4 de maio de 2010

Pediatras alertam educadores: atitude “pró-homossexualismo” pode prejudicar crianças

Pediatras alertam educadores: atitude “pró-homossexualismo” pode prejudicar crianças

Kathleen Gilbert
GAINESVILLE, Flórida, EUA, 7 de abril de 2010 (Notícias Pró-Família) — O Conselho Americano de Pediatria está avisando os educadores sobre o modo como eles estão lidando com estudantes que estão experimentando atração de mesmo sexo ou exibindo sintomas de confusão sexual, dizendo que uma atitude pró-homossexualismo pode atrapalhar para pior uma incerteza natural nos jovens.
“Como pediatras, nosso principal interesse está na saúde e bem-estar de crianças e jovens”, Dr. Den Trumbull, vice-presidente do Conselho, explica. “Estamos cada vez mais preocupados com o fato de que em muitíssimos exemplos, a desinformação ou suposições incorretas estão orientando educadores bem-intencionados a adotar políticas que são realmente prejudiciais para os jovens que estão lidando com confusão sexual”.
Essas preocupações são delineadas numa carta e um parecer técnico enviado pelo Dr. Thomas Benton, presidente do Conselho, para todos os 14.800 superintendentes de distritos escolares dos EUA.
O Dr. Benton também os informa sobre um novo recurso via internet, FactsAboutYouth.com, que foi criado por uma coalizão de profissionais de saúde para dar informações factuais para educadores, pais e estudantes sobre o desenvolvimento sexual.
O Conselho lembrou aos superintendentes escolares que é comum os adolescentes experimentarem confusão temporária sobre sua orientação sexual, e que a maioria dos estudantes no final adotará uma orientação heterossexual, se não receberem incentivos contrários. Por esse motivo, os médicos avisaram que as escolas não devem desenvolver políticas que “confirmem” ou incentivem atrações não heterossexuais entre estudantes que podem meramente estar provando ou experimentando confusão sexual temporária.
Tal classificação prematura, disseram eles, pode levar alguns adolescentes a se envolver em condutas homossexuais que trazem graves ricos físicos e mentais de saúde.
Pelo fato de que não há nenhuma evidência física de que alguém nasce gay ou transexual, observou o Conselho, as escolas não devem ensinar ou insinuar aos estudantes que a atração homossexual é inata, sempre dura a vida inteira e é imutável. Pesquisas mostram que a terapia para restaurar a atração heterossexual pode ser eficaz para muitas pessoas.
Family Watch International (FWI), uma organização que defende a família, apoiou a carta dos pediatras e exortou os pais a divulgar essa informação crucial.
“Embora o CAP mostre os fatos para os educadores, cabe aos pais e outros indivíduos preocupados agora levá-los adiante”, escreveu Sharon Slater, presidente de FWI num email para seus apoiadores. “Temos de assegurar que as escolas simplesmente não ignorem os fatos por tais motivos de preconceitos pessoais ou tendências politicamente corretas”.
Arthur Goldberg, conselheiro licenciado e especialista em ajudar pessoas que enfrentam atração indesejada pelo mesmo sexo, disse para LifeSiteNews.com (LSN) que: “Infelizmente antes da iniciativa do Conselho Americano de Pediatria (CAP) de desenvolver o novo site http://www.factsaboutyouth.com e o material factual que eles enviaram para os superintendentes dos distritos escolares, centenas de livros, panfletos, filmes e outros materiais falsos e enganosos foram absorvidos — com o dinheiro de nossos impostos — no sistema de escolas públicas dos EUA.
Goldberg citou como exemplo um livreto distribuído em 2008 pela Associação Nacional de Educação e a Associação Americana de Psicologia intitulado “Just the Facts” (Apenas os fatos), que ele diz foi “disponibilizado para o propósito claro de radicalmente impactar a maneira como as escolas lidam com a percepção sexual e com a conduta de crianças em idade escolar”. O livreto desestimula o debate acerca da terapia para mudar a atração do mesmo sexo, e sustenta a homossexualidade como uma “expressão normal da sexualidade humana”.
Contrário às afirmações do livreto de que a homossexualidade é imutável, Goldberg disse, “há evidência clara e convincente de que muitos fatores podem levar um adolescente à conduta homossexual — inclusive curiosidade, um sentimento de não conseguir se integrar, a experiência de abuso sexual no passado e um desejo de atenção ou a necessidade de fazer parte de um grupo. Os anos da adolescência servem como uma fase de transição quando necessidades afetivas, emocionais e de identificação podem ser facilmente sexualizadas demais”.
“Pelo fato de que o livreto ‘'Just the Facts’ incentive que adolescentes se auto-rotulem prematuramente como gays enquanto outros materiais desse tipo apresentam grandes riscos de saúde, o CAP, como uma organização médica dedicada às melhores práticas de criação de filhos, realizou um importante serviço público ao disponibilizar seu material para superintendentes de escolas, estudantes e seus pais”, disse ele.
Para mais informações, inclusive pareceres técnicos sobre os perigos de se incentivar a homossexualidade em crianças, visite FactsAboutYouth.com
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesite.net/ldn/viewonsite.html?articleid=10040713
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família o LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

8 comentários :

Anônimo disse...

