16 de março de 2009

Feministas petistas pedem que PT assuma posição firme a favor do aborto, do feminismo e contra deputados pró-vida

Feministas petistas pedem que PT assuma posição firme a favor do aborto, do feminismo e contra deputados pró-vida

Julio Severo

Não adianta o PT se esconder atrás de uma máscara democrática. Quem defende o assassinato de inocentes mediante o aborto é assassino e monstro. Qualquer um que defende esse tipo de assassinato — seja ele nazista, comunista, skinhead, etc. — não merece o apoio da população.

Portanto, através deste humilde blog conclamo o Dep. Henrique Afonso, que é evangélico, a dar testemunho público de sua fidelidade a Jesus Cristo se desligando do PT, que é efetivamente um partido cuja plataforma prega a destruição das crianças em gestação.

Oro que para que o Dep. Afonso não espere ser expulso do arraial de Satanás. Que ele possa mostrar para o Brasil que o PT não é lugar de homens dignos, honestos, íntegros e defensores da família.

Enquanto as feministas do PT conclamam, no documento abaixo, a direção do PT a expulsar Henrique Afonso, nós cristãos evangélicos conclamamos o deputado evangélico a expulsar o PT de sua vida política.

Para fazer contato com o Dep. Henrique Afonso, escreva ou telefone:

Telefone: (61) 3215-5440

Email: dep.henriqueafonso@camara.gov.br 

Para compreender a necessidade de incentivar os deputados pró-vida a sair do PT, leia o artigo A quem interessa a presença de políticos pró-vida dentro do PT?, do meu amigo Pe. Lodi.

Abaixo, manifesto de feministas pró-aborto do PT:

CARTA ABERTA

Salvador, 16 de março de 2009  

Ao Presidente, ao Diretório Nacional e à Comissão de Ética do Partido dos Trabalhadores, 

O dia 19 de março de 2009 poderá se tornar uma data marcante para as mulheres do Partido dos Trabalhadores. Nós, que militamos pela causa feminista esperamos que neste dia, o Partido dos Trabalhadores dê uma demonstração de coragem, votando a favor das mulheres. Aguardamos uma resposta firme, digna de um partido que se constituiu como vanguarda da esquerda no Brasil, protagonista no processo de construção da democracia em nosso país. 

Nós, da Expressão Feminista, queremos ver a atitude decidida de um partido construído pelos movimentos sociais e populares. Um partido que se constituiu internamente com uma estrutura que permite o livre debate entre suas/seus militantes e com instâncias de decisão partidária - como seus Congressos Municipais, Estaduais e Nacionais -, que democraticamente debatem e decidem sobre questões de interesse do partido e da sociedade brasileira. 

Assim, desde sua fundação, o PT tem debatido vários temas polêmicos e um deles é o aborto, um tema que mobiliza a sociedade e principalmente os movimentos de mulheres e feminista que defendem a bandeira da Legalização do Aborto, uma afirmação em defesa da autonomia e da liberdade para todas as mulheres, diante da mortalidade daquelas que, por viverem na pobreza, não têm acesso ao aborto seguro. 

O Partido dos Trabalhadores com a histórica aprovação da Resolução pelaDescriminalização do Aborto, no seu III Congresso realizado em 2007, veio dar uma resposta a esta situação. O PT com essa resolução firma um compromisso com as mulheres que vivem em situação de desigualdade extrema. O PT com essa resolução se compromete em lutar para que o aborto deixe de ser crime no Brasil. 

Entendemos que essa resolução significa não só que o PT aprova essa demanda urgente do Movimento de Mulheres e Feminista, como também apóia as iniciativas partidárias e/ou dos movimentos sociais nesse sentido. 

Se o PT como instituição aprova a Descriminalização do Aborto e o PT apóia a luta do movimento de mulheres e feminista, como podemos assistir passivas/os a movimentação de um grupo de parlamentares petistas que desobedecem essa resolução, ignoram as determinações partidárias e não têm nenhum pudor em formar uma bancada religiosa fundamentalista na Câmara Federal? 

Sim, iniciativas e ações contrárias à resolução são promovidas sistematicamente por um grupo de parlamentares do PT – liderados pelos Deputados Federais Luiz Bassuma e Henrique Afonso -, que ignoram a laicidade do Estado Brasileiro e tentam impor um pensamento e uma conduta única para toda uma nação, baseada em princípios religiosos. 

