6 de outubro de 2010

Candidata presidencial com mais chances de vencer perde votos no primeiro turno — o aborto é questão chave

Candidata presidencial com mais chances de vencer perde votos no primeiro turno — o aborto é questão chave

Julio Severo e Matthew Cullinan Hoffman
BRASÍLIA, Brasil, 5 de outubro 2010 (Notícias Pró-Família) — A questão do aborto pode ser a principal razão por que Dilma Rousseff, que era a candidata que tinha mais chance de vencer, não conseguiu obter maioria nas eleições presidenciais de domingo, de acordo com a imprensa brasileira.
As pesquisas de opinião pública nas semanas antes das eleições tinham sistematicamente dado para Rousseff, que representa o Partido dos Trabalhadores que está no governo, uma vitória de 59-51%. Contudo, Rousseff pôde obter apenas 47% da votação depois que sua posição de liderança caiu entre os eleitores evangélicos, após a distribuição de vários vídeos no YouTube ligando Rousseff e o Partido dos Trabalhadores à legalização do aborto.
Em sua reportagem, o jornal Estadão disse que “membros da campanha de Dilma Rousseff reconhecem que não conseguiram dar uma resposta eficiente às questões religiosas, como a legalização do aborto. Para eles, essa foi a principal razão que fez com que os votos de Dilma, principalmente entre as classes mais baixas, migrassem para a candidatura de Marina Silva”.
“Durante a fase final da campanha, Dilma começou a perder votos de eleitores evangélicos e católicos porque ela seria favorável à proposta de se legalizar o aborto no país”, acrescenta o jornal.
A Folha de S. Paulo de forma semelhante reparou na queda, declarando que “Dilma Rousseff (PT) perdeu votos particularmente entre os eleitores evangélicos durante o mês de setembro e, no mesmo período, sua rejeição nessa parcela do eleitorado aumentou mais de 50%.”.
A virada surpresa de Rousseff para o segundo turno ocorreu depois de uma campanha em massa liderada por pastores evangélicos, bispos católicos e blogueiros pró-vida que trabalharam diligentemente para informar eleitores de opinião semelhante do histórico pró-aborto de Rousseff.
Conforme LifeSiteNews noticiou anteriormente, um pastor evangélico foi ameaçado com ação legal por deputados do Partido dos Trabalhadores no mês passado depois de sua pregação incentivando seu rebanho a não votar nos candidatos do Partido dos Trabalhadores por causa da agenda política pró-aborto e homossexualistas do partido. A pregação dele foi transformada num vídeo de YouTube e recebeu milhões de visitações.
Depois de sua queda precipitada nas pesquisas de opinião pública, Rousseff deu uma entrevista coletiva à imprensa no final de setembro afirmando que ela é “pessoalmente contra o aborto”, o que ela chamou de “violência” contra as mulheres. Contudo, a explicação dela pareceu ter pouco efeito no resultado da votação de domingo.
Dilma Rousseff, uma ex-guerrilheira marxista que passou três anos na prisão por suas atividades e esteve certa vez implicada no assassinato de um adido militar americano estacionado no Brasil, foi escolhida pessoalmente por Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente ultra-popular do Brasil, para sucedê-lo. Na eleição de segundo turno ela terá um confronto direto com José Serra do Partido Social Democrático Brasileiro, o qual obteve 32% dos votos no primeiro turno. Contudo, o Partido dos Trabalhadores já ganhou a maioria das vagas no Congresso Nacional no primeiro turno da votação, garantindo que a hegemonia do partido continuará, pelo menos no Poder Legislativo do governo.
Veja a cobertura anterior de LifeSiteNews:
Candidata presidencial do Brasil com mais chances de vencer declara-se “pessoalmente contra” o aborto
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/09/candidata-presidencial-do-brasil-com.html
Pastor brasileiro é ameaçado pelo governo por se opor às políticas pró-aborto
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2010/09/pastor-brasileiro-e-ameacado-pelo.html
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/oct/10100501.html
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

8 comentários :

Evelyn Mayer de Almeida disse...

Este país é uma nojeira!
Triste é ver que ainda há cristãos apoiando esta assassina!

Anônimo disse...

Julio o YOUTUBE CENSUROU O VIDEO DO PR PIRANGINE JR, VC SABE DISSO, ESPERO QUE VC ESCREVA ALGO DE PROPRIO PUNHO SE MANIFESTANDO, ESTAMOS FAZENDO NOSSA PARTE DIVULGANDO A TAL CENSURA.

PAULO CESAR CANDIDO

Insurgente disse...

Julio, peço a você que escreva com urgência um texto que resuma toda a luta do PT contra o deputado Luiz Bussuma. Colarei o texto um todas as comunidades do Orkut que eu poder. peço que coloque a disposição todos os dados possiveis que demonstre que o PT é casado com o aborto.

Anônimo disse...

VIDEO EM QUE DILMA CLARAMENTE DEFENDE O ABORTO:
http://www.youtube.com/watch?v=TdjN9Lk67Io&feature=player_embedded

Gylnior disse...

De fato o aborto teve um grande peso na eleição, mais vai chegar um momento que a midia vai cansar e parar de falar, ate porque eles tem poder com a midia. Mais eu gostaria de perguntar a ela o seguinte: Caso ela seja eleita, e o PL122 passe pelo congresso o que ela faria ja que o projeto é do partido dela? Qual a posição dela publicamente em relação ao casamento gay? Esta na hora de começar a colocar outros questionamentos a essa candidata e ver novamente o voto Cristão fazer peso.

paulojuniodeoliveira disse...

Júlio,

tem que haver uma maneira de mostrar esses vídeos para mais gente.

Eles censuraram o vídeo do PR PIRANGINE JR.

Os defensores da Dilma, na internet, estão jogando sujo - estão entrando nas comunidades se passando por pessoas que votaram na Marina, e pedindo para quem votou na Marina, votar na DILMA!

Meu blog: http://paulojuniodeoliveira.wordpress.com/

marcia disse...

Jesus mostrou seu poder!
Continuemos nossa luta sempre apoiados na palavra de Deus!
Paz do Senhor

reginaldo disse...

”Não é só o aborto….a Dilma, seus assessores e o PT perceberam e temeram as muitas campanhas feitas na internet, então temos que fazer campanhas para exigir que ela também se manifeste publicamente em relação a outros temas que envolvem a fé cristã, como : Casamento gay / PLC 122 / PNDH3……e não somente em relaçao ao aborto.”