18 de outubro de 2010

Candidata presidencial do Brasil com mais chance de vencer assina compromisso de não descriminalizar aborto

Candidata presidencial do Brasil com mais chance de vencer assina compromisso de não descriminalizar aborto

Matthew Cullinan Hoffman, correspondente na América Latina
BRASÍLIA, Brasil, 15 de outubro de 2010 (Notícias Pró-Família) — Encurralada pelo fato de que no passado ela apoiava o aborto e a homossexualidade, e porque está caindo nas pesquisas de opinião pública, Dilma Rousseff, a candidata presidencial do Brasil que tem mais chance de vencer, assinou uma declaração pública afirmando ser “pessoalmente contra o aborto”, e se comprometendo a “não tomar a iniciativa de propor alterações de pontos que tratem da legislação do aborto e de outros temas concernentes à família e à livre expressão de qualquer religião no País.”
A declaração vem depois que Rousseff inesperadamente perdeu o primeiro turno da votação na eleição presidencial, uma derrota amplamente atribuída ao ativismo pró-aborto e pró-homossexualidade de seu partido, o qual inclui medidas para descriminalizar o aborto e proibir declarações que condenam a conduta homossexual como “discriminatória”.
Depois de uma campanha em massa de internet feita por evangélicos e católicos contra Rousseff e seu Partido dos Trabalhadores, Rousseff se acha inesperadamente enfrentando um segundo turno contra o social democrata José Serra, e a liderança dela nas pesquisas caiu de 13% para cinco pontos.
Embora o compromisso assinado de Rousseff consiga aplacar alguns, sua redação foi elaborada cuidadosamente com variadas sutilezas e provavelmente levantará mais questões ainda. A declaração dela não promete se opor a medidas pró-aborto e anti-família, limitando-se a uma garantia de que a própria Rousseff não proporá tais medidas.
Contudo, o fato de que Rousseff foi forçada a resistir a seu próprio partido e assinar o compromisso é uma indicação da força do sentimento pró-vida e pró-família do Brasil. Recentes pesquisas de opinião pública vêm indicando uma maioria grande e crescente de mais de 70% contra quaisquer mudanças à legislação existente com relação ao aborto, a qual evita penalidades criminais somente em casos de estupro e risco de vida da mãe.
Cobertura anterior de LifeSiteNews:
Candidata pró-aborto com mais chance de vencer a presidência do Brasil luta contra crescente onda de sentimento pró-vida
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/10/candidata-pro-aborto-com-mais-chance-de.html
YouTube censura pregação pró-vida assistida por milhões de brasileiros
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/10/youtube-censura-pregacao-pro-vida.html
Governo brasileiro ameaça Igreja Católica por causa de oposição à candidata presidencial pró-aborto
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/10/governo-brasileiro-ameaca-igreja.html
Candidata presidencial com mais chances de vencer perde votos no primeiro turno — o aborto é questão chave
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/10/candidata-presidencial-com-mais-chances.html
Candidata presidencial do Brasil com mais chances de vencer declara-se “pessoalmente contra” o aborto
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/09/candidata-presidencial-do-brasil-com.html
Pastor brasileiro é ameaçado pelo governo por se opor às políticas pró-aborto
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/09/pastor-brasileiro-e-ameacado-pelo.html
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/oct/10101513.html
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

5 comentários :

Anônimo disse...

Espera aí! Assinar uma declaração como essa não significa nada. Pessoas ligadas ao esquerdismo comunista como essa senhora, não são dígnas de crédito algum. Esse tipo de conduta é manobra típica de socialistas e comunistas para conquistar o poder. A tática é sempre a mesma: enganar e usar todo meio torpe para a causa. Só evangélicos sem o menor preparo informativo e de estudos sobre os movimentos sociais e políticos é quem caem nessa patifaria PTralha.
Mesmo que Dilma não traia o pacto assinado, ela pavimentará a implantação do regime socialista e o aborto através da chancela ao PNDH-3, que entre outras mixórdias promove a descriminalização do aborto. Só cristãos idiotas para se alinharem a essa tatibitate. Os comunistas não têm pressa para imporem seus dogmas demoníacos, usarão de todo artifício para fazê-lo, inclusive a mentira e o disfarce.
Tolos!

Anônimo disse...

Quem acreditar que essa Dilma vai cumprir isso é ser otário!

Marcos

SVM disse...

Se comprometer a não encaminhar projetos de lei descriminalizando o aborto NÃO É SUFICIENTE (ainda que ela cumpra com a palavra). O comprometimento também deveria envolver o VETO a projetos de lei vindos do Congresso nesse sentido (considerando-se que o PT é maioria no Congresso, é só uma questão de tempo). Essa mulher é uma COBRA. Conhece muito bem a inocuidade dessa promessa de meias palavras. Espero que ninguém caia nesse ardil.

Anônimo disse...

E por acaso as palavras de Dilma ou de um petista qualquer valem mais que 1 real?

Aurora disse...

A igreja é contra o PT, vamos combatê-la!

http://pt20anos.wordpress.com

Vejam este SPAM que o PT me mandou.