13 de janeiro de 2010

Direitos desumanos

Direitos desumanos

Desumano decreto presidencial engana o povo com medidas opressivas e ditatoriais

Julio Severo
Bem ao estilo soviético, Lula mostrou todas as suas unhas vermelhas, dos pés e das mãos.
Seu decreto presidencial de “direitos humanos” (Decreto 7037, de 21/12/2009, 3º Plano Nacional de Direitos Humanos), pretensamente feito com a aprovação e consenso do povo, viola os mais importantes direitos dos cidadãos brasileiros, dando para o mal a capa de “direitos humanos” e despindo a maior parte da população de seus legítimos direitos.
Para quem não sabe, na União Soviética, o maior modelo prático de socialismo do mundo, tudo era feito “no nome do povo”. Os tribunais, que condenavam inocentes e protegiam os criminosos do partido único, eram os tribunais “do povo”. Reagir contra essa “justiça” era considerado crime contra o próprio povo. O povo inocente era condenado em seu próprio nome!
É óbvio que toda essa conversa “do povo” e “para o povo” era na verdade apenas a dissimulação da própria arbitrariedade estatal. O Estado podia livremente violar direitos sob a desculpa de estar agindo “nos melhores interesses do povo”.
Não muito diferente, o governo socialista do Brasil alega sempre estar agindo “nos melhores interesses” dos pobres, ou dos oprimidos, ou dos deficientes, ou das mulheres, ou dos negros e agora dos gays — na mais avançada e modernizada malícia marxista.
Os comunistas soviéticos cometeram horrendos genocídios — tudo em nome dos melhores interesses do povo. Hoje, a sede de sangue e de aniquilação moral e ética vira, no decreto de Lula, defesa dos “direitos humanos”: aprovar o aborto, legitimar a prostituição, legitimar como “casamento” a conjunção carnal de dois homens moralmente pervertidos, legitimar como “cultura” a imposição das religiões afro-brasileiras nas escolas, deslegitimar e condenar os símbolos cristãos em estabelecimentos federais, canonizar terroristas comunistas, etc.
Em meu artigo Presente das Trevas, publicado no dia 22 de dezembro de 2009, alertei o Brasil que enquanto todos estavam descansando e curtindo a família e o feriado, Lula e seus camaradas estavam armando sua desumana bomba de “direitos humanos”. A bomba, entregue como decreto presidencial em 21 de dezembro de 2009, terá efeito devastadoramente letal se a população não se manifestar com força e coragem.
Se o decreto vermelho e moralmente invertido de Lula prevalecer, todos terão “direitos humanos” no Brasil, até “ratazanas”. Todos, menos os inocentes. Seu decreto na verdade decreta a extinção da moral, da ética, da propriedade privada, da liberdade de expressão e, com a aprovação do “casamento” gay, da liberdade religiosa.
O decreto de Lula estabelece várias medidas recheadas de malícia ideológica no mais elegante estilo soviético de distorção das palavras e da realidade, apresentando como “direitos humanos” as seguintes aberrações:
* A profissionalização da prostituição.
* O controle da imprensa e da internet.
* O banimento de símbolos cristãos nos estabelecimentos públicos.
* A promoção das religiões afro-brasileiras como “cultura” dos descendentes dos escravos trazidos da África.
* A descriminalização do aborto.
* A legitimação do “casamento” gay e de adoção de crianças por esses “casais”.
Nada disso se parece, nem de longe, com direitos humanos para uma mente minimamente normal. Mas quando os anormais estão no poder, o que se pode esperar?
É claro que, mesmo sem esse decreto, Lula e seu governo já estavam lutando para avançar cada uma dessas metas. O propósito do decreto é simplesmente passar por cima de toda a resistência do povo e fazê-lo engolir de uma vez tudo o que já foi decidido, selado e aprovado pelos “tribunais do povo”.
Li hoje que, na classificação da Missão Portas Abertas, o país que mais persegue e mata cristãos no mundo é a Coréia do Norte. Em segundo lugar está o Irã — o mesmo Irã cujo presidente odiador de Israel mantém amizade com Lula.
Lula se lembrou alguma vez de mencionar para Mahmoud Ahmadinejad que matar cristãos é violar direitos humanos? Lula se lembrou de fazer um justo decreto presidencial condenando Ahmadinejad e seu governo por crimes e abusos de legítimos direitos humanos contra os cristãos do Irã?
Essa é a essência da ética de Lula e seu governo, que usam e abusam do termo “direitos humanos” para defender e homenagear até terroristas comunistas, inclusive roubando dinheiro do povo brasileiro para escandalosas e injustíssimas indenizações. E o decreto presidencial dele ordena a transformação desses criminosos em heróis. E adivinhe quem vai ser rebaixado e humilhado para a categoria de criminoso e “violador de direitos humanos”? Não, não vai ser Ahmadinejad.
Para Ahmadinejad, Lula e seu desgoverno demonstram carinho, respeito, consideração, etc. Para os inimigos da arbitrariedade estatal travestida de “direitos humanos”, o peso da “justiça” dos tribunais “do povo” ou dos “direitos humanos” — tanto faz. Os iminentes tribunais anti-“homofobia” darão amplas demonstrações dessa arbitrariedade.
Lula já decidiu: os cadáveres mutilados e estuprados dos cristãos torturados e massacrados no Irã não têm valor nenhum para a sua ambiciosa agenda ideológica. Não haverá pois nenhum decreto presidencial em defesa dessas ou outras reais vítimas de violações de direitos humanos.
A esquerda malvada continuará aplaudindo e apoiando Lula com Ahmadinejad, Fidel Castro, Hugo Chavez e outros autênticos violadores de direitos humanos. E continuará aplaudindo seu decreto presidencial, que garantiu um Natal vermelho — uma vermelhidão tenebrosa que, se não houver resistência e luta, estenderá suas nefastas conseqüências por muito tempo. O feriado do Natal passou, mas ainda estamos engasgados e passando mal com o decreto do mais puro e imoral néctar soviético.
Como sempre, o povo espera, de mãos estendidas, presentes e favores do governo, com a ilusão de que o governo é a fonte de todas as soluções. Mas o governo brasileiro não é papai-noel. E mesmo que fosse, seria também ficção, não realidade. A única realidade inegável é que os imensos problemas éticos e morais que o Brasil está enfrentando têm como maior causa o próprio governo. O decreto de Lula é a prova mais viva do que um mau governo pode fazer contra seu próprio povo, em nome do próprio povo!
Contudo, há esperança: o povo que elegeu essa vermelhidão tem sempre o direito democrático de derrubá-la.
Versão em inglês deste artigo: Inhumane rights
Versão em espanhol deste artigo: Derechos inhumanos
Leia mais:

