15 de agosto de 2010

Astro do futebol brasileiro acusado de ordenar assassinato de amante por recusar aborto

Astro do futebol brasileiro acusado de ordenar assassinato de amante por recusar aborto

Thaddeus M. Baklinski
RIO DE JANEIRO, Brasil, 9 de julho de 2010 (Notícias Pró-Família) — Bruno Fernandes de Souza, goleiro, capitão e ídolo de fãs do Clube Atlético Flamengo do Rio de Janeiro, foi preso por suspeita de planejar o assassinato de Eliza Samudio, que foi sua amante numa única ocasião.
Samudio, que foi descrita pelo jornal O Globo como “estudante, modelo e atriz de filmes pornográficos”, estava tentando provar que Souza era o pai de seu filho que hoje tem 4 meses, a quem ela chamava de Bruninho.
Samudio vinha tentando obter uma ordem judicial para teste de DNA para provar a paternidade de Souza do menino, dizendo aos meios de comunicação que depois que ela havia dito ao goleiro que estava grávida dele, ele tentou forçá-la a tomar drogas para provocar aborto e mais tarde tentou levá-la à força para um aborteiro. Em vez disso, ela foi à polícia.
Num relance do mundo muitas vezes sórdido do futebol, Souza, embora tenha confessado que teve sexo com Samudio numa festa com outros jogadores do clube em maio do ano passado, recusou reconhecer que ele era o pai do menino.
“Foi uma orgia. Essas festas são comuns em nosso círculo. Eu estava com ela, todos estavam com ela”, ele disse para a revista Veja antes de sua prisão.
O foco da investigação se voltou para Souza quando seu primo de 17 anos disse para a polícia que ele ouviu Bruno dizer a dois amigos para “resolverem o problema” depois que tinham, por meio de mentiras, atraído Samudio para sua casa de campo perto de Belo Horizonte.
Em sua declaração ele disse para a polícia que testemunhou a mulher sendo amarrada e estrangulada, e então seu corpo foi dado como alimento para quatro Rottweilers.
De acordo com uma reportagem do jornal inglês The Guardian, a polícia crê que Souza atraiu Samudio à cidadezinha fora do Rio de Janeiro onde ela foi surrada, morta por um cúmplice e ordenou que partes do corpo dela fossem dados como alimento aos cães, enquanto o resto foi enterrado debaixo de concreto.
“Bruno esta lá e viu como a mulher estava completamente arrebentada”, Edson Moreira, o investigador de homicídios encarregado do caso, disse para os jornalistas, acrescentando que o jogador de futebol foi um “monstro pelo que fez a essa jovem”.
A polícia prendeu também a esposa de Souza, Dayana Rodrigues, que conforme se descobriu havia planejado o cuidado do bebê da mulher desaparecida na casa de um amigo.
Por sua parte Souza nega envolvimento no desaparecimento de Samudio, e por meio do seu advogado, Michel Assef Filho, disse aos jornalistas que ele está “horrorizado” com as afirmações na declaração de seu primo.
Comentando o caso de Samudio, e o motivo por que tantos jogadores de futebol estão envolvidos em escândalos, o psicanalista Sócrates Nolasco na Istoé disse à imprensa brasileira que aqueles que ganham fama e dinheiro por meio do esporte às vezes são despreparados para compreender as consequências morais de sua conduta.
“Rapidamente ganhando glória e riquezas, eles pensam que podem fazer tudo, estão acima da lei”, disse ele na Istoé.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/jul/10070911.html
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família o LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

Nenhum comentário :