2 de novembro de 2010

Ex-lésbica Lisa Miller perde recurso para impedir transferência de filha para ex-amante lésbica

Ex-lésbica Lisa Miller perde recurso para impedir transferência de filha para ex-amante lésbica

Matthew Cullinan Hoffman, correspondente na América Latina
MONTPELIER, Vermont, 2 de novembro de 2010 (Notícias Pró-Família) — A ex-lésbica Lisa Miller perdeu um recurso no Supremo Tribunal de Vermont para anular uma decisão transferindo a custódia de sua filha para sua ex-parceira lésbica.
De acordo com Rena Lindevaldsen, a advogada de Miller, o tribunal não quis lidar com a questão dos direitos constitucionais de Miller como mãe, e afirmou que a transferência da menina Isabella, que tem oito anos, para a ex-amante lésbica de sua mãe está nos melhores interesses da menina.
“É um desapontamento que depois de sete anos de litigio, que nenhum tribunal em estado algum tenha lidado com os direitos fundamentais de Lisa como mãe”, Lindevaldsen disse para LifeSiteNews. “E do jeito que estamos neste momento, há uma ordem judicial que remove a custódia dela, sendo que nunca se lidou com o direito dela como mãe de criar sua menina”.
Lindevaldsen disse que a assessorial jurídica de Miller está no momento aguardando uma decisão do Supremo Tribunal dos EUA de ouvir um recurso num caso relacionado no Estado da Virginia, onde os tribunais decidiram aceitar uma ordem de transferência de custódia dada em Vermont. Ela acrescentou que se o recurso falhar ou for negado, eles considerarão outro recurso no Supremo Tribunal com base na decisão de hoje em Vermont.
Miller, de 41 anos, concebeu sua filha por meio de inseminação artificial enquanto estava numa união civil em Vermont com sua parceira lésbica Janet Jenkins. Miller diz que deixou Jenkins depois de sofrer maus-tratos nas mãos dela, e logo depois rejeitou o estilo de vida lésbico, voltando à fé em Cristo de sua infância. Depois de anos resistindo visitas ordenadas por tribunais que ela disse estavam provocando danos em sua filha, Miller recebeu ordens de um tribunal de Vermont para transferir a custódia permanente de Isabella para Janet Jenkins no final de 2009.
Entretanto, na época em que a ordem de transferência foi dada, Miller já havia desaparecido com Isabella, que tem agora oito anos de idade. Ninguém sabe nada sobre a localização dela. Um mandado de prisão foi expedido para prendê-la no Estado de Vermont, embora os tribunais da Virgínia tenham até agora se recusado a expedir ali um mandado de prisão.
Cobertura anterior de LifeSiteNews:
Lésbica Janet Jenkins começa campanha na mídia para ganhar a custódia da filha de ex-parceira
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/02/lesbica-janet-jenkins-comeca-campanha.html
Juiz dá a Miller 30 dias para transferir filha para ex-amante lésbica ou enfrentar prisão
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/02/juiz-da-miller-30-dias-para-transferir.html
Aceita a ordem de transferência de menina para lésbica que não tem nenhum parentesco com ela — advogados recorrem
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/01/aceita-ordem-de-transferencia-de-menina.html
Ex-lésbica Lisa Miller “desaparece” antes da data final imposta por tribunal para ela entregar filha a ex-amante
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/01/ex-lesbica-lisa-miller-desaparece-antes.html
Lisa Miller recebe ordem de entregar custódia da filha para ex-amante lésbica
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2009/12/lisa-miller-recebe-ordem-de-entregar.html
Lisa Miller ameaçada com perda de custódia se não entregar a própria filha para ex-amante lésbica
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2009/09/lisa-miller-ameacada-com-perda-de.html
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/nov/10110208.html
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

2 comentários :

Chamelly disse...

Imagine a confusão na mente desta criança, que não tem culpa alguma dessas loucas.

É vergonhoso a 'Justiça' permitir uma coisa dessas.

Adoção de crianças por homossexuais = abominação.

É um absurdo.

Silvio Ricardo disse...

É uma pena e um absurdo que uma garotinha tão linda (ainda que não fosse linda) tenha que ficar longe de sua mãe e com sua ex-amante lésbica.

Então a filha vai pagar pelo erro da mãe no passado?