12 de dezembro de 2009

FNUAP diz que mais camisinhas e menos pobres nos países em desenvolvimento será a solução para a mudança climática

FNUAP diz que mais camisinhas e menos pobres nos países em desenvolvimento será a solução para a mudança climática

Hilary White

LONDRES, Inglaterra, 19 de novembro de 2009 (Notícias Pró-Família) — A luta contra a "mudança climática" poderá ser ganha com a distribuição de mais camisinhas grátis e reduções populacionais, principalmente nas regiões em desenvolvimento do mundo, disse num relatório o Fundo de População das Nações Unidas (FNUAP).

"As mulheres com acesso a serviços de saúde reprodutiva… têm índices mais baixos de fertilidade que contribuem para reduzir os aumentos de emissões de gás estufa".

Embora o FNUAP tenha reconhecido que não há nenhuma evidência real de uma ligação entre aumento populacional e mudança climática, o relatório insiste em que não há dúvida de que "as pessoas provocam mudança climática" por meio de emissões e CO2.

"As ligações entre população e mudança climática são na maioria dos casos complexas e indiretas". Apesar disso, disse o relatório, "À medida que o crescimento da população, economias e consumo ultrapassam a capacidade da Terra de se ajustar, as mudanças climáticas poderiam se tornar muito mais extremas e imaginavelmente catastróficas".

Thoraya Ahmed Obaid, diretora executiva do FNUAP, disse para uma coletiva à imprensa em Londres que embora a maior parte das emissões de CO2 não venha dos países em desenvolvimento, a organização continuaria a focalizar suas campanhas de controle populacional ali, dizendo que as mulheres e os pobres são os que mais sofrerão nos desastres climatológicos que estão para vir.

"O iminente desastre climático sobre nós é talvez a ameaça mais injusta de nossa época", Richard Kollodge, do FNUAP, disse para os jornalistas.

Mas nem todos estão convencidos. Uma pesquisa de opinião pública do jornal Times da semana passada mostrou que menos da metade da população do Reino Unido crê que a atividade humana seja responsável pela mudança climática.

O Times diz que só 41 por cento aceitam como fato científico que o aquecimento global está ocorrendo e seja em grande parte produzido pelo homem. 32 por cento crêem que a ligação não foi comprovada e 8 por cento disseram que é propaganda ambientalista contra os seres humanos. 15 por cento disseram que não crêem que o mundo está se aquecendo.

No período antes da cúpula da mudança climática de Copenhagen marcada para o próximo mês, outros estão oferecendo sugestões que não envolvam controle populacional artificial. O diretor do Serviço de Florestas dos EUA, Tom Tidwell, apontou para o fato de que as árvores consomem o dióxido de carbono e emitem oxigênio.

Tidwell disse para um conselho do Senado na quarta-feira que sua agência está tentando administrar florestas para combater a mudança climática e que os políticos poderiam querer considerar os benefícios de plantar mais árvores.

"É hora de administrar as árvores da nação para lidar com a mudança climática e liberar seu potencial", disse o Senador Ron Wyden, D-Ore., o presidente do conselho.

Leia a cobertura relacionada de LSN:

Camisinhas, contracepção e aborto como "método mais barato para combater as mudanças climáticas", de acordo com a Escola Londrina de Economia e Ciências

Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: http://noticiasprofamilia.blogspot.com

Veja também este artigo original em inglês: http://www.lifesitenews.com/ldn/2009/nov/09111904.html

Copyright © LifeSiteNews.com. Este texto está sob a licença de Creative Commons Attribution-No Derivatives. Você pode republicar este artigo ou partes dele sem solicitar permissão, contanto que o conteúdo não seja alterado e seja claramente atribuído a "Notícias Pró-Família". Qualquer site que publique textos completos ou grandes partes de artigos de Notícias Pró-Família ou LifeSiteNews.com em português tem a obrigação adicional de incluir um link ativo para "NoticiasProFamilia.blogspot.com". O link não é exigido para citações. A republicação de artigos de Notícias Pró-Família o LifeSiteNews.com que são originários de outras fontes está sujeita às condições dessas fontes.

2 comentários :

Anônimo disse...

O homem(a espécie humana)sem enten dimento, é antes como os animais que perecem.
Isso é o que eu chamo de jumentali
dade da jumentice.
Um continente marcado pela decadên
cia, pela queda da natalidade, que nem sequer repõe os óbitos,é mesmo uma loucura.
A questão ambiental virou uma reli
gião de fanáticos,intolerantes,des
vairados,cegos,inconsequêntes.Até onde vão?

Silvio Ricardo disse...

Hoje em dia, qualquer picareta de boteco cria uma idéia cretina, apresenta ela como idéia salvadora da humanidade e de repente essa idéia vira uma "religião" seguida de perto por uma multidão de crentes desvairados...

Um exemplo é essa macaquice de "aquecimento global".