13 de maio de 2010

Propaganda das antas: Revista Veja reforça tendenciosidades globais

Propaganda das antas: Revista Veja reforça tendenciosidades globais

“É fácil assumir ser anta quando a propaganda sistemática diz que é normal ser anta”

Julio Severo
Em matéria de capa intitulada “Ser jovem e gay: a vida sem dramas”, a revista Veja fez esta semana um grande desfavor ao jornalismo genuinamente justo e imparcial.
Com a experiência que tenho de ter lidado com jovens homossexuais, nunca vi nenhum deles que não tivesse dramas — especialmente abusos sexuais na infância. Mas reconheço que fora dessa realidade de abuso, seria fácil encontrar casos de homossexuais que não tiveram “dramas”: Casos tirados diretamente da cartola mágica ou fruto de uma propaganda tão forte que, se os jovens forem adestrados a se ver como coelhos, coelhos eles serão.
Mas eles não estão sendo adestrados no coelhismo. Eles estão sendo doutrinados no homossexualismo.
No artigo “A geração tolerância”, Veja vai longe, dizendo ter feito uma descoberta “surpreendente”: os adolescentes do Brasil estão “assumindo” o comportamento homossexual de forma mais “natural”.

Propaganda, propaganda e mais propaganda

Na verdade, os adolescentes vivem um contexto social hoje onde a mídia de massa, o governo e as escolas impõem o homossexualismo como normal. Qual deveria ser o resultado?
Veja falou do efeito, mas não falou das causas, nem dos causadores.
Veja foi incapaz ou inepta de ver os jovens entrevistados como vítimas de propaganda. Será que devo me fazer de inocente e insinuar que Veja não sabe de nada e que Veja não tem parte nenhuma nessa propaganda?
O mesmo tipo de propaganda, quando era direcionado para favorecer o comunismo na União Soviética, produziu mais adolescentes que se assumiam comunistas e que viam o comunismo como normal.
O mesmo tipo de propaganda, quando era direcionado para favorecer o nazismo na Alemanha da década de 1930, produziu mais adolescentes que se assumiam nazistas e que viam o nazismo como normal.
O mesmo tipo de propaganda, que agora é direcionado para favorecer a ideologia homossexual, fará o que entre os adolescentes? Diminuição no desejo de assumir a homossexualidade?
Na Alemanha nazista, era moleza um adolescente se assumir nazista, mas ai dele se dissesse que era contra o nazismo!
Na União Soviética, era moleza um adolescente se assumir comunista, mas ai dele se dissesse que era contra o comunismo!
No Brasil socialista e esquizofrênico de Lula, é moleza um adolescente se assumir homossexual, mas ai dele se disser, na escola ou num programa de TV, que é contra o homossexualismo!
Para acabar com a expansão desenfreada do nazismo, foi necessário exterminar a propaganda pró-nazismo, que era um risco para a saúde e formação psicológica e moral dos adolescentes. Dá para se dizer que a propaganda pró-comunismo e pró-homossexualismo merece menos?
Propaganda ideológica sistemática — quer pró-nazismo, pró-comunismo ou pró-gayzismo — mata o bom senso.
Se Veja e outros membros da suprema e imperial classe de escravocratas da mídia resolverem embalar os adolescentes em propagandas pró-cocaína, por que a surpresa “descobrir” depois que a moda entre os jovens é usar cocaína? Como é que esses mesmos auto-intitulados jornalistas “imparciais” poderão ter a cara de pau de dizer que a cocaína é natural entre os adolescentes?

