28 de março de 2011

Pastor brasileiro condenado à prisão por bater em filhas fica louco

Pastor brasileiro condenado à prisão por bater em filhas fica louco

AMAZONAS, Brasil, 28 de março de 2011 (Notícias Pró-Família) — Um pastor brasileiro da região do Amazonas ficou mentalmente doente depois de ser preso por bater em suas duas filhas, de acordo com reportagens dos meios de comunicação locais. Até recentemente, conforme noticiaram as reportagens, o pastor estava algemado a uma cama de hospital presidiário, onde ele era forçado até mesmo a fazer necessidade em frente dos funcionários.
Jeremias Rocha permaneceu preso durante meses por bater em suas filhas, na total ausência de de evidências ou até mesmo uma condenação
Jeremias Albuquerque Rocha, que acabou de completar 26 anos, era um atuante pastor evangélico na cidade de Carauari até maio do ano passado, quando uma agente do conselho tutelar o denunciou por bater em suas filhas, pelo que ele foi acusado de “tortura”.
Apesar de que nenhuma evidência física tivesse sido apresentada ao juiz, Rocha foi colocado em detenção preventiva, numa cela de prisão tão cheia de presos que ele era forçado a ficar de pé o dia inteiro, e tinha de dormir agachado no chão, que estava coberto de papelão.
Passaram-se meses sem nenhuma solução. Em nenhum momento se apresentou algum relatório médico documentando qualquer marca física [no caso de suas filhas] nem houve nenhum exame físico confirmando ferimentos — provas que a lei exige. Em agosto, Rocha havia, conforme as reportagens, começado a chorar e desmaiar dentro de sua cela. Quando foi levado a um hospital próximo e diagnosticado com doença mental, o juiz Jânio Tutomu Takeda se recusou a acreditar no diagnóstico, afirmando que Rocha estava “fingindo”, e ordenou que ele fosse algemado à cama do hospital.
As reportagens mostraram que o juiz Takeda rejeitou os relatórios dos médicos enquanto a situação de Rocha estava se deteriorando. Em 9 de dezembro, os médicos deram dois relatórios sobre Rocha, diagnosticando-o com “graves ataques de pânico e profunda depressão, tentativas suicidas” e recomendando que lhe retirassem as algemas e que ele fosse transferido para uma instituição psiquiátrica especializada. Outro relatório foi dado em 21 de janeiro deste ano, notando a grave situação de Rocha e recomendando prisão domiciliar ou remoção para uma unidade especializada.
Apesar dos pedidos de seus médicos, Rocha continuou algemado à cama até 2 de fevereiro, quando seu pai entrou com pedido de habeas corpus e uma queixa formal diante da comissão de direitos humanos do Amazonas. Embora as algemas tivessem sido removidas, as reportagens mostraram que ele ainda tem marcas nos pulsos e pés e permanece em situação grave.
“Na semana passada, mais precisamente no dia 3 de março, Jeremias Albuquerque Rocha, que há dois anos era ministro evangélico em Carauari, um município 786 km distante de Manaus, completou 26 anos de idade, mas ele esteve alheio a data”, conforme reportagem feita no começo deste mês pelo jornal Portal do Holanda. “Jeremias não lembrou do próprio aniversário, mal lembra do seu nome. Seu estado é catatônico, olhar preso ao teto ou ao chão, fica permanentemente calado, a não ser nos momentos em que entra em pânico, aos berros pede para não lhe colocarem algemas ou passa horas tendo repetidas crises de choro convulsivo”.
Quando Epitácio da Silva Almeida, o presidente da Comissão de Direitos Humanos do Amazonas, chegou em 3 de março para examinar Rocha e investigar o caso, o juiz Takeda de repente anunciou que ele já tinha dado a sentença em fevereiro, embora as reportagens tivessem mostrado que os autos processuais não foram achados em parte alguma e o veredicto jamais tivesse sido anunciado. Takeda disse que condenou Rocha e o sentenciou a seis anos e meio de prisão.
Almeida diz que planeja iniciar representação legal contra Takeda, e o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, João Simões, também prometeu tomar medidas legais no caso, depois de sua própria investigação.
Nota do tradutor: Em reação a esse caso bárbaro, LifeSiteNews, responsável por Notícias Pró-Família, está em sua edição internacional em inglês convocando os leitores internacionais a fazerem contato com as embaixadas do Brasil no mundo inteiro. Se você vive em outra parte do mundo e quer se manifestar, faça contato com as embaixadas brasileiras aqui.
Artigo relacionado:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
Artigos no Blog Julio Severo:

22 comentários :

Teóphilo disse...

Sobre manipulação, comtrole mental, perda dos pátrios poderes:

http://blog.teophilo.info/2011/03/prefiro-velhos-inimigos.html

Roberto disse...

