27 de dezembro de 2010

Ministra Iriny Lopes de Dilma defende aborto

Ministra Iriny Lopes de Dilma defende aborto

Ministra petista diz: “Não dá para obrigar mulher a ter filho”

Julio Severo
O governo de Dilma, a mulher que nunca renunciou ao seu terrorismo do passado, mal começou e o aborto já vira prioridade. De acordo com reportagem do jornal esquerdista Folha de S. Paulo, a nova ministra Iriny Lopes, escolhida por Dilma Rousseff para tratar das questões das mulheres, vai ter como preocupação defender exatamente aquilo que quase derrotou Dilma na eleição presidencial e aquilo que Dilma se comprometeu a não promover: o aborto. Veja a matéria aqui:
“Não vejo como obrigar alguém a ter um filho que ela não se sente em condições de ter. Ninguém defende o aborto, é respeitar uma decisão que, individualmente, a mulher venha a tomar.” Essa é a posição pessoal declarada pela atual deputada federal pelo PT do Espírito Santo e futura ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Iriny Lopes, 54.
Iriny Lopes
A informação é de entrevista de Johanna Nublat publicada na edição desta segunda-feira da Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).
Iriny tem histórico de militante dos direitos humanos e sua declaração toca num dos pontos mais explorados durante a disputa eleitoral. Para ela, o papel do governo federal na questão é cumprir a lei, e cabe ao Congresso definir políticas públicas.
O tema consta em programa do PT do início do ano. A futura presidente Dilma Rousseff, porém, se disse contrária a mudanças na legislação -que prevê o aborto apenas em caso de estupro ou risco à saúde materna.
Leia trechos da entrevista:
A sra. fala sobre o aborto?
Sim. Temos a responsabilidade no zelo da saúde pública, dentro da lei, de não permitir nenhum risco às mães.
A sra. tem uma posição pessoal sobre o assunto?
Minha posição é que temos que ter muitas políticas de prevenção e de esclarecimento. Agora, eu não vejo como obrigar alguém a ter um filho que ela não se sente em condições de ter. "Ah, é defesa do aborto..."
Ninguém defende o aborto, trata-se de respeitar uma decisão que, individualmente, a mulher venha a tomar.
Leia a reportagem completa na Folha desta segunda-feira, que já está nas bancas.
É impressionante. Em plena estação de Natal, época de pensar no bebê Jesus, e os petistas só estão pensando em aborto e derramamento de sangue!

8 comentários :

Trindade disse...

Correção Júlio o nome dessa mulher é Iriny Lopes, deputada federal pelo PT e nomeada ministra das mulheres do futuro governo.
Isso eu ja sabia, só não me convoquem agora para gastar meu precioso tempo com inúteis passeatas convocadas por "cristãos" sócios de abortistas como a maioria dos senadores e deputados eleitos no meio cristão, que agora se autoploclamarão "defensores" Igreja de Cristo e dos valores cristãos.
Não arredarei o pé, o que farei é cumprir a Palavra de Deus e orar pelos governantes que NÓS ELEGEMOS, simples assim.
Abraços.

Chamelly disse...

Sem comentários. Tá aí, não adianta chorar o leite derramado.

Só Jesus Cristo nessa terra daqui pra frente. É o apocalipse.

É vigiar e orar. Não tem saída para este governo.

Julio, fica na paz do Senhor.

Anônimo disse...

Toda mulher PTralha é feia pra burro. Só que tem algumas que abusam do direito à feiura. Essa Sinistra é mais derrubada que travestí barbudo.
...Ah, ia me esquecendo, a opinião dela tbm é mais feia que a peste.

Paulo Junio de Oliveira disse...

Caro Julio Severo,

publiquei este post aqui: http://teismo.net/?p=524

Com as devidas citações.

Parabéns pelo trabalho, Deus te abençoe.

Abraços

teismo.net

Anônimo disse...

Qual a surpresa ? Todos sabiam que essa mulher prometeria tudo (chegando ao ponto de fingir se converter ao catolicismo) para se eleger e depois de eleita, iria botar suas garras nefastas de fora... Se fosse diferente, não seria uma exemplar aprendiz do Lula (que nada mais é do que uma espécie de versão do mundo real do personagem Nicolae Carphartia, da série de livros "Deixados para Trás"... Quem conhece a série já deve ter notado várias semelhanças entre o personagem e nosso "amado" atual presidente)...
O povo brasileiro assinou embaixo tudo o que esse maniaco de nove dedos aprontou nos últimos oito anos e carimbou sua aprovação ao eleger sua sucessora... Por isso é culpado de tudo o que essa gente faz, inclusive de todos os bebes em gestação que vão morrer por ações dessas "pessoas" degeneradas...
Que Deus tenha piedade de nós e abra os olhos do povo desse país em 2014...
Até lá é aguentar todos os absurdos que os encaPTados vão nos proporcionar nos próximos 4 anos, que prometem ser de muita degeneração moral para nosso povo (Como se, para isso, as novelas Globais já não fossem suficientes)...

Euclides disse...

É gente, se nos calarmos a figueira não secará. Meu recado a essa jararaca homicida e sua turma é: Que ninguém nunca mais coma fruto de ti.

Anônimo disse...

Para mim não é surpresa. Essa Dilma já fez isso de propósito.

A Dona Dilma já deu, se eu não me engano, sete ministérios para mulheres.

É isso que ela quer!

Quando voltar o tema do aborto, ela vai pedir a opinião das mulheres desses ministérios e pronto: Vai estar armada a trambicagem para essas mulheres que estão no poder darem as suas opiniões sobre o "horror" de saberem que mulheres morrem em clínicas ilegais.

É só esperar.

Marcos

Eduardo Araújo disse...

Concordo totalmente com o segundo anônimo (27/12). Por "povo brasileiro", aliás, leia-se, muitos cristãos que fizeram questão de fazer de conta que a candidata petista falava a verdade quando se dizia contra o aborto e também nas hipócritas participações em cerimônias religiosas.
E quando alertávamos para a incongruência de ser cristão e votar em candidatos do partido abortista o que se ouvia era coisas do tipo: "você é uma viúva do psdb", ou "direitista extremado" (sim, eu ouvi essa). O povo brasileiro é patético, infelizmente.