30 comentários :

Ricardo disse...

Julio, Maranata, Maranata, Maranata, Vem Senhor Jesus, volta logo, vem buscar a noiva. Julio, está dificil. Os caras do poder não se cansam, é uma investida atrás da outra, é pl 122, é plano de direitos humanos, tentam nos meter goela abaixo suas vocações totalitárias e satanicas a todo custo, mal se arquiva um projeto de lei odioso e eles já vem com outro. Parece que a grande tribulação esta à porta. Jesus nos salve.

Anônimo disse...

Julio

Eu realmente fiquei horrorizado quando fiquei sabendo desse decreto presidencial a respeito dos "Direitos Humanos"... Ontem eu ouvi em um telejornal que Lula o assinou sem ler...
É sempre assim com esse presidente... Se uma medida se torna impopular, ele simplemente se exime de qualquer responsabilidade... É sempre "eu não vi", "eu fui traido", "eu não li", etc...
Eu sempre me pergunto como um sujeito igual a essa pode ter 85 porcento de aprovação popular... Acho que isso prova que não é só o governo que tem culpa no atual estado deplorável do pais... O povo é igualmente culpado... Lula não tomou o poder a força, mas foi eleito e re-eleito... Acredito que todas as calamidades que o pais está enfrentando é reflexo disso... Estão acontecendo desastre com dezanas de mortos por todo o pais e o Brasil vai pagar muito caro se não se arrepender e tirar do poder esse pcc engravatado que se autodenomina "partido dos trabalhadores"...
Continuo achando que todos os cristãos que realmente se importam com esse pais e seu povo devem orar diariamente para que Dilma Rossef não seja eleita... Somente Deus pode livrar esse pais desse horrivel desastre...
Admiro muito seu blog e seu trabalho...
Deus o abençoe...

sds

Sandro

Charles A. Müller disse...

Olá Julio, me chamou a atenção que justo uma lei que "diz" NÃO discriminar nenhuma religião, acaba dando ênfase (preferência) a uma específica (afro), vide pg. 39, Objetivo VI d).
E mais, em nome do "Estado laico" se comete uma terrível afronta aos direitos humanos (no estilo Cuba, URSS, China e Alemanha Oriental) que é a restrição da liberdade religiosa (que lembro estar garantida na Constituição Brasileira), proibindo símbolos religiosos em locais públicos (na mesma pg do texto). Não sou católico, mas concordo com as palavras do Sec. Geral da CNBB, ao dizer "daqui a pouco teremos que demolir a estátua do Cristo Redentor". Não me curvo às estatuetas de Cristo nos Fóruns, mas respeito, não considero uma ofensa. Acho culturamente importante termos Bíblias em tribunais, escolas e bibliotecas públicas. Isso sem falar dos mecanismos de "controle" da Imprensa. De "humanos" esse programa nada tem, muito menos de democrático, já que querem calar o povo.