Amigo Júlio, bom dia!
Mas é claro que o CAP está correto, e disso nós pais sabemos. O homossexualismo(aqui pra nós... não gosto de escrever essa palavra) não só prejudica as crianças, como a toda estrutura familiar. Eu mesmo não saberia nunca como lidar com um filho gay, eu não aceito esse comportamento, mas de forma nenhuma. Para me seria uma grande desonra, uma "ignomínia" mesmo. Mas será que a CAP não vai receber nenhuma represaria dos ativistas gays? Se na Inglaterra um cristão foi preso por dizer que homossexualismo é pecado - o todos nós sabemos que é... tudo pode acontecer. Garanto que se o C.Brasileiro Pediatria afirmasse isto aqui, o "Molusco" não iria gostar, já que "ele" e a Grobo pensam totalmente ao contrário. Mas sinceramente, eu fui criança, fui adolescente, e nunca tive essa dúvida...sempre gostei de uma das obras perfeitas de Deus: a mulher(risos), muito menos essa "tal confusão sexual". Tenho casal de filhos, e graças a Deus isso também não aconteceram com eles. Muitas coisas mudaram para pior, a evolução da humanidade atropelou e deixou pra trás os valores morais e de dignidade. O homossexualismo que era combatido e inaceitável, hoje querem que aceitemos como normal(eu não aceito mesmo). A família que sempre foi o símbolo da hora e da dignidade, hoje está "fraca" caminhando para destruição total, já que dois gay ou uma dupla de lésbicas vivendo juntos, podem adotar crianças, e são chamadas de "família". O pior será se essas crianças adotadas por gays, puxarem ao pais(?) ou as mães(?), já que dizem que o ambiente em que as crianças vivem influencia na "orientação sexual"(orientação? era opção... cada dia é um nome diferente... o mais original seria: degradação) delas. É o princípio do FIM!
Um abraço do amigo baiano,
Lúcio

Anônimo disse...

Denunciado ao Safernet por incitação ao ódio contra homossexuais.

Denunciado por exercer a psicologia sem credenciais.

Anônimo disse...

Nao vi nada no texto que incita ao odio contra os homossexuais. Nao sou evangelica mas acompanho regularmente o blog e as pessoas tem que parar de procurar chifre em cabeca de cavalo. Nos vivemos numa democracia na qual todos tem direito de expressar sua opiniao, mesmo que nao concordemos com ela. O blog expressa a opiniao do autor e nao li em lugar algum uma chamada para revolta ou violencia. Alem disso, para se exercer a psicologia deve-se fazer uma CONSULTA com um paciente e oferecer um tratamento. Em nenhuma hora isso ocorreu aqui. O autor apenas cita estudos, ainda dentro de seu direito de livre expressao. Se nao gosta do que ler, nao acesse. Imagino que as pessoas que frequentam o blog estejam mais que satisfeitas em se abster de frequentar sites pro-homossexualismo. Se voce acessou este site, sabendo de seu conteudo, ficou irritado porque quis.

Silvio Ricardo disse...

Quero lembrar que hoje em dia a principal incentivadora e promotora do homossexualismo no mundo se chama ONU.

Leiam aqui: http://www.midiasemmascara.org/artigos/globalismo/11014-onu-promove-sexualizacao-precoce.html

"ONU promove sexualização precoce"

Anônimo disse...

Julio Severo! No Brasil este ano vai ter novamente recenseamento, O Censo 2010.

Mas! Infelizmente por ordem de nosso governo ímpio, o IBGE vai introduzir pergunta sobre "casais homossexuais' no Censo, como também sobre "Raça". A mídia já fala sobre essas perguntas.

Julio! Eu peço a você que ponha a boca no trombone e clame sobre a imoralidade dessa pergunta sobre casal gay.

Não vamos ficar calados sobre ato tão escandaloso, que mancha a imagem do país, povo e IBGE.

Marcelo disse...

A atitude do Sr(a) anônimo em denunciar o blog é típica de bitolados que receberam uma lobotomia de algum movimento esquerdista, liberal, marxista,socialista, comunista.
É incrível como os homossexuais estão sendo usados pela esquerda burra e não se deram conta ainda. Mais uma vez afirmo: o que eles estão tentando implantar vai produzir uma onda de homofobia nunca antes vista no Brasil. O feitiço vai se virar contra o feiticeiro.

Marcia disse...

anônimoo ameaçador ou sócio da safernet!!!!!!
Te identifica para que alguem te processe por tantas ameaças, te informa, te atualiza ou melhor, tenta entender a diferença que há entre informação e insentivo ao ódio!!!!!
Se te incomada ser informado por verdades que não são as tuas, frequente somente os blogs doentes que insentivam a imoralidade!

Que todos os homossexuais saibam, que os cristãos NÂO SÂO HOMOFÒBICOS!
Todos somos pecadores e carecemos das midericórdias de Deus...TODOS!
PAZ

Anônimo disse...

Julio Severo,

Acordem-se os seguidores cegos dos blogs Geniza e Púlpito!

O anônimo que denunciou você é Isaías Medeiros. Você sabem quem é Isaías Medeiros? Ele é amigo íntimo do missionário e pregador Leonardo que ridicularizou e xingou você lá nos blogs Púlpito Cristão e Genizah, lembrou-se?

Eu vi e flagrei Isaías Medeiros atacando muitos blogueiros evangélicos, como você, Newton e outros. Quando Isaías foi denunciado por alguns, o missionário Leonardo defendeu o Isaías. Descubra que os editores dos blogs Genizah e Púlpito Cristão são pró-homossexuais.

Pesquise entre aspas "Isaías Medeiros" na pesquisa do Google, você o achará no blog Púlpito Cristão e Genizah, experimente os comentários dele e clique no nome dele, veja o blog dele, você vai ficar chocado. Ele sendo cristão revoltado, defende o homossexualismo e o socialismo.

Visite o blog do Newton e veja o discurso dele sobre ele e o Púlpito Cristão. Você vai ficar surpreso

Acordem-se os seguidores cegos dos blogs Genizah e Púlpito Cristão!