31 de outubro de 2010

Corte de apelação ouvirá caso de funcionários demitidos por serem “religiosos demais”

Corte de apelação ouvirá caso de funcionários demitidos por serem “religiosos demais”

ATLANTA, Geórgia, EUA, 28 de outubro de 2010 (Notícias Pró-Família) — O Tribunal Regional Federal do 11º Circuito de Atlanta começará a ouvir argumentos orais na quinta-feira se um caso envolvendo dois funcionários das Empresas Hallmark que foram, segundo se alega, demitidos por serem “religiosos demais” deverá ir a julgamento.
De acordo com a firma de interesse público Conselho da Liberdade, Daniel e Sharon Dixon foram demitidos pelas Empresas Hallmark de seu cargo de gerenciamento de um prédio de apartamentos e expulsos de seu apartamento porque exibiram, no escritório de aluguel, uma obra de arte de vidro colorido com flores e a frase “Olhai para os lírios… Mateus 6:28.”
A legislação federal de direitos civis Título VII e Título VIII proíbe discriminação no emprego e moradia por causa de religião.
De acordo com o Conselho da Liberdade, o supervisor dos Dixons perguntou certo dia se a obra de arte em seu escritório se referia à Bíblia. Quando a Sra. Dixon confirmou que se referia à Bíblia, o supervisor pediu que ela a removesse imediatamente. A Sra. Dixon indicou que ela traria seu marido, o cogerente, para a discussão e deixou-o brevemente para ir atrás dele.
Contudo, os Dixons alegam que quando voltaram minutos depois, o supervisor havia removido a obra de arte e dito a eles que estavam despedidos por serem “religiosos demais”. Eles dizem que receberam então ordens de desocupar seu apartamento dentro de setenta e duas horas.
Um juiz de tribunal regional federal anunciou um julgamento antecipado dizendo que nenhum júri razoável condenaria a Hallmark por discriminação religiosa.
Entretanto, os advogados do Conselho da Liberdade estão argumentando diante da corte federal de apelações que os Dixons merecem que o júri ouça o caso e decida se eles foram demitidos e expulsos por causa de suas convicções religiosas.
“A Hallmark não pode varrer as convicções religiosas do ambiente de trabalho”, disse Mat Staver, fundador do Conselho da Liberdade. “Embora as Empresas Hallmark possam escolher a decoração do ambiente de trabalho, seus supervisores não podem demitir funcionários exclusivamente porque são ‘religiosos demais’. Quando um júri ouvir esse caso, ficará claro que as Empresas Hallmark passaram dos limites”.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/oct/10102802.html
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

3 comentários :

Anônimo disse...

Este fato ocorrido nos EUA derruba o mito de que a perseguição a cristãos só ocorre em paises comunistas,mulçumanos,India e outros.

No Ocidente, nos EUA , já ocorre casos de perseguição e discriminação a cristãos, embora bem mais leves do que no Oriente.

Definitamente a atuação de Satanás para discriminar,maltratar,perseguir cristãos não respeita barreiras geograficas.
Nestes últimos tempos nenhuma parte do mundo está livre da perseguição aos cristãos.
Imagine este fato acontecendo nos EUA, terra da liberdade,democracia,respeito aos direitos humanos.
E quando mais se aproxima o Final do Tempo as coisas se agravarão.

Chamelly disse...

Eu não concordo com o comentário acima do Anônimo.

Desde quando os EUA respeitam os direitos humanos? Liberdade? Aquela estátua é falsa! Falsa liberdade, irmão! Aborto legalizado? Isso é respeito ao ser humano? O ser humano tem direitos, inclusive de nascer.

Isso é o fim dos tempos, e a perseguição paira sobre o BRASIL. Acordem para ver o que o PT fará nesses próximos anos, com pndh3 (falsos direitos humanos, é tudo, menos plano nacional dos direitos humanos).

Aliás, esse PNDH3 deveria ser: PLANO ONU DOS DIREITOS NÃO HUMANOS.

Acorda Igreja, é tempo de buscar a Deus. Os EUA é uma nação das tantas outras já contaminada pelo inimigo de nossas almas. E será julgada por Deus por isso.

O Brasil está caminhando desesperadamente pra isso, ou vocês não percebem que os dias tem se abreviado?????????????????????

Está na hora de buscar mais a Deus e menos homens, ONU, PT e todos esses vermes deste século.

É orar somente, para Jesus nos envolver com sua proteção e amor, para que não caiamos nas armadilhas de satanás.

Está na hora de acordarmos pra vida, pra Jesus.

Vigiai e orai.

A perseguição que virá sobre nossa nação deverá ser combatida com oração. Porque os poderiam ser oposição contra esse governo se venderam por dinheiro. E o amor de muitos esfriará.

Acordem.

Anônimo disse...

ACREDITO QUE ESTÁ A CAMINHO UM GOVERNO MUNDIAL DO ANTI-CRISTO!