Anônimo disse...

Olá, Júlio e cristãos autênticos!

Estanos nos últimos tempos. Bíblia já disse que o mundo fica sob o controle do maligno. Isso é urgente e importante!
Vocês se sentem preparados espiritualmente? Se não, comecem! Preparem-se espiritualmente! Mas como? Ore mais, ore, ore, leia, leia, leia, jejue um pouco, medite, não caia na tentação. Deixe os seus pecados. Não deixe pessoas te ntentarem e fazerem te pecar.

Faremos de tudo para sermos arrebatados!

Quando formos arrebatados, este mundo passará por tribulações terríveis iguais às do filme 2012, que catsigá-lo-ão por causa dos pecados, assim como, Sodoma e Gomorra foram destruídos com castigo por fogo e enxofre.

Os Illuminati, os maçons e os socialistas acham que as riquezas e a Noruega salvam-nos e protegem-nos dos perigos, mas eles estão enganados, eles morrerão afogados por lago de fogo que cobrirá o planeta que clamará muito a Deus por causa da abundância dos pecados e dos crimes hediondos e hostis.

Anônimo disse...

Por trás da tão propalada MENTIRA
do Estado laico,jaz a intenção sub-
reptícia da corrente ateista de impor os seus dogmas.
Todo socialista,comunista e asseme
lhados tem o viés anti-religioso e
anti-americano,na verdade é um dogma já arraigado(religioso).
O que eles querem é o reino desse
mundo por seculu,seculors,já tem
sua bíblia Der Kapital,seu deus Karl Max,que dão suporte à sua seita.Que lhes falta mais?

Felipe Monteiro de Carvalho disse...

O problema não é derrumar a vermelhidão, o problema é quem colocar no lugar deles!!! Fiz uma pesquisa e não encontrei um único partido abertamente contra os gayzistas =( Estamos completamente desamparados. Podem até haver candidatos cristãos, mas sem um partido isso conta quase nada.

Gylnior disse...

Glória a Deus porque ele sempre tem uma palava para nos confortar: Mt 5:10 Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;

Anônimo disse...

Já estava escrito que nós, cristãos verdadeiros, seríamos perseguidos em tribulação.

Mas devo lembrar aos denunciadores, que a maior denúncia foi dada: Deus arrebanhará seus filhos, os cristãos autênticos, entregando as criaturas injustas e abomináveis ao inferno.

São criaturas, e de forma alguma filhos de Deus, os gays nazistas, os satanistas (e nazistas) da cultura "afro", os islâmicos que cultuam o falso profeta, os idólatras que amam suas estátuas de gesso.

Nós,como filhos de Deus, seremos arrebanhados em justiça, e as criaturas injustas e abomináveis denunciadas diante do Senhor!!

Anônimo disse...

Denunciado no Safernet por incentivar o ódio contra diversos grupos.

Meu, pára com isso. Vai fazer algo útil para humanidade ao invés de ficar fazendo campanha de ódio na internet...

Me diga uma coisa. Você tem namorada? Você tem filhos? Você passeia? Você pratica esportes? Você transa?

Anônimo disse...

"Me diga uma coisa. Você tem namorada? Você tem filhos? Você passeia? Você pratica esportes? Você transa?"

Ahahahaha...

Só rindo desses palhaços, mesmo. Eles acreditam que quem discordo do pensamento imbecil deles deva ser uma pessoa frustrada, infeliz, atrasada, etc.

Que mentalidade mais pueril!

Alexandre

willf disse...

Faltam onze meses para esses canalhas saírem do poder. Claro que torço para que a ex-terrorista não vença as eleições, pois, senão, ela ressuscitará vários desses decretos imbecis oriundos dos arcabouços bolivarianos.

Guilherme disse...

Meu, pára com isso. Vai fazer algo útil para humanidade ao invés de ficar fazendo campanha de ódio na internet...

Criticar uma medida totalitária do governo é discurso de ódio agora. Novilíngua neles!

O mais legal é a parte do "Meu, pára com isso.".
Como não tem argumentos já estão começando a implorar. "Por favor, fica quieto. A gente sabe que você não fez nada de errado, mas fica quieto, por favor."


Não é à toa que as denúncias da Safernet dão em água. Ela está atolada de denúncias como essa, que não tem nada de errado. Denunciar tudo a todo instante só atrasa as denúncias que poderiam dar em alguma coisa.

É como quando denunciam por comment, ou por colar texto de outro site.

São tão viciados em Ad Nauseam que não percebem que isso atrapalha a burocracia deles.

Verônica disse...

Senhor Julio Severo,
Venho com todo respeito expressar minha opinião, ela discorda de sua visão, mas gostaria de dizer que minha crítica não tem caráter ofensivo.