Absurdo Júlio, a arbitrariedade do Estado e mais ainda prolongando o sofrimento de uma pessoa com nítidos problemas psiquiátricos.
Só não sei Severo, até onde ele foi preso por ser pastor, ou se foi apenas um apêndice ao caso. Pois, muitas vezes, se argumenta que homossexuais são mortos ou perseguidos e se diz que foi homofobia, quando na maioria esmagadora dos casos quem comete os crimes são outros homossexuais, ou crimes que nada tem a haver com a condição sexual do indivíduo.
Por isso fica essa colocação, até que ponto a prisão dele está relacionada com sua condição: pastor. Ou isto ser apenas um apêndice ao caso?

Julio Severo disse...

Roberto, deixar um jovem numa apertada cela (evidentemente nada confortável) com vários outros presos, onde você tem de ficar em pé o dia inteiro e "dormir" agachado leva ao quê? A sanidade mental?

Não podemos julgar esse jovem. O que aconteceria com VOCÊ, Roberto, se passasse meses em pè de dia e dormindo agachado de noite amontoado numa cela passando dias sem tomar banho e se alimentar direito? Isso lhe daria alguma saúde mental?

Roberto disse...

Você não entendeu Júlio. Eu estou condenando a prisão dele e as condições precárias que ele passou-passa.
Na verdade, eu só questionei, se a prisão dele, teve a ver, diretamente, com ele ser pastor.
O que configuraria mais ainda, perseguição religiosa.
Abraço

Julio Severo disse...

Ah, ok! Sim, as condições são muito precárias mesmo.

Veni Sancte Spíritus disse...

Isto é anormal. Não foi apurada nenhuma evid~encia de maus-tratos, e ainda o fizeram passar por todo tipo de tortura psicológica, mental e constrangimentos. Que mundo é este?

PR MAURICIO BRITO disse...

Julio o que esse pessoal da justiça estão fazendo!!; usando de arbitrariedade e simplesmente inaceitavel.

Anônimo disse...

Por que não mandam o Tutomu Takeda
para Fukushima.
Juízo temerário,sentença sem dosimetria,maus tratos,crueldades,
indiferença,arrogância...etc.,tudoatenta contra essa pseudo justiça e o não estado de direito.Fica patenteada a brutalidade estatal, e de seus agentes.
A espécie humana não consegue fazer justiça nem querendo!
Quem nos salvará?

Pregador disse...

Estou ... Como dizer isso ... ABISMADO ... ASSUSTADO ... HORRORIZADO !
A expressão que corre o meu coração é "PQP", que merda é essa ?
Na situação que ele foi preso e na atual conjuntura das informações que temos, e considerando ainda a "bondade da polícia", o que vocês acham que disseram para os outros detentos com relação a prisão deste homem, ser humano, ... Então, imagine o inferno que ele deve ter passado ...

Gostaria de se possível, se alguém puder, pedir uma posição, ou declaração dos congregados de onde ele era ministro e mais ainda, de sua esposa e familiares, com relação a sua conduta, confesso que ajudaria e muito para termos uma visão mais clara desta questão ...

Obrigado,

Se puder enviar para mim diretamente,
Israel_holanda@yahoo.com.br

Julio Severo disse...

A informação que temos, conforme as reportagens que constam nos links do artigo, é que muito antes desse caso, o pastor havia denunciado à polícia que uma de suas filhas havia sofrido tentativa de estupro no posto de saúde. O agente de saúde assediador é parente da agente do conselho tutelar que denunciou mais tarde o pastor. Final infeliz: o agente assediador não foi preso por tentativa de estupro contra uma menina. O pai foi...

Fenanda disse...

Como muitas notícias que estão no mesmo nível de crueldade e estupidificação humana, sinto que embrulha meu estômago, dá nó na garganta, sem noção esse Takeda.

Pelos frutos se conhece a árvore.

Abraço.

Flávio Gibram disse...

Júlio,
é absurda a situação desse pastor. Os danos à essa família são irreparáveis. Apesar do pai do rapaz estar, aparentemente, buscando uma solução pelas vias legais, é muito puco provável que ele consiga algum êxito sozinho. Essas coisa só costumam andar quando há alguma pressão, de alguma entidade ou da imprensa. Existe alguma possibilidade de se mobilizar, dentro do meio evangélico ou fora, uma ajuda real a essa família? Por trá de uma barbaridade isolada, há uma conjuntura perversa, com instituições arbitrárias, leis caóticas, inversão de valores e corrupção generalisada, que estão dia a dia aumentando seus ataques à família e aos valores cristãos. A Igreja precisa se posicionar e levantar a sua voz contra essa situação.

Jabesmar disse...

Fábio, eu estava justamente pensando como poderíamos nos organizar para exigir dar um apoio maciço ao pai do nosso irmão. Depois da informação extra-artigo que o Severo colocou sobre a tentativa de estupro no posto de saúde e o parentesco do agente de saúde assediador com a agente do conselho tutelar. Tem treta ai e se não houver pressão as coisas nunca serão esclarecidas. Alguém sabe uma forma prática de fazermos algo concreto? Quem sabe um Abaixo Assinado.

Tiago fernandes disse...

Eu li essa matéria no Estadão e depois li alguns depoimentos de pessoas que eram vizinhas dele em Manaus.(Pois o rapaz missionário morou em Manaus).Todos disseram que o rapaz era um excelente pai de família e excelente vizinho.

