7 de maio de 2009

Controle da natalidade no mundo ocidental ajudando no crescimento explosivo do islamismo

Controle da natalidade no mundo ocidental ajudando no crescimento explosivo do islamismo

Julio Severo

O vídeo aponta muito bem o problema e a causa. O problema é sério: as sociedades ocidentais estão condenadas a desaparecer porque suas famílias estão diminuindo drasticamente. A causa é séria: o controle da natalidade, ou a limitação da família, ou ainda o planejamento familiar.

O vídeo mostra que as sociedades ocidentais, juntamente com suas igrejas cristãs, vão desparecer. As igrejas cristãs estão com seus membros e pequenas famílias copiando servilmente o padrão de comportamento do mundo, com muito controle da natalidade, limitação da família e planejamento familiar.

O resultado é que tanto o mundo ocidental quanto suas igrejas cristãs estão enfrentando os mesmos problemas e o mesmo destino.

No final, humanamente falando, quem prevalecerá é o islamismo.

Teorias de conspiração levaram as sociedades ocientais a adotar padrões de vida e família destrutivos para si. As duas maiores teorias de consipiração são a explosão demográfica e o aquecimento global.

A resposta do vídeo, no final, é que para enfrentar a ameaça islâmica, os cristãos precisam pregar o Evangelho.

Contudo, e quanto a viver o Evangelho, principalmente vivendo um padrão de Evangelho na família?

O Evangelho é essencialmente pró-vida, pró-criança e pró-bebê, bem diferente da cultura ocidental, que é pró-aborto e contra bebês, crianças, famílias grandes, etc.

Se os cristãos ocidentais quiserem sobreviver, sua visão sobre família, gravidez e bebês terá de mudar radicalmente. Eles precisarão renunciar à visão distorcida que o mundo lhes incutiu e viver o padrão de família ensinado na Palavra de Deus.

Do contrário, o destino deles será o destino das sociedades ocidentais.

Por isso, não basta pregar o Evangelho. É preciso vivê-lo.

É melhor viver o plano original de Deus para a família do que viver o projeto de controle da natalidade (ou limitação da família, ou ainda planejamento familiar) planejado por arquitetos sociais destituídos de integridade e temor a Deus.

Os cristãos ocidentais são irracionais e suicidas. Por mais que a Bíblia deixe claro que filhos são bênçãos, eles abraçam o controle da natalidade com todo o coração, frustrando os planos de Deus e fortalecendo os planos dos muçulmanos e outras ideologias radicais.

Como é que os muçulmanos terão interesse no “evangelho” ocidental, que está contribuindo para a extinção da família ocidental?

Como os cristãos ocidentais esperam pregar um Evangelho eficaz para as famílias muçulmanas se as famílias cristãs ocidentais vivem o mesmo padrão de ruína e desintegração familiar em que vive o mundo? Eu próprio não ia querer um “evangelho” desses.

O “evangelho” ocidental antifamília é umas das maiores causas da destruição dos chamados países cristãos europeus. Não é a toa que a religião que mais cresce na Europa e Canadá não é o catolicismo nem o protestantismo. É o islamismo. Não é a toa que os muçulmanos estão comprando igrejas cristãs em toda a Europa e transformando-as em mesquitas.

Para que os muçulmanos sejam de fato alcançados com o Evangelho verdadeiro, os cristãos ocidentais precisam renunciar ao “evangelho” infectado pelo humanismo castrador e limitador de famílias.

Fonte: www.juliosevero.com

Veja também:

Inverno Demográfico: O Declínio da Família Humana

Rios de sangue: evangélico pró-vida do Brasil escreve sobre a cultura contraceptiva e as profecias do Apocalipse

Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva confirma que a pílula anticoncepcional provoca aborto

Crianças são bênçãos

A volta do profeta Elias: o que a unção de Elias representa para as famílias e para o mundo político nestes últimos dias

Unção da multiplicação: presentes do coração do Pai estão aguardando você

Por que os cristãos usam o controle da natalidade?

Controle populacional e homossexualismo

A verdade sobre alguns métodos de planejamento familiar

Quando Maior é Melhor

Europa sob ameaça de castigo? Como o abandono do Cristianismo pode estar levando a Europa ao desastre

Os anticoncepcionais estão contaminando as pessoas?

Natal

‘Homofobia’, declínio demográfico, imigração islâmica e o último desejo da Europa antes de morrer

Suicídio do Ocidente: bispo holandês pede que cristãos rezem para Alá

A seita suicida do aquecimento global

7 comentários :

pvnam disse...

DIZ NÃO AOS BANDALHOS BRANCOS!

---> Os Bandalhos Brancos (a maioria dos europeus) não se têm preocupado em constituir uma sociedade sustentável (média de 2.1 filhos por mulher), e têm argumentado que se deve recorrer à imigração para resolver o problema demográfico!!!
---> Mas acontece que muitos imigrantes vêm de países (ex: islâmicos) aonde foi precisamente a repressão dos Direitos das mulheres (mulheres são tratadas como úteros ambulantes...) que permitiu alcançar uma boa produção demográfica... e consequente exportação de população.
---> Quando a população originária desses países dominar demograficamente a Europa (eles caminham para isso a passos largos) , quem (leia-se os Bandalhos Brancos - a maioria dos europeus) andou a proclamar que os imigrantes seriam os salvadores do problema demográfico, sabe muito bem que vai ter que comer e calar...,...
RESUMINDO: Os Bandalhos Brancos estão a liquidar os Direitos das mulheres... e a Liberdade de Expressão (veja-se os casos de Theo van Gogh, Geert Wilders, etc...).