A liberdade religiosa é uma conquista de enorme importância e que, felizmente, está consolidada no Brasil. Pessoas de diversas formas de fé convivem pacificamente nesse país, templos religiosos transmitem suas doutrinas em segurança, sem ataques do Estado ou de cidadãos. Isso se chama tolerância. Mas cabe lembrar que as religiões de matriz africana ainda sofrem enorme preconceito nesse país e esse preconceito ameaça a liberdade dos cidadãos que professam esse tipo de fé. Se não ocorrem ataques físicos, as religiões afrobrasileiras são moralmente ofendidas por pastores intolerantes que gritam mentiras e absurdos em seus programas televisivos, radiofônicos e em suas pregações nas igrejas. Cristianismo não é imposição, não é tirânicos. O cristianismo deve ser pacífico, tolerante e justo para com TODOS os humanos em geral. Não é isso que seu blog transmite quando ataca outras formas de fé. Não é isso que seu blog transmite quando questiona a legitimidade da construção de conhecimento e informação sobre todas as denominações religiosas.

O PNDH não prevê o estabelecimento de religiões privilegiadas, apenas protege religiões que historicamente sofrem com o preconceito, este, quase sempre fruto de desconhecimento.

No mais, por que o senhor se considera apto para dizer quem é ou não moralmente degenerado? Jesus acolheu, em seu tempo, pessoas que eram consideradas moralmente degeneradas: prostitutas, leprosos, marginais. Se Ele os considerasse degenerados o teria feito? Ora, Jesus não julgou ou condenou, foi um homem amoroso e tolerante. Incomodava-o a hipocrisia e comportamentos agressivos como, me permita dizer, os seus.

Acredito na sua sinceridade e sabedoria, senhor Severo, então, humildemente, chamo o senhor a refletir sobre suas palavras.

Julio Severo disse...

Refletir no que, Verônica? As religiões afro-brasileiras, como o candomblé, são parentes do vodu. Você viu o que aconteceu com o Haiti recentemente? Você viu o terremoto que matou dezenas de milhares de pessoas? Você quer semelhante desgraça para o Brasil? O cônsul do Haiti em São Paulo foi humilde o suficiente para atribuir como causa o vodu — que é parente das religiões afro-brasileiras. Veja aqui: http://br.noticias.yahoo.com/s/15012010/48/manchetes-consul-haiti-sao-paulo-diz.html

Se o vodu está destruindo o Haiti, o que é que você pensa que as religiões afro-brasileiras farão pelo Brasil? O que é que você acha que essas religiões fizeram pela África durante séculos ANTES da colonização? A África, antes da colonização, sempre foi um lugar de escravidão, desgraça, feitiçaria, assassinatos rituais, etc.

Jesus veio para libertar as pessoas das religiões afro-brasileiras. Minha família foi liberta dessas religiões, onde minha mãe atuava junto aos exus. Não venha pois com mentiras, pois só não conhece as religiões afro quem nunca esteve nelas. Mas depois que se conhece Jesus, a diferença é clara como o dia e a noite.

Ai do país que promover ou proteger uma religião que traz maldição.
Que o Brasil olhe para o Haiti e aprenda a lição.

Depois disso, espero que você reflita.

Rorschach disse...

Caro Júlio
O Reinaldo Azevedo declarou ser a favor do casamento entre homossexuais afirmando que ninguém escolhe ser ou não.
Fiz 2 questionamentos e ele apesar de não excluir, não respondeu. Finalizei desta forma :

" Reinaldo
Com certeza continuarei a ler o blog apesar de você não ter respondido aos questionamentos feitos(Se acredita que homossexuais que não se arrependerem entrarão no Reino de Deus e se você acredita que Deus é capaz de transformar o caráter das pessoas).
Pelo menos você não excluiu os comentários. De fato continuo a admirá-lo pela coragem e sinceridade, apenas acho que você está um patamar abaixo do Júlio Severo, que considero um verdadeiro e corajoso servo de Deus."

Gostaria que ficasse registrado caso este último comentário não fosse publicado, porque achei no mínimo estranho a recusa dele em responder, se fossem outros até entenderia.
Caso você não queira publicar também não ficarei chateado, e nem posso.
O post dele foi esse:
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/os-gays-e-os-esquerdos-humanos/

JOCAX disse...

Decreto sobre Direitos Humanos do Governo Federal,Um desabafo.

A imprensa e a midia está vociferando contra o decreto porque este abala seu poder.

