6 de julho de 2009

Obama está levando os EUA à queda no marxismo, diz ex-jornal oficial da União Soviética

Obama está levando os EUA à queda no marxismo, diz ex-jornal oficial da União Soviética

Fred Lucas

(CNSNews.com) — Um comentário publicado no jornal que outrora foi o jornal oficia da União Soviética anunciou a “descida dos EUA no marxismo” citando os baixos padrões educacionais, a eleição de Barack Obama como presidente e como o governo americano assumiu o controle da General Motors.

O artigo de opinião no Pravda, um dos jornais da era soviética ainda publicados na Rússia, levava a manchete “Capitalismo americano foi-se com um leve gemido”, e foi escrito por Stanislav Mishin, que dirige o blog “Mat Rodina”.

“Como o romper de uma grande represa, a queda dos EUA no marxismo está acontecendo numa velocidade espantosa, diante de um cenário de ovelhas (isto é, pessoas) passivas e desanimadas”, escreveu Mishin.

O artigo afirma que a queda dos EUA ocorreu em três fases:

“Primeira, a população foi idiotizada por meio de um sistema educacional politizado e de baixo nível baseado na cultura popular, em vez da educação clássica. Os americanos sabem mais sobre seus dramas de TV favoritos do que os dramas do governo federal que afetam diretamente a vida deles”.

Segunda, “a fé deles em Deus foi destruída, ao ponto em que suas igrejas — dezenas de milhares de diferentes ‘vertentes e denominações’ — se tornaram na maior parte pouco melhores do que circos de domingo e seus televangelistas e mega-igrejas protestantes mais importantes ficaram mais do que felizes de vender suas almas e rebanhos a preço de banana, a fim de estarem do lado ‘vencedor’ de um ou outro político pseudo-marxista”.

O artigo também disse: “Os rebanhos americanos rejeitaram Cristo na esperança de obter poder terreno. Até mesmo nossas igrejas ortodoxas nos EUA são escandalosamente liberais”.

“O colapso final”, disse o artigo do Pravda, “ocorreu com a eleição de Barack Obama. A pressa com que ele tem feito as coisas nos últimos três meses é realmente impressionante. Seus gastos e emissão de moeda estão batendo recordes, não só na curta história dos EUA, mas também do mundo. Se a situação continuar desse jeito por mais de um ano, e não há nenhum sinal de que não continuará, na melhor das hipóteses os EUA ficarão semelhantes à República de Weimer e na pior como o Zimbábue”.

Dando detalhes sobre o controle agora dominante do governo de Obama sobre a General Motors, Mishin mencionou como o governo americano demitiu o diretor executivo da GM e a “ousadia” de Obama de declarar que ele e outro grupo de palhaços nomeados por ele e que não foram eleitos agora reestruturarão a indústria automobilística inteira e até serão a garantia das políticas automobilísticas”.

O “primeiro-ministro russo Putin, menos de dois meses atrás, avisou Obama e Tony Blair da Inglaterra, para não seguirem a rota do marxismo, pois só leva ao desastre”, disse o artigo.

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: CNSNews

Para ler tudo sobre Obama neste blog, clique aqui.

7 comentários :

Júlio Lins disse...

É inevitável a queda dos Estados Unidos. O déficit público dos EUA, de mais de um US$ 1 trilhão de dólares, é incontrolável. Bobama está aumentando ainda mais os gastos públicos. Como deve ser quando a China finalmente ultrapassar os EUA? Será que receberemos a cultura chinesa em nossas vidas? Vale lembrar que a China está prestes a lançar uma espécie de CNN mundial deles.

Anônimo disse...

A que ponto chegaram os americanos: recebendo conselhos de Putin.
Bom, depois do EUA, caimos nós em questão de meses.

Anônimo disse...

Qual é a ligação que o que você postou tem com o que é postado no "The Cutting Edge"?
Pelo que sei, você mesmo não acredita no "Cutting Edge", achando que é apenas mais um site conspiratório da vida - todavia, o que você narra tem pontos de semelhança com o que o autor do site defende.
Estou querendo pesquisar a verdade por minha própria conta, seja lá qual for, digamos assim.

Júlio Lins disse...

Pensando bem, não acho que a Rússia seja nenhum exemplo em matéria de moralidade, não. Talvez, a pornografia na Rússia seja maior que nos Estados Unidos. Na maioria dos sites comuns russos você vê anúncios eróticos no canto da tela, algumas vezes até mulheres peladas.

Aprendiz disse...

"The Cutting Edge" é ruim pra danar. Misturam coisas reais com idéias sem pé nem cabeça. Com isso, até o que é verdadeiro acaba perdendo a credibilidade.

Anônimo disse...

O mundo está indo pro hibridismo... talvez entre o capitalsimo e o socialismo reais, em suas piores características...

Atenciosamente
Josuan Conceição
Pelotas - RS

PC disse...

OS Russos podem até não serem o povo mais moral do mundo mas eles são poderosos e fortes,mas a diferença é que eles são homens,já os estados unidos...