20 de agosto de 2010

Presidente brasileiro busca criminalizar disciplina física de filhos

Presidente brasileiro busca criminalizar disciplina física de filhos

Matthew Cullinan Hoffman, correspondente na América Latina
BRASÍLIA, Brasil, 16 de julho de 2010 (Notícias Pró-Família) — Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente socialista do Brasil, está propondo mudanças no Estatuto da Criança e do Adolescente que proibirão os pais de dar palmadas ou chineladas em seus filhos ou aplicar qualquer outra forma de castigo físico.
De acordo com o projeto de lei, os pais apanhados dando palmadas ou chineladas ou beliscando seus filhos, depois de um aviso, poderão ser obrigados a receber tratamento psicológico. O caso poderá também ser entregue aos conselhos tutelares, de acordo com a Associated Press.
“A definição proposta se aplica não somente à esfera doméstica, mas também a outras pessoas que cuidam de crianças e adolescentes — em escolas, abrigos, prisões. O projeto está buscando uma mudança cultural”, disse Carmen Oliveira, subsecretária nacional para a promoção dos direitos das crianças e adolescentes.
“Se castigo e cintadas resolvessem o problema, não teríamos corrupção no Brasil. Não haveria tanto crime no Brasil”, Lula afirmou em seus comentários sobre o projeto.
Contudo, Antonio Carlos Gomes da Costa, que foi um dos autores do original Estatuto da Criança e do Adolescente, discorda.
“Eu diria que dar palmadas e chineladas, se aplicadas com juízo e moderação, não são violação de direitos humanos”, ele disse numa entrevista recente. “Por exemplo, se uma criança insiste em colocar o dedo na tomada elétrica, e seu pai lhe diz que isso é perigoso, que não pode, e ela apesar disso insiste, dar-lhe uma palmadinha ou uma bronca forte, que eu penso ser preferível, não é ‘destrutivo’. Castigo é necessário”.
A fim de agir contra pais que usam castigo físico em seus filhos, o governo precisará de pelo menos testemunhas de fora, tais como outro membro da família, ou um colega de trabalho na creche.
A iniciativa anti-palmada de Lula é apenas mais uma ao estilo das políticas anti-família, as quais incluem tentativas de descriminalizar mais o aborto, censurar as redes de televisão a fim de proibir críticas à sodomia e promover a agenda homossexual dentro de instituições internacionais.
Cobertura relacionada de LifeSiteNews:
Governo brasileiro busca remover programação cristã “homofóbica” de TV do horário do dia
http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2009/05/governo-brasileiro-busca-remover.html
Presidente Lula buscará “criminalizar palavras e atos ofensivos à homossexualidade”
http://juliosevero.blogspot.com/2009/04/presidente-lula-buscara-criminalizar.html
Brazilian President Luiz Lula Defends Abortion, Gay Unions
http://www.lifesitenews.com/ldn/2008/sep/08091815.h tml
Organization of American States Approves Homosexual "Human Rights" Resolution
http://www.lifesitenews.com/ldn/2008/jun/08061201.h tml
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesite.net/ldn/viewonsite.html?articleid=10071602
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família o LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

Nenhum comentário :