Um dos itens do decreto diz:
.
'Elaborar critérios de acompanhamento editorial a fim de criar ranking nacional de veículos de comunicação comprometidos com os princípios de Direitos Humanos, assim como os que cometem violações.'
.
É natural que quem esteja no poder nao queira sair de la. Assim como quem tem o poder da midia sobre a opiniao publica tambem nao queira perde-lo ou diminuir tal poder.
.
Quantos ditadores resolveram permanecer no poder depois de experimenta-lo? Com os "donos da midia" tambem nao deve ser diferente, ninguem gosta de perder poder.
.
Hitler sabia bem da forca da propaganda da midia sobre a populacao em geral ao instituir o seu "ministerio da propaganda",pois a opiniao publica é facilmente manipulavel, e quem tem o controle da midia, da formacao da opiniao publica, pode tambem mudar o destino de um pais.
.

Foi o que aconteceu na eleicao de Collor aa presidencia quando disputava a presidencia da republica contra Lula, e às vesperas da eleicao uma certa emissora
manipulou os momentos do debate mudando talvez de forma definitiva o destino das eleicoes presidenciais e do país.
.
O que é interessante observar é que o governo -eleito democraticamente - deveria ser o representante natural do povo, e portanto, nada mais natural que o governo verificasse o que alguns orgaos da midia estao patrocinando.
.
A sociedade (representada pelo governo) deveria permitir que "meia duzia" de empresas que mantem o oligopolio dos meios de comunicacao "pintem e bordem" com a opiniao publica? impondo seus pontos de vistas particulares a milhoes de ouvintes, muitos dos quais menores de idade e sem um pingo de instruçao?
.
Os detentores do poder da midia alegam que o governo esta tentando inibir a democracia como se alguem da populacao tivesse realmente o direito de ir a um "Jornal" televisivo de grande audiencia e expor sua opiniao!!! A Opiniao dos donos da imprensa nao é a opiniao do povo. Essa alegada democracia nao existe!
.
Se a midia quer uma democracia verdadeira deveria abrir seu espaco editorial para que QUALQUER PESSOA do publico em geral pudesse expor seus pontos de vistas,
ou entao que o proprio governo ( REPRESENTANTE OFICIAL DA POPULACAO ) expusesse seus pontos de vistas em seu horario nobre, isso sim seria uma verdadeira democracia de opiniao publica e nao vociferar que "meia duzia" de empresas tenham o direito de comandar a opiniao publica a seu bel-prazer como se isso fosse uma democracia de opiniao.

O que ocorre na verdade eh que atualmente existe um CARTEL ELITISTA E DITATORIAL da midia que invoca justamente o "anti-democratismo" do decreto
para tentar manter seu poder ditatorial elitista de manipulacao da midia.

Se a midia fosse realmente democratica cederia seu espaco publico de grande audiencia para quem representa o povo:
O governo eleito democraticamente.

Anônimo disse...

Verônica,


Somos livres para escolher o que nos apraz,mas também somos responsáveis pelos nossos atos.
Com toda certeza as chamadas¨religi
ões¨pagans de origem africana não merecem o nosso respeito.
Se você não sabe em muitos paises
africanos há práticas bárbaras que rebaixam a dignidade da vida humana como se nada valesse, é co
mum os sacrificios humanos.Os albi
nos são perseguidos e mortos para
a retirada de membros, afim de se fazer porções mágicas.Há centenas
de casos.Um que eu li recentemente uma pessoa teve suas pernas amputas
a sangue frio por esses assassinos.
Na Tanzânia(país africano)alguns
já foram condenados à morte.
No Brasil são inúmeros casos,o mais
recente foi aquele que os pratican
tes dessa ¨religião¨maligna e indig
na colocaram muitas agulhas no cor
po de uma criança.
Jesus disse que a SALVAÇÃO vem dos
judeus(João 4:22).

Anônimo disse...

Mais uma denúncia, desta vez por intolerência religiosa. Mais especificamente pela arrogância ao responder o comentário da Verônica.

f85f6ff9a54a3700212437fc4883ef2a

O que você escreveu é a pura
demonstração de intolerância, falta de conhecimento, falta de humildade e respeito.

Pessoas que ousam discordar dos seus artigos são ofendidas pelos seus leitores, intolerantes como você. Muitos deles não sabem nem escrever direito,pois o que se vê é um festival de erros gramaticais e que as vezes até torna o texto inelegível.

Se achas que é decorando o velho testamento é que se torna um cristão autêntico, estás muito enganado.

Pessoas lúcidas vem contantemente te alertando sobre o falso Jesus que apresentas ao teus leitores.

Porém eu confio em Deus, um dia a semente do Jesus há de brotar na sua mente, mas por enquanto parece que ela está repousada em solo pedregoso.

Renato disse...

