22 de dezembro de 2009

Presente das Trevas

Presente das Trevas

Programa de "Direitos Humanos" de Lula traz aborto e "casamento" gay às vésperas do Natal

Julio Severo

Enquanto a população e o Congresso Nacional estão ocupados e distraídos com a estação do Natal e reuniões de família, governo Lula dá um presente para o Brasil.

Em 21 de dezembro de 2009, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou o 3º Programa Nacional de Direitos Humanos, um documento de 121 páginas que faz as seguintes recomendações:

Criação de mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos — como o crucifixo ou a Bíblia — em estabelecimentos públicos.

Inclusão no currículo escolar do ensino da "diversidade religiosa", com destaque especial para as religiões afro-brasileiras como o candomblé.

Criação de uma comissão para investigar os "crimes" cometidos durante a ditadura militar, transformando comunistas armados e mortos em "heróis" e transformando os militares em criminosos.

Modificação do Código Penal para garantir a "descriminalização do aborto".

Defesa de projeto de lei que regulariza o "casamento" de casais homossexuais.

Grupos homossexuais, abortistas, comunistas e religiosos afro-brasileiros estão comemorando o lançamento do 3º Programa Nacional de Direitos Humanos.

Com o aborto e o "casamento" homossexual sendo tratados oficialmente como "direitos humanos", a população tem o que para comemorar?

Numa sociedade ideal, a defesa da vida dos bebês em gestação seria considerada fundamental. A proteção ao casamento natural contra ameaças à sua existência seria igualmente vista como vital.

Contudo, um governo pervertido insiste em inverter tudo.

Direitos humanos agora viraram desculpa para matar bebês inocentes por meio de leis de aborto.

Direitos humanos agora viraram desculpa para permitir o casamento de dois seres cuja sexualidade não tem nenhuma função e valor para a família e para a sociedade. Pelo contrário, com o reconhecimento da disfunção homossexual como merecedora de "casamento", crianças serão entregues em adoção diretamente na boca dos leões.

Direitos humanos agora viraram desculpa para apoiar, defender e promover o crime e os criminosos.

No Reino Animal, os animais protegem seus filhotes dos predadores. No mundo humano, as crianças estão sendo entregues ao aborto e as que sobreviverem serão entregues aos predadores homossexuais, com as desculpas mais elegantes do governo de Herodes, que tem sede de sangue.

Na calada da noite, o criminoso de máscara tira vantagem da desatenção da vítima, pegando-a de surpresa e dando-lhe pouca oportunidade de reação. Na euforia dos feriados, bem às vésperas da comemoração do nascimento do Salvador Jesus Cristo, o governo Lula entrega para a desprevenida população brasileira seu presente de aborto e "casamento" homossexual.

Verdadeiramente, um presente de Herodes.

Verdadeiramente, um Presente das Trevas.

Fonte: www.juliosevero.com

10 comentários :

Cachorro Louco disse...

Meu caro Julio : O desgoverno do Ogro-de-Nove-Dedos esta´cumprindo fielmente o Decálogo de Lenin sempre que encontra uma brecha ,e o povo desatento.Usa também o conhecimento adquirido do Gramsci para implementar uma Nova Rússia neste páis ,e parece que está tendo sucesso .Este povo "bonzinho e covarde não se interessa por seus direitos ,não se mobiliza por uma causa que é sua .Só se mobilizam para assistir a parada gay e coisas semelhantes .
Os alienados sofrem menos porque ignoram o próprio sofrimento .Quando este povo acoordar para a realidade será tarde ,muito tarde mesmo.
Época de festas natalinas é epoca de ladrões fazerem a festa ,rpincipalmente os de Bras´lia .Pode esperar que outras dessas virão até a virada do ano.

Abraços

Laurindo Neto disse...

Julio, como sempre excelente artigo, já coloquei o link dele na minha comunidade ´´Presbiterianos``. E também envei um recado ao Senador Malta.

marcelo victor disse...

A grosso modo, eis aí o resultado da luta contra a ditadura militar no Brazil...
Vocês todos não queriam liberdade para fazer o que bem entendessem das suas vidas? Pois é, recebamos todos nós, de braços abertos, o que verdadeiramente merecemos.
Como diz o digníssimo presidente da república (totalmente guiado e a serviço do diabo): "o Brazil está em um período de transição" (o que significa que vem mais abominação por aí...).
Seguindo o exemplo do que ocorreu com Israel nos dias de Saul, eu prefiro ficar com o dito popular: "cada povo tem o governo que merece".
Continuem a amarrar as mãos dos militares das Forças Armadas e a desmoralizar as Policiais Militares e todos teremos, então, a tão sonhada sociedade livre dos "preconceitos" e das fronteiras.
Esse é o Brazil em sua caminhada para o inferno, com os militares presos nos quartéis e os simpatizantes do diabo (bandidos, pedófilos, homicidas de crianças e adultos, traficantes, chefes de quadrilha, sodomitas e toda casta de filhos do diabo) bem soltinhos e dirigindo os destinos da nação mais corrupta e perversa do planeta.

