1 de novembro de 2010

Especialista em bioética da Inglaterra diz que a vida em si não tem nenhum valor

Especialista em bioética da Inglaterra diz que a vida em si não tem nenhum valor

Hilary White
LONDRES, Inglaterra, 27 de outubro de 2010 (Notícias Pró-Família) — Diferente do ouro e da platina, a vida não tem valor em si, um membro da Câmara dos Lordes e ativista do suicídio assistido disse num debate televisionado na semana passada. Os profissionais médicos precisam mudar suas atitudes para com o suicídio assistido, levar em consideração os desejos dos pacientes que pedem para morrer, disse a Baronesa Mary Warnock, conhecida na Inglaterra como a “rainha filósofa” da bioética.
“Não há justificativa moral que permita que as opiniões de juízes, advogados e médicos devam prevalecer sobre as opiniões do paciente [que expressou um desejo de morrer]”, disse ela.
“A missão dos médicos é ajudar as pessoas a fazer suas vidas melhores, não piores. Às vezes a morte é mais desejável do que a vida”.
Mary Warnock é conhecida como a principal especialista em bioética e defensora do suicídio assistido da Inglaterra. Ela recentemente comentou que a recusa de os médicos participarem de suicídios assistidos é “genuinamente perversa”. Seus livros incluem “Easeful Death: Is there a case for assisted dying?” (Morte Confortável: Dá para se Defender a Morte Assistida?) e “Making Babies: Is there a right to have children?” (Fazendo Bebês: Existe o Direito de Ter Filhos?).
Warnock disse que examinar a questão a partir exclusivamente da perspectiva do direito representa legalismo e trivializa a questão: “por trás da lei está um juízo moral”, disse ela.
Aqueles que argumentaram junto com Warnock em favor da petição do debate “O suicídio assistido deveria ser legalizado: os doentes terminais têm o direito legal de serem ajudados a acabar com suas vidas” incluíram Emily Jackson, professora de direito na Faculdade Londrina de Economia, e Debbie Purdy, a famosa ativista do suicídio assistido com esclerose múltipla. O debate foi organizado pela sociedade de debates Intelligence Squared, que realiza debates sobre assuntos de interesse público em todo o mundo.
Durante o debate, a prof.ª Emily Jackson citou pesquisas do estado americano de Oregon, e da Holanda, argumentando que os pacientes que pedem o suicídio assistido fazem tais pedidos por causa de uma “perda de autonomia, perda de dignidade ou perda das alegrias da vida”. Ela disse que cabe ao paciente decidir.
Jackson não mencionou estudos recentes que mostram que na Bélgica, onde a eutanásia é legal, até 30 por cento dos que são mortos por médicos não deram consentimento.
As afirmações de Jackson foram desafiadas pelo Lorde Alex Carlile QC, advogado e colega democrata liberal, que comentou que o direito e a prática na Holanda e na Bélgica tinham ainda de passar pela prova de um desafio de tribunal. Ele apontou para o fato de que com o suicídio assistido legalizado, os médicos teriam permissão de agir como juízes, e disse que não há “jeito aceitável” de legislar em favor do suicídio assistido.
Carlile, codiretor da entidade Vivendo e Morrendo Bem, disse que, se não temos a obrigação de confiar em pessoas de qualquer outra profissão ou emprego, não há motivo para termos confiança maior em médicos e “juízes de morte autonomeados”. Ele citou a Convenção Europeia de Direitos Humanos, dizendo que sob esse acordo, só é aceitável tirar a vida humana em defesa pessoal ou na guerra. De acordo com as definições legais da Convenção, o suicídio assistido constitui homicídio.
Chamada de “filósofa importante”, Mary Warnock, mais conhecida como baronesa Warnock, foi nomeada baronesa em 1985. Ela foi uma figura chave na criação da atual lei da Inglaterra sobre procriação artificial, a Lei de Fertilização Humana e Embriologia. Ela era membro da Comissão de Eutanásia da Câmara dos Lordes e forma parte de uma facção política influente que continua a fazer pressões em favor da legalização do suicídio assistido e da eutanásia.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/oct/10102709.html
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

5 comentários :

Anônimo disse...

Saudações Petistas Meu Querido !!! O PT é um bom partido ,,, é comandado por uma elite diferente da do psdb , no caso dos gays e do aborto vc tem que lemrar que a maioria lá é perturbado , obviamente as leis deles seram leis perturbadoras ,,, ass: Douglas jrgdouglas@hotmail.com

Chamelly disse...

É , Júlio, o que o PT não fará nesses próximos anos, hein? No caso de perseguição, haverá um grande avivamento por uma parte da Igreja, eu creio. Os medrosos não herdarão o Reino,nem aquele que negar ao Senhor.
E que seja feita a vontade de Deus.
Nojento foi ver o Magno Malta atrás de Dilma Roussef no primeiro pronunciomento da terrorista.
Que Jesus volte logo.

Agora a CNBB (AQUELES QUE NÃO SÃO NADA E SE ACHAM ALGUMA COISA) pede a Dilma que ela seja fiel em relação ser contra o aborto. Será que eles não leram o plano de goverNo nem o pndh3, no qual o PT explicitamente deixa claro a descriminalização do aborto? É tanta sujeita, que dá nojo.

Em relação ao artigo, o mundo está contaminado por inseminação artificial, eutanásia, e outros males, aborto, homossexualismo e tantas outras abominações. Essas pessoas não sabem o que dizem, a vida humana é o milagre mais perfeito, o ser humano foi criado à imagem e semelhança de Deus.

''Mary Warnock é conhecida como a principal especialista em bioética e defensora do suicídio assistido da Inglaterra''

Isso é perverso. Tem pessoas que acham que tem o poder de tirar vida de outras, mas para elas Deus tem preparado um lugar bem pertinho de satanás, que veio para roubar, MATAR e destruir.

PORQUE DEUS É JUSTO, E AI DAQUELE QUE NÃO OBEDECER SEUS MANDAMENTOS, NEM GUARDAR SUA PALAVRA, NEM TEMER E TREMER A GRANDIOSIDADE DELE.

Deus julgará cada um de acordo com suas obras. O GRANDE DIA VEM!

Ame teu próximo como a ti mesmo, e a Deus sobre todas as coisas!

marcia disse...

Anônimo "petista".

Quem apoia "perturbados", perturbado é, não é?
Explicando:
Elite petista!apoia o mov. gaysista,que p/ vc, são considerados "perturbados", logo....

Enfim, agora vamos orar pelo nosso povo e por nossa nação, lembrando que é o SENHOR quem estabelece reinos e, que é Ele que os derruba tbm!

Silvio Ricardo disse...

Suicídio assistido, eutanásia e aborto são apenas maneiras diversas de matar pessoas. Use-se todos os eufemismos do mundo continuaremos falando de homicídio.

Essa Inglaterra é um país sui generis, caminhando rapidamente para a degeneração total.

Anônimo disse...

Os novos NAZISTAS estão chegando!