---> Como não constituem uma SOCIEDADE SUSTENTÁVEL - isto é, uma sociedade dotada da capacidade de renovação demográfica - os Bandalhos Brancos procuram infiltrar-se em qualquer lado [ex: quer importando outros povos para a Europa... quer deslocando-se para o território de outros povos...], consequentemente, os Bandalhos Brancos são intolerantes para com a preservação/sobrevivência das Identidades Étnicas Autóctones...



--->>> Não há tempo a perder com Bandalhos... antes que seja tarde demais, há que mobilizar, para o SEPARATISMO, aquela minoria de europeus que possui disponibilidade emocional para abraçar um projecto de Luta pela Sobrevivência...

Laurindo Cavalcanti disse...

Julio Severo, parabéns por este blog. Já sou leitor do midiasemmascara.com e posso ver sua honestidade e clareza nas suas denúncias ao movimento neonazista gay e ao governo mascarado de Lula.
Abraços!

Laurindo Cavalcanti disse...

Julio Severo, seguindo a sua recomendação enviei uma mensagem aos senadores no site do senado.
Senadores,primeiro gostaria de dizer que eu sou um cidadão que ainda acredita no Senado. Acredito que existem políticos honestos neste Brasil.Gostaria de expressar minha indignação contra esse projeto de Lei 122. Projeto este que visa DAR PODERES EXTRAORDINÁRIOS AO MOVIMENTO GAY, que é um movimento nazista e busca destruir os valores cristãos e mais ainda calar os que se opõe as práticas homossexuais. Meu desejo como cidadão brasileiro é que está lei não seja aprovada pelos meus REPRESENTANTES.

Charles disse...

Seu artigo sobre o abuso que os gays fazem do uso do termo "preconceito" foi um dos melhores que já li sobre o assunto do projeto de lei que tramita no Congresso. Agora, entrando em seu blog, me surpreendi com o vídeo sobre o avanço do islamismo somente com a taxa de fertilidade ao seu favor. Por que alguma vez duvidamos que o mandamento de multiplicar e encher a terra é abençoador? Por que nos utilizamos de uma falácia como "esta ordem já foi cumprida" para entrar no caminho do secularismo hedonista, que encara famílias grandes e o ter filhos como a praga na sociedade moderna? Tenho três filhos e acho pouco. Quero mais. Tenho uma família feliz e Deus tem nos ajudado a prover o que é necessário para a educação e saúde deles. Os filhos são herança do Senhor. Que esta verdade nunca se apague na memória dos crentes da atualidade!
Pr. Charles Melo

Anônimo disse...

Todo gay deveria, todo dia, se ajoelhar sobre milho e rezar: "senhor fazer com que estes conservadores cristãos que tanto me "perseguem" se reproduzam e criem seus filhos para serem iguais a eles". Esta deveria ser a oração diaria de todos estes ...

Como foi dito, a sociedade dos sonhos pregada pela religião do politicamente correta não é uma sociedade auto-sustentável, é isto sim uma sociedade parasitária. Assim deveria ao menos pensar em preservar o seu hospedeiro.

Sinceramente eu fico muito feliz com estes fatos, acho que uma Europa muçulmuna será um fato muito melhor para o mundo do que uma Europa homossexual como a que existe hoje. Mal posso esperar para ver enforcamento de gays no centro de Amsterdam, ou de Londres. O que será que os "Bandalhos Brancos" vão fazer quando isto começar a ocorrer? Absolutamente nada, vão apenas tentar migrar e destruir outra sociedade como já destruiram a própria e assim continuar o seu ciclo parasitário. Que todos os gayzistas, feministas e demais liberais ordinários sejam recebidos a pedradas onde quer que chegem. Que aqueles que possuem olhos olhem para a Europa e que não mais dêem ouvidos a estes parasitas.

Achei graça da presunção dos europeus em se levantar quando Armadnejad foi falar, ora quem eles pensam que são? Raça em extinção não tem o direito a opinião. Dentro de 30 anos, quando Armadnejad for novamente falar eu garanto que nenhum delegado europeu irá se levantar, pelo contrário, irão aplaudir entusiasticamente.

Morena Flor disse...

Que não nos enganemos. Muçulmanos radicaLOUCOS não odeiam apenas o "evangelho ocidental", mas TUDO o q é ocidental - inclusive liberdade de expressão. O q o anônimo disse é de uma total falta de sensibilidade com a humanidade. Europa Muçulmana melhor do q a "homossexual"? Não existe, nem de longe, a possibilidade de uma Europa INTEIRAMENTE homossexual, qto mais uma humanidade inteiramente homossexual...

Fora a torcida p/ apedrejamento, enforcamento - e outras mortes horrendas e abjetas - de pessoas q pensam de maneira diversa ao q esse anônimo defende, anônmo daí de cima, depois dessa, q moral vc tem p/ criticar o fanatismo islâmico se vc se assemelha a eles? Todo o fanatismo é odioso, se somos filhos de Deus, devemos nos preocupar em viver como ele gostaria q a humanidade vivesse, não com esses desejos de ódio q vc colocou em seu post. "Raça em extinção não tem direito a opinião"??? Em q raio de mundo vc vive???

Só espero q isso nunca aconteça, pelo bem da própria humanidade.Q todos, algum dia, nutram um verdadeiro respeito e consideração pelo outro, pelo próximo, não apenas de palavra, mas de verdade, de coração, de acordo com os ensinamentos de Cristo, Nosso Mestre, Nosso Guia.

Anônimo disse...

Brasileiros e europeus pq reclamam dos muçulmanos ??
eles levam uma vida normal com filhos.. nós os abortamos e vemos como doença...