25 de maio de 2010

Com apenas 1 ano e dois meses de idade, menino é mais alto que a mãe

Com apenas 1 ano e dois meses de idade, menino é mais alto que a mãe

Matthew Cullinan Hoffman
LONDRES, Inglaterra, 30 de abril de 2010 (Notícias Pró-Família) — Amanda Moore, uma mulher de 25 anos que sofre de uma doença óssea paralisante, foi aconselhada por seus médicos a fazer um aborto quando ficou grávida em 2008. Ela só tem 91 cm de altura, e foi aconselhada que seu corpo não conseguiria sustentar um filho.
Contudo, Moore disse que seu amor pelo seu filho era mais forte do que seu medo da morte, e ela decidiu continuar com a gravidez.
Hoje, apenas 14 meses depois do nascimento, seu filho é mais alto do que ela. Com 61 cm de altura, ele é só 20 cm mais baixo que sua mãe. No entanto, pelo fato de que ela não mais pode ficar de pé, ela realmente vê seu filho agigantando-se sobre ela.
“Os médicos me aconselharam a ter um aborto e realmente pensamos nisso”, Moore disse para o jornal Telegraph numa entrevista recente. “Eu não queria morrer e havia uma possibilidade real e provável de que o bebê que estava crescendo dentro de mim me mataria. Mas ao mesmo tempo senti um forte amor crescendo por nosso filho em gestação que eu não poderia simplesmente rejeitar. Ambos queríamos muito este bebê”.
Embora a gravidez dela tivesse sido difícil, o filho de Moore nasceu saudável com 2.495 kg em fevereiro de 2009.
O caso de Moore não é exclusivo. Muitos bebês nasceram de mães muito novas, cuja estatura baixa não as impediu de darem a luz com êxito.
A menina mais nova que se sabe deu a luz foi Lina Medina, uma menina de cinco anos de idade, em Lima, Peru, em 1939. Quando o caso de Medina foi inicialmente relatado por médicos peruanos, médicos americanos expressaram ceticismo, mas hoje seu caso parece ter sido aceito pela classe médica americana também. O filho de Medina nasceu saudável por cesárea, e viveu até os 40 anos de idade, quando morreu de uma doença sem relação com o nascimento.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesite.net/ldn/viewonsite.html?articleid=10043014
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família o LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

Nenhum comentário :