8 de junho de 2010

Falta de juízo de Lula vira piada em Israel

Falta de juízo de Lula vira piada em Israel

Julio Severo
No Brasil, quando olhamos para Lula, não sabemos se rimos ou choramos. Se a falta de juízo dele, que compete com o vasto tamanho do território brasileiro, não produzisse resultados tão devastadores, só riríamos de um grande e presunçoso trapalhão.
Entretanto, as trapalhadas dele estão produzindo resultados. Para proteger o programa nuclear iraniano, Lula fez um acordo entre Brasil, Irã e Turquia. Veja aqui: http://www.youtube.com/watch?v=9-XCYB4rwQY&feature=related
Esse programa está inteiramente nas mãos do homem que diz publicamente que quer varrer Israel da face da terra.
Como foi que o Brasil chegou ao ponto de ter na presidência um homem sem juízo para se aliar ao tarado atômico do Irã?
Para não chorar, Israel fez piada dessa estupidez do presidente que envergonha o Brasil. Veja a comédia neste link: http://www.youtube.com/watch?v=jtUL0repR0o
Vendo a comédia de Israel sobre Lula, dá vontade de rir.
No entanto, vendo Lula na realidade, dá vontade de chorar, pois as tolices que ele comete não são piada nem ficção.
Versão em inglês deste artigo: Lula’s foolishness is joke in Israel  

5 comentários :

Cfe disse...

Dê uma olhada:

http://cachimbodemagritte.blogspot.com/2010/06/kadafi-turquia-o-cavalo-de-troia-europa.html

Não é para publicar o comentário, pf.

Jefferson disse...

Veja isso:

Muamar Kadafi declara: A Turquia na união européia será nosso cavalo de tróia: http://olhonajihad.blogspot.com/2010/06/kadafi-esperamos-turquia-na-uniao.html

Anônimo disse...

Como diz o velho trocadilho: “uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”. Acredito que lula tenha se precipitado por intervir em um assunto tão complicado como esse, mas criticar a atitude pessoal de um governante é uma coisa, agora, referir-se ao Brasil como uma república de bananas que fala espanhol (??????), onde os homens são vagabundos que só pensam em festas e as mulheres “fáceis” e burras que só sabem dizer sim, é de uma atitude infeliz, grotesca, preconceituosa e ignorante (será que eles não sabem que no Brasil fala-se português e não espanhol?) Bem, “humoristas” à parte, a realidade da situação é que, por um lado temos a presença de um chefe de estado de uma república islâmica radical, que por sua vez, além de ter cometido o absurdo de negar o holocausto dos judeus (apesar das inúmeras e incontestáveis provas históricas que o provam) é apenas um “pau mandado” dos aiatolás, que já manifestaram, sim, o desejo de varrer Israel da face da terra, e, é claro, com bombas nucleares isso não seria difícil, dado o pequeno tamanho do território Israelense. Por outro lado vemos, também, a ambição dos países que compõem o conselho de segurança permanente da ONU, encabeçados pelos Estados Unidos, em dominar completamente a região do oriente médio, ambição essa movida principalmente pela cobiça nas reservas de petróleo . Quanto a isso não devemos nos iludir; podemos perceber claramente que os EUA não tem a minima intenção de encontrar uma saída pacifica para o problema em questão. A verdade é uma só: Eles querem a guerra! E por que eles querem a guerra? Porque esta é imprescindível para o controle total da região do oriente médio. O Afeganistão já está dominado. O Iraque também. Agora só falta o Irã. E após o Irã, os EUA, junto com os países do conselho permanente de segurança da ONU, terão o total controle sobre as reservas petrolíferas daquela região. Como já disse, é um negócio complicado escolher entre um e outro lado, pois fica mais ou menos como ter que escolher entre o capeta e o coisa ruim. Quanto a isso apenas temos algo a dizer: que Deus tenha misericórdia dos homens de (verdadeira) boa vontade. Maranata.

“Glória a Deus nas alturas, paz na terra, boa vontade para com os homens!' Lucas 2:14

JOÃO BATISTA JÚNIOR

Renato disse...

João Batista Junior

Percebo que você não vê a situação por inteiro. O grande motor do conflito no Oriente Médio sempre foi a antiga URSS, conforme vários ex-agentes da inteligência soviética já contaram. Talvez você não saiba, mais foi a URSS que mexeu os pauzinhos para provocar a guerra contra Israel em 1973. Isso não mudou depois do suposto esfacelamento do império sovietico. O maior fornecedor de armas para o Iraque na época de Sadan Hussein foi a Russia. É a Russia também que fornece tecnologia para o Irã. Também é fato conhecido que foi a antiga URSS que forneceu recursos à alemanha nazista, antes que o pacto de muitos anos entre os dois países fosse rompido.

Talvez você não saiba, mas a Russia, agora com o controle sobre a Ucrânia, tem imensas reservas de petróleo e gás, e controla a torneira dos hidrocarbonetos para a Europa.

Há muitos anos, sempre ouço as pessoas dizendo que são os EUA que promovem a guerra no mundo. Mas sempre que eu estudo algum conflito mais a fundo, percebo a figura oculta do imperio russo, nas suas diversas formas. E mais recentemente, do império chinês

Estude mais, e compreenda o problema de forma mais ampla. As coisas são muito mais complicadas do que você poderia supor. Você nunca se perguntou porque a ação russa consegue passar tão "despercebida" na imprensa?

Anônimo disse...

Falta de discernimento toootal do nosso presidente.