Propaganda desinformadora e formadora de antas

Se a propaganda da Globo, da Veja, das escolas e de outros meios sociais doutrinar que ser anta é normal, por que estranhar ver paradas do orgulho das antas, Frente Parlamentar das Antas e Dia Nacional de Combate a Antafobia? Será de estranhar ver mais e mais adolescentes assumindo “Eu sou uma anta, e com orgulho!”?
Será de estranhar ver jovens repetindo como papagaios “Ser anta é um direito humano!” “Eu nasci anta!” “Eu tenho a orientação cerebral das antas!” “Antafobia é crime!”
Numa sociedade obcecada pelo proselitismo pró-anta, o adolescente seria exposto a todo tipo de bombardeio doutrinário. Nas novelas, um personagem bonzinho e projetado para ser imitado, influenciaria de forma melodramática o público, que diria: “Você viu? O Fernando da novela saiu do armário. Agora ele é uma anta!”
Brincadeiras de lado, o proselitismo realmente existe, e é pró-homossexualismo, o que no final dá no mesmo: é puro proselitismo pró-anta. A verdade é que ao lançar medidas agressivas para formatar a percepção do público sobre a anormalidade do homossexualismo, os escravocratas midiáticos podem ter duas opiniões:
Eles pensam que todos na sociedade são antas e necessitam o cérebro deles — para pensarem e falarem como as antas “elevadas”.
Eles querem transformar a todos na sociedade em antas. A julgar pela matéria da Veja, os resultados já estão aparecendo…
Com o desespero de aprovar o PLC 122, jornalistas esquerdistas da Veja se embalam no próprio “jornalismo” da Globo, que recentemente tentou impor a ferro e fogo na consciência dos brasileiros o projeto moralmente fraudulento que é representado apenas como uma inocente e angelical medida de proteção a quem pratica atos homossexuais. Veja aqui a baixaria da Globo:
Contudo, não podemos culpar Veja de seguir as baixarias da Globo. Até os evangélicos não conseguem resistir à serpente global. Anos atrás, eu estava num estúdio de uma grande TV evangélica, esperando minha vez de entrar no ar.
Enquanto eu aguardava no salão de produção, fiquei fascinado de ver quase todo o pessoal técnico sintonizado — não no seu próprio canal evangélico, mas numa novela da Globo. Quando veio uma cena de nudez e sexo na novela, tive de lhes perguntar se não havia algo melhor para assistir.
Andando por outras salas da emissora, vi outros evangélicos sintonizados na Globo. (O planeta global deve estar em festa neste momento, vendo que os evangélicos, que dizem adorar Jesus, não conseguem deixar de adorar também o deus global!) Mandei recado ao dono da TV avisando do problema, e ele proibiu a Globo na emissora.
Claro que não dá para fazer esse mesmo tipo de proibição nas casas dos funcionários, mas é uma tremenda vergonha chegarmos ao ponto de precisar aconselhar as pessoas a boicotarem a Globo ou a Veja, pois qualquer pessoa moralmente consciente entende a inutilidade dessa pseudo-imprensa, que muito mais deforma do que informa; que muito mais corrompe do que ajuda.
E quando assistimos a Globo ou fazemos a assinatura da Veja, ajudamos a patrocinar a propaganda enganosa, não só a favor da ideologia homossexual, mas também de outras perversões, colaborando para que a sociedade se torne um grande zoológico de antas pervertidas.

O que você pode fazer para não virar anta nas mãos da mídia

O que você pode fazer para enfraquecer essa propaganda que está imbecilizando a sociedade e afetando seriamente os jovens?
No caso da revista Veja, cancele sua assinatura e mande uma mensagem para eles dizendo o motivo do cancelamento.
Envie este artigo para seus amigos que estão patrocinando a propaganda da Veja através de suas assinaturas, para que tenham igualmente o estímulo para cancelá-las.
Aplique o mesmo procedimento para todos os meios de comunicação que se julgam no papel de doutrinadores da imoralidade e formadores de antas.
Então alguém pergunta: o que fazer com o dinheiro da assinatura?
Sugiro colaborar com a Missão Portas Abertas e com a Missão Voz dos Mártires, que ajudam cristãos perseguidos. Com milhares de cristãos sendo perseguidos e torturados no mundo inteiro, para que jogar seu dinheiro na lata de lixo das antas midiáticas?

23 comentários :

Cidinha disse...

Temos que combater isso,pois não sabemos aonde tudo vai chegar,mas qual será o real motivo para quererem que o mundo seja homossexual?Ontem no final do capitulo da novela ,teve um depoimento de um gay dizendo o quanto ele sofreu descriminação junto com seu companheiro para poder adotar uma criança,depois de meses tentando,finalmente eles conseguiram,e estvam ali comemorando.
Vi aquela criança e pedi a Deus não deixar nada de ruim acontecer a ela.
Jesus volta logo !

