17 de dezembro de 2008

Duas igrejas evangélicas bastante diferentes

Duas igrejas evangélicas bastante diferentes

Doug Patton

Duas igrejas evangélicas bastante diferentes. Uma fica numa cidade grande. A outra fica numa cidade pequena. Uma prega ódio aos EUA e às suas instituições. A outra prega amor e patriotismo. Uma é infectada com um dogma tóxico conhecido como Teologia da Libertação Negra. A outra promove o Evangelho de Jesus Cristo. Uma sofreu um ataque de bomba incendiária. Adivinhe qual delas?

Barack Obama passou vinte anos sentado nos bancos da Igreja Unida de Cristo Trindade em Chicago, escutando alguns dos ensinos mais vis que já saíram da boca de um “pregador”. Esse pregador era um demagogo de língua venenosa de nome Jeremiah Wright, que passou sua carreira pastoral inteira vomitando mentiras racistas e conspirações de ódio a partir de seu púlpito.

Enquanto isso, na pequena cidade de Wasilla, no Alaska, uma igreja evangélica, freqüentada pela governadora Sarah Palin e sua família, ensina o verdadeiro sentido da mensagem de Cristo para Sua igreja e para um mundo caído.

Na sexta-feira, 12 de dezembro, a Igreja Bíblica Wasilla sofreu um ataque de bomba incendiária. As autoridades disseram que o incêndio começou na entrada principal da igreja e investigadores federais, que estão investigando o caso, analisaram o incêndio como criminoso. O prejuízo foi avaliado em 1 milhão de dólares. Ninguém ficou ferido, embora um pequeno grupo, que incluía crianças, estivesse no interior da igreja na hora.

No domingo seguinte depois do incêndio, a congregação de Wasilla passou a se reunir para seus cultos numa escola local. As declarações dos membros e seus pastores, conforme foram noticiadas pela Associated Press (AP), são notáveis:

Patsy Inks disse que a notícia inicialmente a deixou chocada e frustrada. Mas no domingo, ela estava se sentindo abençoada, ela disse na escola, onde a congregação participou de uma refeição comum em solidariedade a uma família da igreja que estava deixando o Alaska. “Essa tragédia nos uniu”, Inks disse, com os olhos lacrimejando.

A congregação percebe que a igreja é mais do que o prédio, disse John Doak, um dos pastores da Igreja Bíblica Wasilla. “A definição de igreja é o corpo de Cristo, composto pelo povo de Deus”, disse Doak. “A igreja ainda está aqui. Nós somos a igreja”.

A governadora Palin, que não estava na igreja na hora do incêndio, deu uma passada na igreja no sábado. Ela disse a um dos pastores da igreja que sentia muito se o incêndio teve ligação com a “imerecida atenção negativa” que a igreja recebeu desde que ela se tornou a candidata vice-presidencial em 19 de agosto.

De acordo com a AP, os membros da igreja especularam a possível conexão do incêndio com o envolvimento político de Palin, disse Tracy, membro da igreja. Mas as pessoas estão também especulando outros motivos.

“Provavelmente, é alguém perturbado que está revoltado com Deus”, disse Tracy.

“Ou alguns punks locais”, disse Doak.

A AP parecia oferecer um motivo diferente para o ataque:

“Depois que Palin foi nomeada vice na chapa de John McCain, a igreja evangélica dela passou a ficar na mira intensa da imprensa. Logo no começo da campanha de Palin, a igreja dela foi criticada por divulgar uma conferência “O Amor Venceu”, de Focus on the Family, em Anchorage. A conferência prometia ‘ajudar homens e mulheres insatisfeitos com a vida homossexual a entenderem que as tendências homossexuais podem ser vencidas’”.

Então, vamos ver se dá para entender isso direito. Os meios de comunicação se apaixonaram tanto por Obama que durante a campanha dele evitaram realizar qualquer exame profundo da linguagem vulgar e abusiva que estava presente nas pregações regulares de Wright em sua igreja de Chicago. Contudo, quando Sarah Palin foi indicada para ser a vice-presidente de John McCain, todos os grandes meios de comunicação nos EUA enviaram jornalistas ao Alaska para “investigar” a estranha igreja de Palin. E agora que essa mesma igreja foi incendiada — uma ação que seria com certeza classificada como “crime de ódio e preconceito” se tivesse acontecido com a igreja de Obama — a imprensa se limita a dizer que a razão do ataque pode ter sido o fato de que a igreja de Palin divulgou um ministério que ajuda os homossexuais que querem abandonar seu estilo de vida pervertido.

Enquanto isso, os membros amorosos e perdoadores da Igreja Bíblica Wasilla estão dando a outra face depois que sua igreja acabou de ser destruída por um incêndio criminoso. Será que dá para imaginar Jeremiah Wright e outros da mesma laia tendo tal reação se o ataque criminoso tivesse ocorrido contra a Igreja Cristã Unida de Cristo Trindade?

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: Doug Patton

Para ler mais sobre o pastor radical Jeremiah Wright, clique aqui.

Para ler mais sobre Sarah Palin, clique aqui.

Para ler mais sobre Obama, clique aqui.

Nenhum comentário :