Resposta à Verônica

Minha opinião a respeito da proteção constitucional é a seguinte:

Conversando com protestantes idosos, é comum ouvir histórias de perseguições por parte dos católicos. Mesmo eu, quando era criança, vi como nós eramos desprezados. Entretanto, jamais nós exigimos, das autoridades civis, leis que obrigassem as pessoas a falar bem de nós. É um direito que assiste a qualquer um, desprezar nosso modo de ser, não gostar de nós, e julgar nossa religião inferior, desde que não cometam nenhuma afronta à lei do país. E a lei, que nos protege, deve ser geral. Eu não aceitaria uma lei feita especificamente para defender-nos. Nós não somos mais cidadãos que os católicos, judeus, espíritas ou ateus. Nunca achei que nós, protestantes, devessemos ter uma lei específica para defender-nos, apesar de termos ouvido muita chacota e desprezo, no passado. Da mesma forma, não concordo que as religiões afro tenham qualquer proteção especial. Criar proteções especiais é como abrir a caixa de pandora. Todo tipo de injustiça poderá entrar por aí. As pessoas deixarão de ter direitos por serem simplesmente pessoas, e passarão a ter direitos do "seu grupo". O cidadão mais comum, aquele que não tem nada de especial, será o cidadão de segunda classe. Odiaria ter de viver num pais assim. Prefiro viver num país onde alguem possa me dizer simplesmente "não gosto de você, nem da sua religião". Prefiro que sejam ásperos comigo, mas sinceros. Odeio a sociedade de fingimentos sem fim que estão querendo construir.

Renato disse...

JOCAX

Se você realmente pensa isso, você é um idiota. Os fatos são o contrário do que você afirma. FHC sofria muito mais crítica da imprensa do que o Lula. Lula, pelo contrário, é protegido, quase ninguém o critica.

O regime que você quer aqui no Brasil é o mesmo da antiga URSS ou da Alemanha Oriental, onde qualquer um que falasse contra o governo é preso ou morto.

Fala sério! disse...

Verônica,

se fosse você a vítima de um crime de magia negra? se fosse um filho seu? ou seu marido? ou um parente querido? ainda manteria o mesmo discurso politicamente corretíssimo em prol dos "pobres e sofridos" feiticeiros?

Nunca viu nos noticiários as denúncias dos crimes horrendos praticados pelos adeptos de magia negra, também chamada de VODU?

Tenha paciência né senhora!!!

Vai pra lá com esse discurso meloso!

Condenar e combater o mal é intolerância desde quando, pode me dizer?

Anônimo disse...

Senhor Julio Severo, o que aconteceu no Haiti foi uma catástrofe na natureza.

Isso existe desde a época dos dinossauros, muito antes do homem ter inventado qualquer religião.

Ah, esqueci você nem deve acreditar que os dinossauros existiram. Quando eu era crente já ouvi pastor dizendo que dinossauro não existiram pois não tinha nada que falava sobre eles na Bíblia e que os fósseis achados foram mentiras inventadas pelos cientistas a fim de promover a "satânica" teoria da evolução.

É uma piada tais pensamentos.

Roberto Domingos disse...

O covarde que se esconde atrás do anonimato pode se esconder dos leitores deste blog mas não de Deus. Anonimo covarde pegue esta denuncia comprida que está próxima de algo que provavelmente lhe dá prazer e use como gosta. O blog continuará fazendo denuncias, Júlio ao contrário de você é homem para mostrar a cara. Sou católico Apostólico Romano e não concordo com tudo o que leio aqui, mas reconheço que este país ainda não chafurda na lama do socialismo e da indecência graças a pessoas como o Júlio.

Aprendiz disse...

A propósito

Outro dia eu publiquei um comentário, como anônimo, fazendo sua defesa, demonstrando que são outros grupos, que não os evangélicos, os que agridem e matam os homossexuais. Falei sobre as causas da baixa expectativa de vida dos homossexuais. Você perguntou, em outro comentário, quem havia escrito essa defesa, e demonstrou ter gostado bastante dela.

Pois bem fui eu.

Tenho tentado aprender a escrever e a argumentar, mas sou apenas um desconhecido, postando na rede. Seu trabalho sim, é importante. Mas você ainda não é um argumentador tão bom como poderá vir a ser. Entre os mais lidos, quem melhor sabe esgrimir os conceitos e as palavras, na minha opinião, é o Reinaldo de Azevedo, talvez por ter base mais sólida. Muitos outros também tem facilidade. Você pode, um dia, vir a fazer mais do que trazer informações e colocar alguns argumentos mais básicos. Você poderá vir a ser alguém que educa os seus leitores (muitos evangélicos precisam desesperadamente disso e a maioria dos púlpitos, hoje, não ajuda em nada). Mas para isso, você terá de alcançar um nível bem mais alto, na percepção, na lógica e na clareza.

