26 de março de 2011

A contracepção é a causa fundamental do colapso da família e da moralidade sexual, diz especialista

A contracepção é a causa fundamental do colapso da família e da moralidade sexual, diz especialista

WASHINGTON, D.C., EUA, 25 de março de 2011 (Notícias Pró-Família) — A contracepção é o fator fundamental responsável pela epidemia atual de gravidezes entre moças solteiras, famílias de mães solteiras, doenças sexualmente transmissíveis, pais irresponsáveis e um elevado índice de abortos, diz um proeminente especialista de família.
“Desde a introdução da contracepção, tudo o mais desabou”, disse Patrick Fagan, diretor do Instituto de Pesquisas de Religião e Casamento do Conselho de Pesquisa da Família, conforme reportagem do CNS.
Palestrando na conferência anual da Fundação Frederick Douglass em Washington, D.C., na semana passada, Fagan citou o “distanciamento de homens de mulheres, o colapso do casamento” e o “sexo fora do casamento” como algumas das consequências trágicas do uso da contracepção. A fundação é uma organização negra com bases religiosas.
“Universalmente, em toda a história do Cristianismo, a contracepção sempre foi vista como um grave pecado contra Deus”, disse ele, “um pecado pelo qual uma pessoa perdia a vida divina e a alma”.
A campanha de controle da natalidade da Federação de Planejamento Familiar*, disse Fagan, foi o início da calamidade social.
“A família negra do fim da década de 1930 e início da década de 1940 foi o primeiro alvo e vítima da Federação de Planejamento Familiar”, disse Fagan.
A gigantesca empresa de aborto fazia campanhas em bairros negros e de baixa renda. Essa campanha, disse Fagan, é em parte responsável pelo colapso da família negra assim como por inúmeras outras consequências que estão afetando a sociedade em geral.
As famílias negras tinham permanecido intactas até a década de 1930 quando a Liga Americana de Controle da Natalidade, mais tarde renomeada Federação de Planejamento Familiar dos Estados Unidos, implementou sua agenda pró-aborto na minoria negra, disse ele.
“No final da década de 1960, depois que clínicas de ‘planejamento familiar’ se alastraram, havia um padrão claro de preponderância delas em bairros negros”.
“O sexo fora do casamento, principalmente mediante a contracepção, havia se tornado um produto de consumo de massa”, continuou Fagan. “Quem estava promovendo tudo isso? A Federação de Planejamento Familiar. Eles atingiram primeiro a família negra. Por quê? Porque queriam reduzir os bebês negros. Eles não queriam bebês negros”.
Num e-mail para CNSNews.com, Fagan escreveu: “Margaret Sanger liderou a campanha de controle populacional dos negros por meio das igrejas negras, exemplificadas na Clínica do Harlem fundada por Sanger, iniciada na década de 1930. Adam Clayton Powell Sr. deu para ela a oportunidade de falar na Igreja Batista Abyssian, a maior igreja negra do Harlem”.
Outra preletora da conferência, Patricia Funderburk Ware, presidente da empresa PFW Consultants Inc., concordou com a análise de Fagan acerca da destruição que a contracepção vem provocando.
Funderburk Ware era diretora da Secretaria de Programas de Gravidez entre Adolescentes no Ministério da Saúde durante o governo de George W. Bush.
“Antes, não havia entre nós abortos legalizados”, Funderburk Ware disse. “Não havia controle da natalidade”.
Entretanto, com o surgimento do controle da natalidade veio uma mentalidade de sexo sem consequências. Com a disponibilidade do controle da natalidade e do aborto legalizado, disse Funderburk Ware, “se ficássemos grávidas, poderíamos fazer um aborto”.
* Nota do tradutor: A Federação de Planejamento Familiar é a maior rede de clínicas de planejamento familiar, aborto e educação sexual nos Estados Unidos.
Artigos relacionados:
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.
Artigo relacionados no Blog Julio Severo:

2 comentários :

Jorge Victor disse...

Eu acho que a contracepção é consequência e não causa do colapso da família e da liberalidade sexual, Para mim primeiro veio as pessoas quererem ter menos filhos para ter menos responsabilidades e menos despesas, depois veio o modernismo sexual, onde as pessoas passaram a querer fazer sexo apenas por prazer desprezando a possibilidade de uma gravidez e depois o modernismos das mulheres em que elas passaram a colocar filhos e família em segundo plano e para se livrarem de uma suposta repressão passaram a desprezar a virgindade e a se relacionarem com homens sem compromisso e sem responsabilidade.
a contracepção é uma consequencia e não a causa disto.

SVM disse...

Sempre que via comentários neste blog contra a contracepção não compreendia como o sr. poderia ser favorável a uma reprodução descontrolada, principalmente de pessoas sem condições para tal. Sempre fui contrária, naturalmente, aos inumeros métodos abortivos, mas apenas a estes. Mas, lendo os artigos relacionados a este, finalmente enxergo o pq de sua posição. E é verdade: devemos aceitar a soberania de Deus em TODAS as areas da nossa vida. Obrigada, sr. Julio, pelos inumeros artigos esclarecedores. Tenho agora muito o que refletir.