Herberti disse...

Nos últimos quinze anos, diversas profecias tem sido entregues falando acerca do destino glorioso que o Brasil tem dentro dos planos de Deus para este tempos finais. Algumas, principalmente as que falam sobre a situação econômica aparentemente tem tido cumprimento, pelo menos parcial. O está acontecendo é a execução sistemática de planos arquitetados nos abismos deste mundo para frustrar os planos de Deus para nossa nação. Todos o líderes que ai estão, políticos, da área financeira e até religiosa, podem ser, com raríssimas exeções, classificados em duas categorias:
1.os que servem diretamente as Trevas e recebem poder dela e,
2. os que querem ser servos trevosos mas não passam de peões em um jogo bruto, com muita perversidade, violência e morte.
A igreja brasileira ainda não acordou para esta realidade e tem preferido correr atrás de pregadores de miragens e ouvir o canto das "sereias" ao invés da voz do Espírito Santo.
Que o Senhor tenha misericórdia de nós!

a cura de schopenhauer disse...

Caro,

leia em http://www.tvi24.iol.pt/

lula fez isso de forma orquestrada pelo governo solcialista de portugal...

Mente Conservadora disse...

Vamos ter cuidado: ano que vem é ano de eleições e Copa do Mundo e, com certeza, quererão aprovar o projeto nesta época, em que todos (inclusive os políticos evangélicos e católicos) estarão preocupados com os jogos do Brasil e/ou com suas eleições.

marcelo victor disse...

Depois que foi promovida a desvinculação entre o soldo dos oficiais generais e os demais membros das Forças Armadas, dando às altas autoridades aumentos salariais isolados da tropa (como uma espécie de manobra para "comprar" as altas autoridades militares do país), os governos diabólicos desta década (no poder por permissão do Senhor DEUS) praticamente anularam quaisquer reações dos militares aos roubos e desmandos que presenciamos explicitamente nos meios de comunicação (todos com comprovada comprovação).

O povo, incluindo os militares, assiste sem qualquer reação às manobras quadrilheiras promovidas por pessoas corruptas e imorais.

As altas autoridades militares do país definitivamente voltaram-se para o que ainda resta das mordomias que desfrutam dentro dos quartéis, onde, como em um teatro, dão vazão aos seus supostos sentimentos de patriotismo (com raras excessões), impondo seus devaneios a ferro e fogo.

Porém, como marionetes bem remuneradas, tais autoridades continuam mantendo a tropa debaixo da chibata, calando as vozes e a insatisfação reinante no seio da caserna, composta ainda por um grupo de brasileiros sofridos, dispostos a darem a vida por esta nação brasileira. Duvido que os políticos brasileiros tenham essa mesma disposição e amor ao solo brasileiro...duvido!!!
Sabemos que esses salafrários seriam os primeiros a subir em seus aviões particulares, e, como fizeram no passado, levantar vôo na calada da noite rumo aos paraísos fiscais (também chamados de asilo político), onde depositaram quantias fabulosas de dinheiro, provenientes de desvios e falcatruas (com direito a lágrimas de crocodilo).

Vocês acham que o velho Adão se importaria com o suor do rosto de milhões de miseráveis brasileiros que sustentam essa pequena quantidade de vagabundos, filhos de Caim?

marcelo victor disse...

Vejam o que se passa no norte do país:

Relato de uma pessoa conhecida e séria, que passou recentemente em um concurso público federal e foi trabalhar em Roraima.

"Conversei com algumas pessoas nesses três dias, desde engenheiros até pessoas com um mínimo de instrução.
Para começar o mais difícil de encontrar por aqui é roraimense, pra falar a verdade, acho que a proporção é de um roraimense para cada 10 pessoas é bem razoável, tem gaúcho, carioca, cearense, amazonense, piauiense, maranhense e por aí vai. Portanto falta uma identidade com a terra.
Não existe indústria de qualquer tipo. Pouco mais de 70% do Território roraimense é demarcado como reserva indígena, portanto restam apenas 30%, descontando- se os rios e as terras improdutivas que são muitas, para se cultivar a terra ou para a localização das próprias cidades.

