vejo sentido em Deus enviar a si próprio para a Terra e dizer que enviou seu "filho", e passagens onde Jesus diz "Pai, perdoai-os, eles não sabem o que fazem"...

Por que uma consciência falaria consigo mesmo como se fosse uma terceira pessoa totalmente independente?

Posso estar errado, mas para mim, por mais que saiba dos erros dos TJs, a versão de que Deus se originou sozinho primeiro, criou Jesus, seu filho, que PENSA (compartilha dos mesmos interesses) como ele, mas tem consciência própria (caso contrário seria ridículo Satanas tentar subornar ao próprio Deus no deserto...) e por fim o Espirito Santo (no sentido de "consciência separada [do mundo]) como aquela motivação que sentimos em fazer a vontade de Deus, diferente das pessoas mundanas.

Quanto à divindade de Jesus, eles acreditam que Jesus pré-existia no céu, veio a Terra sem pecado a resgate por nos, e voltou aos céus, onde após o armaggedon, reinará sobre a Terra.

Embora admire a Igreja Católica por sua luta pela vida, e entenda que o mau ali presente é resultado de infiltração gramsciana, não posso deixar de questionar algumas posturas, justamente por estar em discordância com a bíblia (não só a das TJs, mas mesmo na minha bíblia Católica, baseada nas traduções do Padre Antônio Pereira de Figueredo, acho as mesmas passagens). A saber; idolatria e a postura do sangue.

Novamente, muito agradecido Julio. Que Deus lhe de forças para continuar sua luta contra esse mal comunista e me de entendimento para fazer Sua vontade.

El Misionero Matsuura Junichiro disse...

Islamismo: religião do capeta.
Muçulmano: endemoninhado filho do capeta.

Simples assim.

Que raio de religião desgraçada é esta que manda matar a todos aqueles que não concordam com seus dogmas????

Só pode ser uma coisa demoníaca.

Karly disse...

O ataque 'suicida' de Wellington foi sim o 1º ataque terrorista do Brasil, QUISERAM, abafar dizendo que ele sofria de BUYLLING, Minha análise:
- Ele matou mais meninas ► No Islã mulher vale a metade que o homem;
- Ele foi bem treinado, por Islâmicos, e tudo via computador, até mesmo o seu funeral (roupas brancas, não ser tocado por pessoas 'impuras'..) foram os exigidos por um "Mártir Suicida Terrorista Islâmico"
- Antes de cometer o massacre, ele queimou seu PC, ora, um suicida, só iria deixar uma carta dos motivos de sua morte, porque ele queimaria o PC? para não deixar nenhuma evidência de COM QUEM ele se comunicava, quem era(m) seu(s) instrutor(es), mas a polícia conseguiu maiores detalhes fora de seu PC de fotos e outros fatos que levariam sua ligação com o islamismo;
- Islâmicos Brasileiros disseram que ele, não tinha ligação com o islamismo aqui, ora, quem se converte ao Islã, troca o nome. Cat Stevens é agora Chamado Yusuf Islam depois de convertido. Existem vários casos e todos tem de trocar de nome, pois segundo os muçulmanos, nomes ocidentais tem origem politeísta. Com isso fica evidente que jamais encontrariam o Wellington associado ao islamismo no Brasil.
- Outro aspecto que eu considero importante é sobre o fato dele escolher uma escola e o porquê:
1º Parece que ele realmente sofria de Buillyng na escola, nada mais enganador para o povo do que ele querer se vingar e ficaria registrado para sempre que um "rapaz sofredor de buillyng, resolve se vingar numa escola.."
2º No final do mandato de Lula, ele havia, feito um pacto de apoio ao Irã e a Síria o que foi motivo de gozação internacional, bem, em 2010 Dilma vence e corta este apoio porque ela diz que não apoia países que não respeitam OS DIREITOS HUMANOS, numa indireta ao IRÃ, maior inimigo de direitos humanos pois é prática ocidental e tudo que é ocidental é inimigo deles, eles só querem uma coisa, conversão ao islamismo, SÓ!
A Argentina sofreu 2 ataques terroristas em Buenos Aires, que ficou comprovado que foi a mando do Irã...
Ligando os pontinhos, temos um presidente islâmico fundamentalista que se sente ofendido por não ter mais o apoio do Brasil e AINDA A MANDO DE UMA MULHER?? MULHER ESTA NO PODER??? é demais de ultrajante, encontraram em Wellington o perfil ideal para executar seu serviço, nem ele mesmo se deu por conta aonde estava metido, ele saiu dos Test. de Jeová que é um curto caminho ao islamismo para executar um serviço político mas que ele acreditava que era por sua ''própria'' vontade sem enxergar o monstro que estava atrás dele, vingança política.
Se eu falo isso para alguém, irão dizer que estou louca e muitos nem entenderão nada. Infelizmente aqui no Brasil a mídia é manipulada para o comércio, há poucos meios de comunicação culturais no aspecto política internacional imparcial e também se tivesse, quem daria importância?
Vejo que o islamismo está sorrateiramente a porta das casas e as pessoas não veem, e quando abrirem os olhos, será tarde demais.
Jesus, quando ia para o calvário, disse as mulheres que choravam por ele.."não chorem por mim, antes chorem por vocês mesmas e aos seus filhos", para mim está mais do que claro que isso se trata quando o islamismo será a maioria na terra, coitadas das mulheres, seus filhos serão arrancados delas para ir ao campo de guerra, hoje já acontece isso, com 7 anos eles tem que ir para campos militares empunhar um rifle...mas quem se importa?

Jr disse...

A Islamização do mundo é uma questão matemática e de tempo, apenas. Quantas esposas e filhos tem um mulçumano, e como é a educação religiosa desses filhos? Agora comparem com o nro de filhos de um casal ocidental e como é conduzida a questão espiritual desses. É óbvio que a vantagem (numérica) estará do lado deles, em breve.