23 de setembro de 2008

Julio Severo e Heitor De Paola rebatem defesa ao ECA em programa de televisão

Julio Severo e Heitor De Paola rebatem defesa ao ECA em programa de televisão

Recente programa Antenados tratou como tema o aniversário do ECA — Estatuto da Criança e do Adolescente. O programa, que é produzido pela Rede Boas Novas e dirigido ao público jovem, contou com a presença de dois “barbudos” que desmascararam as falácias do ECA: Julio Severo e o renomado psicanalista Heitor De Paola.
Para defender o ECA foram convidados: Rozangela Justino, psicóloga diretora da ABRACEH; Ezequiel Braça, conselheiro tutelar de Niterói, RJ; Renata Monteiro, psicóloga ligada a conselho tutelar.
Coube ao apresentador Philipe João conduzir o acalorado debate. Foi um embate de três contra dois, mas o público rapidamente se uniu à minoria contrária ao ECA.

O ECA é uma legislação defendida, em todos os pontos, pelo governo e pela ONU, porém a população desconhece quase que totalmente seu significado real e suas conseqüências para as famílias.
No que diz respeito à implantação dos planos da ONU para as crianças e adolescentes, o Brasil foi o primeiro país da América Latina — e um dos primeiros do mundo — a alinhar sua legislação com as normas da ONU, exatamente com a criação do ECA. Nessa questão, O Dr. Heitor De Paola comentou acerca das suspeitas intenções da ONU em suas propostas de direitos das crianças.
Por sua vez, Julio Severo rebateu os participantes que defenderam o ECA, mostrando que os conselhos tutelares vêm sistematicamente perseguindo famílias evangélicas que educam os filhos em casa. Embora o ECA seja anunciado como legislação que protege as crianças, a verdade nua e crua é que bebês em gestação não recebem do ECA nenhuma proteção contra políticas governamentais de aborto. Além disso, as crianças não recebem proteção alguma contra as intenções ideológicas de ativistas homossexuais que querem adotá-las.
No programa Antenados, o conselheiro tutelar não mostrou interesse e simpatia alguma pelas famílias evangélicas perseguidas. Mas telespectadores preocupados ligaram para o programa, muitas vezes contrariados com as posturas do conselheiro tutelar. Severo acusou que a defesa insistente do ECA por parte de conselheiros tutelares é motivada exclusivamente pelo salário que o governo lhes dá.
Repetidas vezes os defensores do ECA argumentaram que as falhas são devido à falta de implementação do ECA em seus mínimos detalhes, ao que Severo e De Paola responderam que o ECA está, sim, sendo aplicado e é essa a principal razão pela impunidade de crimes cometidos por menores. A totalidade dos telespectadores concordou com a resposta de Severo e De Paola.
Renata e Rozangela usaram o velho e surrado argumento coletivista de que “a culpa da criminalidade é inteiramente da sociedade”, porém De Paola as contestou calmamente.
Mesmo não tendo religião alguma, De Paola se solidarizou com as famílias evangélicas que educam os filhos em casa e são vítimas de abusos e repressão dos conselhos tutelares.
Apesar da polêmica em torno dos amplos poderes do ECA sobre as famílias, milhares de municípios já implantaram conselhos para implementar o ECA. Esse é um processo inédito de mobilização de controle sobre as crianças. Nunca uma lei mobilizou tantos órgãos e agentes estatais, em todos os lugares do Brasil, para promover os planos da ONU para as crianças.
O governo e a mídia muito elogiam os “benefícios” do ECA. Contudo, raramente se lê sobre as implicações dessa legislação da ONU no Brasil.
O ECA merece muito mais atenção e preocupação do que se imagina.
Para entender os perigos do ECA, leia

10 comentários :

Marcelo disse...

Júlio, gostaria de assistir ao debate. Não tem como disponibilizar o video no youtube ou outro site de videos?

Anderson Gonzaga disse...

Apesar de tantas evidências de que a implantação do ECA é responsável pelo aumento dos crimes cometidos por menores de idade, falta de respeito às autoridades, leniência, e péssimos hábitos que estão sendo adquiridos pelos menores sem disciplina na escola, não se admite rever essa deformidade legal.

José maia disse...

Graça e paz,amado Julio severo!
Realmente a ONU vem impondo à risca,o plano dos seu tutelares criadores:"ILLUMINATI"com seu "poderosos"gurus mentores(existe um orgão de consulta paranormais na propria ONU)nde ditam o que se deve fazer em "prol de melhorias"principalmente nos ditos emergentes,como o nosso amado Brasil.
Eles tambem estão querendo implantar em tres paises sulamericanos,incluindo o nosso;distribuir cartilhas nas escolas publicas e municipais,onde ensina a criança:beijar,fazer sexo e aceitar a homossexualidade como uma coisa normal.MISERICORDIA!!
Parabéns pela matéria!
um forte abraço,

José maia

Victor Leonardo Barbosa disse...

Eu também gostaria de ter visto este debate, haverá reprise? caso haja, por favor, nos diga qual é o dia.

Abraços Júlio...

Anônimo disse...

Do seu interesse:
Homeschooling Banned in California as State Turns Parents Into Criminals for Teaching Their Own Children
http://www.naturalnews.com/024287.html

Pericles disse...

Acho que seria interessante se fosse divulgado o programa antes de ser exibido para que os interessados pudessem acompanhar.De qualquer forma é de se ressaltar a grande importância da sua presença e do sr. Heitor de Paola na TV,para que o povo saiba que existem pessoas que defendem a liberdade contra o avanço da ditadura coletivista vindoura. Que a Rede Boas Novas continue com estes debates é também de vital importância.

Anônimo disse...

Prezado irmão, favor disponibilizar o link do vídeo para que possamos assisti-lo,ok?
Gratos.

Conselho de Pastores Brasília

Julio Severo disse...

Eu e outros já solicitamos mais de uma vez cópia do programa, mas até agora a Rede Boas Novas não deu resposta. Estamos aguardando. Se algum leitor tem cópia do programa, favor se comunicar com o autor deste blog.

Chamelly Sobreira disse...

Por favor, quem tiver a cópia desse programa, avise-nos!!!!!!

Sérgio Aparecido Dias disse...

Muitos já sabem a minha opinião a respeito desse tal de "Estatatuto da Criança e do Adolescente". Pra mim, ele deveria antes ser chamado de "ESTATUTO DE PROTEÇÃO AO MENOR BANDIDO!!!"