24 de agosto de 2008

Israel tenta dividir a Terra Prometida de Deus

Israel tenta dividir a Terra Prometida de Deus

Joseph Farah

Talvez você já tenha visto a notícia.

Sob a liderança corrupta e mal-dirigida de Ehud Olmert, Israel está se preparando para dividir o país pela metade — dando a quase totalidade da Judéia e da Samaria para a Autoridade Palestina, os inimigos jurados de tudo o que é bom e decente no mundo.

Esse mais recente “acordo de terra em troca de paz” formará a base de um novo estado palestino.

E o mundo viverá em paz e harmonia para sempre.

Bem, não exatamente.

Aí está o problema fundamental conforme eu, um jornalista cristão árabe-americano e ex-correspondente no Oriente Médio, o vejo: Israel não tem o direito de dar a Terra Prometida de presente, pois aquela terra é a terra santa de Deus — terra que ele entregou aos cuidados do seu povo.

Sei que Olmert não acredita nisso. Sei que bem poucos políticos em Israel acreditam nisso. Sei que a maior parte dos israelenses não acredita nisso. Mas a incredulidade deles não muda a realidade.

Só porque a maioria dos israelenses, e talvez até mesmo a maioria dos judeus no mundo inteiro, tem mentalidade secular e tem consciência de que são o “povo escolhido de Deus”, isso não significa que eles podem pegar a terra que receberam por milagre e jogá-la fora.

Contudo, é exatamente isso que Israel está para fazer. E haverá conseqüências.

Deus ordena que Israel não faça o que está para fazer.

A Terra Prometida não pode ser dividida. Não pode ser vendida ou trocada, de acordo com Ezequiel 48:14. Mas pior, os israelenses estão dando-a de presente para seus inimigos — e, bem francamente, os inimigos de Deus.

Não foi para isso que Deus usou Moisés para abrir o mar Vermelho.

Não foi para isso que ele tirou o povo dele do Egito.

Não foi para isso que ele os tirou do cativeiro várias vezes.

E com certeza ele não realizou seu maior milagre de todos — ajuntando novamente os judeus 2000 anos depois de sua dispersão e recriando a terra esquecida de Israel — para vê-la desperdiçada desse jeito.

Quem diz que o renascimento de Israel é um milagre maior do que o Êxodo?

Deus diz.

Em muitas partes da Bíblia, Deus se revela como Aquele que tirou os filhos de Israel da terra do Egito. É um dos nomes de Deus. É o modo como ele era conhecido para seu povo — por meio de suas obras miraculosas.

Entretanto, Deus diz em Jeremias 23:7-8 que ele será conhecido nos últimos dias pelo milagre de ajuntar de novo os filhos de Israel — um milagre maior do que o Êxodo: “Portanto, eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que nunca mais dirão: Vive o SENHOR, que fez subir os filhos de Israel da terra do Egito; Mas: Vive o SENHOR, que fez subir, e que trouxe a geração da casa de Israel da terra do norte, e de todas as terras para onde os tinha arrojado; e habitarão na sua terra”.

Esse milagre ocorreu há 60 anos — e foi maior, aos olhos de Deus, do que a abertura do mar Vermelho, do que o maná do céu, do que a entrega da lei no monte Sinai, do que as muralhas de Jericó se desmoronando.

Isaías profetizou também que Israel renasceria. Ele até predisse que aconteceria num único dia (Isaías 66:7-8). Você conhece alguma outra nação na história do mundo que literalmente nasceu num dia?

Mas era ainda a terra de Deus, diz Jeremias 3:18: “Naqueles dias, andará a casa de Judá com a casa de Israel; e virão, juntas, da terra do Norte, para a terra que dei em herança a vossos pais.”

Não foi a ONU que deu a Terra Prometida para Israel.

Não foi a astúcia militar de Israel que libertou a Terra Prometida.

Não foi o trabalho duro dos sionistas que fez renascer o estado de Israel.

Já estava tudo pré-determinado. Foi tudo obra de Deus. E ele não entregou a terra dele porque ele queria dá-la de presente aos descrentes.

Eu discordo do que Israel está fazendo?

Sim.

Eu acredito que Israel está cometendo um grande mal?

Sim.

Eu acredito que Israel enfrentará horrendas conseqüências como resultado?

Sim.

Mas não importa no que eu creio.

O que importa é o que Deus diz.

Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: WND

Leia também:

Deus abençoa quem abençoa os judeus

Quem afinal precisa de Israel?

O que todo cristão precisa saber sobre Israel

Reagan: um amigo sólido de Israel

Ao decidir sobre Israel, Bush está decidindo o destino dos Estados Unidos

Em busca dos altares antigos: Rejeitando as raízes de Israel e acolhendo as raízes afros

Beth Shalom

Um comentário :

boreiajr disse...

Caro Julio,

Já teve a "Desoportunidade" de ler essa notícia infame?

[Alunos vão aprender educação sexual com funk nas escolas estaduais]

http://g1.globo.com/Noticias/Rio/0,,MUL733760-5606,00-ALUNOS+VAO+APRENDER+EDUCACAO+SEXUAL+COM+FUNK+NAS+ESCOLAS+ESTADUAIS.html