Anônimo disse...

Em se tratando de tribunais caóticos e sabujos como no Brasil, qualquer um q tenha uma experiência criminal com um TJ desses, é capaz de ficar louco.
Ah, é claro que os 'Fernadinhos Beira-mar' não pssam por esse suplício judicial.
Oremos pela vida desse servo de Deus.

Leonardo disse...

QUE JUIZ É ESTE? QUE PENA DESPROPORCIONAL É ESTA? ISTO É MUITO GRAVE! PELO AMOR DE DEUS, FAÇAM ALGUMA COISA! CADÊ DÊ O CNJ? ESTAMOS NUM CAMPO DE CONCENTAÇÃO NAZISTA? OS CRISTÃOS NÃO PODEM DEIXAR ISTO EM BRANCO! JESUS, MISERICÓRDIA, ISTO CLAMA AO CÉU! DEVERÁ VIR UM CASTIGO GRAVE POR ISTO!

Pregador disse...

UMA SUGESTÃO :
Talvez, fosse melhor corrigir o título da matéria para :
PASTOR "acusado de bater em filhos" é "condenado sem provas" e fica "louco" !

Anônimo disse...

Não entendo o que a justiça ou um juiz interpreta por Justiça, li na matéria que o pastor foi preso por "tortura", se tortura é crime porque o sistema penitenciário deixa o individuo preso num aperto a tal ponto de o mesmo até para dormir tinha que dormir agachado, isso não seria "tortura?", quem vai punir o estado? Temos que rever seriamente o modus operandi do estado, pois tenho medo de acordar numa senzala. Parabéns Júlio por mais uma excelente matéria, paz seja contigo.

E. Junior

Anônimo disse...

Juiz criminoso.
Ideologia criminosa.
Lei criminosa.

Benício J S Oliveira disse...

Graça e Paz irmão Julio Severo. Gostaria de colocar um trecho da Palavra de Deus, relatado em Atos dos Apóstolos:
Por aquele tempo, mandou o rei Herodes prender alguns da Igreja para os maltratar, fazendo passar a fio de espada a Tiago, irmão de João. Vendo ser isto agradável aos judeus, prosseguiu, prendendo também a Pedro. E eram os dias dos pães asmos. Tendo-o feito prender, lançou-o no cárcere, entregando-o a quatro escoltas de quatro soldados cada uma, para o guardarem, tencionando apresentá-lo ao povo depois da Páscoa. Pedro, pois, estava guardado no cácere; MAS HAVIA ORAÇÃO INCESSANTE A DEUS POR PARTE DA IGREJA A FAVOR DELE. (At 12:1-5)
Amado irmão Júlio, não quero polemizar, mas aproveitar o ensejo para refletirmos acerca da posição que nós, como Igreja de Cristo na terra temos tomado. A oração é arma poderosíssima na intervenção que Deus pode fazer em nossas vidas. Sei que muitos serão perseguidos (como sei que o irmão também o é) e que muitos serão mortos por amor ao evangelho. Mas acredito que existe apatia por parte da Igreja (que somos eu, você, nós) em relação aos acontecimentos que vem atingindo a mesma. Sei que o medo e o pavor da morte atinge o nosso ser. Gosto de viver a vida que Deus concedeu a mim através de seu Filho, mas entendo que o amor lança fora o medo.
Em tempos tão difíceis como esse é que vemos a OPORTUNIDADE de também orarmos ao Senhor Deus, em nome de Jesus. É a OPORTUNIDADE de mostrarmos que muito pode a oração do justo pela sua eficácia. De mostrarmos ao mundo que Deus ouve a nossa intercessão em favor dos seus santos.
O restante dos versículos de 6 a 18 deixo-vos para reflexão.
Irmão Julio, creio que o Senhor te levantou, como arauto, como atalaia nesta geração. Por isso eu te peço: conclame-nos a orarmos mais ao Senhor. Precisamos orar mais, pois acredito que a intrepidez da Igreja precisa ser resgatada e tenho certeza que o amor do Senhor encherá os nossos corações e lançará fora todo medo e poderemos falar com ousadia ao Senhor: "...agora, Senhor, olha para as suas ameaças e concede ao teus servos que ANUNCIEM COM TODA A INTREPIDEZ A TUA PALAVRA, enquanto estendes as mãos para fazer curas, sinais e prodígios por INTERMÉDIO DO NOME DO TEU SANTO SERVO JESUS." (At 4: 29-30).
Acredito que este país irá tremer, o mundo irá tremer, a igreja ficará cheia do Espírito Santo e, com intrepidez, continuaremos a anunciar a Palavra de Deus (At 4:30).
Deus continnue sempre a abençoar a vc, sua família e todos o que te cercam meu irmão. Paz do Senhor Jesus Cristo.

israel_holanda disse...

POR FAVOR JÚLIO,

Como terminou, ou como está essa situação deste Pastor ?

Julio Severo disse...

Até o momento não tive nenhuma noticia sobre esse caso. Se algum leitor tiver, por favor se comunique comigo: juliosevero@hotmail.com