12 de dezembro de 2010

Grandes líderes religiosos anunciam declaração de apoio ao verdadeiro casamento

Grandes líderes religiosos anunciam declaração de apoio ao verdadeiro casamento

John Jalsevac
WASHINGTON, D.C., EUA, 7 de dezembro de 2010 (Notícias Pró-Família) — Líderes de algumas das maiores comunidades religiosas dos Estados Unidos se uniram para expressar seu compromisso para proteger o casamento como a união de um homem e uma mulher.
Numa carta aberta divulgada ontem, com o título de “The Protection of Marriage: A Shared Commitment” (A Proteção do Casamento: Um Compromisso em Comum), líderes das comunidades anglicana, batista, católica, evangélica, judaica, luterana, mórmon, ortodoxa, pentecostal e sikh dos Estados Unidos defenderam a importância de preservar o sentido exclusivo do casamento.
Leia o texto completo da carta, e alista dos assinantes, aqui.
“O amplo consenso refletido nesta carta — que ultrapassa grandes divisões religiosas — é evidente: A lei do casamento não é sobre impor a religião de ninguém, mas sobre proteger o bem comum de todos”, disse o arcebispo Timothy Dolan de Nova Iorque, eleito recentemente como presidente da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (CBCEU) e um dos assinantes da carta.
“Pessoas de qualquer religião ou sem nenhuma religião podem reconhecer que quando a lei define o casamento como entre um homem e uma mulher, uma mãe e um pai ficam legalmente presos um ao outro e a seus filhos, reforçando a célula fundamental da sociedade”.
Outros signatários incluem Leith Anderson, presidente da Associação Nacional de Evangélicos, o arcebispo Robert Duncan da Igreja Anglicana da América do Norte, Manmohan Singh, secretário geral do Conselho Sikh Mundial — Região das Américas, e outros.
A carta declara: “O casamento é a união permanente e fiel de um homem e uma mulher. Como tal, o casamento é a base natural da família. O casamento é uma instituição fundamental para o bem-estar de toda a sociedade, não só das comunidades religiosas”.
“Como líderes religiosos de diferentes comunidades religiosas, nos unimos e defendemos nosso compromisso comum de promover e proteger o casamento como a união de um homem e uma mulher”.
A divulgação da carta ocorreu na mesma manhã em que começaram as audiências sobre a Proposta 8. Em agosto o juiz Vaughn Walker decidiu que a Proposta 8 da Califórnia era inconstitucional, baseado em parte na afirmação de que definir o casamento como entre um homem e uma mulher carecia de base racional, e em vez disso não refletia nada, a não ser hostilidade de natureza religiosa contra indivíduos homossexuais. Recorreu-se dessa decisão e sua audiência está marcada para hoje, 6 de dezembro.
“Hoje é o momento de tomarmos uma posição em favor do casamento e de seu sentido imutável. Esperamos que esta carta apenas dê esse incentivo”, disse o arcebispo Dolan.
“The Protection of Marriage: A Shared Commitment” (A Proteção do Casamento: Um Compromisso em Comum) está sendo circulada em todas as partes dos EUA. Versões para download em PDF da carta podem ser acessadas aqui. Um comunicado oficial para a imprensa sobre a declaração pode ser acessado aqui.
* Referendo que defende o casamento natural, cujos resultados estão sendo rechaçados por militantes gays na Califórnia.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

3 comentários :

Abraão Isvi disse...

Júlia veja o que ta chegando no Brasil: http://twitpic.com/3f9xgq

Anônimo disse...

Abraão, infelizmente a palavra preconceito se tornou a maior arma de Satanás no século 21... Eu admito que atualmente sinto até uma certa repulsa por esta palavra...
A pessoa pode cometer as maiores barbaridades, e se for criticada, é só dizer que está sendo vitima de preconceito... Não deve demorar muito para alguem começar a dizer que pedófilos são vitimas desse tipo de sentimento também... E ai para tornar esse absurdo algo aceitável é um pulo... Como foi feito com o homossexualismo, que é um distúrbio doentio e maligno, mas devido a pressão da mídia e dos governos, hoje é visto com admiração por alguns... E ai daquele que falar o contrário...
Mas é interessante observar que tudo que é dito e feito contra Cristo e sua igreja jamais é visto sob a perspectiva de algo preconceituoso...
Eu já deixei a muito tempo de cair nesse papo furado...
O Diabo e seus filhos são mestres em se fazer de coitadinhos para enganar a opinião pública... Já passou da hora dos verdadeiros Cristãos começarem a lutar contra isso...
Saudações...

Sandro

*apocalipse37* disse...

Peço que divulgue o link desta enquete sobre a PL 122 do Conselho Regional de Psicologia, pois o mesmo não é divulgado e com isto eles querem mostrar que o povo Brasileiro é a favor da pl 122.

http://www.crpsc.org.br/?enviar_enquete