Tia Cê, a Luz emana de mim disse...

http://www.cleycianne.com/


Julio, como diria Cleycianne: MENAS.

Breno marlen disse...

A mídia é incrível.
Constrói um mundo irreal, onde certos problemas NÃO EXISTEM.
De acordo com ela, a chamada BACTÉRIA GAY não existe. A censura midiática se tornou total nessa questão. Mas quero ver o que ocorrerá quando alguem famoso, como o ator Rock Hudson (AIDS, nos anos oitenta) for contaminado.
Aí a midia tendenciosa terá que se manifestar.

Herberti disse...

A sugestão de usar o dinheiro das assinaturas canceladas para contribuir com organizações de defesa dos cristãos perseguidos pode se tornar mais útil do que imaginamos, pois, pelo andar da carruagem, se a igreja evangélica brasileira não se mobilizar para parar esta avalanche esquerdopata-gayzista, logo os perseguidos, presos e torturados seremos nós mesmos, nas mãos de uma ditadura de marxistas homossexuais!
Deus nos livre!!!!!!

Mergulhando em Deus disse...

Os artigos da Revista Veja vêm de mentes que não entendem mais o que é moralidade e depravação, devido a um processo perverso de desinteresse pessoal sobre as coisas mais profundas, isto é, mais básicas ao ser humano.
Veja valoriza e difunde poderosamente a visão da vida baseada no aqui e agora (materialismo, requezas, bem estar físico, etc.), em suma, no dinheiro.
O problema é duplamente espiritual:
mentes cauterizadas e dominação espiritual, e esses problemas só podem ser resolvidos de maneira espiritual. A Igreja (no mundo espiritual não existem denominações) tem de se levantar, proclamando destemidamente e abertamente na sociedade brasileira as verdades do evangelho original, do Novo Testamento. E isso, sem oração, não terá efeito nenhum, pois é obra espiritual (os alvos são espíritos humanos a ser beneficiados e espíritos demoníacos a ser destruídos).
Se os líderes das igrejas perderam a visão, pelo menos usemos nós dos recursos que Deus nos concedeu. Conforme diz II Coríntios 10:3 - "Porque, andando na carne, não militamos segundo a carne.
4 Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas;
5 Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo..."
(Pelo menos orar no nosso quarto. Isso podemos. A não ser que mais algum de nós que lemos esse blog tenha o poder de difusão do nosso querido irmão Julio Severo)

Anônimo disse...

Amiga Júlio, bom dia!
Como eu disse anteriormente, (que Deus não permita!)"o homossexualismo(detesto ter que escrever essa palavra) vai se tornar obrigatório no Brasil" - vou fugir para o Irã(riso). E todos os héteros serão perseguidos e até mortos, em pró da anormalidade e de um comportamento nefasto. Mas será que todos esses que fazem campanha pro-gay, desejam ter um filho ou neto gay? Como diz meu irmão e eu concordo: gay só bom e normal na casa do vizinho... Eu penso como a professora Edith Modesto, onde ela diz em seu livro: "Muitas mães adoecem e até pensam em suicídio quando descobre que o filho é gay"... A minha mãe tem 79 anos, pergunta a ela, o que ela faria se tivesse um filho gay? Ela diz que colocaria um "certo" tempero na comida "dele" aos poucos... num instante acabaria com a vergonha dela e o martírio dele. Todo dia eu digo: a sociedade brasileira tem que se mobilizar contra essa PRAGA GAY, antes que seja tarde demais, não podemos deixar que essa BACTÉRIA contamine as nossas famílias, a maioria é ainda quem manda... ainda! que pelo que eu estou vendo... isto não vai durar muito tempo, basta apenas a ditadura gay virar lei. Se hoje ainda podemos falar, depois dessa "lei nefasta", teremos que ficarmos mudos. Eu não aceito um filho gay! mas de forma nenhuma! não seria meu filho. Mas não tem rede Grobo certa. O engraçado é que há 25 anos atrás, eu já dizia a meus irmãos e hoje digo aos meus filhos, que a Grobo é a infelicidade e a causadora da destruição da família, e hoje vejo que tenho razão.
Podemos acabar com isse só queremos!

Jurema Cappelletti disse...

Vejamos ´pelo lado prático. Andar na contra-mão não é aceitável, certo?

