24 de fevereiro de 2010

Incidente de cruz no espaço satânico da Academia da Força Aérea

Incidente de cruz no espaço satânico da Academia da Força Aérea

Peter J. Smith
COLORADO SPRINGS, Colorado, EUA, 4 de fevereiro de 2010 (Notícias Pró-Família) — A Academia da Força Aérea dos Estados Unidos em Colorado Springs estabeleceu um círculo pagão nas matas de seu campus com planos de dedicá-lo oficialmente em março. Contudo, o local gerou nova polêmica, pois os membros da Força Aérea revelaram que uma grande cruz de madeira foi encontrada no local, e alguns estão chamando a colocação da cruz como “crime de ódio”.
A população de pretensos pagãos é uma percentagem minúscula dos 4.000 cadetes da Academia. O sargento Brandon Longcrier disse para a Associated Press que ele tem de oito a dez cadetes que regularmente freqüentam as reuniões de segunda-feira, dos quais seis ou sete ele descreve como pagãos devotos. Um número adicional de 15 a 20 ele descreveu como interessados.
Embora os neo-pagãos afirmem ter uma conexão com as antigas religiões pagãs que outrora dominavam a Europa antes do surgimento do Cristianismo, seu reavivamento só começou no século XX, principalmente na época depois da 2ª Guerra Mundial. A Wicca — a religião da bruxaria moderna — decolou na Inglaterra na década de 1950 depois da revogação das leis contra a feitiçaria, antes de se propagar para outras partes do mundo de língua inglesa. Organizações neo-druidas também começaram a aparecer ao mesmo tempo em que as convulsões culturais da revolução sexual estavam ocorrendo no mundo ocidental
A Academia da Força Aérea defendeu sua política de abrir espaço para a bruxaria em seu campus como expressão de seu compromisso para com a liberdade de religião dos cadetes. No entanto, os críticos respondem que a medida representa mais uma rejeição da herança judaico-cristã dos Estados Unidos, e faz pouco sentido, considerando que os números dos reais neo-pagãos na Academia são minúsculos comparados com outros seguidores de religiões não cristãs, tais como o islamismo.
Mas o fato de que uma grande cruz de madeira foi colocada anonimamente no círculo neo-pagão varias semanas atrás provocou tumulto na Academia. O local pagão exibe dois círculos concêntricos de grandes pedras que foram instaladas num monte arborizado dentro do campus. O círculo está com data marcada de inauguração para 10 de março.
As autoridades da Academia da Força Aérea — que ainda não sabem quem colocou o símbolo cristão no local pagão — condenaram o ato, e estão investigando a questão como “crime de ódio”.
“Considero isso igual ao caso de alguém que fez pichações na Capela dos Cadetes”, disse em declaração preparada o superintendente da Academia, o tenente general Mike Gould.
Mikey Weinstein, fundador da Fundação de Liberdade Religiosa Militar e formado na Academia em 1977, foi o primeiro a divulgar o caso, dizendo que um de seus clientes havia encontrado a cruz feita de travessas de ferrovia no local. Ele comparou a presença da cruz no círculo pagão como o equivalente de uma suástica num centro judaico.
Mas Bill Donahue, presidente da Liga Católica, denunciou a reação das autoridades da Academia como “estereotipada” e declarou que eles estão indo longe demais ao tratar o incidente como “discurso de ódio”. Donahue declarou que se ele achasse outro símbolo religioso colocado num lugar católico, ele se queixaria. Entretanto, a comparação de Gould de que uma “cruz num lugar pagão equivale à pichação de uma igreja” lhe pareceu ofensiva, pois o superintendente da Academia “não viu diferença entre neutralizar um símbolo religioso e destruir propriedade religiosa”.
“Isso é mais do que destrutivo — é um brutal insulto para católicos e evangélicos”, disse o líder católico de direitos civis. Em vez de seguidores da Wicca e outros neo-pagãos sofrendo perseguição na Academia, Donahue disse que um relatório da Academia em 2005 revelou que os católicos e evangélicos é que estão se queixando oficialmente de sofrer intolerância religiosa.
“Esses comentários aumentam a atmosfera assustadora que católicos e evangélicos são obrigados a agüentar”, disse Donahue. Ele acrescentou que vai levar a questão aos membros da comissão das forças armadas da Câmara dos Deputados e do Senado, tal qual fez em 2005.
“Precisamos saber o motivo por que a hipersensibilidade aos não cristãos se transformou em insensibilidade para com os cristãos”.
Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com
Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2010/feb/10020411.html
Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a “Notícias Pró-Família”. Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para “NoticiasProFamilia.blogspot.com”. O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família o LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

3 comentários :

Rosângela, uma das danielas timóteas disse...

Olá, querido irmão! Excelente postagem. Peguei, tá?
Jesus te encha cada vez mais dEle mesmo.
Quem tem Jesus tem tudo! Quem não tem Jesus pode ter tudo que não tem nada!
Um abraço cheio de Jesus Rei Grandão andando em nosso meio com Cetro de Equidade e Manto de Santidade.
Irmã Rosângela

Rosângela, uma das danielas timóteas disse...

Veja aqui, manso Julio!
http://serjumentinho.blogspot.com/2010/02/incidente-de-cruz-no-espaco-satanico-da.html

Anônimo disse...

Julio, um caso novo de pedofilia envolvendo um funcionário do Flamengo-RJ. Parece que esse funcionário é homossexual.

Magno Malta está no Rio de Janeiro investigando pessoalmente.