14 de janeiro de 2011

Agenda da União Europeia inclui festividades muçulmanas, hindus e judaicas, mas nada de Natal ou Páscoa

Agenda da União Europeia inclui festividades muçulmanas, hindus e judaicas, mas nada de Natal ou Páscoa

FRANÇA, 13 de janeiro de 2011 (Notícias Pró-Família) — A Comissão Europeia foi atacada nesta semana por ter produzido mais de três milhões de exemplares de uma agenda chamada Agenda Europa, que comete a negligência de não mencionar o Natal e nenhum outro feriado cristão.
Agenda Europa
A agenda inclui referências às festividades muçulmanas, hindus, sikhs, judaicas e chinesas, assim como ao 9 de maio — o Dia da Europa. Contudo, não há nenhuma menção ao Natal ou à Páscoa.
A seção da agenda datada de 25 de dezembro está em branco, enquanto no fim da página há uma mensagem secular que diz: “Um amigo de verdade é alguém que tem as mesmas preocupações que você tem e duplicará sua alegria”, informa o jornal Telegraph de Londres.
“Será que estamos envergonhados de nossa identidade cristã?” Laurent Wauquiez, ministro de Assuntos Europeus, perguntou numa entrevista coletiva à imprensa. “Será que estamos envergonhados de que a Europa de torres de igrejas foi a base de nossa identidade europeia?”
Frederic Vincent, porta-voz da comissão em Bruxelas, disse que o “erro estúpido” não seria repetido em edições futuras. “Lamentamos sobre isso, e vamos corrigir isso na próxima edição. Os feriados religiosos não podem de forma alguma ser mencionados para se evitar polêmicas”, Vincent disse, de acordo com a reportagem do Telegraph.
Johanna Touzel, porta-voz da Comissão Católica da Conferência dos Bispos da Comunidade Europeia, disse que a ausência dos feriados cristãos é “simplesmente impressionante”.
“O Natal e a Páscoa são importantes festas para centenas de milhões de cristãos e europeus. É uma omissão estranha. Espero que não seja intencional”, disse ela.
No começo desta semana, o Papa Bento 16 havia denunciado o hábito de governos seculares de proibir que os feriados religiosos cristãos sejam reconhecidos, por medo de “ofender” as minorias religiosas, num discurso num encontro do corpo diplomático do Vaticano.
Ele também criticou a “tendência crescente de se considerar a religião, todas as religiões, como algo insignificante, alienígena ou até mesmo desestabilizador para a sociedade moderna”. Ele avisou que há tentativas de “impedi-la de ter qualquer influência na vida da sociedade”.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

5 comentários :

wendel disse...

É o anti-cristo que esta chegando e de pouquinho vai tirando o Cristianismo para dar lugar a besta que vai dominar o mundo e ela vai sair desses lideres que estão ser agrupando para formar um governo mundial são todos controlados pelo diabo

Alexandre R de Carvalho disse...

Há tempos os cartões de Natal da UNICEF desejam os neutros "BOAS FESTAS", mesmo quando há cenas de Presépios nestes. A Cristofobia está "comendo solta" no Ocidente...

Anônimo disse...

O mundo entrou na era do Anticristo. É melhor mesmo o Natal e tudo que envolva o cristianismo e os verdadeiros cristãos, estarem fora de todo tipo de calendário, festividades ou qualquer outra coisa que venha unificar as religiões. Prefiro que a Igreja do Senhor Jesus Cristo seja como Ló nesta nova Sodoma do que lá fora com os Anticristos. Sou mais o Papa Bento XVI, que disse ser melhor voltar às catacumbas.

Cachorro Louco disse...

É irmão, a EURABIA está ficando cada vez mais anti-cristã .A nossa luta será mais dura a cada dia Somente a nossa fé nos manterá no bom combate .
Abraços

Anônimo disse...

POis é festividade para todos, menos cristaos, enquanto isso a maioria dos cristaos estao sendo manipulados pela propria igreja para apoiar imigrantes muculmanos, abaixar a cabeça para inumeras provocacoes, desrepseito para com o cristianismo.
Enquanto isso na Suecia, Noruega, Inglaterra, Franca, Russia, Portugal, Espanha e toda a regiao dos balcãs cada vez mais os muculmanos ditam o modo de vida deles e nao do pais que os acolheram.
Mas falar algo assim a midia logo rotula de racista, direitista e todos os "istas" possiveis.
Os cristaos pagaram caro demais por ficarem apoiando seus lideres corrompidos assim como seus politicos degenerados.