Mantendo as devidas diferenças, o gay - quando 'em atividade' atua ns contra-mão, entrando por um canal que existe 'para a saída'. O argumento é grosseiro, mas indiscutível: se andar na contra-mão não é aceitável, ser gay também não é.

Fora isso, cada um é dono do seu próprio corpo e com ele faz o quiser, mas não precisa sair pelas ruas divulgando suas preferências sexuais.

Hoje, como você disse, os jovens acham bastante natural. O pior é ver milhares de pessoas, inclusive eles, nas paradas gay, quando jamais se unem para fazer uma mobilização contra a patifaria política.

Mas é fácil de entender. Tais paradas são uma espécie de ôba-ôba. É coomo se fossem uma brincadeirinha.

Anônimo disse...

Uma vez fiz esta pergunta aqui: Será porque que em um Pais onde a maioria absoluta é cristã se deixa manipular por uma barulhenta minoria absoluta ? E por que será que os mesmos cristãs não conseguem mudar de canal ou desligar a TV, e agora cncelar a assinatura ? O calcanhar de aquiles de ambas é a audiência, duvido muito mas muito mesmo que estes meios sobreviveriam uns meses com o boicote dos que amam a Deus. Fica a ideia.
Edinei

᠌ Gabriel Nunes disse...

Olá, Julio.

Tenho notado (e como não notar?) que nos últimos dias têm sido feita uma espécie de campanha-extraordinária pró-homossexualismo na rede globo. Mesmo sem ler as suas últimas postagens notando este facto, eu já havia o notado. A impressão que dá é que eles estão se preparando - ou nos preparando - para quando vier a PL-122 (ou é só o pró-homossexualismo de costume).

Acrescento aos seus dados o programa exibido no último "profissão repórter", foi uma propaganda notabilíssima, e o lobby da militância gay prevaleceu mais uma vez. Veja o programa no link seguinte, será de muita valia para uma futura postagem no "Blog Julio Severo" como complemento da atual campanha pró-gay da Globo:

Parte 1: http://www.youtube.com/watch?v=jhsb870cFSo

Parte 2: http://www.youtube.com/watch?v=zoOdbPtOuTM&feature=related

Parte 3: http://www.youtube.com/watch?v=5DEshpJBP-w&feature=related

Parte 4: http://www.youtube.com/watch?v=rhjwPgKYrZk&feature=related

Eles colocam o homossexualismo como a coisa mais natural do mundo, isso é o revoltante! Evidente que homossexualismo não é normal. É um direito constitucional, mas não é uma conduta fisiologicamente, antropologicamente e naturalmente normal.

Eu espero que aquelas duas lésbicas (no link) não violentem de alguma forma aquela criança - apesar da própria criação por homossexuais já é uma violencia antinatural.

E outra: civilizações que tinham como "normal", e o estado até incentivava tal ato homossexual, essas desaparecem em pouco tempo. Ops, então é provável que haja alguma coisa errada nessa conduta (isso já é assunto para estudo sociológico).

Bom, vamos continuar lutando contra a mentira forçada a entrar nas cabeças de vento brasileiras.

Fique com Deus, Julio!

᠌ Gabriel Nunes disse...

Ops, desculpe-me por alguns erros de português.

www.eyelegal.tk disse...

Pretendemos nos reunir para pedir a vários anunciantes em grupo que reduzam ou retirem seus patrocínios da Rede Globo como meio de forçar o recuo da propaganda homossexual. E por que não Veja.
.
Faça isso você também, telefone ou envie e-mail para os SACs das empresas pedindo que elas retirem sua publicidade da Rede Globo e de Veja em defesa das famílias de seus consumidores.
.
Vamos tentar cortar os investimentos publicitários na Rede Globo e de Veja. A nossa meta é atingir os primeiros 10 milhões de dóláres.
.
Equipe eyeLegal
Rede Global de Direitos Civis
Cidadãos comuns de todos os países podem ser membros.
http://www.eyelegal.tk

Julio Severo disse...

Só deixando claro algo, "praga gay" é sempre a prática homossexual e sua disseminação. Os homossexuais são apenas seres afetados por essa praga. Mas, infelizmente, parece que a sociedade inteira agora está sofrendo a ameaça dessa pragaa.

