23 de novembro de 2008

Evangélico é censurado e multado por fazer comentários “homofóbicos” em livro

Evangélico é censurado e multado por fazer comentários “homofóbicos” em livro

Juiz ordenou remoção de livro das livrarias depois de trezentos exemplares vendidos.

Matthew Cullinan Hoffman

MATO GROSSO DO SUL, BRASIL, 22 de novembro de 2008 (LifeSiteNews.com) — Um evangélico brasileiro foi multado em 2 mil reais e seu livro foi confiscado por publicar sua crença de que Deus condena e castiga os atos homossexuais.

Náurio Martinas França, que mora no estado de Mato Grosso do Sul, é autor do livro “A maldição de Deus sobre o homossexual: o homossexual precisa conhecer a maldição divina que está sobre ele”.

O livro declara a crença cristã de que a conduta homossexual é pecado, e até “demoníaca”, e avisa aqueles que não se arrependerem que “aquele que continua a ser homossexual está desafiando o poder de Deus e corre grande risco”.

A tribulação de Náurio começou no ano passado quando um juiz ordenou que seu livro fosse removido das livrarias depois de vendidos 300 de um total de 600 exemplares impressos. Depois do confisco, um grupo de homossexuais queimou o livro em protesto na frente da Igreja Internacional da Graça de Deus, onde Náurio é membro.

“O livro é baseado na Bíblia, na Palavra de Deus. A lei o considera homofóbico, etc.”, disse Náurio depois das acusações. “O que posso fazer? A lei do homem está usurpando a Bíblia. A Bíblia é a lei de Deus”.

A Bíblia repetidamente condena a sodomia, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento, inclusive uma famosa passagem de Romanos 1, que declara: “Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.” (Romanos 1:26-27 ACF)

Embora o advogado de Náurio argumentasse no tribunal que seu cliente tinha o direito de expressar livremente suas opiniões e convicções religiosas, o juiz respondeu que tais direitos são menos importantes do que os “princípios apresentados na Constituição Federal, os quais são igualdade e a dignidade da pessoa humana” e “a não tolerância às discriminações”, de acordo com uma paráfrase da TV Morena.

A censura contra Náurio ocorreu depois de uma série de outros atos de censura por parte de autoridades governamentais, assim como ações legais intimidatórias, contra cristãos do Brasil que desejam expressar suas convicções religiosas.

Em 2007 a organização evangélica Visão Nacional para a Consciência Cristã (VINACC) recebeu ordem de parar sua campanha de defender o casamento heterossexual, chamando-a de “homofóbica”, apesar do fato de que o governo ainda não aprovou sua tão chamada lei “anti-homofobia” no Congresso. A VINACC acabou perdendo o caso.

Em março deste ano, o Ministério da Justiça multou a Associação de Funcionários Públicos em 14.800 reais por “discriminação” por proibir membros de registrarem seus parceiros gays como “cônjuges”. Em julho, o livro de um padre denunciando a feitiçaria foi removido das livrarias por ordem de um juiz brasileiro.

Outras organizações e blogueiros foram intimidados com ações legais por fazerem objeções públicas ao apoio do líder homossexual Luiz Mott à pedofilia e pederastia (veja cobertura de LifeSiteNews aqui: http://juliosevero.blogspot.com/2007/08/grupos-gays-brasileiros-lanam-mltiplas.html).

Outras matérias relacionadas de LifeSiteNews:

Juiz brasileiro determina que livro de padre denunciando a bruxaria seja removido de livrarias

http://juliosevero.blogspot.com/2008/07/juiz-brasileiro-determina-que-livro-de.html

Homossexuais entram com ações legais por crime de ódio contra cristãos brasileiros

http://juliosevero.blogspot.com/2007/11/homossexuais-brasileiros-entram-com-aes.html

Grupos gays brasileiros lançam múltiplas ações legais para silenciar a oposição cristã

http://juliosevero.blogspot.com/2007/08/grupos-gays-brasileiros-lanam-mltiplas.html

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: LifeSiteNews

3 comentários :

Anônimo disse...

Essa eu não entendi...
Afinal de contas a lei da "homofobia" já está valendo, ou está em votação??
Pelas notícias que andam por ai, parece que a lei já está em vigor na prática... mas não de fato...

Alexssandro disse...

Sou contra qualquer tipo de censura de ideias, acho que deveriamos ser como nos EUA em que até o neo nazistas tem direito a se manifestarem.

Não é muito simpático dizer que alguem vai para o inferno por algo que faz na sua vida com outro adulto com mutou consentimento, mas se eu fosse gay não daria a menor importancia para a opinião de gente que deveria se preocupar com a sua propria vida.

Luciana disse...

É triste ver que a idéia de democracia, liberdade de pensamento e tal...cegou espiritualmente as pessoas...
Que Deus tenha misericórdia daqueles que não querem ver nem ouvir a Palavra de Deus...
É mesmo o apocalipse...