6 de abril de 2010

Ódio muçulmano expulsa judeus de uma das maiores cidades da Suécia

Ódio muçulmano expulsa judeus de uma das maiores cidades da Suécia

Marcus Eilenberg reside em Malmo, uma das maiores cidades da Suécia. Ele é um judeu sueco cujas raízes de família em Malmo são profundas. Seus avós por parte de pai eram sobreviventes do Holocausto e foram acolhidos em Malmo em 1945, quando havia ainda influência evangélica luterana entre os suecos. Os pais de sua esposa fugiram da Polônia comunista na década de 1960 e foram morar na Suécia.
Agora, Marcus, que tem 32 anos e é sócio de um escritório de advocacia, sente que o acolhimento aos judeus está chegando ao fim. Ele, sua esposa e dois filhos estarão mudando para Israel em maio. Outros 15 judeus estão partindo pela mesma razão.
A razão, diz ele, é o aumento de crimes de ódio contra os judeus em Malmo, e uma sensação de que as autoridades locais estão com pouca vontade de lidar com um problema que está mostrando ser uma mancha na imagem de uma Suécia tolerante que acolhe grupos étnicos oprimidos.
Conforme o rabino Shneur Kesselman, 99 por cento das ameaças contra os judeus estão vindo dos muçulmanos.
Há aproximadamente 60.000 muçulmanos em Malmo. O número de judeus é 700 e diminuindo. Duas décadas atrás, era o dobro disso.
Os judeus de Malmo dizem que sentem pouco apoio do prefeito Ilmar Reepalu, um esquerdista que disse para um jornal sueco em janeiro que na opinião dele a onda antissemita estava vindo de grupos da extrema-direita. Ele também culpou os judeus que apoiaram Israel em suas medidas contra o terrorismo islâmico.
Além de culpar os próprios judeus, o prefeito diz que é preciso levar em consideração a discriminação contra os muçulmanos que vestem roupas islâmicas. Ele diz: “Eles são expostos a todos os tipos de preconceito”.
O líder de mesquita Becirov usou linguagem semelhante, dizendo que os “muçulmanos também são expostos à islamofobia”.
Ele fez uma lista de incidentes contra sua mesquita depois dos ataques terroristas islâmicos contra os EUA em 11 de setembro de 2001.
Traduzido, adaptado e editado por Julio Severo a partir de matéria do jornal americano Washington Times.

9 comentários :

Maximiano Henrique Rebequi dos Santos disse...

Saudações
Judeus e Muçulmanos em conflito na Suécia?
Nunca pensei que isso poderia acontecer!
Quando penso na Suécia, me vem à cabeça a prosperidade e a ordem da sociedade sueca, as lindas suecas louríssimas, a bela história desse país que gostaria de conhecer um dia, mas nunca uma coisa dessa!
Fiquei pasmo ao ler esta notícia aterradora,que mundo maluco esse não?
Bom, como sempre, fico do lado dos perseguidos, sendo eles Judeus ou Muçulmanos, no caso os Judeus.
Mas Júlio, os maiores inimigos dos Judeus são os Judeus de esquerda (revolucionários), aqueles que não cumprem a lei divina tornando-se conciêntemente falsos Judeus, destruindo o Judaísmo a partir de dentro.
Um Judeu que cumpra a lei divina na sua integridade, não pode ser um revolucionário, pois, vive de acordo com a tradição Judaica (excluo o Talmud).
Esse Judeu que cumpre com os 10 mandamentos e vive de acordo com os preceitos da lei, está mais próximo de Deus e também de uma possível conversão a Cristo, que é o messias
o Rabi, o maior Rabi.
No caso dos Muçulmanos, se estes prejudicam de alguma forma a algum Judeu, somente pelo fato de ser Judeu, cometem Haran (pecado).
Há uma mão invisível por trás de tudo isso!
Não gosto de ver guerra entre Muçulmanos e Judeus, acredito que o sangue humano não deve ser derramado, mas se esta ocorrer, ficarei ao lado do inocente, seja qual for.
Um abraço em você Júlio e em sua família!
Que Deus abençõe todos vocês!

Anônimo disse...

Denunciei você no Safernet por incitar ódio contra islâmicos.

Alahu Akbhar!!!

Anônimo disse...

O anti-semitismo é latente nos meios de comunicação,só se divulga
notícias negativas sobre o povo judeu,sendo negado até o direito de legítima defesa.Quando o mesmo é perseguido,oprimido,calam-se.
O verdadeiro INIMIGO da humanidade
são os islamitas,que tal qual os
comunistas(fracassaram em seu proje
to)tem um projeto de dominação mundial.

Lins disse...