Fique na Paz e na Graça de Yeshua, meu irmão. Graças ao Todo Poderoso, Criador dos Céus e da Terra, por sua coragem, conhecimento, perseverança e fé. Peço ao Eterno que você cresça em Sabedoria e que esteja sempre sob Sua proteção, juntamente com sua família. Fico feliz por você ter se mantido em pé, diante de tanta oposição e perseguição. Que Deus refrigere sua alma.

Breno marlen disse...

Este será um ano terrível para o mundo.
Recentemente, 17 vulcões espalhados pelo planeta se tornaram ativos. Pensem no que isso significa.
Em breve, cidades brasileiras serão destruídas por tremores. Aguardem pelos terríveis acontecimentos.

Aprendiz disse...

Julio

Eu postei um comentário que não foi aceito (talvez tenha sido perdido). Vou comentar novamente, dividindo em duas partes:

Não acredito, de forma alguma, que se possa estabelecer uma ligação clara entre sofrimento nessa vida e pecado, pelo menos na maioria dos casos. Muitos justos sofrem muito e muitos pecadores não arrependidos vivem montados na grana e chegam à velhice. Veja o exemplo dado por Yeshua, sobre o rico e Lázaro.

Quanto às sociedades, o comum tem sido, desde a antiguidade, a prevalência da idolatria e da feitiçaria. Mesmo assim, algumas sociedades prosperam, outras não. Terremotos, em particular, são eventos que matam indiscrimanadamente. Quantas pessoas que tem verdadeira fé em Deus, podem ter morrido ou perdido um ente querido nesse desastre?

Há casos em que a relação entre pecado e sofrimento é clara, como a pessoa que bebe até morrer ou a pessoa que joga até perder tudo. Também quanto às nações, Deus algumas vezes explicitou o motivo de sofrimento, PARTICULARMENTE NO CASO DE ISRAEL, a quem Deus advertia diretamente pelo ministério de Israel. Mas essa não é a regra, e vivemos num mundo caido e perigoso, onde a natureza é violenta.

Verônica disse...

Vejo um profundo desconhecimento sobre a África e as religiões afro-brasileiras por parte de alguns leitores. O continente africano, como qualquer outro continente, abriga enorme diversidade cultural, étnica, religiosa. Colocar tudo isso num pacote e etiquetar como "magia negra", "vodu", e "adjetivos" do tipo é surpreendente. Felizmente a lei 10.639/03 foi aprovada!

Eu vi o comentário infeliz do cônsul do Haiti. Desde quando desastres naturais só acontecem em países onde existe "vodu"? Qualquer nação está sujeita a catástrofes, e qualquer pessoa, independente da religião, pode ser vítima. Ou será que só praticantes do "vodu" morreram no Haiti? Os eventuais evangélicos mortos foram punidos pelo "pecado" alheio? Não eram suficientemente piedosos? Sou eu que estou a dizer mentiras, afinal?

Renato,
Não, não defendo qualquer espécie de privilégio para grupos, religiões, perspectivas políticas, etc. Mas, no caso de o senhor ter lido o que já foi escrito aqui, realmente acredita que leis favoráveis às religiões afro-brasileiras ainda são desnecessária? Não se trata de criar um classe privilegiada, se trata de evitar justamente a existência disso!

Pessoalmente, respeito religiões, desde que elas não preguem ódio e discriminação. Não sou evangélica, mas jamais fiz qualquer comentário preconceituosos contra evangélicos, afinal, tenho bons amigos evangélicos. Da mesma forma que não aprovo e não faço comentários maliciosos sobre a Bíblia, sobre igrejas protestantes, sobre Jesus, e assim por diante, não posso aprovar que esse tipo de comentário seja propagado contra qualquer outro tipo de fé que respeite a dignidade humana. Ora, imagino que cause incômodo, nas senhoras e nos senhores, as generalizações e ofensas contra vossa religião. Destarte, por que se sentem no direito de agir assim com vossos semelhantes?

Aprendiz disse...

Verônica

Sou o Renato, e tenho a o Nick de "Aprendiz".

Tanto na web, quanto no mundo cultural e acadêmico, a religião evangélica, o próprio cristianismo e mesmo, de forma mais genérica, a crença em Deus são alvo constante de críticas. Nunca pensei que os crentes em Deus, ou mais especificamente, os cristãos, ou mais específicamente, os evangélicos, devessem tentar aprovar leis que impedissem a crítica. Talvez você não tenha reparado, mas um dos livros de grande sucesso hoje é chmado "Deus, um delírio". Não ví nenhuma movimentação dos cristãos no sentido de proibir judicialmente a obra. E tal livro não é um caso isolado, a crença no Deus cristão/judaico é frequentemente alvo de crítica no meio universitário, nos trabalhos acadêmicos e na imprensa. Provavelmente, um livro chamado "Iansã, um delírio" teria sido censurado, em nome do políticamente correto. Freqüento um blog escrito por um ateu (Rodrigo Constantino) que volta e meia faz críticas à minha fé. Jamais tentei censura-lo judicialmente, quando acho que vale a pena, oponho meus argumentos. Talvez você não saiba, mas já houve um mulçumano que comentava freqüentemente aqui e não era censurado. Católicos muitas vezes já colocaram comentários extensos aqui, tentando provar que sua religião é correta, e a nossa não. alguns tentaram converter o Júlio ao catolicismo, e não acho que isso seja ofensa nenhuma.