Essa “cruzada” contra a liberdade de pensamento, de opinião e de organização em relação à luta pela legalização do aborto, culminou com a proposição da famigerada “CPI do Aborto”, RCP 000908, de 10.04.08 - de autoria do Deputado Luiz Bassuma e apoiada por parlamentares petistas, que tem como objetivo maior, intimidar e perseguir as organizações feministas e de mulheres, usando métodos que nos remetem à época em que a razão era considerada coisa do demônio.

Para nós, feministas petistas, o apoio à instalação desta CPI e de outras similares atenta contra os direitos humanos das mulheres, posto que alimenta o conservadorismo e consagra o arbítrio como forma de deter os avanços da consciência social. O PT não pode admitir retrocessos! Nenhuma mulher deve ser presa ou morrer pela prática do aborto, cabendo ao Estado garantir seu atendimento adequado na rede pública de saúde. 

Por outro lado esses parlamentares prestam um desserviço ao Partido dos Trabalhadores, ao revelarem uma imagem conservadora do partido. Suas atitudes e seus pensamentos não condizem com a história, com os princípios e com os valores que fundaram o PT, um partido laico que nasceu com a missão de transformar o Brasil num país verdadeiramente democrático e socialista. 

Diante de todos esses fatos, vimos dar nosso total apoio à iniciativa da Secretaria Nacional de Mulheres do Partido dos Trabalhadores (SNMPT), que em nome de todas as feministas e mulheres petistas, apresenta processo, solicitando a expulsão dos Deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso. 

Que se respeite e se dê conhecimento amplo, através da imprensa, da Resolução do III Congresso Nacional do PT, pela Descriminalização do Aborto no Brasil! 

Em defesa da autonomia e do direito a liberdade para todas as mulheres! 

Nenhuma mulher deve ser perseguida, presa, maltratada ou morta pela prática de aborto no Brasil! 

Assinam p/Expressão Feminista do Partido dos Trabalhadores  

Amélia Tereza Maraux

Cecília Maria Bacellar Sardenberg

Iole Vanin

Maria Alice Bittencourt

Maria José Cunha

Roselice da Silva

Sulle Nascimento
Terezinha Barros

Terezinha Gonçalves

Vilma Reis

Divulgação: www.juliosevero.com

7 comentários :

Alex disse...

Caro Júlio, o senhor disse:
"Quem defende o assassinato de inocentes mediante o aborto é assassino e monstro."
Sua frase está quase perfeita. Precisa apenas de uma correção. Em lugar de assassino, coloque sanguinário, pois assassino é quem já consumou o ato de tirar a vida de alguém inocente; e não quem, defendendo o assassinato das crianças por nascer, ainda não as matou. De qualquer forma, essas pessoas são uns monstros mesmo! E, se defendem com tanta veemência o assassinato das crianças por nascer, é porque tem índole de assassinos e, muito provavelmente, se tiverem a opotunidade sujarão as mãos com sangue!
Alex A. B.

Roberto Vargas Jr. disse...

"Sim, iniciativas e ações contrárias à resolução são promovidas sistematicamente por um grupo de parlamentares do PT – liderados pelos Deputados Federais Luiz Bassuma e Henrique Afonso -, que ignoram a laicidade do Estado Brasileiro e tentam impor um pensamento e uma conduta única para toda uma nação, baseada em princípios religiosos".

Caro Julio,
Eu não entendo como frases como essas são aceitas tão globalmente como corretas.
A laicidade de um Estado não significa que ele não ouvirá argumentos religiosos. Nem significa um estado ateu. Significa que ele não tomará partido em questões religiosas e não se pautará pelas posições de uma determinada religião. Os religiosos de qualquer crença (e também, devo acrescentar, os religiosos ateus) podem e devem expor seus argumentos de forma que o Estado laico governe também para eles.
Além disso, o Estado no Brasil é democrático. E de maioria católica. Aquilo que chamam de "conduta única para toda uma nação, baseada em princípios religiosos", se for a vontade dessa maioria católica, está legitimada pelo próprio Estado laico e democrático.
Este discurso é de todo vazio. Mas, infelizmente, esse vazio possui uma força incrível, embora incompreensível para mim.