Julio,

Será que o Caio se arrependeu de apoiar o Lula?
Dá só uma olha neste link que encontrei a partir de um comentário feito em um artigo do MSM:
http://www.caiofabiofilho.com.br/2009/conteudo.asp?codigo=05839

Renato disse...

Bem feito!

A isto se dá o nome de justiça poética.

Ora os judeus são os mentores, os pais e os dirigentes da esquerda, toda a esquerda mundial é basicamente comandada por judeus.

Quem criou a idéia do anti-racismo, da tolerância religiosa e do politicamente correto na Europa? Os judeus. São eles e os maçons que no final da linha estão por trás de tudo isto. Todo o pensamento esquerdista europeu e americano é comandado pelos judeus. Se eles de fato quisessem poderiam acabar com a esquerda europeia, levaria tempo e a coisa ainda continuaria por inércia, mas eles acabariam com ela. Mas não fazem isto.

Estão agora recebendo o que plantaram. Quem foi que implantou a idéia de que a Europa deveria se abrir para outras raças? Judeus. Quem foi que implantou a campanha para que a Alemanha e os outros paises europeus não fossem mais uma unidade etnica? Judeus. Grite na europa que esta deve ser exlusiva para o sangue europeu, e veja quem será o primeiro a denunciar anti-semitismo e querer acabar com a sua vida.

Bem feito judeus. Foram vocês mesmos que trouxeram os muslins, ou os esquerdistas crisdos por vocês, e que hoje fujiram ao seu controle. Agora aguentem, porque os muslins não serão parados pelo pensamento politicamente correto que vocês mesmos criaram. Isto não os protegerá deles.

Maximiano Henrique Rebequi dos Santos disse...

Saudações
Aqui no Brasil, não se tem mais liberdade ampla de expressão e consciência, vivemos uma ditadura se implantando.
Idiotas e pilantras há entre os Judeus, Muçulmanos, Católicos, Ateus e nos demais grupos humanos com embalagem bonita e conteúdo vencido!
Gostaria muito de dar nome aos bois, dizer quais são dentre esses grupos e outros,quais indivíduos apodreceram.Mas faria isso somente se estivesse em um país que garantisse a liberdade de opinião!
Ser é diferente de parecer ser, de modo que os hipócritas me calam.Camaleões morais infestam a humanidade, mudando de embalagem, porem,continuando com conteúdo vencido.
Rezo pelos Muçulmanos, Judeus enfim todos, para que conheçam a VERDADE.
A VERDADE é uma só!

Aprendiz disse...

REsposta ao Renato anti-semita

Você enche a boca para diser "os judeus". Pois então pense no seguinte: A imensa maioria dos judeus (como a imensa maioria de qualquer etnia) não é um "intelectual orgânico". a imensa maioria está nas mais diversas profissões, apenas a minoria pertence à "classe falante", que é o verdadeiro motor da construção da ditadura global.

Portanto, o primeiro erro que você comete, é julgar todos os judeus por aqueles que aparecem (que são justamente a classe falante). A imensa maioria da classe falante, qualquer que seja a etnia, é esquerdista, isso é uma característica sua. São , em geral, pessoas de personalidade incompleta, meio adolescentes, que ao mesmo tempo que posam de "independentes", querem segurar na barra da saia do estado-baba.

Em segundo lugar, você atribui TODA a ação esquerdista aos judeus, o que é uma distorção grave. Ocorre que, por ter uma maior proporção de representantes na classe falante, fica a impressão de que toda ela é composta de judeus. Isso é falso. Há uma imensa quantidade de ativistas de esquerda não judeus.

Talvez você não saiba, mas o grupo que tinha maior representação proporcional entre as guerrilhas que se opunham ao estado soviético eram os judeus.

Quanto ao ocidente, os frankfurtianos eram judeus. Mas sua estratégia só foi vencedora por contarem com um imenso apoio de outros agrupamentos de pessoas, menos visíveis. Alguns judeus, que faziam as "relações públicas" do estado do anti-cristo, ficaram com a fama. As forças ocultas que os sustentaram, desses ninguém fala.

Seja mais sensato e mais ponderado. Tem muito judeu se opondo ao governo do pt no Brasil, às ditaduras comunistas de Chaves e Evo, mas desses você esquece.

FERROMODELISMO disse...

Gostaria que o pregador de ódio que apareceu por aqui denunciasse ao pt-no-safernet o ódio que ele prega contra tudo e contra todos. Quer dizer que quem prega ódio não prega ódio, quem é sofrido com pregação de ódio é pregador de ódio. Vá se catar o alahu dos quintos!

Anônimo disse...

muçulmano onde vai so quer confusao, terrorismo, mulheres eles nao respeitam, crinaças sao tratdas como mulhaeres, muçulmanos vivem na idade da pedra e prala devem voltar!!!