Na única rodovia que existe em direção ao Brasil que liga Boa Vista a Manaus, cerca de 800 km existe um trecho de aproximadamente 200 km de reserva indígena Waimiri Atroari por onde você só passa entre 6:00 da manhã e 6:00 da tarde, nas outras 12 horas a rodovia é fechada pelos índios (com autorização da FUNAI e dos americanos) para que os mesmos não sejam incomodados.

1º Detalhe: Você não passa se for brasileiro, o acesso é livre aos americanos, europeus e japoneses. Desses 70% de território indígena, diria que em 90% dele ninguém entra sem uma grande burocracia e autorização da FUNAI.

2º Detalhe: Americanos entram na hora que quiserem, se você não tem uma autorização da FUNAI mas tem dos americanos então você pode entrar. A maioria dos índios fala a língua nativa além do inglês ou francês, mas a maioria não sabe falar português. Dizem que é comum na entrada de algumas reservas encontrarem-se hasteadas bandeiras americanas ou inglesas. É comum se encontrar por aqui americano tipo nerds com cara de quem não quer nada, que veio caçar borboleta e joaninha e catalogá-las, mas no final das contas pasme, se você quiser montar um empresa para exportar plantas e frutas típicas como cupuaçu, açaí camu-camu etc., medicinais ou componentes naturais para fabricação de remédios, pode se preparar para pagar 'royalties' para empresas japonesas e americanas que já patentearam a maioria dos produtos típicos da Amazônia...

Por três vezes repeti a seguinte frase após ouvir tais relatos: E os americanos vão acabar tomando a Amazônia e em todas elas ouvi a mesma resposta em palavras diferentes. Vou reproduzir a resposta de uma senhora simples que vendia suco e água na rodovia próximo de Mucajaí:

'Irão não minha filha, tu não sabe, mas tudo aqui já é deles, eles comandam tudo, você não entra em lugar nenhum porque eles não deixam. Quando acabar essa guerra aí eles virão pra cá, e vão fazer o que fizeram no Iraque quando determinaram uma faixa para os curdos onde iraquiano não entra, aqui vai ser a mesma coisa'.

...segundo a ONU o conceito de nação é um conceito de soberania e as áreas demarcadas têm o nome de nação indígena. O que pode levar os americanos a alegarem que estarão libertando os povos indígenas.

Pergunto inocentemente às pessoas; porque os americanos querem tanto proteger os índios. A resposta é absolutamente a mesma, porque as terras indígenas além das riquezas animais e vegetais, da abundância de água são extremamente ricas em ouro encontram-se pepitas que chegam a ser pesadas em quilos), diamante, outras pedras preciosas, minério e nas reservas norte de Roraima e Amazonas, ricas em PETRÓLEO..

Parece que as pessoas contam essas coisas como que num grito de socorro a alguém que é do sul, como se eu pudesse dizer isso ao presidente ou a alguma autoridade do sul que vá fazer alguma coisa. É pessoal,... saio daqui com a quase certeza de que em breve o Brasil irá diminuir de tamanho".

Mara Silvia Alexandre Costa Depto de Biologia Cel. Mol. Bioag.Patog. FMRP - USP

marcelo victor disse...

Enquanto o país está sendo "vendido", o governo está preocupado com popularidade.

Todavia, reproduzo um trecho da matéria do Senador Cristovam Buarque, com o título "Fizemos uma Lei de Anistia, não de amnésia":
"O Brasil preferiu indenizar presos políticos no lugar de contar toda a verdade histórica. Compramos o remorso com dinheiro e silêncio histórico.
Só se esconde história que envergonha. É preciso dizer ao futuro tudo o que aconteceu no passado. Inclusive que perdoamos todos.
Não precisa de Tribunal, precisa da História. A Anistia ja perdoou, mas a História não deve ser escondida.
Fizemos uma Lei de Anistia, não de amnésia.
Ética e História estão acima de acordos políticos.
Temos obrigação de apurar e divulgar toda a história dos "anos de chumbo". Torturadores e guerrilheiros que se orgulhem ou se envegonhem do que fizeram".

Anônimo disse...

Falso, senhor Marcelo.

Os americanos, logo logo, não serão donos nem dos EUA. O plano é entregar a soberania à ONU. Os mesmos americanos que trabalham para destruir a soberania do Brasil, trabalham igualmente para destruir a soberania dos EUA. São exatamente as mesmas pessoas que propuseram entregar todo o arsenal nuclear americano à ONU.

E os grandes banqueiros nisso? Estão nesse plano a quase um século e meio, em conluio com os cachorros loucos do socialismo.