14 de março de 2008

Pastor de Obama denuncia os Estados Unidos

Pastor de Obama denuncia os Estados Unidos

Jim Brown

OneNewsNow14/3/2008

Por muito tempo, o senador Barack Obama, candidato do Partido Democrático à presidência dos EUA, esteve ligado ao pastor Jeremiah Wright, que é seu conselheiro espiritual. Agora, esse relacionamento vem sendo intensamente examinado por alguns meios de comunicação.

Os canais de TV ABC, MSNBC e Fox News estão mostrando trechos de algumas das pregações do Pr. Wright, inclusive uma mensagem de 2003 em que ele denunciou os Estados Unidos pelo seu tratamento dos negros. “O governo lhes dá drogas, constrói prisões maiores e então quer que cantemos ‘Deus Abençoe os EUA’”, grita Wright. “Nada de Deus Abençoe os EUA — Que Deus mande os EUA para os quintos do inferno por matar pessoas inocentes”.

Wright também escandalizou as pessoas por afirmar que o Sionismo tem um elemento de “racismo branco”. Além disso, ele acusa o governo de infectar os americanos negros com o HIV.

Clenard Childress, pastor negro e fundador do site BlackGenocide.org, diz que Wright tem um longo histórico de retóricas de ódio aos EUA e de deboche a todos os que não concordam com suas opiniões radicais. “A hipocrisia é que ele muitas vezes fala das políticas americanas que mataram pessoas, mas ele e Barack Obama apóiam a agenda da indústria do aborto”, observa ele. “[A indústria do aborto] faz os negros de alvo e matou muito mais do que o ataque terrorista de 11 de setembro de 2001 ou muitas das outras atrocidades que ele menciona”.

Além de todas as suas pregações radicais, o pastor de Obama declarou que Jesus era um homem negro que foi morto por pessoas brancas ricas.

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: OneNewsNow

Um comentário :

Anderson disse...

Claramente pode-se notar pelas palavras dele que esse "pastor" não tem nada de cristão.

A Bíblia nos diz que toda autoridade foi dada por Deus. Um "pastor" que incita os crentes a insubordinação contra o governo estabelecido é apóstata.

Deve-se, entretetanto, alertar sim para que as pessoas não fiquem alheias aos erros dos governantes, como por exemplo, Júlio Severo tem feito de maneira exemplar.

Jesus quando foi instigado a denegrir a imagem do governo estabelecido legalmente em sua época (deve-se pagar tributo???) foi sábio e pegou os hipócritas no contra-pé. Ele disse:

Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus.

Talvez alguns hoje quizessem que Jesus dissesse:
Não! Temos um governo que persegue os judeus e é corrupto, então não vamos alimentar a corrupção enchendo-o de dinheiro!

Deus não autoriza líderes cristãos a fazer terrorismo ideológico em nome d'Ele!

Isso também nos ajuda a entender que um provável governo Obama vai se juntar a essa esquerda revolucionária que tem procurado levar o mundo a uma disputa caótica de classes: ricos X pobres, Negros X brancos, cristãos X não cristãos.