7 de fevereiro de 2010

Mãe de ex-âncora da Fox News considerou aborto depois de ser estuprada

Mãe de ex-âncora da Fox News considerou aborto depois de ser estuprada

Matt Anderson
19 de janeiro de 2010 (Notícias Pró-Família) — Neste sábado passado, Kelly Wright, o ex-âncora do programa Fox & Friends, falou com Mike Huckabee em seu programa Fox News sobre a decisão de sua mãe de dar a luz a ele apesar de ele ter sido concebido em estupro. Kelly esteve no programa para promover seu recente livro “America’s Hope in Troubled Times” (A esperança dos EUA em tempos de dificuldade).
Em seu recente livro, Wright descreve como sua mãe foi estuprada quando tinha 16 anos, e como ele foi o resultado desse estupro.
Chamando o modo como ele veio ao mundo de “bem diferente” Wright explicou que no verão de 1954 sua mãe havia se tornado amiga íntima da jovem esposa de um pastor. Um dia, a mãe de Wright foi até a casa da amiga para ir fazer compras, Contudo, sua amiga já havia saído, e quando a mãe de Wright entrou na casa do pastor, ele a estuprou.
Wright explicou que não havia nada que sua mãe pudesse ter feito contra o pastor porque “seria a palavra dela contra um respeitável membro da comunidade”.
“Para resumir uma longa história, ela foi em frente e continuou a pensar que tudo estava bem, mas então descobriu que estava grávida”.
Quando a mãe de Wright descobriu que estava grávida, lhe ofereceram aborto como saída. No entanto, em 1954 o aborto era ainda ilegal, e Wright reconheceu que ela correria grande risco fazendo um.
Entretanto, a principal razão por que a mãe de Wright escolheu não deixar que fosse realizado um aborto nela foi seu desejo de ter filhos. Wright cita sua mãe, que disse: “Isso é Deus me dizendo que este pode ser o único filho biológico que terei”. E acabou acontecendo que a mãe de Wright estava certa, e Kelly seria seu único filho biológico; a irmã de Kelly foi adotada.
Kelly Wright, além de ser correspondente da Fox News, é também agora pastor. Ele diz: “Isso bem mostra como Deus estava tendo cuidado de mim e eu tinha um propósito pelo qual viver”.
Mike Huckabee, que também é pastor, comentou depois que Wright contou seu testemunho: “Para todos nós que conhecemos você, se não fosse pela graça de Deus e sua mãe tendo feito outra escolha, você e eu não estaríamos tendo esta conversa”.
“É a maior afirmação do motivo por que é importante valorizar toda vida como tendo valor e importância. E você acabou de demonstrar isso vividamente para nós”.
Kelly Wright tem trabalhado no jornalismo desde que entrou no exército em 1977. Ele cobriu tais notícias como a guerra no Iraque, as eleições presidenciais de 2004 e a morte de Terri Schiavo. Num perfil biográfico para a Fox News, Wright disse que a pessoa que teve mais influência em sua vida foi sua mãe, June Lorraine Overton.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/jan/10011906.html
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família o LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

4 comentários :

Anônimo disse...

Julio: A Paz de Cristo!

Gostaria de lhe chamar a atenção para um erro de digitação. Veja:
Mike Huckabee, que também é pastor, comentou depois que Mike Huckabee contou seu testemunho:[...]. O nome Mike Huckabee aparece uma segunda vez onde no original está Wright:
"Mike Huckabee, a pastor himself, commented after Wright told his story [...]".

Julio Severo disse...

Muito obrigado! Já corrigi.

Anônimo disse...

De nada, Júlio!

Esse texto mostra como toda pessoa é amada e querida por Deus. Deus nos amou primeiro, como diz São João Evangelista, por isso cada um de nós existe.
Também podemos ver pelo texto, a importância da vocação pessoal de cada um; cada um tem uma missão intransferível neste mundo. Cada um faz a diferença neste mundo.

paulo silveira disse...

Tive tio-bisavô que tecnicamente foi filho de um estrupo praticado por um trisavo meu.
O meu trisavo obrigou a moça a fazer sexo com ele, mas sem violencia ou morte,
A mulher deu então o nome de meu trisavo á criança.
meu tio morreu com 93 anos e era muito querido e teve muitos netos.