22 de dezembro de 2010

Presidente do Chile promete apoio para projeto de lei homossexualista de “igualdade”

Presidente do Chile promete apoio para projeto de lei homossexualista de “igualdade”

21 de dezembro de 2010 (Notícias Pró-Família) — O presidente chileno Sebastián Piñera deu uma promessa pessoal ao movimento homossexual do Chile de aprovar uma lei para estabelecer a “igualdade de todos os casais”, de acordo com o Movimento de Integração e Liberação Homossexual (Movilh) num comunicado à imprensa postado em seu site.
De acordo com Movilh, o presidente Piñera concordou em se encontrar com Rolando Jiménez, presidente do Movilh, no começo deste mês, onde ele confirmou que “o governo avançará com uma norma com o propósito de acabar com as desigualdades que enfrentam os casais do mesmo e diferentes sexos no Chile, especificando que a apresentação do projeto é prevista para janeiro próximo”, nas palavras de Movilh.
Embora não se saiba o conteúdo exato da legislação, Piñera já havia se comprometido a apoiar uma legislação criando “uniões civis” para duplas homossexuais, mas ao mesmo tempo negou que tal medida equivaleria a um “casamento” homossexual disfarçado.
Piñera se encontrou com o presidente do Movilh durante a apresentação do primeiro relatório anual do Instituto Chileno para Direitos Humanos, o qual endossa as principais reivindicações da agenda homossexual.
De acordo com o relatório, o governo deveria adotar “medidas contra atitudes discriminatórias na sociedade por meio de iniciativas de educação pública”, inclusive programas de educação sexual que ensinarão os adolescentes acerca da homossexualidade no contexto da “igualdade” com a conduta heterossexual. Além disso, o relatório dá condição de igualdade para os transexuais, que afirmam que seu sexo “real” é diferente de seu sexo físico.
O relatório também faz defesa da redução da idade de consentimento sexual para que adolescentes possam se envolver com a atividade homossexual. Atualmente, na lei do Chile, a idade de consentimento é 18 anos, e o relatório busca reduzir para 14 anos, a fim de estabelecer “igualdade” com a idade de consentimento heterossexual. A redução na idade de consentimento dará aos adultos homossexuais acesso a adolescentes sem nenhuma consequência legal, uma meta importante do movimento homossexual.
A liderança do Movilh chamou o relatório de “grande obra”, de “valor enorme”.
Informações de contato:
Embaixada do Chile no Brasil
Endereço: SES, Avenida das Nações, Qd. 803, lote 11 - CEP 70407-900 - Brasília – DF
Tel: +55 61 2103-5151
Fax: +55 61 2103-5151
Embaixada de Chile em Portugal
5 Miguel Bombarda Av. – 1º andar, 1000-207 Lisboa, Portugal.
Telefones: 351- 21 314 80 54 /351- 21 353 85 16/351- 21 352 46 80
Fax: (351) 21 315 0909
Links relacionados:
Situação de Direitos Humanos no Chile, Relatório Anual  (Situación de los Derechos Humanos in Chile, Informe anual 2010)
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

3 comentários :

Anônimo disse...

Certa vez ouvi um pastor dizer que, levando em conta a rapidez do avanço da imoralidade no mundo, assim como na disseminação do homossexualismo, em menos de dez anos a pedofilia estaria também descriminalizada e legalizada. Acho que ele errou, pois pelo jeito isso poderá ocorrer em bem menos tempo. Lamentável como o dito mundo civilizado é o principal propagador destas aberrações. E ainda se dizem desenvolvidos e avançados. Só se for em perversões e imoralidade.

Roque Bruno

Anônimo disse...

Lamentável como práticas e comportamentos condenáveis e estão sendo acatadas pelos Governos Liberais.
De onde vem o financiamento destes grupos e porque a degradação moral está crescendo desta forma no ocidente.
Tudo para destruir o principal produto de Deus, a família
Somente a união dos catolicos, evangélicos,judeus e muculmanos e todos que tem princípio moral é que pode barrar isto.
A forma é não comprar produtos ou assistir programas de pessoas que apoiem tais degenerações.

Anônimo disse...

Mais um engodo?

Não era esse Sebastián Piñera um conservador, tal como noticiaram os televisivos?