Anônimo disse...

tenho 49 anos, fui abusado quando criança e ainda tenho as lembranças do momentos vividos, e nem por isso me tornei gay, pelo contrario, sou homofobico e a afirmo todo homossexual é abusador. O que a "veja" e a "globo" faz e construir uma sociedade doente, viciada, drogada, se amor, apenas interesses covarde em um prazer que só destroi, o que contrui na minha vida tem embassamento Biblico caso seria mais um doente na sociedad. Jesus me salvou.
E por aumentar a iniquidade o amor de muitos esfriarar.

Marcia disse...

È de impressionar o apelo pró-homossexual da globo!
Hj conversando com um menino gay, fiquei sem fala qdo ele me disse que 90% da população mundial no mínimo é bissexual e que ser gay hj em dia é muito normal e bem aceito por todos.
Então perguntei-lhe se eu seria uma aberração já que me icluia nos 10%!!!!
Fiquei chocada com a mudança deste menino. Há um ano atrás referiu que preferia ser normal, ou seja, heterossexual...vejam o resultado destas propagandas do politicamente correto !
Sinceramente vejo a maioria dos homossexuais (exceptuando os gaysistas) como pessoas extremamente gentis, solidárias mas muito carentes, pois passam a vida buscando seu espaço. Estão perdidos no meio deste sistema louco!
Somente Deus poderá ajudar os nossos jovens e a nós cabe orar e firmarmo-nos no que a biblia nos ensina.
Paz

Anônimo disse...

Amigo Júlio, boa noite!
Concordo plenamente com esse "anônimo de 49 anos". Eu também sempre fui e sou homofóbico crônico. E tomando por base o depoimento desse anônimo, e pensando da mesma forma, me pergunto: "como nossas autoridades sabendo que homossexuais abusam de crianças, concordam com à adoção"? Isso não tem resposta, é um contraste, é o mesmo que colocar "gatos tomando conta de ratos"(desculpem a comparação). Cada vez acredito que se é gay porque quer... inventam muitas mentiras tentando justificar seu ato abominável, o Mott é "crak" nisso.. diz que Freud falou que ninguém nasce totalmente hétero, desculpas de gays! Só não consigo entender porque querem destruir a família, qual o objetivo disso tudo? Para onde caminhamos? Pelo que vejo, com tantas campanhas que a mídia gay vem fazendo, a sociedade brasileira vai ser sim submetida a "DITADURA GAY(PLC-122/06)" e não vai demorar muito. Meu Deus!!!

Alexandre disse...

Voces viram o depoimento de ontem no capitulo de viver a vida?

Marcelo Sampaio: lutou contra preconceitos e convenções para adotar um filho

http://viveravida.globo.com/Novela/Viveravida/Videos/0,,17544-p-V1262332,00.html

Claudia Nunes disse...

Com diz Arnaldo Jabour "Antigamente o homossexualismo era proibido no Brasil. Depois passou a ser tolerado. Hoje é aceito como coisa normal. Eu vou-me embora antes que passe a ser obrigatório". Vou economizar pra comprar minha passagem pra Conchinchina e orar pra Jesus voltar antes do horário do embarque. Graça e Paz.

᠌ Gabriel Nunes disse...

Marcia,

Conheço duas pessoas (que se dizem bissexuais) que estão afirmando taxativamente que todo mundo é bissexual. Mas o quê é isso? E eles realmente acreditam nisso.

Eu vos digo que não existe arrumação genetica homossexual, logo, isso é impossivel. Ou é "X" ou é "Y", não tem outro. Ainda não sei quanto aos hermafroditas, mas o fato é que não existe cromossomo homossexual.

Marcia disse...

Gabriel Nunes,
O que sei é que até o dia de hj, não existem confirmações científicas a respeito da homossexualidade.
Como não há argumento sustentável neste nível científico, então só nos resta pensar que td se deva ao sistema que indubitavelmente é governado pela "turma" do inferno!
Não sei se todos que comentam aqui são cristãos, se o forem, venho humildemente lembrar que Deus ama a todos inclusive os homossexuais e a nós cabe ajudá-los e nunca odiá-los.
Oremos por eles com muito amor, creio que Jesus assim o faria.
Paz, amor e carinho entre nós.
"muitos homossexuais que são acolhidos com amor nas congregações abandona o ato homossexual e abraça a Jesus, bem como os alcoolatras, os adúlteros os homicidadas ...". Penso que é desta forma que todos os pecadores (quem não peca?) são resgatados, pq Deus é muito bom!