Continue sua luta. É fundamental termos voz nesta discussão.
Abraço. Em Cristo,
Roberto

sergiocoscarelli disse...

Impressionante mais esta extensa "carta aberta" destas assassinas feministas petista em nenhum momento cita a vida dos fetos, é só o "direito das mulheres". Quanta maldade e cegueira!!! Senhor tenha misericórdia da nossa nação!!!

Ismael Pio Elias disse...

Ao pedirem que a posição defendida pelo PT (partido tirânico) no III Congresso em 2007 seja divulgada por todos os meios e que "se dê conhecimento amplo através da imprensa", sinto-me compelido a concordar com tais mulheres sedentas de sangue neste ponto.
Se o povo souber o que realmente é o PT, poderá se libertar do jugo imposto pelo Partido Total, senão, continuará pensando que é um partido formado por pessoas "preocupadas com o bem do próximo" (certamente que não com o do próximo à nascer).

Quero ver se o PT terá coragem de publicar sua posição de apoio ao homícidio/aborto para que todos possam ver a que veio. Duvido muito, afinal, pergunte à qualquer um sobre o Foro de São Paulo. A maioria das pessoas desconhece tal entidade - ou não entende exatamente qual a sua finalidade - pois Lulla e seus "cumpanheros" não pretendem revelar seus planos até que tenham o Poder Total. Então, as pessoas pensarão que tudo não passou da vontade divina, que Lulla é o "Méssias" (provavelmente ungindo com cachaça no rio Pinheiros), e que levará a nação ao "Paraíso na Terra".

Crimes são melhor cometidos no oculto, agir abertamente é esperar demais de um partido comunista, que serve ao "Pai da Mentira" e mente de forma conspícua, assim como seu mestre.

Anônimo disse...

Que movimento anticristão é o Feminismo! Quanta impiedade, crueldade e arrogância essas "militantes" vomitam nesta abominável nota. Este é o PT(partido tirânico, das trevas, do terror, a lista de apelidos é grande..),que está mostrando suas garras e para que realmente veio: transformar o Brasil numa república ditatorial de esquerda,usando a mentira, importando leis chinesas para perseguir, sorrateiramente, as igrejas cristãs, lutando incansavelmente a favor do aborto,da eutanásia, homossexualismo e demais barbaridades.
E , o que mais me revolta: a obsessão pelos "direitos humanos" para os "desumanos" que matam, estupram, traficam; ou seja: não se pode aplicar a pena capital para assassinos sanguinários, pois seria contrário aos funestos "direitos humanos", mas decreta-se a morte de bebês inocentes em gestação, tentando (de forma maquivélica) fazer uma lavagem cerebral na população brasileira(de maioria cristã) para que seja favorável ao crime do aborto!
É inconcebível o apoio a um governo tão ímpio e criminoso como este (des)governo do Lula pela população, como mostram as pesquisas. Acredito que são dados manipulados pelos "companheiros" do PT.

Maranata!
Marcos

Alex disse...

Caro Júlio, depois de ouvir uma homilia do Pe. Paulo Ricardo em que ele fala do caso da menina de 9 anos submetida a um aborto, reconsidero a minha opinião sobre a sua afirmação de que "quem defende o assassinato de inocentes mediante o aborto é assassino e monstro."
Compreendi, pela homilia do padre, que quem é cúmplice de assassinato, ou seja, quem aprova, colabora ou participa de um assassinato, também é assassino. Portanto, a sua afirmação está perfeita!
A homilia do Pe. Paulo Ricardo pode ser descarregada no site dele, logo no início da página:
http://www.padrepauloricardo.org/

Quem desejar também pode ouvir a participação do Pe. Paulo Ricardo no True OutSpeak dessa segunda-feira (16-03-2009): www.olavodecarvalho.org

Alex A. B.

Julio Severo disse...

Estes são os links apra baixar meu livro:

http://www.scribd.com/doc/62711163/O-Movimento-Homossexual

http://issuu.com/juliosevero/docs/o_movimento_homossexual__julio_severo_editora_bet_

Meu blog tem outros livros digitais disponíveis.