É claro que há um limite para a crítica pública a alguma religião. Na Inglaterra, por exemplo, artista anti-cristãos promoveram uma exposição pública onde colocaram uma Bíblia, e incentivaram as pessoas que odeiam o cristianismo a escreverem palavras de ódio a Deus e aos cristãos na página da Bíblia. Não imagino artistas cristãos promovendo uma aberração semelhante contra o livra sagrado de outra religião. Já houveram "artistas" que expuseram simbolos crstãos feitos de excrementos. Isso é agressão, não tem nada a ver com crítica legítima, e deveria ser obstado na justiça. Agora, se um ateu disser "Jesus era uma pessoa má", não faz o menor sentido que eu tente censura-lo, isso realmente é livre expressão e, num regime realmente democrático, não tem como ser censurado pela justiça. É claro que eu não frequentarei um blog dedicado à crítica e má vontade em relação à minha religião.

Há um blogueiro o "Blogildo" que é Testemunha de Jeovah. Super gente boa. Ele, de vez em quando, critica tanto as doutrinas evangélicas quanto as católicas. Frequentemente ele tem discussões com um católico que frequenta lá, o João Batista, gente fina, também. Tomei uma série de respostas do Blogildo (Onildo é o nome dele, procure o blog, que é interessante) e escrevi um texto contradizendo-o. Onildo foi ao meu blog, argumentou comigo, e tivemos um debate muito interessante. Nós não estávamos tentando chegar a um "consenso", uma "posição de equilíbrio" não. Eu estava dizendo por que creio no que creio e discordo do que ele crê, e vice-versa.

continua ...

Aprendiz disse...

... continua

O seu comentário faz crer que a religião cristã não sofre críticas ou restrições, e as outras sim. Isso claramente não é verdade. Nos EUA, qualquer pessoa pode entrar numa escola com uma camiseta onde se lê "Buda" ou "Maomé". Se tentar entrar com uma camiseta onde está escrito "Jesus" será impedida. Em qualquer escola dos EUA, qualquer professor pode promover uma cessão de meditação baseada nas doutrinas da Nova Era ou em alguma religião indígena, e os alunos terão de participar (ou criar muito caso para poderem ser dispensados). Mas, se alguns alunos cristãos se reunirem numa sala para orar, serão denunciados. Tenho parentes morando lá.

O cerne do que eu quero dizer, é que a "proteção à minoria" pode facilmente transformar-se em opressão contra a maioria.

Particularmente, penso que o debate público, desde que travado dentro de certas normas de civilidade, não deve ser obstado de forma nenhuma, o estado não tem esse direito, ou não pode ser chamado de democrático. A multiplicação de leis especiais, fatalmente leva à ditadura. Os espíritas ou aderentes de outra religião afro, que venham aqui e exponham seus argumentos.

PS: Se você quiser ver a dureza das críticas contra o cristianismo, vá ao blog do Janer Cristaldo. Nenhum de nós, cristãos, jamais tentou censura-lo.

Anônimo disse...

Ao anônimo
do dia 15,

Você denuncia e profere críticas aos internáutas,que segundo você escrevem ¨inelegível¨,corrigindo o seu português estropiado:o correto seria o uso do vocábulo ¨ilegivel¨ que significa não legível,isto é, que não dar para ler,o outro
vocábulo usado por você inelegivel,
significa que não pode ser eleito.
Outra expressão usada que está erra
da:as vezes, usa-se crase e acento,
grafia correta:às vêzes
Seu curto texto apresenta mais erros,ficarei com esses.
As criticas de outros que alegam
desconhecimento da realidade africa
na,na verdade é o desconhecimento
da parte desses,de quem escreve,que
não sabem esses,quem por trás esta e o seu conhecimento.
Ao anônimo que se faz passar por
filólogo,fica a lição seja mais hu
milde e estude mais.
Não compactuar com as obras infrutí
feras das trevas,não tolerar que o mal prospere,chamar à atenção de to
dos por seus erros e desvios,quer
sejam de nações,de pessoas ou de individuos:embocando a trombeta e usando dos meios diponíveis e licitos é,na verdade, cumprir a missão delegada por Jesus(Mt. 28:18-20), o contário é que é intolerância e rebeldia contumaz.