Breno marlen disse...

"Conheço duas pessoas (que se dizem bissexuais) que estão afirmando taxativamente que todo mundo é bissexual. Mas o quê é isso? E eles realmente acreditam nisso."

Eles dizem isso para se justificarem.
Se todos fossem como eles, o comportamento bissexual seria "normal", e portanto justificável.

Anônimo disse...

Caro Julio Sevevero . infelizmente o Brasil é um Pais de "Modismos" e infelizmente a meios de comunicação que insentivam que é como se entrengasem a cada "Pervertidos impotencial" uma especie de Cartão Verde com um disser "faça isto é legal" por isso se vê tantos alcólatras mendigando nas ruas e tantas prostitutas e travestis é fruto de uma libertinagem que somos obrigados a ver na televissão desde a infancia por exenplo
1- um rapaz atlético e cercado por belas moças exibindo o rotulo de tal Cerveja como se esta foste a responsavel pelo seu sucesso ficticio com o mulheril.
2- Meninas que ao ver a "Rainha do rebolado na TV dançando seminua para varios pensara que sera rica se seguir pélo mesmissimo caminho.acaba em um Prostibulo quando não da certo as vezes chega até a cometer Suicidio.
3- agora isso essa revista mostrando que ser gay "e muito Legal" e que ta na moda pois tem muitos que são tambem então vamos la dai quando um pegar HIV ou outras doensas a culpa sera de quem do Estado? ou da Midia?
Fico com segunda opção enquanto a Midia não Criar um conceito Moral e Conservador vai continuar assim.
pois tudo que parece Belo convence facil mesmo que seje a mais Estupida Ilussão...Obrigado

Marcia disse...

Breno,
Sim eles dizem isto p/ justificarem seu comportamento, porém estão sendo manipulados pelo movimento gaysista que se infiltrou em todos os seguimentos da sociedade!!!(veja as mensagens anteriores abordadas aqui neste blog)
A grande maioria entende que nasceu assim, pois estão sendo bombardeados pelo sistema que endossa suas dúvidas iniciais.
Quem não sabe que a fase pré-adolescente é carregada de dúvidas e questionamentos inclusive acêrca da sexualidade?.
Hoje, a mensagem é: Ser gay é e sempre foi normal. Ontem, havia pessoas capazes de auxilá-los qto aos seus questionamentos!
Somente os seguimentos pró-familia ainda sustentam a verdade.
Sempre que possível mencionemos,
com muito carinho, o engano que estas pessoas "homossexuais"estão sendo submetidas.
Deus nos sustentará.

Apontamentos disse...

Olá! Por favor, não se definam de homofóbicos, pois esta palavra pejorativa indica gente que odeia gente e este não é realmente o caso. Acredito que aqui ninguém odeia gente. Nem mesmo odiamos os homossexuais. Apenas não aceitamos a imposição de supervalorização de uma conduta anticristã e execrável. Assim como combatemos os nossos pecados, resistimos à exaltação dos demais pecados. Não somos homofóbicos, apenas não aceitamos que nos obriguem a negar nossa fé, não aceitamos que nos obriguem a negar a Palavra de Deus, não aceitamos que nos obriguem a aceitar o abominável como puro e belo, ou seja, que nos obriguem a negar a própria Bíblia Sagrada, a Palavra de Deus!!!!! Isso sim é violência! Blasfemando e obrigando a todos a serem gays!
Não, não somos homofóbicos. Somos de Deus e amamos Sua Palavra. Somos por isso perseguidos. esses que nos perseguem por nossa fé é que são, na verdade, preconceituosos, arrogantes e vis. Infelizmente estão perdidos e não querem ser encontrados pelo Autor da salvação, pelo Amor Verdadeiro, Deus. É, não querem saber de Deus. Uma pena, uma pena para eles... Mas pode algum vir a ser salvo, basta querer, pois Jesus está com Sua mão estendida, dizendo: vem! Sim, Ele ainda hoje bate à porta...